História Our Secret- Charisk - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne
Tags Asriel, Chara, Charisk, Deltarune, Frisk, Undetale, Yaoi
Visualizações 88
Palavras 1.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey hey bolinho, tudo bom?

Boa leitura

Desculpe todo e qualquer erro

Capítulo 52 - Apenas um aviso


Fanfic / Fanfiction Our Secret- Charisk - Capítulo 52 - Apenas um aviso

//Chara

Na manhã seguinte

-Chara, acorde, estamos atrasadas- me chamou

-Não iremos hoje- a puxei para perto de mim

-Você está soada, tome um banho e vamos para a aula

-Frisk, Frisk, Frisk- abro meus olhos e a olho- Nós vamos ficar em casa, serei obrigada a te punir novamente- eu a ouço rir

-Certo, ainda é o segundo dia, eles não devem passar nada demais- suspirou

-Então vamos dormir, novamente- mandei fechando meus olhos

...

-Chara, acorda- a garota começa a me chacoalhar

-O que houve?

-Estão batendo na porta, coloque roupa, você está apenas de sutiã e calcinha

-Me deixe dormir, mande-os embora- mandei me cobrindo

-Oh céus, ponha isto pelo menos- me joga um moletom e eu o visto

-Me cubro até a cabeça para abafar o barulho, posso ouvir vozes femininas, pelo menos não são garotos

-Falem mais baixo- mandei

-Já é hora de acordar- Frisk manda

-Eu faltei aula para dormir, eu acordo se eu quiser- retiro minha coberta e a olho

-Você?- uma das garotas me olha

-Não sou eu, na verdade, eu sou uma projeção- me sento na cama e coço os olhos- O que vocês querem aqui tão cedo?

-São 15:30- Frisk diz e pego meu celular, há exatas 32 chamadas perdidas de Kitten

-Parece que alguém está bem irritada- Frisk olha meu celular- Acho melhor você ir para sua casa

-Eu irei- volto a me deitar- Espere dar quatro da tarde

-Venha aqui, Frisk- as garotas as puxam

Eu poderia até ir embora, mas quero conversar com Azzy

Sai do quarto dela e desci as escadas

-Azzy- o vi no sofá

-Sim?- me olhou e eu me sentei ao seu lado

-Frisk me contou, hoje mais cedo que você teve um encontro, como foi?

-Foi incrível, nós jantamos, conversamos, e então nós...

-VOCÊS TRANSARAM- gritei pulando em cima do garoto- Como foi? Você é passivo ou ativo?

-C-Chara...- ele estava vermelho- Passivo

-EU SABIA- gritei comemorando ainda em cima do garoto- Me diga, como é?

-Na sua primeira vez não fiquei perguntando- reclamou

-Pode perguntar agora, mas me diga, como ele foi?

-Bem, foi bom, ele foi atencioso, foi de vagar, apesar da dor, foi bom, ele é terceiro ano e, eu acho que estou apaixonado- diz corado

-Você é tão fofo- digo empolgada- Pergunta sobre mim

-Como foi?

-Na verdade, a primeira vez de Frisk foi comigo, nós fizemos juntas, mas a minha primeira vez foi no banheiro da escola- sinto minha pele esquentar- Nós estávamos juntas, e foi com Frisk, eu acho que eu nunca me senti segura o suficiente para fazer isto com outra pessoa, então ela realmente foi importante-  seguro sua blusa ainda corada- Qual o nome do garoto? Ele é assumido? Envolvido com drogas?

-O nome dele é Artur, ele é assumido, e isso não posso dizer- sorriu

-Conheço um Artur que não é um bom caminho- aproximei nossos rostos- Se ele quebrar seu coração, eu quebro a cara dele, então me conte tudo que vocês fizeram, afinal, sou sua melhor amiga e sua irmã

-Certo- ele deu um sorriso

-O que estão fazendo?- Vejo Frisk aparecer na sala, eu afasto meu rosto de Asriel

-Nada- solto o corpo do garoto, posso ver Asriel vermelho

-Eles vieram falar com você, Asriel- Frisk dá espaço, vejo os amigos dele

-O que estão fazendo?- Frisk pergunta

-Transando que não é- a encaro- Cabras não são meu tipo- dei um sorriso- Meu tipo é mais humano apoio meu braço no peito de Asriel

-Chara...- Asriel me chama- Será que pode...

-Ah... Me desculpe- saio de cima do garoto assim que ele solta minha cintura, ele parece tão envergonhado como eu

-Nós viemos planejar aquilo- Lucas diz me olhando

-Frisk- vejo um garoto vir até ela- Nós podemos sair? Sabe, parece uma boa ter um encontro, já que namoramos- O garoto dá um sorriso

Eu quero tanto socar sua face...

-Eu não posso, tenho que resolver um problema, talvez outro dia- dá um sorriso

-Que pena- ele suspira pesado

-Não fique triste, poderemos sair outro dia- dá um selinho nele

-Chara- O namorado dela me chama- Converse um pouco com Lucas- mante um sorriso pervertido na face

-Claro, mas por quê?- os olhei estranho

-Conversem lá em cima- Uma das garotas manda

-Tanto faz- cruzo os braços e subimos as escadas

-Diga o que quer, não tenho todo o tempo- ele parece envergonhado

-Sabe...- ele fica vermelho

E assim ficamos em silencio, ele não diz nada

-Sinceramente, quando decidir falar comigo, converse direito- desço as escadas- Mande seu amigo falar de uma vez- me sento no sofá

-Você não irá para casa? – Frisk pergunta

-Eu irei esperar a mamãe, quero conversar com ela- dei um sorriso

Irei pedir para ela me ajudar a pedir a Frisk em namoro, mesmo que não seja de meu feito, eu prefiro pedir ajuda a alguém experiente no assunto

-Entendo, acho melhor ligar para sua amiga, ou ela ficará preocupada- uma das garotas fala

-Eu me esqueci dela!- pego o celular e tento ligar para Frisk- Você tem carregador?

-Claro, eu te mostro onde- ela me leva até o quarto e procura seu carregador- Aqui está- me estendeu o fio

Eu ligo em meu celular

-Obrigada- me aproximo dela- Você não irá terminar com ele?

-Irei, mas... Espere até amanhã- pede

-Eu posso esperar mais um dia, o que são 24 horas para quem esperou mais de 2 anos?

-Vamos descer- pediu e nós descemos

-Voltamos- Frisk sorriu

-Vocês têm algo para comer? Estou com fome- digo

-Procure na geladeira- Asriel pede

Eu abro a geladeira e pego uma barra de chocolate, eu realmente estou com fome

-Eu não esperava te ver- mamãe me dá um sorriso

-Preciso conversar com a senhora- sorri

Ela se senta ao meu lado, e expliquei detalhe por detalhe que eu quero pedir Frisk em namoro, mas que preciso de ajuda com isto

-Certo, você pode comprar um anel...

-Já temos isso, mas você acha que eu a levo para um restaurante?

-Leve ela no restaurante preferido dela e então faça o pedido, talvez ela não goste de coisas extravagantes

-Entendi!- dei um sorriso

Agora ela só precisa terminar com esse namoro de merda, e então, ela será minha... Talvez eu devesse apressar as coisas...

-Agora vá, eu irei fazer o jantar

-Quer ajuda?

-Não precisa- sorriu

-Claro- sorri

Eu andei até a sala

*Saber que Frisk irá ser finalmente sua, isso te enche de determinação*

-Garoto- chamei o namorado dela- Me siga- mandei

-C-Claro- ele parece nervoso

-Ande logo- mandei, posso ver Frisk me olhar preocupada, eu pisquei para ela, eu e o garoto andamos até um beco, lá temos mais privacidade

-Então, o que há?- ele se apoia numa parede

-Vim falar sobre Frisk- dei um sorriso- Você a ama ou quer somente seu corpo?

-Eu a amo! Claro que quero seu corpo, seu corpo virgem e puro, eu quero ele para mim, como irmã você deve estar preocupada  com quem ela se relaciona, não se preocupe, eu a amo a dois anos, eu certamente...

-Não perca seu tempo- o encarei- Frisk é minha garota, não toque no que é meu- eu o encaro com um sorriso e um olhar nada pacifico- Minha garota, de corpo e alma, não pense em fazer qualquer coisa com ela, você a ama a dois anos? Eu a amo a mais de cinco, então pare com isso, termine com ela, ela é minha, caso não termine, terei que dar um jeito em você- riso- você não quer ver sua família chorando em seu funeral com o caixão fechado, afinal, seu rosto estará desfigurado, então considere isso como um aviso, não mexa com minha garota

Eu o soltei, posso ver resquícios de minha gosma preta em sua roupa, eu odeio isso, quando a uso, eu ouço vozes, normalmente fumo para que isso pare, mas estou sem drogas, pelo menos hoje

-C-Chara- o garoto estava urinado

-Nojento- risos- Espero que entenda, Frisk é minha garota, somente minha, eu a toco, eu a chupo, eu a penetro, tire seu cavalinho da chuva- dei um sorriso- Irei voltar para casa, quando se sentir confortável e seco, volte também

Caminhei até a minha casa, o garoto estava tremendo, isso é incrível

-Onde ele está?- Frisk pergunta

-Ele teve um problema, não se preocupe, sequer encostei nele- dei um sorriso- não iria machucá-lo, você não aprovaria isto- baguncei seus cabelos e a vi sorrir

-Obrigada

Ele se mijou só de me olhar, imagine só se eu tocasse nele, isso seria bem mais engraçado

-Então, onde foi?- Azzy pergunta

-Em nenhum lugar específico- sorri- seu irmão falou que precisava voltar para casa, ele falou algo sobre usar o banheiro- dei um sorriso pacífico

-Você é tão sínica quanto eu

-Você sabe que deveria realmente me deixar pegar LV, você não sente falta do sabor do LOVE?

-Ele é tão doce... Estou até salivando só de pensar em coletar Love

-Frisk- me levantei e fui até ela- Venha aqui- a puxei até o andar de cima

-O que foi?

-Você se lembra dos remédios?- perguntei- Os que eu tomava?

-Claro, mas Alphys diz que você não precisa mais tomá-lo

-Me de- mandei

-Ela pegou de volta...

-Certo- ponho as mãos em meus bolsos-Venha comigo- a levo para meu quarto- Feche os olhos- ela obedece e eu abro minha escrivaninha com a chave onde só eu sei onde guardo

-O que houve?

-Bem, eu costumo fumar para que algumas vozes de minha cabeça sumam, mas o que fumo não é lícito- digo e ela me encara

-Chara...

-Eu não sou viciada, sei me controlar, mas entenda- segurei suas mãos

-Vá para algum lugar, fume e depois ligue para o celular de Asriel, eu te encoberto- sorriu

-Obrigada- coloquei em meu bolso

Desci as escadas e sai da casa, me afastei um pouco de casa, entrando no mesmo beco onde conversei com o namorado de Frisk, fui para o fundo do beco e acendi, comecei a fumar, isso não é bom para minha saúde, mas só vejo vantagens: não ouço vozes, esqueço dos problemas, e posso até transar com isto

Chara//

//Frisk

-Onde ela foi?- Azzy pergunta

-Lugar nenhum- riso sem graça- Então, como foi a aula hoje?

Eu posso não aceitar que ela fume, mas ainda irei a acobertar

-Foi divertido, quer dizer, não passaram nada de interessante, mas mesmo assim- Lucas sorriu

-Então, quando vai se declarar para ela?- Brad cruza os braços

-Amanhã- Lucas sorriu

-Você gosta da Chara, eu havia me esquecido- sorri sem graça

-Sim, eu finalmente criei coragem para me declarar a ela- sorriu

-Eu torço por ti, com certeza ela vai aceitar, mas, eu irei te dar uma dica, chegue nela e diga que quer a beijar, isso pode funcionar- dei um sorriso

Eu quero muito ver a reação de Chara assim que ela ouvir isso, eu não tenho ciúmes dela com os garotos, mas tenho ciúmes dela com Kitten, tenho vontade de bater em Kitten só por que elas estão sempre juntas...

-Chara está demorando- Lucas parece ansioso

-Ela está fazendo algo importante- sorri

Talvez eu esteja com um pouco de vontade de experimentar a droga que Chara usa, irei pedir para fumar com ela, da próxima vez, claro.


Notas Finais


Asriel contando da cena dele no meio da sala da casa dele é uma cena muito boa de se imaginar akskkks
Chara maconheira, provavelmente não fez proerd, se fizesse, ela saberia que em maconheiro a gente mete a paulada e a pedrada

Obrigada por ler até aqui

Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...