História Our Love - Capítulo 1


Escrita por: e Bee26h

Postado
Categorias Antoine Griezmann, James Rodríguez, Mats Hummels
Personagens James Rodríguez, Personagens Originais
Tags Futebol!, James Rodriguez, Romance, Triângulo Amoroso, Troca De Casal
Visualizações 149
Palavras 1.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi gente! Essa é a primeira fanfic minha e da minha amiga Bettina!
É com o James Rodríguez, com o vocês já viram!
Estamos abertas para críticas construtivas, esperamos que gostem!
Desculpa qualquer erro, boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Our Love - Capítulo 1 - Prólogo

James P.O.V

E lá estava eu, saindo de campo completamente irritado, pois estava sendo vaiado, não consegui jogar nada, e por minha causa o Bayern foi eliminado do campeonato. Minha cabeça estava a milhão, meus olhos esboçam raiva e eu sinto minha cabeça latejar. Preciso sair daqui, pensei.

Me troquei rápido e fui correndo pegar meu carro que estava no estacionamento da Arena, ja passava das 22 horas, então eu sabia exatamente para onde ir.

Quando me dei conta eu ja estava sentado na frente de um dos puteiros mais luxuosos da cidade, eu precisava esfriar minha cabeça.

Fui entrando e logo fui recebido por Jeniffer, uma puta que faz de tudo para chamar minha atenção, até gosto dela, mas só porque ela é gostosa.

- Jamesito, senti sua falta - Ela falou com uma voz manhosa e percebi ela mordendo o lábio.

- Não enche Jeniffer, to afim de carne nova hoje, se é que você me entende - Falei para ela com uma cara de deboche.

- Aff, você é um babaca msm - Falou em um tom irritado com aquela voz de puta dela.

- Não sei o que você queria ouvir, afinal é isso o que toda prostituta ouve - Falei e me sentei em um sofá onde logo fui servido com um copo de Whisky.

Alguns minutos depois, algo de chamou atenção, eu estava com uma menina em meu colo quando vi Michael Müller entrando com seus parceiros e uma mulher (muito gostosa por sinal) do seu lado.

Eu e Michael temos uma richa muito grande, mas eu falo com ele quando estou precisando de drogas. Ele passou reto por mim então resolvi ignorar.

Um tempo se passou e eu percebi que precisava transar, olhei ao redor para tentar achar uma puta decente e meus olhos pararam na mulher que estava com Michael, ela era muito bonita, tinha cabelo escuro e liso, olhos claros, e possuia um olhar misterioso, ela exalava sensualidade e perigo, ela com certeza seria uma ótima opção para a minha noite.

Bettina P.O.V

Nesse exato momento eu me encontrava chorando no chão do banheiro da casa de Michael, acabamos de ter uma briga feia, e ele acabou me batento, fazendo com que minha boca sangrasse. Eu tava me sentindo muito mal, mas eu não posso largar Michael, afinal nós temos um trato, eu tenho que "namorar com ele" para poder pagar o que devo a ele, caso contrário, ele me mata. Mas bom minha história com o Michael eu explico depois.

- Se arruma, estamos saindo - Michael entrou no banheiro dizendo sem nem se importar com o meu estado, e saiu.

Resolvi obedecer ele, hoje não estava afim de bater de frente com ele. Coloquei um vestido preto de veludo, totalmente colado ao meu corpo, ele era de alcinha e muito bonito, coloquei meu salto e fui fazer uma make para disfarçar minha cara de derrota.

Chegamos no puteiro e não fazia sentido nenhum Michael querer me levar nesses lugares com ele, até pq ele ficava com outras mesmo. Assim que entrei senti o olhar de um homem pesar sobre mim, ignorei e fiquei sentada em um canto bebendo uma bebida qualquer que uma mulher havia me entregado, até que de repente vejo que o mesmo homem que me encarava antes estava vindo em minha direção.

- Quanto ta o programa? - Ele falou me olhando, na hora que ele falou eu dei uma gargalhada, fazendo com que algumas pessoas nos olhassem.

- Eu não acredito que você realmente me perguntou isso. - Falei revirando meus olhos. Ele me olhou com uma cara que me deixou com raiva.

- Ué, você é uma puta, só quero saber quanto custa para ter 1 hora com vc, ou você é tão puta ao ponto de não cobrar? - Ele falou meio que me desafiando, pois estava com uma cara tão debochada quanto a minha.

- Escuta aqui seu babaca, não é só por que estou aqui que sou uma prostituta, pode ter certeza que sou mil vezes melhor do que essas mulheres que você provavelmente dorme sempre - Falei apontando o dedo na cara dele.

- Só acredito provando - Falou e me deu uma piscadinha.

- Então você nunca vai acreditar - Falei e ele riu ironicamente, quando percebi ele estava sentado na minha frente.

- Sou James Rodriguez - Sabia que eu o conhecia de algum lugar.

- Vc é aquele jogador babaca do Bayern né - Eu ri debochadamente com a cara dele, pois vi que ele estava bem irritado, mas foda-se, esse cara é um idiota e ele que pense que vai conseguir algo comigo.

- Me chama de babaca de novo para vc ver só sua vadia - Ele claramente estava com raiva. Me levantei para sair dali mas antes me inclinei um pouco perto do seu ouvido e disse:

- Bettina Schmitz - Pisquei para ele e vi que ele mordeu seu lábio, eu realmente sabia como impressionar um babaca.

Resolvi ir lá para fora e ligar para Bárbara, não aguentava mais ficar ali, depois me acerto com o Michael.

Giovana P.O.V

Como toda viagem que faço fico muito ansiosa, hoje não seria diferente. A viagem dos meus sonhos estava prestes a acontecer, finalmente iria me mudar para Alemanha, mais especificamente na cidade de Munique, pois não aguentava mais a minha vida entediante na Austrália, e ainda teria pelo menos um chance a mais de conhecer o meu maior ídolo, que não é ninguém mais ninguém menos do que James Rodríguez.

Eu e minha melhor amiga, Danielle, resolvemos ir morar juntas em um tipo de pensão bem procurado por lá, e ainda melhor, ela fica no centro, perto de tudo e de todos. 

Nosso vôo estava marcado para 11:00a.m, e como não gosto de me atrasar, ainda era 9:00a.m e eu já estava no táxi em direção ao aeroporto. Cheguei lá, sentei na frente do portão de embarque é fiquei esperando minha amiga. Deu 10:45a.m e nada dela chegar, nenhum dos seus dois números de celular atendiam. 11:00a.me ainda nada, já havia me conformado que havia perdido o vôo. Quando deu 11:20a.m, ela chegou correndo, mas não dava mais tempo, o avião já tinha partido.

Mas com muita sorte conseguimos agendar outro para 14:40p.m sem nenhum acréscimo de preço. Almoçamos por lá mesmo, e na hora exata, embarcamos. O vôo foi maravilhoso, o céu estava lindo, as comidas estavam muito gostosas. 

Enfim, pousamos. Pegamos um táxi, e fomos para a pensão, ela era bem mais bonita e organizada do que imaginávamos. Arrumamos nossas coisas e deitamos para tirar um cochilo. 

Quando acordamos estávamos com muita fome, e descobrimos que a dois quarteirões tinha um dos melhores barzinhos da cidade, resolvemos ir até lá, nos arrumamos e fomos.

A cidade era muito bonita, bem iluminada e tinha árvores bem grandes e que enfeitavam as ruas. Chegando lá, tivemos que esperar um pouco pois havia muita gente, mas logo que desocupou uma mesa sentamos lá, e pedimos uma porção mista.

Estamos prestes a ir embora quando avisto um homem muito parecido com o James, mas a chance de ser ele era muito pequena, mas só para tirar da dúvida, eu cheguei um pouco mais perto, então surtei, pois era ele sim, avisei Danielle que já ficou eufórica pq ela era fã tanto quanto eu. Mas nenhuma de nós duas tivemos coragem de falar com ele, pois estavamos em estado de choque. Resolvemos voltar para pensão, mas não consegui parar de pensar naquele homem que estava tão próximo de mim.


Notas Finais


Até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...