1. Spirit Fanfics >
  2. Our Promised Butterfly - Uma História Estranha >
  3. The New Day

História Our Promised Butterfly - Uma História Estranha - Capítulo 9


Escrita por: e Ahxyy


Capítulo 9 - The New Day


28 de Janeiro, 2016  

( Pov : Ana ) 

- Vamos! Vamos! Mal posso esperar para o grande primeiro dia! - Gritava Lilian alegre  

- Espera Lilian, deixa eu terminar de fazer a trança da Ana... - Dizia Any 

- Bom então, Posso levar meu Piano? - Perguntou Lilian enquanto que ela apontava o piano ao lado da cama dela 

- Pode sim minha querida! Agora vai comer seu café da manhã, Nossos país devem estar preocupados! - Falou Any gentilmente  

- Yay! - Lilian então disse com alegria e pegando seu piano saiu do nosso quarto para ir a Cozinha descendo as escadas enquanto cantarolava 

- E...Prontinho, Terminei! - Disse Any enquanto amarrava a trança com uma fita vermelha 

- Obrigada Irmã, Então como é a escola árvore branca? - Perguntei para ela enquanto virava para atrás 

- Bom... a escola é talvez muito grande, porém a educação de lá é boa como uma família! - Disse Any alegremente com seu sorriso - Aliás Zrisalice vai conosco, Já que ela mora vizinha à nossa casa - Continuo Ela 

- Quem é Alice? - Perguntei novamente 

- sim! Ela é nossa prima, Você talvez se lembra daquele dia do parque onde nós vimos ela andando de skate enquanto você e Lilian brincavam de piratas no quintal! - Riu Any enquanto que ela botava seus braços para atrás, Alegre 

- ...eu lembro, Aquele dia foi muito legal de eu ter conhecer ela - Digo sorrindo pensativa enquanto boto minhas mochila nas costas

- Ah! Eu quase havia me esquecido, Hora do café da manhã! - Disse Any pegando entre minhas mãos então descendo as escadas juntas 

Chegamos na cozinha, Então Começei a observar um pouco enquanto sentava esperando minha comida. Ahxxy, Minha nova mãe estava Fritando o ovo na frigideira e Connor, O meu novo pai estava fazendo a vitamina de banana, Any estava pegando os pratos para nosso café da manhã e é claro, Lilian estava praticando a música no piano. 

Então com os pratos e talheres prontos, E a comida já feita começamos a nossa refeição. 

- Mãe, Você sabia que hoje a votação do escolhido? - Disse Lilian 

- Sim, Eu sei querida, Aliás de acordo a prophecy do Velho Mago Uhtoro, O Escolhido deveria ser corajoso e Determinado o suficiente de libertar com as nossas esperanças e Ter nossa Harmonia Como uma promessa - Explicou Ahxxy  - Mas Tenha uma boa sorte de liderança! - Continou Ahxxy

- Será que o escolhido vai ser o Harry Potter? - Perguntou Lilian curiosa

- Bom, O Engraçado que todas as Histórias do escolhido são sempre os protagonistas - Brincou Connor que então riu da própria piada 

- Bom gente, Vamos um dia sair daqui e ver a luz do sol brilhante! Assim podemos fazer e reencontrar novos amigos e fazer qualquer coisa Boa! - Disse Any Determinada 

- Eu quero tentar fazer um plano, Mas ainda não está Pronto... - Digo Enquanto olho para Any  

- Eu estou muito animada para saber teu plano, Se você conseguir pode-me falar tabom? - Disse Any alegremente 

Eu balanço minha cabeça dizendo sim, fechando meus olhos lentamente e então volto a tomar minha vitamina. Então ouvimos batidas na Porta, Any então havia se levantado na sua cadeira e então ela gira a chave e abre a porta. Então estava na Porta uma menina de Cabelos Marrom Curtos no qual usava nosso mesmo uniforme, uma roupa de gola com manga longa cinza claro e com calça longa marrom achocolatado com uma gravata dourada e usava uma toca de frio Violeta cheios de buttons de monstrinhos estranhos. 

- Bom dia Zris! Como você está? - Disse Any com seu otimismo 

- Bom dia, Eu estou bem obrigada! - Disse Zris apertando a mão de Any - Aliás o trem vai chegar em sete horas, Melhor nós se apressar rápido - Continuo Ela novamente 

- Obrigada por me avisar! Você é realmente muito incrível! - Disse Any sorridente - Você está sabendo da votação? - Continuo Any perguntando

- Obrigada o prazer é todo meu, E sim meus país estavam falando isso bem no começo da manhã Até eles ficaram animadíssimos - Sorriu Zris Enquanto ajeitava sua gravata 

- A Chave já está na mão migas! Vamos! - Disse Connor rodando o chaveiro do carro 

- Mãe você vem? - Disse Lilian puxando o vestido da Ahxxy 

- Claro minha querida! - Disse Ahxxy dando carinho no cabelo ruivo de Lilian enquanto seguirmos o "mestre" para o carro 

( Pov : Elenora ) 

- Elenora! Bota sua farda da escola, Vamos perder o trem! - Gritava Victor calmamente 

- Okay, eu estou indo... - Digo Enquanto pentenho meu cabelo, Já com minha farda pronta.  

- Enquanto isso vou dar a comida para o nosso cachorrinho querido! - Gritava mais uma vez Victor

- É...tô de olho Victor, Você até levou o próprio Cenoura para a escola Cinco vezes! Tú vai virar meme - Disse Poliane 

- Mas eu amo ele, E vou Fazer tudo por ele! - Dizia Victor alegre 

Então Começo a rir, enquanto deixo minha escova no canto, E então olho no espelho e Respirei fundo, me Agachei para a gaveta abaixo do lado e abro a terceira gaveta cheios de magazine de modelo, Então havia pegado para ver, As modelos eram mulheres lindas e as Espécies eram bem raras e bonitas, de pés para cabeça elas eram totalmente saudáveis, Então passei para outra página e havia uma modelo famosa que na qual eu amava muito, Natália Floris, Uma unicórnia Amável de Cabelos coloridos. 

"Queria ser como elas, Sem defeitos.." Eu perguntava, para eu mesma. 

Então agachei denovo e achei uma revista de personagens que existiram na vida real e foram heróis, As pessoas eram corajosas em arriscar sua vida em perigo e salvaram pessoas com sua forte personalidade, Eles eram os verdadeiros heróis de um coração de Ouro com uma espada de diamante. 

"Queria ser como eles, Eu Quero ser Forte!" Eu exclamava, Para eu mesma.

Então fechei a magazine ainda triste. Peguei as duas e então guardei na gaveta e Me dei de cara com meu inimigo. 

 Olhei para o espelho, Então lágrimas começam a cair e então começo a soluçar, as palavras então voam sobre a minha cabeçinha frágil como um círculo em fim. 

"Feia,Ridícula!" 

"Defeituosa,Patética!" 

"Idiota,Fraca!" 

"Aberração,Inútil!"  

"Você é uma Defeituosa!" 

Vovó...Cadê Você para me sentir forte e segura...? Eu sinto muito sua falta... 

Então me cubro com uma concha enquanto lágrimas caíram sobre em minha saia média, Até ouço batidas na Porta... 

- Elenora! Elenora!? Você está bem querida? - Gritava Poliane enquanto que ela batia delicadamente na Porta 

Havia pegado um papel higiênico, e então limpei minhas lágrimas então joguei no lixo, ainda com angústia Abri a porta um pouco e vi Poliane preocupada, Ela me Abriu com força e então me deu um abraço apertado. 

- Minha querida! pensei que fosse morrer! - Disse Poliane me abraçando 

- Está tudo bem Poline! Eu estou bem! - Digo abraçando de volta ela, Sentindo-me confortável  

- Não me assuste deste jeito Nora! Você ainda é um anjo bonito e especial para mim e Victor! - Disse Poliane dando carinho em meu cabelo 

- Então quer alguma coisa para comer? O Café já está na mesa - Perguntou Poliane 

- Não...Não estou com fome, Obrigada! - Digo sorrindo 

- Querida, Não minta para mim eu sei que você está com fome, Vamos hoje tem torrada com suco de laranja - Disse Poliane enquanto que pegava minha Mão 

Então chegamos para a Cozinha, Victor estava brincando com seu cachorrinho Branco com mechas laranja que eu mesmo dei o nome, Achamos ele largado na rua chuvosa. Então eu sento na cadeira e começo a comer a torrada. 

- Bom Poliane, ainda bem que seus país deixaram nós morar aqui! - Disse Victor alegre enquanto mexia na cabeça do Cenoura 

- É obrigado, Eles são meios loucos - Disse Poliane tomando o suco de laranja 

- Porque vocês acha isso? Seus pais são mó de boa...Cenoura patinha! Ae Fofinho de papai! - Disse Victor Brincando mais uma vez com cenoura

- Então, Eles ficam dançando sertanejo na sala - Disse Poliane 

- E o que tem? Deve ser que eles se amam! Mas porque eles ficam dançando? - Disse Victor enquanto ainda olhava para cenoura 

- Eles dançam à madrugada, Eu não posso mais ter paz que tem uma música que me deixa sofrer com um refrão e ainda não consigo dormir, Vida de solteira é muito difícil - Disse Poliane enquanto que ela botava sua bolsa  - O Pior é que minha mãe tá mó animada para eu arranjar um macho... - Continuou Poliane colocando seus óculos e ajeitando sua farda

- Bom, Eu também gosto de homens - Disse Victor alegre 

- Que? - Perguntou Poliane 

- Oque? - Perguntou Victor 

- Deixa pra lá, Vamos para o trem, Elenora já terminou seu rango? - Disse Poliane enquanto que ela botava sua mão em meu ombro 

- Sim, Sim! Aliás porque Victor gosta de homens? - Perguntei para Poliane 

- Quando crescer você vai saber querida! - Disse Victor enquanto ligava a pia e limpando suas mãos 

- Já está todo mundo Pronto? - Disse Poliane ajeitando sua bolsa 

- Sim, Sim senhorita poline! - Digo alegre

Então Abrimos a porta da cozinha e deparamos com um corredor gigante e quadros de pinturas e lá estavam os País de Poliane. 

- Bom dia majestade! - Disse Victor enquanto ele e Poliane se reverenciava à diante deles 

- Boa manhã, rainha - Digo olhando cabisbaixa enquanto fazia a reverência 

- Bom dia meus queridos, Comeram bem? - Disse Eliza dando um sorriso 

- Sim, minha Madame! Nós tivemos uma refeição deliciosa e estamos satisfeitos! - Disse Victor Educadamente 

- Que Bom querido Victor! Nós estamos muito felizes de você serem amigos de minha linda bonita e Trabalhadora garota! - Riu Alexandre 

- Pai! - Exclamava Poliane envergonhada

- Vocês poderiam porfavor nós levarem para o trem? Eu tenho medo de perder a aula - Disse Educadamente levantando minha Mão 

- É Claro minha querida Elenora, Vamos! O que estão esperando? - Disse Eliza 

Saímos do Castelo, E então vi os soldados fecharem o portão, Ouvindo as quebras das ondas e o cheiro do mar, Então Começei a ver uma borboleta branca pousar sobre minha pequena mão Surpresa, Então ela voou para longe enquanto eu olhava para ela voar livremente. 

- Elenora você vem? Luna está esperando por você para completar!  - Disse Poliane enquanto que ela senta em um cavalo Totalmente Branco 

- Poisé Vamos! Pega na minha Mão, Não tenha medo - Disse Victor 

Apenas dei um sorriso para ela e corri para a direção deles, E com ajuda de Victor conseguir subir no cavalo branco e então cavaleamos para a estação de trem, Sentindo o Vento voando. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...