História Our Love Is Our Greatest Power - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Sulay, Xiuchen
Visualizações 42
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com capítulo novo, aê o/
Hj não vou enrolar muito, nos vemos lá em baixo...
Bora ler \o/

Capítulo 7 - Um de Nós


Fanfic / Fanfiction Our Love Is Our Greatest Power - Capítulo 7 - Um de Nós

— Como ela está?

     A voz de Suho chamou a atenção de Lay que estava ao lado da cama observando sua irmã. O rapaz virou-se vendo o mais velho na porta com uma feição preocupada.

— Está do mesmo jeito, a febre diminuiu, mas por algum motivo ela não acorda — respirou fundo passando as mãos no rosto.

    Suho aproximou-se e segurou a mão do mais novo apertando-a levemente.

— Você deveria descansar Yixing, não dorme há três dias.

— Não hyung, eu quero cuidar da minha irmã, quando ela acordar se sentirá mais segura se eu estiver com ela. E Kris hyung, como ele está?

— Se recuperando, os ferimentos estão demorando um pouco pra cicatrizarem, mas aos poucos ele está melhorando.

— Ele disse o que aconteceu naquele dia?

— Não, eu achei melhor esperar a Andy acordar pra podermos conversar sobre isso.

    Lay concordou com um aceno de cabeça e olhou sua irmã soltando um suspiro cansado.

— Venha Lay — Suho puxou o mais alto pela mão até um pequeno sofá que havia perto da porta, sentou-se nele e puxou o rapaz colocando sua cabeça em seu colo.

— Agora durma, eu vou cuidar de vocês dois — beijou a testa de Yixing e começou a passar os dedos entre os fios do cabelo do mais novo, que fechou os olhos respirando fundo enquanto dizia um baixo "obrigado Myeon".

******

     Xiumin entrou devagar no quarto e olhou para o sofá onde estavam os dois rapazes.

— Suho, conseguiu fazer o Lay dormir?

— Sim Minnie, foi difícil, mas depois de um tempo consegui convencê-lo — Suho permanecia mexendo nos cabelos de Lay, que no momento havia se mexido fazendo sua cabeça subir e ficar na barriga de Suho.

     Xiumin sorriu apoiando-se na parede.

— Sabe, vendo vocês assim parecem até um casal.

— Hyung! Não diga isso assim, alguém pode ouvir.

— Até parece que mais ninguém sabe disso hyung.

     A voz na porta chamou a atenção dos dois e ambos calaram-se ao ver Chen na porta de braços cruzados com um sorriso no rosto.

— Aish, achei que só o Minseok hyung sabia — Suho corou mordendo o lábio inferior.

— Eu já sei disso há um tempo, precisa prestar muita atenção nos detalhes pra perceber. Acho que devia contar a ele hyung.

— Por enquanto não, prefiro manter em segredo até chegar a hora certa Chen.

— Tudo bem, então eu também vou ajudar você nisso Omma — Jongdae aproximou-se e segurou a mão do mais velho que estava no braço do sofá.

— Ajudar em quê gente?

    A atenção dos três foi atraída por uma voz feminina e fraca no quarto, os três olharam pra cama e viram Andy com os olhos abertos aparentando estar confusa.

    Chen correu até a beirada da cama e abraçou a garota enquanto falava baixo "ainda bem que acordou bonequinha". Andy retribuiu o abraço automaticamente e assustou-se ao sentir lágrimas em seu ombro, puxou o rosto do amigo e percebeu que o mesmo chorava.

— Você tá chorando Oppa?

     Chen segurou o rosto da garota entre as mãos e beijou sua testa rindo.

— Eu fiquei tão preocupado com você baixinha, tive medo de perder a minha irmãzinha.

— Oppa, isso nunca vai acontecer, eu nunca vou deixar nenhum de vocês — a garota voltou a abraçar o mais velho começando a chorar também.

    Lay abriu os olhos e Suho arfou ao perceber que os mesmos possuíam uma cor violeta e o mais novo parecia ter levado um choque.

— Andy — Yixing ergueu-se rapidamente e foi até sua irmã abraçando-a também, transformando o momento em um abraço triplo.

— Irmão, é tão bom ver você.

— Você não tem noção do quanto eu fiquei preocupado.

— Ele não dormiu enquanto você estava desacordada Andy — a voz de Suho era calma apesar de o rapaz demonstrar preocupação em seu rosto.

— Não devia ter feito isso Lay, você fica chato quando não dorme.

— É minha baixinha voltou — Xiumin comentou rindo ao ver Lay fazer uma careta com o comentário da irmã.

— Falando nisso, por quanto tempo eu dormi?

— Três dias — Chen mordeu o lábio inferior observando a reação da melhor amiga.

    Andy arregalou os olhos abrindo e fechando a boca várias vezes balbuciando baixo "t-t-três dias?" e passando a mão pelo rosto, atitude que fez Suho pensar o quanto ela e Lay eram parecidos às vezes.

    A conversa foi interrompida pela entrada nada delicada de um grupo de garotos liderados por Baekhyun. O garoto entrou no quarto e aproximou-se da garota segurando o rosto dela entre as mãos começando a analisá-lo como se procurasse algo.

— Mas que droga é essa Baekhyun? — o tom de Lay era confuso e o rapaz arqueou a sobrancelha.

— Esse idiota do nada saiu correndo da cozinha e subiu as escadas que nem louco ninguém entendeu nada, mas viemos atrás, vai que ele derruba alguma coisa do Suho hyung — Kai deu de ombros apoiando-se na parede perto da cama. Todos no quarto olharam para Baekhyun esperando respostas, mas o garoto apenas beijou o topo da cabeça de Andy, o que fez ambos ficarem vermelhos e o rapaz virou-se para os amigos coçando a nuca.

— Anda, conta o que raios aconteceu — Chen estreitou os olhos observando o amigo, mas sua resposta não veio, pois Kris decidiu interferir na conversa salvando o mais novo.

— Acho melhor conversarmos logo sobre o que aconteceu, é uma coisa muito séria.

    Todos concordaram e tentaram se acomodar no quarto pequeno, alguns permaneceram em pé, Baekhyun decidiu se sentar no chão ao lado da cama, Chen e Lay permaneceram sentados com Andy, Suho levantou-se chamando Kris e o mais alto sentou-se ao lado de Xiumin, Suho se sentou no braço do sofá, Kris automaticamente colocou o braço em sua perna e esse ato fez Lay engolir em seco.

— Eu fui atacado — Kris começou a contar e apertou a mão de Suho ao senti-lo tremer levemente — não sei como, mas alguns olhos vermelhos me encontraram. Eles estão maiores que antes Suho, eram mais do que deveriam haver.

— Como assim hyung? — D.O tinha uma expressão confusa no rosto.

— O grupo que me atacou era maior do que deveria ser, haviam jovens nele, inclusive um da MAMA.

     Todos no quarto prenderam a respiração e Andy olhou para o irmão sem entender.

— Como assim "um da MAMA"?

— Um de nós Andy, um que também recebeu poderes da MAMA como nós, um "irmão" — Lay passou a mão pelos cabelos em sinal de nervosismo.

— Tem certeza disso YiFan?

— Infelizmente sim Suho.

— Isso é um péssimo sinal — a voz de Xiumin saiu um pouco baixa e tensa, Chen olhou para o mais velho e mordeu o lábio.

— Temos que começar logo o treinamento, precisamos nos prevenir.

— D.O hyung está certo.

— É o fim do mundo, Kai concordou com D.O Oppa.

    O comentário de Andy fez todos no quarto rirem.

— Mas nós ainda nem sabemos qual o poder da baixinha desastrada.

     Andy estreitou os olhos em direção a Sehun.

— Tem sorte de eu ainda estar de cama, se não já teria te batido sua porta ambulante.

— Fica quieta baixinha.

— Quieto você seu poste!

     Chanyeol tossiu tentando esconder a risada enquanto todos rolavam os olhos e Suho balançava a cabeça negativamente.

— Para de me chamar de poste sua tampinha!

— Então para de me chamar de baixinha oh trave de basquete.

     Chanyeol não conseguiu mais se segurar e soltou uma risada alta fazendo todos no quarto rirem também.

— Vocês vivem brigando, vão acabar ficando juntos.

     O comentário de Chen fez todos calarem-se, Andy e Sehun se encararam fazendo careta e, como se tivessem combinado, soltaram ao mesmo tempo:

— Eca, nem pensar!

 

Continua...


Notas Finais


Como deu pra perceber, as coisas vão mudar agora...
Sei q parece q eu tô enrolando, mas é q vcs precisam entender como tudo começa, então...
Quem será esse "um da MAMA"?
Algum palpite? Comentem o q estão achando e até o próximo...
Big bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...