História Our Love - Capítulo 2


Escrita por: e Bee26h

Postado
Categorias Antoine Griezmann, James Rodríguez, Mats Hummels
Personagens James Rodríguez, Personagens Originais
Tags Futebol!, James Rodriguez, Romance, Triângulo Amoroso, Troca De Casal
Visualizações 117
Palavras 914
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltamos gente, resolvemos postar o segundo capítulo logo.
Essa na capa é a Amanda Hummer, ela vai representar a Bettina na fic.
(Desculpa pelo capítulo pequeno)
Boa leitura!

Capítulo 2 - Estupro?


Fanfic / Fanfiction Our Love - Capítulo 2 - Estupro?

Bettina P.O.V

Ja faz mais de 1 hora que eu tinha saído daquele puteiro com a minha amiga. Bárbara é uma das minhas melhores e únicas amigas, nos conhecemos quando me envolvi com as drogas e com o Michael, ela meio que trabalhava junto com ele, as vezes faz um trabalho ou outro com ele, mas nada de muita confiança. Ela sempre me ajudou muito em relação a Michael, só ela realmente sabe o que eu passei e o que eu passo nas mãos dele. 

Bárbara e eu fomos para o meu apartamento, não estava muito afim de ir para a casa de Michael, contei tudo o que aconteceu hoje para ela, até da parte do James Babaca Rodriguez:

- Da para acreditar que ele achou que eu era prostituta? - Eu tinha ficado muito irritada com isso, e Bárbara estava rindo da minha cara - Ta rindo do que?

- Bettina me desculpa, mas eu juro que se eu não te conhecesse, também acharia isso de você - Na hora em que ela falou isso eu joguei uma almofada em sua cara.

- Esse James é um idiota, tomara que eu nunca mais o vejaz - Dei uma pausa - Homem não presta.

- Por isso que eu beijo mulheres - Sim, Bárbara é lésbica.

- Certa você.

Ficamos conversando, até que Bárbara resolveu ir embora e eu resolvi dormir.

Acordei com um barulho vindo da cozinha, fui lá ver o que era e me deparei com Michael, ele estava com uma cara de louco, com com certeza estava drogado, começou a gritar comigo, e eu tava ficando assustada, não tenho medo de homem nenhum, exeto de Michael, ele realmente tinha poder sobre mim, e qualquer vacilo com ele, minha vida ja era.

Senti ele me pegando pelos cabelos e acabei sendo empurrada escada a baixo, a única coisa que senti foi uma dor insuportável na cabeça e depois tudo ficou escuro.

[...]

Acordei com uma terrível dor de cabeça, olhei para os lados e percebi que eu estava em um beco escuro, meu corpo doia todinho, eu estava apenas de blusa e de calcinha, nessa hora que percebi tudo, eu havia sido estuprada pelo Michael, ja sentia minhas lágrimas caindo em meu rosto. 

Eu ja transei com ele algumas vezes, mas havia sido com o meu consentimento.

Recuperei minhas forças e levantei, sentia uma dor insuportável. Vi que eu estava sem celular, coloquei a minha calça e fui andando para casa, eu não conseguia parar de chorar, eu estava me sentindo muito nojenta.

Cheguei em casa e peguei meu celular, tinha uma mensagem de Michael:

"Espero que você tenha gostado da surpresa minha linda, irei ficar fora por algum tempo, mas logo voltarei, você não vai se livrar de mim tão facil." Joguei o celular no sofá, eu estava acabada, e com muita raiva, como alguém consegue ser tão nojento a esse ponto?

Tomei um banho e me deitei, chorei até dormir.

James P.O.V

Hoje acordei muito indisposto a fazer o que precisava, pois estava de ressaca da noite anterior que fui para um dos barzinhos mais badalados de Munique, com Cristiano e Marcelo. Ficamos por lá até 4:00a.m, e tive que acordar 8:00a.m, pois tenho treino as 11:00a.m. Estava com uma enxaqueca muito forte, mas já sabia o motivo, mesmo assim despertei, tomei um banho e desci para cozinha tomar café da manhã, comi coisas muito saudáveis e resolvi sair para dar uma volta em uma praça bem movimentada que tem perto de casa.

No caminho até lá, não conseguia parar de pensar naquela mulher gostosa, que estava com Michael, que se dizia não ser prostituta, mas eu pagaria o dobro do que pago para Jeniffer para poder ter aquela mulher por apenas 1 hora. Ela soube me provocar perfeitamente, e aquilo me deixou extremamente fascinado por ela. 

Cheguei na praça, e já estava me sentindo melhor, mas não completamente. Me sentei em um banco e fiquei observado as pessoas passando de um lado para o outro. Pensei em mais tarde ligar para Michael, e pedir um pouco de maconha, para poder relaxar depois do treino. Quando vi duas lindas meninas se aproximarem de mim, e me lembrei da noite anterior, que vi uma delas me encarar, e logo disfarçar.

- O-oi James - Falou a que havia me encarado na noite anterior - Podemos tirar uma foto contigo? - Dei um sorriso forçado, pois não estava no clima para fotos.

- Pode sim - Me aproximei delas.

Tiraram as fotos e me sentei no banco em que estava novamente.

- Você não tem treino hoje? - perguntou a outra, que era mais alta.

- Tenho - Me levantei - Em falar nisso tenho que ir, estou atrasado, tchau! - Me virei e sai andando em direção a minha casa. 

Eu não estava nem um pouco atrasado, ainda faltava 1 hora e meia para o começo do treino, eu só não estava com paciência para conversar, e muito menos para conversar com pessoas que não conheço.

[...]

Após o fim do treino, eu e Cristiano paramos em um restaurante para almoçar. Como não estava muito bem, comemos e logo paguei a conta e levei Cristiano para casa dele. No caminho para minha casa liguei para Michael, e ele disse que já tinha um pronto e que podia ir buscar na casa dele, como já sabia o caminho, fui até lá, paguei e finalmente e fui para minha casa.

Então fui direto para o banho, e após isso deitei na minha cama e acendi meu baseado, coloquei uma música e logo que ele acabou peguei no sono.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...