História Our lives - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Romance
Visualizações 4
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que vocês gostem!
As imagens utilizadas não são de minha autoria e dou créditos aos autores.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Our lives - Capítulo 3 - Capítulo 3

"Conta tudo! Sobre o que falaram?" - Emanuely pergunta, assim que eu entro na casa dela e Fernando foi embora.

"Ué, nada demais. Mas tivemos uma conversa estranha. Ele pediu desculpas por me tratar meio mal e... bom... na minha opinião, acho que abrimos uma porta."

Elas sorriram.

"Vocês estão namorando agora?" - Alice pergunta, fazendo Emanuely bater a palma da mão no rosto, Vanessa rir e eu corar.

"É claro que eles não estão namorando ainda, né?" - Vanessa responde - "Isso pode levar tempo, ele acabou de brigar com a namorada, e não sabemos se eles terminaram."

Concordamos com ela.

"Mas mudando de assunto, por que você não veio para a aula hoje, Manu?" - eu pergunto.

Ela ri desajeitadamente - "Acontece que eu fiquei em casa preparando esse banquete para nós..."

"Tenho certeza que não foi só isso..." - eu falei, desconfiada.

"Ok, não me bate, tá?" - Vanessa começou - "Quando eu vi que o Fernando te deu uma bronca por ficar encarando ele de novo, fiquei meio triste por você. Na pausa das aulas, eu enviei uma mensagem para a Manu pedindo para ela preparar esse banquete na casa dela, e convidar você e a Alice também, já que a Manu ficou um pouco doente e não poderia ir para a aula, mas ela super concordou em fazer esse banquete. Eu e ela sabíamos que o Fernando passava por aqui para ir até o curso dele. Claro que não contávamos que ele estaria com a namorada e muito menos que eles iriam brigar, mas a gente queria fazer você falar com ele. Deu mais do que certo!"

Ok. Essas meninas são doidas.

"Isso é sério? Foi tudo arquitetado? Não foi obra do destino?" - eu me sento na cadeira da mesa.

"Com certeza não!" - Alice fala.

Eu começo a rir.

"Vocês são demais, né?"

"É!" - Emanuely ri também, fazendo todas as outras rirem junto.

No dia seguinte, nós fomos para a escola todas juntas. No caminho, encontramos o Fernando, sozinho andando em nossa frente. Uma coisa até meia rara de se ver.

Por impulso, eu o chamo - "Fernando!"

Ele se vira e para, nos esperando.

"T-tudo bem?" - eu pergunto, enquanto entre todos nós havia um silêncio meio constrangedor.

Fernando assente - "E com vocês?" - percebo que ele olha mais para a Vanessa.

As meninas falam que está tudo bem.

Quando chegamos no portão da escola, ele atravessa a rua e vai para a Lan house lá perto falar com os amigos dele, deixando eu e as meninas sozinhas.

"Amiga, percebi que ele ficou olhando mais para a Vanessa..." - Emanuely disse para mim - "Mas espero que você não fique triste com ela caso aconteça algo entre eles."

Eu fico em silêncio. Não brigaria com minha amiga por gostar do meu crush, mas ficaria triste. Se eles estiverem felizes, é o que importa.

Alice ouve a conversa e entra no meio - "Mas acho que nada vai acontecer, a Vanessa sabe que você gosta muito dele."

Enquanto conversamos, Vanessa está mexendo no celular, até que levanta alguns segundos depois, indo animada até mim.

"Gi, olha só esse anúncio!"

Ela mostra para mim um anúncio sobre o Theo Hoffmann comparecer no shopping na estréia do novo filme dele, nessa quinta-feira.

"De tantos shopping aqui no Brasil, ele vai logo para cá!" - eu digo brincando, feliz por saber que meu ator favorito vai vir para o shopping mais próximo da minha casa.

"Bom, é claro que vamos levar você lá, né?" - Alice pega o celular da mão da Vanessa para olhar o horário certo em que Theo irá comparecer.

Pegando o celular da mão da Alice, Emanuely se empolga - "Vamos fazer com que você tire fotos com ele e bata um papo!"

Recuperando o celular, Vanessa adiciona - "E vocês vão se conhecer melhor! Imagina se vocês se tornam amigos, e mais que isso?"

Eu coro e pego o celular da mão dela, escondendo-o - "Vocês estão doidas! Eu não serei a única pessoa, ou a pessoa mais especial a comparecer lá para falar com o Theo, tirar fotos, ou o que seja! Tem muita gente mais interessante que eu nesse mundo!"

Elas reviram os olhos, sorrindo.

"Ok, então. Nós vamos para lá e agiremos normalmente. Mas se algo acontecer entre vocês dois, ponto para nós três!" - Emanuely aponta para ela mesma, para Vanessa e Alice.

Eu apenas ri. As meninas acham mesmo que um ator famoso vai ficar o tempo todo dando atenção especial a uma garota que mal conhece, totalmente aleatória no mundo? Que piada.

Mas mesmo assim, fiquei animada por pelo menos, conseguir vê-lo ao vivo, quando for para o shopping quinta-feira.

Um dia inteiro de aula passou e o Fernando falou comigo poucas vezes. Comparando com antes da nossa conversa na casa da Emanuely, estamos evoluindo nossa... hum... relação.

Ele comentou sobre o filme que estreará na quinta-feira, mas não mencionou o Theo. Fiquei surpresa, isso é um gosto em comum que temos: o filme do Theo, ou Futuro do Medo, um longa metragem de terror onde um médico fala para os protagonistas do filme como eles morrerão no futuro.

Fernando falou também sobre seu amor por filmes de terror, que ele curte assistir também. Tive a ideia de convidá-lo para ir no shopping comigo e as meninas, mas resolvi que não seria uma boa ideia.

Quando estávamos indo para casa, eu e as meninas decidimos conversar sobre nossa saída de amigas para o shopping, na quinta-feira.

"Eu acho que podemos sair às 14:00 horas! O Theo só vai chegar lá às 15:00." - Emanuely sugeriu.

Todas concordamos.

"Eu iria convidar o Ygor, mas é um dia só de amigas, né?" - Alice cora.

Vanessa ri - "Outro dia nós marcamos outra coisa para fazer, aí você vai poder convidar ele, assim como a Gi vai poder convidar o Fernando!"

Eu coro também - "A gente só é colega, ok?"

Todas riem.

No dia seguinte, eu não encontrei o Fernando no caminho como no dia anterior, e quando eu e as meninas chegamos na escola, ele só entrou no local quando o sinal para todos entrarem na sala havia tocado.

Fui falar com ele.

"Oi, Fernando. Tudo bem?" - eu pergunto, docemente.

"Sim, está. E você?"

Eu faço que sim com a cabeça.

"E sobre sua namorada...?"

Fernando me olha sério - "Não tem o que falar dela."

"Ok, sinto muito." - fico envergonhada.

Ele dá um sorriso torto e sai andando.

Se eu quiser ter uma amizade mais forte com ele algum dia, demorará.

Mas eu não fiquei com esse pensamento por muito tempo, afinal, no dia seguinte seria quinta-feira, o dia que eu veria meu ator favorito de todos os tempos.


Notas Finais


Obrigada por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...