História OUR LOVE- FILLIE, NOHA E CADIE. - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Dustin Henderson, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Personagens Originais, Will Byers
Tags Cadie, Fillie, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Sadie, Stranger Things
Visualizações 344
Palavras 1.094
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE, MEU DEUS CES BATERAM 1,000 PESSOAS LENDO, MUITO OBRIGADA GENTE, AMAMOS VOCÊS MUITO, E DE PRESENTE PARA VOCÊS, DOIS CAPÍTULO DE UMA VEZ SÓ, BOA LEITURA.

Essa história foi escrita por: Ana Júlia Caulo, Maria Vidal, Ágatha Gama

Capítulo 17 - Nunca mais me abandone



[MILLIE NARRANDO]


Noah ainda estava muito abalado com tudo que tinha acontecido, eu queria muito ajudar ele, porque estávamos falando de uma das minhas melhores amigas, e já se passou um dia depois de tudo aquilo que aconteceu, não tinha saído do hospital por causa do médico que queria avaliar mais o meu caso.

            Noah andava para lá e para cá, e eu estava cansada de olha para ele, então olhei para o teto até que vi uma luz no fim do túnel.

            - Tive uma ideia – Falei para Noah que parou de andar e olhou para mim esperando respostas, apontei para a câmera que estava apontada para a minha cama

            - Brilhante ideia – Ele respondeu correndo para algum lugar, provavelmente pegar a gravação, e como hoje eu ia sair do hospital iriamos lá na casa de Hannah. Depois de minutos ele chega com o celular na mão

            - Peguei. Vamos?

            - Vamos já arrumei tudo. – Descemos e ele me ajudou a entrar no carro ele foi dirigindo um pouco nervoso e com um sorriso fraco. Finalmente chegamos na casa dela e bati na porta.

            - Ah meu Deus, ela não quer falar com vocês – Era Finn. Ele ia fechar a porta, mas segurei para ele não bater na minha cara.

            - Temos provas – Eu disse

            - Entra né, fazer o que?

            - Licença – Noah disse

            - Ela está no quarto dela

            - Até parece que eu sei Finn – Noah respondeu

            - Eu sei onde é, vamos – Eu disse, e peguei na sua mão e levei ele até lá, Finn foi atrás de nós.

            - Hannah? – Disse abrindo a porta do quarto dela

            - O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO AQUI, NÃO QUERO VER VOCÊS – Hannah gritou

            - Hannah – Noah entrou em seu quarto e sentou em sua cama – Eu tenho provas de que foi só um beijo na bochecha – Ele tirou o telefone do bolso e deu para ela, ela viu e começou a chorar. Ela deixou o celular de lado e beijou ele, foi o beijo mais sincero de todos os tempos, caiu lágrima no meu rosto também.

            - Nunca mais me abandone – Ele assentiu com a cabeça depois que Hannah disse essa frase tão linda – Promete?

            - Prometo – Eles voltaram a se beijar, e eu e Finn saímos do quarto dela e fomos até o andar de baixo, eu estava saindo pela porta quando:

            - Millie, calma precisamos conversar – Eu já estava indo para porta quando ele pegou o meu braço me fazendo virar

            - A gente não tem nada para conversar

            - Não é verdade, nós temos que falar sobre aquilo – Eu realmente queria falar sobre tudo queria que ele me contasse, mas ao mesmo tempo meu orgulho não queria ouvir nada do que ele tinha a dizer

- Você sabe que quer me ouvir – Como ele sabia? Realmente mas eu não ia deixar ele ganhar essa.

- Me solta

- Millie

- ME SOLTA – Ele me soltou e sai da sua casa, mas, eu lembrei que Noah tinha que me levar para casa, eu não podia ir andando porque eu estava com a bota ortopédica, então eu virei para trás e bati na porta de novo, e o mesmo abriu.

- Voltou? – Ele disse com um sorriso no rosto, um sorriso de deboche

- Não enche! – Falei entrando na sua casa e me sentei no sofá, ele veio logo atrás de mim e sentou no outro sofá do outro lado. A gente ficou ali sentado sem falar nada, e aquele silencio estava me matando então eu pensei: O que de ruim pode acontecer? E sabe qual é a resposta? Nada. Então resolvi quebrar aquele silencio todo – Fala

- O que? – Muito burro.

- Do que você queria falar ué – Falei como se fosse obvio e era.

- Ata, mas você tem que prometer que vai deixar eu falar

- Finn e...

- Millie

- Tá

- Tá o que?

- Eu prometo – Bufei

- Eu estava no supermercado fazendo as minhas compras...

- Isso a gente já sabe

- Você prometeu – Ele estava certo, fiquei com tanta raiva porque ele estava certo.

- Tá, fala.

- Continuando... Eu estava fazendo as compras quando a Ivy se aproximou e do nada ela me beijou, eu não sei porque mas eu continuei o beijo, e tipo eu sei que foi um erro meu, quer dizer depois de tudo que você passou era errado, e quando eu me dei conta do que estava fazendo me distanciei e só, eu não fiz mais nada, Millie é sério eu não queria, você me perdoa? Sério eu estou pedindo desculpas.

- Tá tudo bem Finn, entendo – Eu estava prestes a matar aquela garota por fazer eu sofrer tanto, não importa se Finn continuou o beijo dela, ele admitiu e pediu desculpas. Mas eu queria jogar mais com ele.

- Então a gente pode voltar a ser... a ser... o que a gente era antes? – Noah nesse momento desceu, e Hannah estava com ele então me levantei e fui até Finn e sussurrei no ouvido dele

- Vamos ver – Fui embora mordiscando meu lábio e Noah e Hannah se olharam e fui embora.

[FINN NARRANDO]

Não sei como, mas essa garotas mexe comigo de todas as formas possíveis, ela só poderia tá brincando, mas eu me convenci de que não dexaria tão fácil para ela. Eu sabia que depois da festa das Colinas (Que é uma festa da escola em um parque de diversões) ela não ia aguentar. Se ela quer brincar, vamos brincar.

Noah levou Millie para casa dela

- E aí? – Perguntei para Hannah assim que eles saíram

- O que?

- Para de ser idiota, você sabe – Ela se sentou no mesmo lugar onde Millie estava antes, de frente para mim. – O que ele disse? Vocês estão namorando?

- Não, nós só estamos ficando, sabe, só isso – Começou a surgir um sorriso no rosto dela – Ele me convidou para a festa das Colinas

- Hm... Espera, o que? – Essas festas eram as piores, porque tinha um lugar onde os meninos levavam as meninas para... Meu Deus, quero nem pensar, eu sabia desse lugar porque eu sempre fazia a mesma coisa, e eu disse esse lugar para o Noah, e ele convidou a minha irmã – Você vai?

- Claro ué – Eu não estava acreditando

- Prometa para mim, que você não vai a lugar nenhum com ele, se ele pedir para te levar em um lugar, você diz que não, promete.

- Meu Deus, Finn calma

- Promete

- Nossa, tá bom, não se preocupa não.


Notas Finais


GENTEE, MEU DEUS E AGORA?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...