História Our love - Limantha - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Visualizações 71
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já me adiantando, peço mil desculpas pela demora com a atualização.
Só tenho o sábado pra escrever e eu passei praticamente o final de semana no hospital fazendo companhia pra minha mãe. Felizmente ela já está bem.

Então espero que gostem do capítulo <3

Capítulo 3 - Companhia


Fanfic / Fanfiction Our love - Limantha - Capítulo 3 - Companhia

POV HELOÍSA

Lá estava eu, cheia de confusões na cabeça, a todo momento pensando nos problemas que estava tendo em casa e sinceramente não estava querendo voltar pra aula, porém os problemas estão tanto em casa quanto no colégio então de nada adiantaria me ausentar. Resolvi conversar com Felipe mas no meio da conversa percebi que Tina chegou com alguém, era a última pessoa que eu imaginaria estar naquele colégio, ela já estava interagindo com todos os meus amigos, fiquei observando a cena até que o sinal bateu. Preferi ir pra sala sem dizer nada, quis evitar certos pensamentos.

Já estava acomodada ao meu lugar na sala de aula quando ela surge na porta acompanhada de minha irmã Clara. As duas conversavam até a menina perceber meu olhar sobre ela, passou a me encarar também, ficamos alguns segundos nos olhando até o professor a cumprimentar.

Permaneci em silêncio a aula toda, ela estava sentada na fileira ao lado e foi muito difícil me concentrar nos momentos em que ela ficava me observando, diferente de mim que resisti e não a encarei em momento algum, eu realmente estava tímida naquele momento e não sabia como chegar e conversar com ela, apesar de querer muito.

...

- Ei Lica - Tina estava acompanhada de Samantha - Essa é...

- A gente já... - Falamos ao mesmo tempo e logo começamos a rir, Tina nos olha confusa.

- Oi Heloísa - A menina diz e dou sorriso tímido. Aquele uniforme do grupo combinava tão bem com ela, não pude deixar de observar.

- Pera, como vocês se conhecem se a Sam é nova aqui? - Tina pergunta confusa.

- Ah mas dona Liquinha não perde tempo mesmo vocês não sabiam - MB disse se aproximando de nós.

- Ai não enche MB, foi apenas uma coincidência.

- Eu e Heloísa esbarramos uma na outra em frente ao prédio dela esses dias.

- Uau, ta parecendo aquelas histórias de filme americano que as pessoas se esbarram na rua e acabam se apaixonando de primeira vista - Tina disse e levou MB a concordar com ela, enquanto eu e Samantha apenas nos olhamos e sorrimos timidamente uma pra outra.

- Então meninas o tio MB aqui está indo, beijo pra vocês.

- Ah eu também vou, minha mãe acabou de chegar - Disse Tina se despedindo - Depois nos falamos meninas.

Estávamos sozinhas no pátio da escola, e eu não sabia como começar uma conversa com ela, não sabia se apenas iríamos nos despedir, não sabia se saía correndo. Eu não sabia o que realmente o que era tudo aquilo que eu estava sentindo, só sei que estava agradecendo muito por essa coincidência, ou talvez seria armação do destino ela frequentar os mesmo lugares que eu?

- Eai, tudo bom Lica? - Ela quebra o silêncio que ali se instalava.

- Uhum, como você está? - Começamos a andar uma ao lado da outra em direção a saída - Não sabia que era nova aqui na região, e quem diria que fossemos nos encontrar novamente assim.

- É, me mudei há alguns dias, minha mãe decidiu mudar o estúdio dela aqui pra São Paulo, depois que... - A menina pausou a sua fala, logo percebi que ela não se sentia confortável ao falar do assunto - Bom, aconteceram algumas coisas na nossa vida, mudanças foram necessárias, e eu sinceramente ainda estou em fase de aceitação dessa nova vida.

- Aqui é bom, você vai curtir, tem muita gente bacana e tenho certeza que sozinha você não vai ficar, sempre terá uma companhia.

- É, tipo, você. É uma ótima companhia - Naquele momento eu apenas sorri. Estávamos paradas em frente a sorveteria, então não pude perder a oportunidade.

- Estou te devendo um sorvete não é mesmo?

...

- É sério que você é a famosa filha revolucionária do diretor? Tina me falou de você e de todas suas amigas.

Samantha e eu estávamos há algum tempo conversando, surgiram vários assuntos e nem percebemos a hora passando.

- E você sabia também que Clara é minha irmã? E passamos o ano passado inteiro praticamente brigadas.

- Mentira, sério? - A menina fica chocada - Mas agora vocês estão bem, certo?

- Sim sim, e é uma longa história.

- Bom, espero um dia ter a oportunidade de ouvir essa história e na sua companhia é claro.

- Seu desejo é uma ordem - Fiz uma breve reverência em frente a garota e logo caímos na risada.

Passado um bom tempo conversando, rindo e trocando sorrisos, percebemos o quão tarde estava e decidimos nos despedir pra irmos embora. 

Samantha era realmente uma ótima companhia e sabia que aquilo era recíproco, estávamos nos dando muito bem, ela é puro companheirismo, é radiante e uma excelente pessoa, ela me cativou de tal maneira que nem eu sabia explicar.


Notas Finais


Se tiver pontos negativos serão bem-vindos para que eu possa tentar mudar.

Obrigada por estarem acompanhando.
Beijinho no coração de vocês. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...