História Our Love - Capítulo 4


Escrita por: e Bee26h

Postado
Categorias Antoine Griezmann, James Rodríguez, Mats Hummels
Personagens James Rodríguez, Personagens Originais
Tags Futebol!, James Rodriguez, Romance, Triângulo Amoroso, Troca De Casal
Visualizações 77
Palavras 1.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltamos! Esperamos que gostemmm!

Capítulo 4 - Um Susto


Fanfic / Fanfiction Our Love - Capítulo 4 - Um Susto

Bettina P.O.V

Acordei com uma dor de cabeça terrível e percebi que eu estava em um quarto, mas não era o meu quarto, nem o quarto de Bárbara. Comecei a entrar em desespero, não é possível que eu tenha transado com alguém mesmo depois do que aconteceu. Olhei minhas roupas e percebi que estava só com uma camiseta masculina e de cueca, ja ia começar a chorar porque eu não estava preparada para isso acontecer de novo, quando vejo um James Rodriguez saindo do banheiro só de toalha e com o cabelo molhado. Paralisei, como assim eu havia transado com esse idiota?

- Olha só quem acordou - Falou com cara de deboche.

- O que eu to fazendo aqui James? - Falei em desespero.

- A gente transou - Ele falou rindo e na hora meu coração parou e eu ja ia começar a chorar - Ei calma mamacita, to brincando com você, eu te trouxe pra cá porque você tava bêbada na boate e acabou atacando uma menina - Quando ele falou aquilo me tranquilisei porque comecei a lembrar um pouco.

- Quem era aquela menina? - Perguntei curiosa, e ele devia saber ja que falou com ela.

- Eu vi a amiga dela a chamando de Giovana - Respondeu e deu de ombros.

- Me explica só mais uma coisa - Ele me olhou com uma cara de tipo "fala" - Pq caralhos eu só to de cueca e com uma blusa sua? - Perguntei irritada, e vi ele rindo da minha cara.

James P.O.V

Flashback on

Bettina saiu apressada no banheiro e eu não fui atrás dela, não demorou muito para um tumulto se formar no meio da pista de dança, na hora que cheguei pra ver o que era, vi Bettina em cima da Giovana (Giovana é a gatinha da boate que eu deixei para trás pra poder cuidar da Bettina, se eu me arrependi por isso? Talvez muito) batendo nela como se não houvesse amanhã. Não pensei duas vezes, puxei Bettina pela cintura e levei ela rápidamente para o meu carro. Percebi que no caminho até o carro ela murmurava algumas coisas, mas eu não entendia nada. Resolvi leva-la para a minha casa ja que eu não fazia idéia de onde ela mora. 

Quando cheguei em casa peguei ela no colo pois ela estava dormindo, mas foi ai que eu percebi que o vestido dela cheirava bebida pura, e dai raciocinei o motivo da briga. Acordei ela e tirei seu vestido, se ela estivesse bem ela com certeza não deixaria eu fazer isso, mas pelo visto ela tava tão zen que nem falando tava. Sentei ela na banheira apenas de langerie e a ajudei a tomar banho.

- James - Ela falou baixo enquanto eu a olhava tomar banho.

- Droga - Ajudei ela a levantar e a enrolei na toalha, sequei seu corpo e fiz ela sentar na frente da privada, não deu dois minutos e ela ja tinha vomitado a vida dela la.

Ela se levantou e escovou os dentes com uma escova nova que tinha guardada, dei para ela uma camiseta e uma cueca e ela foi se trocar dentro do closet. Na hora que ela ja tinha voltado a deitei na cama e a cobri. Quando eu ia sair do quarto ouço ela me chamar de novo.

- James.

- Oi?- Perguntei a olhando.

- Muito Obrigada.- E me deu um sorriso sincero, ela só fez isso pq tava bêbada, pensei e fui para o quarto de hóspedes, eu precisava dormir logo.

Flashback off.

- E foi isso.- Finalizei explicando tudo para a mulher que estava a minha frente, ela parecia estar processando tudo, logo vi seu olhar confusso se transformar em um irritado e preocupado.

- Que merda, você não devia ter me ajudado! - Ela falou alto - Se o Michael souber que eu passei uma noite com outro homem eu to fodida.

- Vocês namoram? - Perguntei curioso.

- Não - Falou irritada - Mas se alguém viu eu saindo da boate com você e isso chegar nos ouvidos do Michael eu to muito ferrada.

- Se vocês não namoram, porque você ta tão ferrada assim?

- Longa história- Ela falou e eu percebi que ela sentia medo dele.

- Eu posso ouvir.

- Mas eu não quero que você ouça- Falou sendo grossa.

- Quem você pensa que é pra ser grossa assim comigo? - Falei em um tom alto, mas ela não se abalou.

- Eu penso que eu sou eu, e posso ser grossa com quem eu quiser - Ela ja tava conseguindo me tirar do sério - Eu vou embora daqui!

- Ja vai tarde - Ela ia saindo, mas voltou - Preciso de um calça e cade minha bolsa? 

Dei as coisas pra ela, e quando ela saiu eu bati a porta do quarto com tudo. 

Esse menina é uma vadia mesmo, não sei nem porque me preocupei em ajuda-la.

Horas depois eu ja estava saindo do meu treino quando recebo uma ligação, era de Daniela, minha ex mulher.

Ela estava dizendo que iria trazer Salomé amanhã, minha filha de 5 anos pra passar 1 semana aqui comigo, fiquei feliz com a notícia pois minha filha era a única que conseguia me fazer bem de verdade, mas ela sempre estava longe por morar em Madrid na Espanha.

Desde que meu amor por Daniela acabou, eu me afundei totalmente na vida, mas talvez esses dias com a minha filha possam me fazer bem. Depois do treino fui tomar um café sozinho mesmo, me sentei em uma mesa, quando de repente vejo a tal da Giovana (que eu julgava ser seu nome) entrar por la, talvez ela seja uma boa companhia para hoje, tive um pensamento meio malicioso e a chamei pra sentar cmg:

- Oii, você tinha me prometido uma conversa lembra? - Ela sorriu tímida e se sentou. Meninas como ela se encantam por caras bonzinhos, por isso eu estava dando meu máximo.

Danielle P.O.V

Fiquei muito feliz quando Giovana disse que iria a boate comigo, pois pensei que ela chegaria cansada e daria alguma desculpa esfarrapada.

Chegamos na boate e aquele lugar não era nada do que eu imaginava, porque era totalmente diferente das do Brasil. Era tudo muito organizado e sem nenhuma muvuca de gente. 

Entramos. Fomos para o bar. Pedimos dois drinks. E quando acabei de tomar o meu chamei Giovana para a pista de dança comigo, ela recusou e disse que ja me encontrava. Tive que ir sozinha, dancei um pouco, e uma menina se aproximou de mim, tomando totalmente minha atenção.

Aquela menina era maravilhosa, um pouco mais baixa do que eu, era morena, tinha o olho castanho claro, e tinha o lado direito da cabeça raspado, e as pontas do cabelo enrolado.

- Olá, prazer meu nome é Bárbara, te vi de longe e te achei muito bonita - Falou se aproximando de mim é ficando bem colada ao meu corpo.

- Oi! Prazer, sou Danielle - Falei um pouco envergonhada - Obrigada, você também é muito linda.

- Obrigada! - Falou em um tom mais alto, por causa da musica - Posso te fazer uma perguntinha? - Perguntou fazendo uma cara fofa.

- Claro que sim! - falei gentilmente.

- Você fica com meninas? - Ela perguntou e eu fiquei um pouco em choque.

- Eu sou hetero, nunca fiquei com nenhuma menina - Respondi.

- Mas você tem vontade? - Perguntou muito curiosa, e eu respondi com a cabeça "sim" - Então você quer ficar comigo? - Perguntou pegando em minha mão.

- Sim, eu quero - Respondi, e ela me puxou, fazendo eu a seguir.

Ela me levou para um corredor, sem movimento algum. Me prensou na parede e me beijou. Eu não acreditava que aquilo estava acontecendo, mas foi perfeito.

Aquele era o melhor beijo da minha vida, e a boca mais macia que já havia sentido. O tempo pareceu parar para mim, e quando ela parou o beijo apenas se despediu e saíu. Fiquei parada por um tempo processando o que acabará de acontecer, e fui então procurar Giovana.


Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...