1. Spirit Fanfics >
  2. Our Legacy - CARL GRIMES (1) >
  3. 60. Milagres

História Our Legacy - CARL GRIMES (1) - Capítulo 61


Escrita por:


Capítulo 61 - 60. Milagres


Fanfic / Fanfiction Our Legacy - CARL GRIMES (1) - Capítulo 61 - 60. Milagres

NATÁLIE DIXON

Um mês se passou desde que os muros caíram, e Carl foi baleado. Ele estava tentando se acostumar com o curativo e treinava sua nova pontaria.

Tinha terminado de trocar Jp, e agora estávamos indo até a casa dos Grimes. Rick e Daryl iriam sair hoje, para procurar mais suprimentos para nós.

Nate! - meu irmão me chama, e eu paro no meio da varanda da casa. 一 Vê se não vai fugir hoje. - ele debocha, e eu forço uma risada.

一 Muito engraçado caipira. Mas, fica tranquilo, hoje vou ficar dentro dos muros. - sorri irônica para ele.

一 Oi Nate! - Rick saí da casa, e me dá um beijo na cabeça e outro em Jp. 一 Pronto?! - ele pergunta a Daryl, que assentiu. 一 Então vamos.

Me despedi dos dois e depois entrei na casa. Carl estava na sala com Judy, que logo veio correndo em nossa direção. Ela e Jp foram brincar no tapete.

一 Vamos ficar aqui com eles? - Carl me pergunta, depois de deixar um beijo em meus lábios.

一 Minha agenda não tem nada de especial, então sim. - debocho, e ele dá risada.

Nos sentamos no tapete, ficando encostados no sofá. Os pequenos estavam brincando com algumas panelinhas e carrinhos, então estavam distraídos pelo resto do dia.

(...)

Já tinha anoitecido, Jp e Judy tinham dormido, então colocamos eles no quarto da garotinha. Carl e eu nos jogamos em sua cama, cansados pelo dia.

一 De quem foi a idéia de correr pela comunidade, e brincar de pega-pega? - pergunto inconformada.

一 Foi sua! - Carl responde e começamos a rir.

一 Me lembre da próxima vez de não fazer isso! - levanto da cama, indo até o quarto roupas dele. 一 Vou pegar uma. - digo, balançando a camiseta azul.

一 É assim agora? - Carl levanta a sobrancelha, enquanto me via trocar de roupas.

一 É. - falo orgulhosa. 一 Posso fazer o curativo? - pergunto com receio, e ele apenas concorda em silêncio. Peguei as coisas na cômoda e fui até ele.

Carl quis esconder isso de mim, mas não deixei. Nas primeiras semanas, respeitei o espaço dele, mas depois, comecei a fazer os curativos, ignorando o buraco no lugar de seu olho.

一 Pronto. - digo, guardando as coisas na caixa de remédios. 一 Vamos dormir?

一 Vamos. - Carl tira seu chapéu e a blusa, me puxando para me deitar ao seu lado.

(...)

Pela manhã, acordei com o barulho de alguém no corredor. Achei que fosse Rick ou Michonne, mas eles não pegariam um quadro e ficariam olhando para ele.

Chamei Carl e nos dois fomos até lá, apontando nossas armas para o cara que estava sentado no último degrau da escada.

一 Quem é você e o que está fazendo na minha casa? - Carl perguntou seriamente.

一 Oi, meu nome é Paul Rovia, ou só Jesus...

一 Ah, e você veio fazer um milagre em Alexandria? - pergunto debochadamente. 一 O que você quer aqui?! - destravo minha arma, mirando nele.

一 Apenas estou esperando seus pais se vestirem, para podermos conversar. - Carl e eu nos olhamos confusos.

Antes de alguém questionar alguma coisa, Rick e Michonne saem do quarto, terminando de vestir suas roupas. Arregalei os olhos surpresa e sorri maliciosa para a samurai, que ficou vermelha na hora.

一 Realmente, você fez milagres meu amigo! - digo, mais uma vez debochada, para o cara.

(...)

Todos estavam reunidos na cozinha dos Grimes, para ouvir o que o homem tinha para nos falar. Carl e eu nos encostamos na parede, vendo Michonne nos olhar e virar o rosto envergonhada.

一 Ela acha que a gente tem quantos anos? - pergunto baixo para ele, rindo.

一 Até parece que nunca fizemos isso. - Carl me abraça por trás deixando um beijo no meu pescoço.

一 Cala a boca cowboy, ninguém sabe esqueceu? - voltamos a atenção para deles.

一 Tenho uma comunidade, igual essa. - Paul diz. 一 Temos água, energia e plantações por lá, podemos negociar.

一 Porque acreditarimos isso? - Rick pergunta ao homem.

一 Posso levar vocês até lá. Se sairmos agora, são duas horas para chegar. - ele responde, se ajeitando na cadeira.

一 E o que iriam querer em troca? - Daryl se aproxima dos dois, ficando ao lado da mesa.

一 Nada. Uma amizade e uma novo lugar para irem talvez? - Paul pergunta irônico.

一 Tudo bem, nos leve até...

Hilltop. - o homem completa Rick. 一 Aliás, o mundo de vocês está apenas começando, meus amigos.

(...)

Me aproximei de Michonne, que estava colocando uma caixa no trailer. Um grupo estava saindo para ir até a nova comunidade.

一 Eu disse que você e o Grimes mais velho também formariam um casal algum dia. - digo, me encostando na lataria do veículo. 一 Quando iria me contar?

一 Olha... ontem foi a primeira vez. - ela diz sem jeito. 一 Eu iria te contar, mas você descobriu antes.

一 Eu sei, sou boa com isso. - sorri convencida. 一 Vê se tomam cuidado com essas novas pessoas.

一 Você não vai conosco? - Mich pergunta surpresa.

一 Não. Vou ficar com Jp. Carl também não vai. Segundo ele, um garoto de cara estourada não causaria uma boa primeira impressão. - tento imitar a voz de Carl, fazendo a mulher rir.

一 Tudo bem então. Se cuidem por aqui também. - ela pede, enquanto me abraçava.

一 Pode deixar. - pisco um olho, e depois saio de lá.

Paro ao lado de Carl, que passa seu braço em volta do meu ombro, e ficamos vendo os outros entrarem no trailer e depois saírem pelos portões de Alexandria.

Tomara que essa nova comunidade não seja uma furada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...