1. Spirit Fanfics >
  2. Our Pace - Now United >
  3. You are different

História Our Pace - Now United - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Hey, people!! Mais um capítulo, espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 9 - You are different


ANY

"Perfeito, vocês estão mais que preparados para a competição." Kyle fala enquanto ele e Yonta nos aplaudem depois de apresentarmos a performance que vamos apresentar na competição.

Nós comemoramos animados, finalmente estamos prontos para a competição, depois de dias cansativos e agitados, amanhã gravaremos o clipe e ele vai ao ar na próxima semana já que só irão acrescentar algumas cenas.

"Estão liberados, a localização de onde iremos gravar o clipe irá ser enviada para o email de vocês, quero todo mundo lá ás 5:00 da manhã, sem atrasos." Yonta fala e todos reclamam baixo, ela ri percebendo e volta a falar. "Crianças, tenho planos pra vocês, acho melhor irem se acostumando." Ela solta essa bomba e sai da sala sem mais explicações nos deixando uma enorme interrogação.

"Bom, nem me perguntem nada." Kyle pega sua bolsa e sorri. "Até amanhã 'crianças'" ele fala com sarcasmos e sai enquanto rimos.

"Então, Now United, vamos para casa?" Krys perguntas e todos concordamos pegando nossas coisas e saindo do estúdio.

Eu e Joalin andamos um pouco atrás do pessoal conversando besteiras até que percebo uma aproximação estranha entre a Sofya e o Noah. "Tá sabendo de algo entre aqueles dois?" Pergunto pra Joalin apontando para os dois.

"Josh me disse que eles conversaram até tarde ontem, e eles já tinham se beijando uma vez, Joshua parece estar por fora mas é o maior fofoqueiro daquela casa." Ela fala e ri.

"Eles são fofos." Falo me referindo a Noah e Sofya.

"Sim, são muito fofos, mas mudando de assunto, o que tá rolando entre você e meu maninho chato?" Ela me olha e sorri maliciosa.

Olho pro chão chutando algumas pedrinhas no caminho. "T-tá tudo na mesma... apenas finalmente paz." 

"Certo, se não é o Josh quem é?" 

"Quem é o que, garota?" A olho.

"Não se faça, ou sou tudo, menos cega. Eu vi uma marca roxa no seu pescoço alguns dias atrás, e nem vem me dizer que bateu em algum lugar." Ela fala me encarando.

"Ai, Joa..." começo.

"Nem vem com esse 'ai, Joa'. Conta logo."

"Foi o Josh." Murmurou o mais baixo que consigo.

"O que disse?" Ela pergunta se aproximando.

"Foi o Josh, aish." Falo e ela começa a pular.

"Eu sabia, eu sabia, eu sabia. E o Krys duvidou." Ela fala parando de pular. 

"Como assim o Krys?"

"Eu precisava compartilhar minhas teorias com alguém né." Ela revira os olhos. "Então, vocês estão tendo algo?"

"Não, acho... bom se ele não falou nada então não. A gente literalmente ficou calado." 

"Claro, bocas ocupadas, entendo." Arregalo os olhos e bato de leve no seu braço. 

"Não assim, também, mas... argh. Eu quis dizer que não tocamos no assunto depois." Falo mais baixo quando chegamos em cada e todos entram.

Eu e Joalin vamos para o quarto e nos sentamos no chão.

"E não rolou mais nada depois?" Ela pergunta pegando um chiclete e começando a mascar.

"Ontem ele me deu um selinho repentino." Falo e sem perceber um sorriso mínimo aparece no meu rosto.

"Ih, você está ferrada." Ela ri fraco. "Já está sorrindo com besteira. E ele está diferente; ficar uma vez, dar selinho depois, seria o início da 'nova era Josh Beauchamp'?" 

"O pior é, acho que estou gostando del..." começo a falar que estava pensando e paro no momento que percebo.

"Ai." Joalin fala e fica séria. "Agora tá ficando sério."

"Eu só..." Solto um suspiro pesado. "...só é estranho ele fazer isso, e o beijo foi tão intenso, senti algo diferente, antes eu fazia questão de ficar o mais distante possível dele e agora eu torço pra que ele esteja onde estou, é uma sensação de conforto." Termino de falar e fecho os olhos. Eu estou ferrada.

"Sei que ele é meu irmão, e nem por isso vou deixar de falar; cuidado. Ele pode estar agindo assim agora mas ele não é estável. Josh consegue ser um idiota quando quer." Ela fala e se aproxima. "Mas eu vou estar aqui, o tempo todo, sempre."

Sorrio. "Obrigada. Eu vou ter cuidado." 

"Então, acho que devemos tomar banho, não sei se sou eu ou você mas aqui tá fedendo." Ela se levanta rindo e pega a toalha saindo do quarto e me deixando sozinha.

Levanto do chão e pego meu celular, assim que desbloqueio o celular e ligo a internet meu celular é bombardeado por mensagens de uma certa mexicana exagerada. Coisas como; "Larina se você não vir aqui agora acabou a amizade." e "AAAAA RÁPIDO". Depois de ler todo seu surto levanto e saio do quarto caminhando até o seu. Bato na porta e a garota grita me mandando entrar. 

Abro a porta e passo pela mesma, fecho a porta e sento ao lado de Sabina em sua cama. Sabina me olha com um sorriso enorme o que me deixa com um pouco de medo.

"Gabrielly, nós temos um show para ir." Ela fala e eu espero a mesma concluir. "Eu, você, Bailey e talvez a Deinert, no show da CNCO daqui a uma semana."

Assim que ela termina eu pulo da cama e dou pequenos pulos soltando gritinhos finos. "Eu vou ver o Richard de perto, não tô crendo." Paro de pular e volto a me sentar. "Como você não tá surtando?"

"Eu sei do show desde a semana passada, estava esperando os ingressos chegarem. Tive meu surto alguns dias atrás." Ela me entrega um papel pequeno preto com dourado, o ingresso e eu sorrio feliz. "Presente de aniversário antecipado." Ela fala e eu a abraço.

"Obrigada." Sorrio e a solto.

"Joalin não quis ir, antes que ache que eu a excluí." Sabina fala e eu assinto. 

"Eu preciso ir, estou suada, e cansada, até amanhã." Levanto e mando um beijo no ar para ela saindo do seu quarto e voltando para o meu dando pulinhos pelo corredor e tentando ler algumas informações escritas no ingresso até que esbarro em alguém.

"Descul..." começo mas sou interrompida por Josh.

"Por que tá andando por aí como um coelho?" Ele faz uma careta e eu ignoro sua pergunta.

"Por que não olha por onde anda?" Pergunto e volto a andar mas ele vira e anda ao meu lado.

"O que é isso?" Ele pega o papel da minha mão. "Uh, CNCO legal, tem umas coreografias maneiras." 

Puxo o papel de sua mão. "Pois é, agora eu tenho que ir."

"Ahn..." ele começa coçando a nuca. "Eu e os meninos vamos na sorveteria daqui a pouco, se quiser ir. E chama a Jo também. Saímos às 17:00." Ele termina e sai da minha vista.

Entro no quarto e Joalin já está lá penteando o cabelo. "Sabina falou do show?" Ela pergunta e eu assinto. 

"Josh nos chamou pra ir na sorveteira com ele e os meninos." Falo pegando minhas coisas pra tomar banho.

"Ok, vai se arrumar, quero sorvete." Ela fala e eu saio do quarto indo em direção ao banheiro.


[...]


Joalin e Krystian estão numa competição de quem termina o milkshake mais rápido, Noah Bailey e Josh estão conversando sobre a gravação de amanhã, e eu apenas observo tudo comendo a casquinha do meu sorvete.

"Ganhei!" Joalin quase grita quando termina seu milkshake mais rápido que Krys que revira os olhos e sorri.

"Okok, o que você quer por ter vencido?" Ele pergunta desinteressado.

"Você vai me levar no parque e ganhar o maior urso que tiver no tiro ao alvo." Ela fala e ri.

"Se vocês forem eu vou." Bailey fala olhando para eles.

"Ok, crianças, vamos nessa. Vocês vem?" Krystian nos olha.

"Não." Eu, Noah e Josh falamos juntos. "Obrigada." Falo por fim e sorrio. Eles saem e eu termino de comer. "Então, vamos embora?"

"Podemos ir na praia, só caminhar um pouco, já está tarde mesmo." Noah sugere e nós concordamos. "Certo, vou chamar a Sofya." Ele fala e pega o celular começando a digitar algo.

"A loirinha te pegou de jeito hein." Josh fala quase que irônico e o Noah o olha provavelmente com dúvida em seu tom de voz.

"Ah, sim, ela é especial, um dia você vai saber como me sinto." Noah fala voltando a digitar e olho pro Josh quando o mesmo ri fraco.

"Não sou desses de se apaixonar, uma vez basta." Ele fala e eu bufo virando pra frente.

"Vou pagar os sorvetes, e nós saímos." Levanto e vou até o caixa.

Pago os sorvetes e chamo eles, assim que saímos Sofya está na calçada da sorveteria esperando por nós.

"Olá!" Ela fala e sorri recebendo movimento de cabeça como cumprimento da nossa parte.

"Oi, baby." Noah fala e dá um selinho em Sofya que fica automaticamente vermelha me fazendo rir baixo.

Andamos em direção a praia e o céu começa a escurecer totalmente, as estrelas finalmente aparecem e a lua cheia parece maior que nunca essa noite. Noah e Sofya sentam na areia começando um assunto aparentemente animado, parece que sempre estão falando de algo interessante. Enquanto isso Josh está fazendo algo no celular e sem perceber me acompanhando na caminhada pela areia.

"Ah droga, descarregou." Ele guarda o celular no bolso e olha para mim percebendo que estamos sozinhos. "Não acha que seria mais interessante se colocasse os pés na água, sabe, andar na areia é puro tédio."

"Já está frio o suficiente sem colocar os pés na água." Falo sentindo a areia fria fazer cócegas nos meus pés descalços enquanto ando.

"Besteira." Josh fala e antes que eu possa fazer algo o mesmo se abaixa e segura em minhas pernas se levantando em seguida e me levando junto.

"Me solta, eu vou cair." Bato em suas costas, no momento minha única vista, e a única coisa que meus tapas causam são risadas.

Ele começa a caminha em direção o mar sem falar nada e quando acho que o mesmo vai parar, pela água já ter batido em seus pés, ele continua a andar até que a água chega em sua cintura, Josh me solta e meu corpo treme com a água gelada, toco meus pés na areia que repousa no fundo do mar e olho pro garoto, agora iluminado apenas pela luz da lua. O loiro me olha de volta encarando meus olhos severamente, seu semblante sério deixa seu rosto mais marcado, o maxilar se move como se fosse falar algo mas a única coisa que sai é um suspiro leve, então ele se aproxima de mim. "Está fria." Ele sussurra tocando meu rosto com as duas mãos. Tendo falar algo mas eu travo, sentir seu toque sempre me deixa assim. O garoto se aproxima mais o que me acorda um pouco.

"Esp..." começo.

"Shhh" Josh encosta sua testa na minha e fecha os olhos, sua ação me faz querer o imitar e é o que faço, fecho os olhos sentindo sua respiração se confundir com a minha. "Relaxa..." ele continua sussurrando.

Seus dedos molhados esfregam levemente minhas bochechas e seus lábios comprimem os meus, por hábito entre abro minha boca e ele passa sua língua através da abertura sem permissão, mas quem se importa? Suas mãos descem até minha cintura dando leves apertos na mesma e eu levo as minhas até seus cabelos os puxando levemente.

O beijo acelera e Josh enrola seus braços em minha cintura fazendo nossos corpos ficarem mais próximos, a água não parece mais tão fria, o vento frio parece ter se acalmado e Noah e Sofya não parecem existir naquele momento. Mesmo adorando estar ali, em seus braços, lembro do que ele falou na sorveteria; "Não sou desses de se apaixonar, uma vez basta."

Assim que sua frase vem em minha mente eu me afasto parando o beijo. Ainda com os olhos fechados respiro fundo recuperando o fôlego perdido durante o beijo. "Por que parou?" Ele pergunta calmo e eu abro os olhos o olhando.

"Porque eu não quero ser só 'uma das'." Falo por fim começando a andar para fora da água que agora voltava a ser gelada.

"Não é bem assim." Ouço sua voz ao meu lado e paro de andar o olhando.

"E por que não?" O olho sem interesse realmente.

"Bom... você é diferente de certa forma." Ele fala essas simples palavras que para um garota boba como eu significou muita coisa.

"Hm..." quase sorriu mas decido acabar com isso, por hoje, e saio da água indo em direção a  Sofya e Noah que escreviam na areia.

"Acho que já está tarde, vamos acordar cedo amanhã." Falo e eles concordam.

Colocamos os sapatos e saímos da praia começando a caminhar de volta para casa, não sei o que, mas as palavras de Josh mudaram algo em mim, talvez nós tenhamos uma chance, ou eu esteja imaginando coisas, mas parando de pensar nisso, amanhã será um dos dias mais importantes da minha vida, a gravação no nosso primeiro e até então único vídeo clipe. Mal posso esperarContinua...

"Ganhei!" Joalin quase grita quando termina seu milkshake mais rápido que Krys que revira os olhos e sorri.

"Okok, o que você quer por ter vencido?" Ele pergunta desinteressado.

"Você vai me levar no parque e ganhar o maior urso que tiver no tiro ao alvo." Ela fala e ri.

"Se vocês forem eu vou." Bailey fala olhando para eles.

"Ok, crianças, vamos nessa. Vocês vem?" Krystian nos olha.

"Não." Eu, Noah e Josh falamos juntos. "Obrigada." Falo por fim e sorrio. Eles saem e eu termino de comer. "Então, vamos embora?"

"Podemos ir na praia, só caminhar um pouco, já está tarde mesmo." Noah sugere e nós concordamos. "Certo, vou chamar a Sofya." Ele fala e pega o celular começando a digitar algo.

"A loirinha te pegou de jeito hein." Josh fala quase que irônico e o Noah o olha provavelmente com dúvida em seu tom de voz.

"Ah, sim, ela é especial, um dia você vai saber como me sinto." Noah fala voltando a digitar e olho pro Josh quando o mesmo ri fraco.

"Não sou desses de se apaixonar, uma vez basta." Ele fala e eu bufo virando pra frente.

"Vou pagar os sorvetes, e nós saímos." Levanto e vou até o caixa.

Pago os sorvetes e chamo eles, assim que saímos Sofya está na calçada da sorveteria esperando por nós.

"Olá!" Ela fala e sorri recebendo movimento de cabeça como cumprimento da nossa parte.

"Oi, baby." Noah fala e dá um selinho em Sofya que fica automaticamente vermelha me fazendo rir baixo.

Andamos em direção a praia e o céu começa a escurecer totalmente, as estrelas finalmente aparecem e a lua cheia parece maior que nunca essa noite. Noah e Sofya sentam na areia começando um assunto aparentemente animado, parece que sempre estão falando de algo interessante. Enquanto isso Josh está fazendo algo no celular e sem perceber me acompanhando na caminhada pela areia.

"Ah droga, descarregou." Ele guarda o celular no bolso e olha para mim percebendo que estamos sozinhos. "Não acha que seria mais interessante se colocasse os pés na água, sabe, andar na areia é puro tédio."

"Já está frio o suficiente sem colocar os pés na água." Falo sentindo a areia fria fazer cócegas nos meus pés descalços enquanto ando.

"Besteira." Josh fala e antes que eu possa fazer algo o mesmo se abaixa e segura em minhas pernas se levantando em seguida e me levando junto.

"Me solta, eu vou cair." Bato em suas costas, no momento minha única vista, e a única coisa que meus tapas causam são risadas.

Ele começa a caminha em direção o mar sem falar nada e quando acho que o mesmo vai parar, pela água já ter batido em seus pés, ele continua a andar até que a água chega em sua cintura, Josh me solta e meu corpo treme com a água gelada, toco meus pés na areia que repousa no fundo do mar e olho pro garoto, agora iluminado apenas pela luz da lua. O loiro me olha de volta encarando meus olhos severamente, seu semblante sério deixa seu rosto mais marcado, o maxilar se move como se fosse falar algo mas a única coisa que sai é um suspiro leve, então ele se aproxima de mim. "Está fria." Ele sussurra tocando meu rosto com as duas mãos. Tendo falar algo mas eu travo, sentir seu toque sempre me deixa assim. O garoto se aproxima mais o que me acorda um pouco.

"Esp..." começo.

"Shhh" Josh encosta sua testa na minha e fecha os olhos, sua ação me faz querer o imitar e é o que faço, fecho os olhos sentindo sua respiração se confundir com a minha. "Relaxa..." ele continua sussurrando.

Seus dedos molhados esfregam levemente minhas bochechas e seus lábios comprimem os meus, por hábito entre abro minha boca e ele passa sua língua através da abertura sem permissão, mas quem se importa? Suas mãos descem até minha cintura dando leves apertos na mesma e eu levo as minhas até seus cabelos os puxando levemente.

O beijo acelera e Josh enrola seus braços em minha cintura fazendo nossos corpos ficarem mais próximos, a água não parece mais tão fria, o vento frio parece ter se acalmado e Noah e Sofya não parecem existir naquele momento. Mesmo adorando estar ali, em seus braços, lembro do que ele falou na sorveteria; "Não sou desses de se apaixonar, uma vez basta."

Assim que sua frase vem em minha mente eu me afasto parando o beijo. Ainda com os olhos fechados respiro fundo recuperando o fôlego perdido durante o beijo. "Por que parou?" Ele pergunta calmo e eu abro os olhos o olhando.

"Porque eu não quero ser só 'uma das'." Falo por fim começando a andar para fora da água que agora voltava a ser gelada.

"Não é bem assim." Ouço sua voz ao meu lado e paro de andar o olhando.

"E por que não?" O olho sem interesse realmente.

"Bom... você é diferente de certa forma." Ele fala essas simples palavras que para um garota boba como eu significou muita coisa.

"Hm..." quase sorriu mas decido acabar com isso, por hoje, e saio da água indo em direção a  Sofya e Noah que escreviam na areia.

"Acho que já está tarde, vamos acordar cedo amanhã." Falo e eles concordam.

Colocamos os sapatos e saímos da praia começando a caminhar de volta para casa, não sei o que, mas as palavras de Josh mudaram algo em mim, talvez nós tenhamos uma chance, ou eu esteja imaginando coisas, mas parando de pensar nisso, amanhã será um dos dias mais importantes da minha vida, a gravação no nosso primeiro e até então único vídeo clipe. Mal posso esperar.

Continua...


Notas Finais


Nada a declarar...até o próximo, kisses...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...