1. Spirit Fanfics >
  2. Our Story (KakashixRin) >
  3. Arrependimento e perdão

História Our Story (KakashixRin) - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Olá. Avisei que iria trazer com frequência não é? Estou cumprindo, tenham paciência.
Queria agradecer muito a vocês pela história ter chegado ás 100 visualizuações. Sério, morri!!!

Esse é o capítulo de hoje, mas aguardem que vem mais emoções em Our Story.

Boa Leitura <3

Capítulo 10 - Arrependimento e perdão


Fanfic / Fanfiction Our Story (KakashixRin) - Capítulo 10 - Arrependimento e perdão

                                                                      Tudo sempre foi sobre mim, eu e eu mesma
                                                 Eu pensava que relacionamentos não eram nada além de um desperdício de tempo
                                                                                 Eu nunca quis ser a outra metade de alguém
                                                                          Eu estava feliz dizendo que nosso amor não ia durar
                                                                       Esse era o único jeito que eu conhecia até te encontrar

 

Kakashi estava dentro do carro pensando um pouco. Ele colocou a mão na testa e respirou fundo.

Depois de um momento, ele pegou no volante do carro de forma irritada e depois saiu do estacionamento um pouco cheio da escola.

Ele saiu um pouco devagar propositalmente para ver Rin sair da escola, mas acabou a vendo parada, pensativa e provavelmente triste enquanto esperava o Taxi que sempre a pegava.

O grisalho fez cara de ansiedade e depois bufou com ele mesmo.

         - Eu quero evaporar. – Pediu ele para si mesmo tampando seus olhos com as mãos.

Kakashi tirou a mão dos olhos e bufou novamente olhando para Rin, mas ficou parado até ver ela entrar no Taxi e passar em sua frente de forma lenta, mesmo sabendo que ela não o estava vendo.

Ele suspirou olhando para o Taxi, mas logo cerrou os olhos para o motorista que estava levando Rin, porém não tinha certeza do que estava vendo.

O grisalho pensou um pouco e afundou o pé no acelerador do carro seguindo quase que discretamente o Taxi que a morena estava.

 

Havia seguido o Taxi até a casa de Rin. Kakashi viu que o motorista ficava olhando toda hora para o retrovisor interno para tentar olhar para Rin, o que fez o grisalho cerrar os olhos outra vez para tentar confirmar se era mesmo a pessoa que estava pensando.

Foram apenas meros segundos até o grisalho ver que o motorista era bem parecido com um criminoso que havia fugido e que estava sendo procurado.

Kakashi arregalou um pouco os olhos e depois pensou um pouco. Ele fechou os olhos de forma irritada no volante.

Estava com raiva de si mesmo. Queria ajudar Rin, mas estava com medo de ser um engano e ela achar que ele estava sendo obcecado ou que estava a seguindo de propósito.

Ele já iria sair, mas de repente viu o braço do motorista do lado de fora do carro de Taxi. Tinha uma tatuagem de uma flecha vermelha, que marcava esse tal criminoso que o grisalho estava pensando.

Kakashi colocou a mão imediatamente na maçaneta para sair do carro, mas a tirou lentamente com cara de hesitação. Ele mexeu com agonia os seus fios grisalhos, depois pensou um pouco até ter a melhor saída para ajudar Rin, que com certeza estava correndo perigo.

O grisalho pegou o celular e ligou para o número de Guy, que com certeza ou provavelmente iria ajudar ele, já que sempre faz de tudo para ter mais intimidade com Kakashi mesmo se conhecendo a um longo tempo.

         - Moshi Moshi, Guy. – Disse Kakashi de forma séria enquanto olhava concentrado o carro do Taxi.

         - Kakashi? – Perguntou a voz de Guy parecendo surpreso.

         - Guy, preciso de você em frente a casa de Rin agora. – Ordenou ele de forma apressada.

Houve silêncio.

         - Ok... Estou chegando. – Assentiu o outro do outro lado da ligação, mas parecendo confuso.

     - Traga Iruka também, Rin precisa de ajuda. Não demore, por favor. – Falou o grisalho desligando o celular e após isso o desaproximando de seu ouvido lentamente enquanto o apertava fortemente.

Ele afundou o pé no acelerador e ficou torcendo para que Guy e Iruka chegassem a tempo de ajudar Rin.

 

- Rin -

Rin chegou em casa com um suspiro cansado. Já eram seis da noite e ela estava destruída de tanto ficar em pé.

Quando menos esperou ela foi entrevistada por vários repórteres de várias emissoras sem nem perceber.

Depois de cansativas horas falando com a polícia ela conseguiu ir para casa a pé por conta própria.

Ela se deitou no sofá e depois olhou para suas mãos de forma triste.

        - Por que você foi tão frio comigo? – Perguntou Rin se referindo a Kakashi para ela mesma. – Por que você não foi pra me ajudar?... Por... Quê?... – Terminou ela parando quando começou a derramar lágrimas quentes por Kakashi.

Rin fechou os olhos e imediatamente se lembrou do rosto do grisalho e da sensação de pegar na nuca dele enquanto sentia seu corpo esquentar conforme ela sentia o quadril de Kakashi fazer movimentos que a deixava cada vez mais excitada e inconsciente por ele. A morena virou para o lado e abriu os olhos lentamente.

Ela de repente começou a sentir sua intimidade esquentar apenas de pensar em Kakashi sobre o seu corpo.

Quase de forma inconsciente, Rin começou a se sentir excitada pensando em Kakashi. Não sabia dizer para si mesma o que estava acontecendo. Parecia estar necessitando de sentir ele naquele momento.
           Rin fechou os olhos e passou suas mãos pelos seus peitos e os apertando levemente, tentando sentir a sensação do grisalho tocando em seu corpo. E mesmo não conseguindo, ela continuou se sentindo mais excitada ainda quando pensava no corpo dele nu.
          Ela desceu uma de suas mãos e a colocou dentro de sua saia e depois começou a massagear seu clitóris enquanto se encolhia um pouco confusa.
                     - Kaka... Shi... – Disse ela de forma excitada enquanto tentava lutar contra a sua vontade de sentir Kakashi.
             Rin continuou por mais um tempo. Mas depois parou por conta própria.

 

 Não estava se sentindo bem. Estava se sentindo na necessidade de falar para Kakashi em como se sentia culpada de verdade e em como queria sentir o toque dele de novo.

 Ela se levantou e foi até o quarto com passos derrotados. Abriu a porta de forma lenta e assim que a fechou, deslizou até sentar no chão.

        - Olha o que você tá fazendo. – Sussurrou a morena abaixando a cabeça. – Tá destruindo a minha cabeça. – Falou passando as mãos no cabelo.

         - E se eu te falasse que eu ainda te amo? – De forma baixa falou Rin ainda se referindo a Kakashi. – Você me aceitaria de novo? – Perguntou ela olhando para as mãos um pouco tremulas. – Com certeza não. – Brincou ela com suas próprias tristezas.

Rin se levantou e tirou a roupa apertada que estava prendendo o seu corpo. Depois ela entrou no Box se sentindo totalmente detruída em pedaços pequenos.

 

- Kakashi -                 

Kakashi chegou em casa ansioso. Não queria ter deixado Rin sozinha.

Ele estava pensando em como ela poderia estar correndo perigo no exato momento em que ele a deixou para trás. Mesmo sabendo que tinha chamado pela ajuda de Guy e Iruka, estava ficando preocupado.

         - O que eu fiz? – Perguntou o grisalho para si mesmo.

Kakashi pensou que já era tarde demais para voltar atrás. Estava apenas a torcer para que Rin chegasse segura na casa dela.

O grisalho tirou os sapatos, entrou em casa e se sentou no sofá. Ele pegou o controle e ligou a TV, mas deixando ela em volume baixo e se afundando nas almofadas enquanto mantinha seus olhos fechados.

      - E vamos de fofoca! Hoje de manhã vazou fotos e vídeos de Kakashi Hatake e Rin Nohara, que estão sendo o assunto mais comentado da semana. – Falou a voz da apresentadora de um programa bem animado de conversas que passava na TV, o que fez Kakashi olhar imediatamente para a tela.

        - É isso mesmo! Os vídeos talvez conseguiram provar que eles possam estar em um caso romântico... O que vocês acharam de todas as provas espalhadas meninas? – Continuou a mulher sorrindo no final e se virando para falar com outras convidadas.

        - Acho que realmente tem um caso nisso... Não acho que os dois tiveram só um encontro com somente uma noite, por que isso tá mais que óbvio! E olha que eu estou bem curiosa pra eles se assumirem log... – Assim que Kakashi escutou a mulher, ele trocou o canal da TV e suspirou irritado.

         - Acho que eles não se tocam. – Falou o grisalho se levantando do sofá.

Ele subiu as escadas, entrou em seu quarto e logo foi para o banheiro já com roupas tiradas.

Kakashi entrou de forma calma na água quente, porém fez cara de ansiedade e colocou as mãos no rosto.

         - O que eu fiz? O que eu fiz? O que eu fiz? – Perguntou o grisalho para ele mesmo ficando desesperado.

         - Eu tô sendo tão... Irresponsável. – Sussurrou ele ficando confuso.

Ele tentou esquecer depois de um tempo, mas de tanta preocupação, ele saiu do Box com uma toalha enrolada em sua cintura tentando se controlar para não ir atrás de Rin.

                 

Kakashi saiu do banheiro e repirou fundo, se sentindo em agonia e querendo simplesmente desaparecer de lá.

O grisalho se vestiu o mais confortável possível para se sentir melhor. Depois desceu e logo depois se sentou no sofá.

Depois de um tempo ele havia começado a ler um pouco para se distrair.

De repente, a música chamativa das notícias de última hora havia tocado, mas Kakashi nem se quer se mexeu. 

        - O criminoso que havia fugido da cadeia e estava sendo procurado a algumas semanas atrás finalmente foi encontrado! E estamos com a pessoa que foi guerreira em conseguir achar ele! – Falou a jornalista no Ao Vivo da TV aberta enquanto começava a apresentar a notícia, fazendo o grisalho desviar o olhar um pouco lentamente para a tela.

         - Olá Rin Nohara! – Cumprimentou a mulher de forma animada.

Assim que Kakashi escutou o nome citado, se levantou desesperado e preocupado olhando Rin, que sorria um pouco sem reação para a câmera.

         - Olá! – Respondeu a morena ainda sorrindo.

       - Então soubemos que você conseguiu pegar um dos criminosos mais procurados pela polícia. Quem te ajudou, a saber, que era ele? – Perguntou a repórter entregando um microfone para Rin.

        - Bom... Eu não sabia que era ele. Eu apenas me defendi igual qualquer outra mulher tinha que se defender. – Disse a morena, com um sorriso envergonhado.

         - Mas... Como você sabia que era esse homem? Alguém te ajudou? – Perguntou a mulher enquanto Rin recebia vários flashes de câmeras.

         - É... Eu iria gostar muito de ter os créditos todos pra mim. Mas... Eu devo dar eles para Guy, Iruka e Kakashi... Principalmente pra ele que pediu para os outros me ajudarem. – Disse ela travando um pouco e se encolhendo no final, sendo visível mesmo pela TV.

         - Ok... E você o agradece por isso? – Perguntou a repórter simpaticamente.

        - Claro. Obrigada... Kakashi! – Falou Rin sorrindo e acenando para câmera, mas a imagem dela foi fechada por um apagão escuro assim que o grisalho desligou a tela da TV com uma expressão séria.

         - Seu idiota. – Disse ele de forma baixa para si mesmo se encostando ao sofá.

Ele estava se sentindo perdido. Estava se sentindo um idiota e ao mesmo tempo um irresponsável.

Kakashi passou a mão na testa decepcionado e depois ficou pensando – Deveria mesmo se preocupar com ela de novo já que estava tão bem?               

 

- Rin -

Rin tomou um banho e depois colocou qualquer roupa que viu em sua frente para apenas conseguir tentar esquecer Kakashi.

Ela vestiu uma calsa moletom cinza e a blusa de frio mais folgada que conseguiu encontrar. Depois a morena pegou sua vontade de comer e sumir do mundo para ir ao mercado mais próximo.

 

Rin estava totalmente desanimada. A única coisa que conseguia a entender naquele momento era a comida.

Andando em passos pequenos, ela chegou até um mercado que ficava próximo de sua casa e já pegou exaustamente o carrinho de compras, porque estava destinada a se encher de todas as porcarias que queria.

Ela começou a andar pelas prateleiras de doces e pacotes de salgadinhos e apenas passou a mão por trás das embalagens. Depois as jogou dentro do carrinho com uma expressão triste.

Toda vez que ela fechava os olhos, lembrava de Kakashi, o que fazia ela ficar com mais vontade de comer besteiras.

         - Por que você é tão bonito assim? – Perguntou Rin berrando baixamente consigo mesma irritada se referindo ao grisalho.

Rin passou por uma prateleira de vidro tampada também com uma tampa perfetamente limpa de vidro que tinha bolos bonitos, grandes, confeitados e perfeitamente embalados.

A morena foi até ele e abriu a porta delicada e pegou com cuidado um bolo de chocolate muito bem confeitado e com bastante recheio. Depois ela colocou dentro do carrinho e saiu seguindo seu caminho com a imensa vontade de devorar tudo aquilo.

Ela andou até os grandes Freezers e pegou duas latas de refrigerantes para consolar ela com todas as lágrimas que ela estava segurando.

Rin andou até o caixa e saiu com a sacola cheia de besteiras e com o bolo de chocolate nas mãos.

 

Chegando em casa, Rin se sentou no sofá e ligou a TV enquanto abria a sacola para retirar as coisas de dentro.

Ela abriu a Netflix e apertou em qualquer filme romântico que viu de primeira. Abrindo as embalagens de doces ela começou a comer descontando toda raiva e tristeza que estava sentindo naquele momento na comida.

Em uma cena do filme que Rin estava assistindo, uma jovem mulher caminhava quando avistou um rapaz bonito. O que fez ela berrar consigo mesma de tristeza quando se deu conta de que tudo que ela olhava, escutava ou sentia lembrava Kakashi.

Rin pegou um garfo e começou a abrir o bolo. Já estava com tanta raiva que estava chorando enquanto se culpava por ter beijado Obito.

         - Olha eles... Perfeitos enquanto se beijam! – Gritou a morena enfiando uma garfada imensa de bolo na boca. – Eu não tô nem aí... Essa merda não existe... O amor não existe! – Falou ela começando a chorar mais.

Ela devorava toda aquela comida sem nem se importar se iria ficar com dor de barriga ou que tinha que ir para o trabalho no outro dia. Mesmo sabendo que havia perdido Kakashi tão cedo, só fazia ela chorar mais.

                

Rin estava quase terminando de comer todo o bolo. Até que escutou alguém bater na porta. Ela parou o filme e se levantou.

         - Rin, sou eu. Mya. – Falou a voz se revelando para Rin atrás da porta.

A morena foi até a porta. Ela segurou a maçaneta e abriu-a vendo a amiga, que parecia preocupada.

Rin olhou para Mya e não conseguiu falar nada. Ela apenas começou a chorar quando viu a amiga abrindo os braços, em forma de abraço.

A morena, de forma forte, abraçou Mya com as lágrimas jorrando de seus olhos cansados.

        - Tá tudo bem, eu tô aqui. – Sussurrou a de cabelos azuis passando levemente as mãos nas costas de Rin, que deu um pequeno soluço.

Rin parou de abraçar a amiga e fechou a porta. Depois olhando para Mya e secando as lágrimas.

         - Por que você brigou com ele? – Perguntou a de cabelos azuis seguindo Rin até o sofá sentando.

         - Tá tudo confuso agora. – Disse a morena bufando exustamente quando se sentou. - Todo mundo falando coisas que já passaram.

         - Como assim? Em um vídeo você parece inconsciente enquanto fala coisas que dão pra escutar do lado de fora da casa dele. No outro vocês dois estão brigando. O que aconteceu pra virar isso? – Perguntou a amiga parecendo confusa.

         - Eu... Tô tão mal agora. Não quero falar disso. – Falou Rin fechando os olhos.

         - Se você não me contar eu vou embora. – Ameaçou Mya olhando com pena para a morena.

         - Eu tava na festa e... Depois da gente dançar lindamente ele... – Parou Rin parecendo não conseguir explicar. – Parou de dançar e eu fui sozinha. Depois disso um cara tão... Idiota fez um desafio infantil. E eu como sempre a trouxa de tudo aceitou e... Eu beijei o cara que a pessoa que eu mais amo mais odeia. – Disse ela engolindo e secando as lágrimas.

         - Kakashi me viu beijando Obito e... Depois ele... – Parou Rin novamente colocando as mãos nos olhos. – Ele falou coisas que eu nunca ia imaginar que ele iria falar. – Finalizou a morena se encolhendo e soluçando mais quando não conseguiu segurar as lágrimas.

         - Rin... Amiga... Não fica assim. – Falou Mya abraçando Rin e tentando acalma-la.               

         - Ele só deve ser mais um... -

         - Não é Mya... Não é. – Cortou a morena.

         - Ele não é um babaca. Não é outro idiota que tem amante ou que só dormiu comigo porque estava no tédio. – Falou Rin ainda se culpando.

         - Kakashi é um homem bonito, inteligente e que estava... Apaixonado... Por mim. – Sussurrou ela no final.

         - Ele era... A pessoa que eu precisava em toda a minha vida. E eu simplesmente consegui o trair com um homem que falou comigo por apenas cinco minutos praticamente. E agora? Ele nunca vai me aceitar. – Culpou-se ela chorando mais e mais.

       - Mas amiga... Se ele não te perdoou é porque você ainda não pediu desculpas. – Ajudou Mya colocando o seu cabelo atrás da orelha.

         - Eu já pedi várias vezes e... Depois eu percebi que eu que era a errada e culpada de tudo o que aconteceu. – Disse Rin de forma pensativa.

      - Você não vai conseguir o seu homem se você não correr atrás dele. – Falou Mya soltando a morena, que a olhou um pouco confusa.

       - Você não vai ter a sua alma gêmea de novo comendo todas essas porcarias. Não vai ter o beijo dele se ficar calada. Não vai sentir o corpo dele novamente se não conversar ou tentar pedir desculpas. Não pode ficar sentada se culpando por ter beijado outro sem nem ter informação sobre o que ele tava tentando fazer com você ou até mesmo com o seu gostosão. – Disse a de cabelos azuis conseguindo tirar um sorriso pequeno de Rin.

       - Se você precisa ter o seu homem e futuro acompanhante pra vida inteira pela frente, vai ter que jogar todas essas coisas que aconteceram agora no passado e olhar pro futuro que você acredita que vai ter com ele. E mesmo talvez ele não te aceitando de novo, tente ter pelo menos a consciência de que você tentou e que conseguiu fazer o que queria. – Falou a amiga de forma forte e confiante.

       - Então você vai pensar e vai ir pra casa dele e pedir desculpas. E se ele não te aceitar... Força, ele era sim apenas mais um. – Finalizou a de cabelos azuis depois de ver a amiga sorrir.

         - Ok, mas... Eu preciso pensar... – Disse a morena de forma baixa, mas parando quando sentiu as mãos de Mya no seu rosto.

         - Seja você. A Rin que ele com certeza ama. – Aconselhou Mya secando as lágrimas da morena e sorrindo simpaticamente.

Rin sorriu e em forma de agradecimento abraçou a amiga forte e ficando feliz.

Depois disso, as duas assistiram a um filme de comédia e acabaram comendo todas as besteiras.

 

Quando o filme acabou, Mya teve que ir, deixando a morena ir dormir.

Rin foi para a cama pensativa. Pensando em como iria pedir desculpas. Mas o sono estava tão grande, que a morena se deitou e apenas dormiu até o dia amanhecer.

 

- Kakashi -   

Kakashi ficou o dia inteiro pensando até se dar contar que já era de noite.

Estava tentando pensar se era o certo da parte dele pedir desculpas para Rin. Achou que foi muito rude ter falado tudo aquilo para ela. Vinha o arrependimento, mas a raiva ao mesmo tempo.

Ele pegou ansiosamente o celular. Queria muito mandar mensagem para ela, mas estava se segurando.

         - Não. Você não vai me desculpar mais. – Disse Kakashi se referindo a morena.

O grisalho desligou o celular um pouco pensativo. Depois ele apenas bufou debochadamente e se embrulhou, apenas querendo que as coisas se acertacem da forma mais prática.

 

Passaram os dias. E acabou que já era sábado.

Na semana, Kakashi e Rin nem se quer se encostaram. Apenas algumas trocas de olhares frios aconteciam de vez em quando.

 

- Rin -

Rin estava com o humor melhor depois de ter pensado bastante sobre o que Mya tinha falado para ela.

A morena olhou para o celular e começou a ficar ansiosa pensando em o que e quem Kakashi estava pensando.

Deram cinco horas em ponto e Rin levantou animada.

Estava se preparando para as cinco ir pedir desculpas para o grisalho. Mesmo ela sabendo que ele não sabia, ela iria.

         - Ok. Respira. Vai dar tudo certo! – Confiante, a morena disse para si mesma, tentando criar expectativas boas.

Ela havia vestido uma roupa que ela gostava – Um short um pouco curto preto com uma blusa roxa claro, que combinava com suas marcas no rosto.

Respirando fundo, Rin abriu a porta e saiu de casa com a esperança de que conseguiria ter Kakashi de volta.

 

- Kakashi -

Kakashi ficou o dia todo lendo ou assistindo TV. Não tinha nada de importante para fazer a não ser pensar, pensar e pensar.

O grisalho pegou o celular para ver as horas quando se sentou no sofá para mais uma rodada de programas inúteis e pouco imformativos que passavam na tela. Mas ele olhou novamente para a tela do celular quando viu uma notificação de mensagem de Guy.

Clicando um pouco desanimado na notificação, Kakashi se deitou enquanto aumentava o volume da TV.

Guy:

Kakashi, tem algo pra fazer hoje de noite?

   Assim que leu, Kakashi pensou um pouco antes de responder, mas logo começou a digitar.

Você:

Não, por quê?

Guy:

Vamos fazer algo hoje?

Você:

Fazer o quê?

Guy:

A clássica noite dos três!

Kakashi revirou os olhos e respirou cansado quando leu. A ‘’noite dos três’’ era um dia que eles passavam uma noite jogando, conversando e fazendo várias coisas. Porém o que mais irritava o grisalho era que esse tal dia era sempre em sua casa.

Você:

Não tô afim. Faz só você e Iruka.

Guy:

Mas a noite dos três vai virar só noite dos dois. Vai ser chato demaaaaaaaaaais �� ��

Você:

Tá.

Guy:

Esse é o meu Kakashi! Te vejo aí as sete horas!

Você:

Ok. Tchau!����

O grisalho respirou fundo e desligou o celular. Ele olhou para cima e fechou os olhos de forma pensativa.

Só depois de alguns segundos ele olhou para a tela da TV enquanto assistia a um filme de romance que passava abertamente.

A cena era de um reencontro de um casal bem apaixonado na chuva. Eles encostavam os seus lábios com muita conexão, fazendo Kakashi pensar em Rin.

Suspirando cansadamente, o grisalho mudou de canal e ficou pensando para ver se dava logo a hora de Guy e Iruka chegar, mas olhou confuso para a porta quando escutou o barulho da campainha.

         - Mas não era ás sete? – Perguntou ele de forma baixa enquanto se levantava.

Ele andou sem pressa até a porta. Ele apertou a maçaneta e depois abriu bocejando.

         - Kakashi, eu... –

         - Não. – Falou Kakashi fechando a porta quando viu Rin em sua frente.

Ele iria realmente ignorar ela, mas revirou os olhos quando escutou ela apertando repetidamente a campainha de forma proposital. O grisalho se virou e abriu a porta apenas um pouco.

       - Eu falei não. – Repetiu ele para Rin depois indo fechar novamente, mas começou a ficar irritado quando ela colocou a mão no espaço da porta e não deixando ele a ignorar.

         - Deixa eu me explicar. – Disse a morena olhando séria para os olhos frios de Kakashi.

         - Explicar o quê? Já entendi. Vaza. – Falou ele de forma baixa e sacudindo a mão em forma de desprezo.

         - Tem como você me escutar pelo menos um pouco? – Perguntou Rin, mas em uma forma de afirmação.

O grisalho olhou para o lado e depois para Rin, que fez uma cara insistente.

Ele revirou os olhos bufando. Depois abriu a porta sem nenhuma educação de forma ignorante.

Kakashi e Rin de repente ficaram em silêncio, mas o grisalho olhou para ela de uma forma óbvia.

         - Anda, entra. – Mandou ele direcionando Rin para a outra porta.

         - Você tá estranho... –

         - É, tô mesmo. – Cortou o grisalho de forma propositalmente irritante para Rin, que apenas entrou, parecendo calma.

Assim que a morena entrou, Kakashi passou a mão no rosto discretamente e fechou a porta, depois sentando no sofá um pouco distante de Rin.

         - Vai ficar parada aí? Anda, abre a boca... –

         - Para de ficar irritado!... –

         - Como eu não vou ficar irritado? – Perguntou Kakashi ainda a cortando sempre.

         - Só me escuta um pouco... Por favor. – Respondeu ela parecendo preocupada com o jeito dele de agir.

O grisalho bufou e se encostou no sofá depois de pegar uma almofada, parecendo estar esperando ela falar.

         - Eu... Queria que você soubesse que eu não fiz por querer. – Começou a morena olhando para Kakashi, que olhava para frente de forma séria. – Naquele dia eu não sei o que tava acontecendo. Eu não sei por que eu beijei ele. – Disse Rin.

        - Depois de tanto tempo tentando encontrar alguém que realmente se importasse comigo, eu... Encontrei você. Que foi uma pessoa tão perfeita pra mim. – Falou ela parando um pouco, parecendo chorar, fazendo Kakashi olhar para ela. – Mas... Eu fui tão idiota, tão sem noção que eu vacilei com você que era um cara tão perfeitamente impecável. – Disse ela começando a chorar, fazendo o grisalho sentir muita culpa.

         - Rin... – Falou o grisalho arrependido, mas parando de falar.

         - E eu não quero a sua culpa ou a sua pena. Eu só queria alguém que me desse amor, mas... Mesmo depois de achar alguém que conseguisse chegar a um amor tão familiar, eu errei. Kakashi... Eu só queria que você soubesse o quanto eu te amo. – Disse a morena já jorrando lágrimas enquanto olhava para baixo.

        - Então mesmo você escolhendo se afastar de mim. Eu te imploro Kakashi. Me... Perdoe, por favor. – Continuou ela se colocando de frente para o grisalho e se encolhendo de joelhos enquanto implorava já chorando.

       - Eu imploro pra você me perdoar e acreditar que eu não vou fazer mais isso... Que eu não vou mais te machucar. – Falou Rin dando um soluço abafado.

Kakashi sem mostrar nenhuma expressão, derramou uma lágrima do seu olho direito. Ele limpou sua pele de forma rápida e pegou lentamente uma mão de Rin, depois a apoiou em seu rosto, fazendo a morena o olhar um pouco surpresa.

         - Rin, eu não sou um rei e nunca vou ser. – Disse o grisalho olhando para os olhos dela, que ainda derramavam algumas lágrimas.

       - Eu sei que fui rude, mas... Não precisava fazer isso tudo por mim. Não precisava sofrer. Eu que errei... Sei que você errou bastante também, mas... Na hora da raiva eu acabei descontando assuntos que não eram seus em você. Me desculpa também. – Falou ele de forma baixa e com os olhos gentis enquanto prensava um pouco de leve as mãos de Rin em seu rosto.

A morena ficou olhando para ele de forma paralisada, fazendo ele rir de forma baixa um pouco.

Ele sentiu os dedos de Rin fazer uma força leve em sua máscara enquanto olhava um pouco para baixo.

Kakashi colocou uma mão na cintura dela e com a outra, de forma lenta, abaixou sua máscara, depois olhando para Rin de forma séria.

         - Mas você me... –

         - Sim, eu te perdoo. – Cortou o grisalho de forma baixa e ansiosa, parecendo não conseguir controlar a vontade de beijar ela.

Kakashi viu que Rin iria falar algo, mas acabou a interrompendo quando a beijou de forma forte.

Sem nenhuma enrolação ele começou a roçar seus lábios quando encostou suas línguas assim que a morena passou as mãos pelo seu cabelo, mas parecendo sem reação.

Quase sem sentir, Kakashi passou sua mão da cintura de Rin até sua barriga e descendo para sua intimidade por dentro de seu short.

Ele conseguiu sentir abafadamente, um gemido dela, que encolheu as pernas, parecendo um pouco envergonhada. Mas ele foi insistente.

      - Relaxa. – Sussurrou o grisalho separando lentamente seus lábios e pronunciando as palavras sem abrir os olhos, e no final, sorrindo de lado.

Ainda de olhos fechados, Kakashi deu um pequeno beijo nos lábios de Rin e depois foi os descendo para seu pescoço, fazendo ela começar a se deitar devagar.

O grisalho continou a beijar seu pescoço, e depois colocou suas mãos nos peitos dela.

O grisalho pegou nos peitos da morena e os apertaram forte, parecendo fazer aquilo de propósito, depois sorrindo indecentemente quando escutou um gemido de Rin.

Ele colocou suas mãos por dentro da blusa de Rin e apertou seus peitos por baixo de seu sutiã, mas parando assim que ela se levantou um pouco para tirara roupa, mas ele segurou suas mãos quando percebeu seu rosto vermelho.

        - Eu tô bem. Só com calor. – Disse ela de forma baixa, depois colocando suas mãos para trás enquanto tentava desabotoar seu sutiã preto.

Depois de apenas alguns segundos, ela retirou seu sutiã. Rin parecia estar sem vergonha depois de tirar sua blusa e seu sutiã.

Ela colocou as mãos de Kakashi em sua parte de trás, depois puxando o pescoço dele para baixo, deixando o grisalho um pouco sem reação.

- Rin -

Rin sentiu que ficou sem vergonha depois que tirou as roupas. Ela estava muito feliz por conseguir ter o perdão dele, mas agora estava sentindo uma excitação impressionante. Parecendo estar necessitando Kakashi.

Roçando os seus lábios, ela sorriu sem inocência quando sentiu o grisalho descendo os beijos até seus peitos e os apertando.

A morena passou as mãos pelos fios cinza de Kakashi quando ele começou a desabotoar seu short.

Ela sentiu as mãos dele puxarem sua última roupa calmamente para baixo e deslizarem com facilidade por suas pernas até saírem por completo, fazendo ela se arrepiar um pouco.

Rin viu que ele iria começar, mas ela se levantou ficando de joelhos, depois colocou suas mãos por baixo da blusa preta de Kakashi, pedindo de forma discreta para que ele tirasse.

O grisalho tirou a blusa preta com a da máscara, deixando seu tronco exposto e fazendo ela sorrir sem mostrar muito os dentes.

Ela se deitou quando o grisalho começou a beijá-la de forma nem um pouco cansada, também parecendo estar querendo sentir ela novamente.

- Kakashi -

Kakashi sorriu malvadamente consigo mesmo enquanto beijava o pescoço de Rin. Ele gostava quando ela mostrava o lado mais indiscreto dela.

Ele desceu os beijos até a barriga dela enquanto colocava sua mão por dentro de sua calcinha e mexendo seus dedos contra a vagina de Rin, que soltava gemidos que o deixava excitado.

O grisalho puxou as alças da calcinha da morena e desviou rapidamente o olhar para Rin, que mordia o lábio inferior.

Ele passou os dedos no clitóris dela e depois sorriu um pouco satisfeito.

         - Você tá tão molhada. – Sussurrou Kakashi com um sorriso de forma indecente para a morena e colocando-se novamente sobre o corpo dela.

        - Não prende os gemidos. – Sussurrou ele passando o dedo polegar nos lábios de Rin e depois o enfiando de forma delicada dentro de sua boca, depois sentindo sua língua. – Eu quero escutar eles. – Falou ainda de forma baixa enquanto tirava o polegar de forma lenta da boca da morena.

Ele viu um sorriso atrevido surgir em Rin, fazendo ele esquentar seu corpo.    

Sem mais esperar, ele encostou sua língua no clitóris da morena enquanto mantinha as pernas dela abertas.

- Rin -

Rin colocou as mãos de forma discreta na boca, não querendo soltar gemidos altos demais, mas parecia que cada vez que ela tentava se conter, mais Kakashi a provocava, parecendo estar fazendo aquilo de propósito.

Ela olhou para baixo, e no exato momento que olhou, o grisalho desviou os olhos para os seus, fazendo ela sentir arrepios.

Rin sentiu as mãos dele descerem até onde sentia sua língua. Depois ela não conseguiu evitar os gemidos quando sentiu os dedos de Kakashi dentro dela e fazendo movimentos mais rápidos.

- Kakashi -

Kakashi começou a fazer movimentos mais rápidos enquanto sorria discretamente consigo mesmo quando conseguiu tirar alguns gemidos de Rin, que parecia esconder eles.

Sem mais nem menos, ele fez um pouco mais de força quando colocou um terceiro dedo dentro da vagina dela.

         - K-Kakashi... – Gemeu Rin de forma excitada e um pouco baixa.

Ela colocou as mãos nos fios de cabelos de Kakashi, que a olhou por um momento antes de abrir um pouco mais as pernas dela, a fazendo gemer mais alto.

- Rin -

A cada vez que Kakashi fazia mais força nos dedos, Rin gemia mais alto e sentia seu limite chegar. Mas estava surpresa por conseguir ficar tão excitada com apenas alguns minutos.

         - Kakashi... – Chamou a morena apertando a almofada do sofá com uma mão e colocando a outra em seu cabelo e gemendo mais.

Ela começou a sentir os arrepios ficarem cada vez mais forte até ela sentir que realmente iria gozar. E acabou conseguindo chegar a ao orgasmo mesmo quando sentiu mais um dedo do grisalho entrar nela.

Assim que ela gozou, não deu tempo nem para falar nada ou nem mesmo respirar para descansar, pois já estava sentindo os beijos repentinos de Kakashi em seu pescoço, fazendo ela ficar excitada novamente.

Quando sentiu ele segurar suas pernas fortemente, Rin só conseguia respirar de forma ofegante e ao mesmo tempo surpresa pela atitude de Kakashi, que agora a roçava seus lábios com vontade.

Quase de forma inconsciente, ela passou uma mão pelo braço do grisalho e depois deslizou-a do abdômen dele até mais embaixo, tocando no membro ereto por cima da calça de Kakashi, que parou o beijo.

Houve silêncio.

         - Desculpa, eu... – Começou ela, mas parando com o dedo do grisalho em sua boca.

        - Continua. – Ordenou ele de repente, em um tom de estar no comando, depois a beijando, fazendo Rin ficar com os olhos um pouco abertos por um tempo, surpresa. Mas depois ela sorriu entre o beijo e continuou a passar a mão pelo membro sobre a calça.

Ela escutou, de forma baixa, um gemido um pouco tímido de Kakashi, que colocou as mãos no pescoço dela, parecendo mais excitado.

A morena parou o beijo com uma mão, depois se levantando e ficando de joelhos no sofá.

         - Eu posso? – Perguntou Rin olhando para baixo por um momento e depois sorrindo mordendo todo o lábio inferior.

Vendo o sinal positivo do grisalho com a cabeça, ela desceu do sofá e ficou de joelhos e abaixada no chão de frente para Kakashi, que se sentou com as pernas um pouco abertas para ela.

A morena desabotoou a calça dele e puxou ela junto com a cueca até o meio das pernas do grisalho, depois pegou seu membro ereto enquanto fazia movimentos de vai e vem.

Ela colocou o cabelo atrás da orelha e encostou seus lábios abertos na glande do grisalho, que olhou para o lado, parecendo excitado e ao mesmo tempo tímido.

Rin fechou os olhos e começou a aprofundar sua boca no membro de Kakashi até o final e sentiu-o encostar quase no final de sua garganta.

Ela desviou o olhar para o grisalho, que mordia o lábio inferior com seus olhos fechados, fazendo a morena sorrir um pouco.

Quando sentiu uma das mãos dele atrás de sua cabeça e fazendo movimentos contra o membro, Rin sorriu um pouco e começou a fazer tudo esquentar mais quando viu o rosto um pouco corado de Kakashi.

 

Depois de um tempo fazendo tudo ficar mais intenso, a morena olhou para o grisalho, mas parou um pouco quando já sabia que tinha provocado ele o bastante.

       - Vai ser muito desperdício não? – Perguntou Rin para si mesma se levantando, com o rosto meigo, porém com intenções malvadas.

Ela sentou sobre as pernas do grisalho e segurou em seu pescoço com uma falsa cara de dúvida. Mas Kakashi parecia surpreso e ao mesmo tempo confuso.

           - Vai ser desperdício você não gozar dentro de mim. – Disse a morena quando sentiu as mãos de Kakashi passarem em sua cintura.

Rin olhou para baixo e sorriu indecentemente. Ela colocou a mão no membro do grisalho e começou a encaixá-lo em sua vagina, depois fechando os olhos e mordendo todo o lábio inferior.

         - Ainda... Dói. – Sussurrou ela quando levantou a cabeça.

         - E você ainda é apertada. - Falou ele, apertando mais a cintura da morena, que sorriu ainda indecente.

Quando começou a sentir o membro dele entrar totalmente, Rin começou a fazer movimentos com o quadril de cima para baixo enquanto sentia Kakashi segurar sua cintura firmemente.

Fazendo movimentos mais rápidos, ela gemeu sem conseguir se conter, mas colocou as mãos na boca e olhou para baixo. Só que sentiu as mãos pálidas do grisalho pegar em seus pulsos.

Ela olhou para Kakashi que segurou firme seus pulsos e a olhou de forma indecente.

        - Não precisa prender. – Disse ele de forma baixa e colocando as mãos da morena para trás, que apoiou sua cabeça no ombro dele e começou a aumentar os movimentos com o quadril e gemendo cada vez mais alto.

- Kakashi -

Já estavam quentes e excitados ao máximo depois de um tempo. Kakashi estava adorando a visão de Rin fazendo aqueles movimentos em seu colo.

Ela apoiou as mãos nos ombros do grisalho e olhou para cima, fazendo o grisalho sorrir mais satisfeito do que nunca. Estava feliz por ela ter voltado porque estava com vontade de sentir a morena novamente.

Em questão de minutos eles estavam quase chegando aos seus limites. Rin gemia mais alto cada vez mais, fazendo Kakashi abafar de vez em quando com os seus beijos quentes.

         - Rin... Eu... – Disse ele, mas parando se sentindo excitado demais para falar.

Já estavam quase chegando aos seus limites. Rin gemia mais alto e sentia as mãos de Kakashi puxarem suas pernas um pouco para cima, depois a virando de posição, fazendo ela se deitar novamente no sofá, enquanto ele ficava de joelhos e segurando suas pernas em cima de seus ombros, para entrar mais fundo.

Em questão de minutos depois, eles gozaram ao mesmo tempo. Depois pararam um pouco ofegantes, porém com sorrisos estampados, não disfarçando o quão estavam aliviados por se sentirem novamente. Mas de repente escutaram a campainha tocar. Kakashi pensou automaticamente no que Guy havia combinado e fez uma cara de desespero.

         - Você tava esperando alguém? – Perguntou Rin de forma baixa e parando de mexer o quadril.

         - Merda. – Sussurrou Kakashi passando a mão no rosto.

         - Kakashi? Tá vivo? – Perguntou a voz de Guy do lado de fora.

O grisalho beijou a morena e ficou em silêncio, tentando não fazer barulho.

        - Se troca, depois a gente continua. – Sussurrou ele olhando com um pouco de pressa para Rin, que assentiu e desceu de cima dele, depois começando a se trocar.

Eles se levantaram e começaram a se trocar rápido enquanto Guy e Iruka gritavam e apertavam a campainha, deixando Kakashi um pouco irritado.

         - Kakashi? Anda logo cara! – Gritou Iruka atrás da porta.

         - Já tô indo! – Gritou o grisalho vestindo a camisa já de calça colocada.

         - Tá fazendo o quê? – Perguntou Guy ainda gritando e apertando a campainha.

         - Espera um pouco! – Respondeu Kakashi ajeitando as almofadas do sofá.

Ele ajeitou sua camiseta e foi em direção a porta.

Ele abriu a porta e foi atender o portão para Guy e Iruka, que pareciam alegres.

         - Cara, tava fazendo o quê? Demorou demais. – Reclamou Guy entrando com Iruka, que acenou simpaticamente para Kakashi, que também acenou.

         - Nah, exagerado. – Falou o grisalho de forma baixa enquanto fechava a porta.

Assim que Iruka e Guy entraram, ficaram paralisados, mas Kakashi não havia entendido.

         - Andem suas estátuas. – Reclamou ele passando a mão na nuca.

De repente, o grisalho escutou um grito feminino que tinha saído de dentro da sala, que com certeza era de Rin. Ele afastou o ombro de Guy e olhou para dentro da sala e viu Rin tampando os peitos.

      - Kakashi... Seu safado. – Comentou Guy olhando para Kakashi ao seu lado, que não conseguia mais pensar em nada para esconder o que havia feito com Rin.

         - Anda Guy, deixa ela se trocar. – Reclamou Iruka fechando a porta e tentando amenizar a situação constrangedora.

         - Kakashi... Você? - E-Ela? – Gaguejou Guy parecendo frustado e ao mesmo tempo surpreso.

         - Não foi nada demais. A gente só... – Disse Kakashi tentando se explicar, mas parando quando viu as caras óbvias que os dois já estavam fazendo.

         - Tá bom. – Bufou ele suspirando e fazendo cara de derrota. – A gente tava se desculpando, vocês sabem! – Reclamou ele no final odiando a sensação de contar aquilo.

         - Hum. – Desconfiou Guy.

Houve silêncio.

         - Ai... Que orgulho. – Falou Iruka fingindo chorar.

         - Parem com isso. Entrem. – Irritou-se Kakashi empurrando Guy e Iruka para dentro da casa.

Os três entraram tendo uma discussão boba até ver Rin sentada e arrumando o cabelo. Guy fez um sorriso de segundas intenções, fazendo Kakashi ficar sem reação e os dois começarem a trocar tapas pequenos.

 - Rin -

         - Olá Rin! – Cumprimentou Iruka deixando os dois para trás.

         - Ah, oi Iruka. – Cumprimentou Rin parecendo um pouco sem graça.

Guy e Kakashi pararam e foram se sentar, mas ainda apontando os dedos entre si.

         - E então, você tá aqui por quê? – Perguntou Iruka sorrindo para Rin.

        - Ah, eu só... – Respondeu a morena, mas olhando um breve momento para Kakashi, que fez cara de hesitação. – Vim pra tentar recomeçar. – Terminou ela sorrindo.

         - Ok... Você vai ficar aqui? – Perguntou Guy para Rin e cutucando Kakashi ao seu lado.

       - Na verdade acho que seria muito incômodo eu ficar aqui. – Respondeu ela se levantando. – O dia é de vocês, podem ficar a vontade. – Terminou Rin.

         - Não, não. Fique aqui. Você não incomoda. – Interrompeu Guy se levantando e puxando Rin novamente para o sofá.

         - Você curte? – Perguntou Iruka mostrando o controle de Video Game para a morena, que sorriu.

         - Bom... Pelo menos da minha amiga eu sempre ganho. – Respondeu ela rindo um pouco.

         - Ok. Ela pode ficar? – Perguntou Iruka fazendo cara de criança pidona para Kakashi, que o olhou um pouco confuso.

         - Sei lá cara... Eu não mando nela. – Respondeu Kakashi conçando a nuca e achando aquilo meio assustador.

         - Então... Fica Rin, fica, fica. – Implorou Iruka se virando para Rin repentinamente, fazendo ela rir getilmente.

         - Sim, claro. – Falou ela colocando as mãos nos ombros de Iruka.

Rin e Kakashi se entre olharam e respiraram fundo juntos depois que Iruka e Guy se inclinaram para frente e começaram a jogar.

         - Kakashi, pede alguma coisa pra gente comer. – Disse Guy se virando rapidamente para o lado.

         - Folgado. – Resmungou o grisalho se levantando.

         - Rin. – Chamou Iruka depois que Kakashi saiu.

         - Sim? – Disse a morena se inclinando para frente também.

         - Você e o Kakashi... Estão saindo? – Perguntou ele sem olhar para ela.

         - Bom... Não sei. – Respondeu Rin pensativa.

      - Como assim? Vocês estão tão próximos agora. – Comentou Guy, também olhando para frente enquanto mexia os dedos do controle com ansiedade e animação.

         - Depois eu e ele conversamos melhor sobre isso. – Falou Rin colocando uma mexa de cabelo atrás da orelha.

         - Espero que vocês fiquem juntos logo. – Disse Guy sem hesitação, fazendo a morena ficar surpresa e ao mesmo tempo pensativa.

- Kakashi -

Kakashi havia voltado. Ele se sentou com um pouco de tédio no sofá enquanto olhava para a tela da TV que refletia luzes piscantes e coloridas em seu rosto.

Ele percebeu Rin olhar para o lado e o encarar. De repente, ele a olhou de canto de olho, fazendo ela virar rapidamente para frente.

         - Kakashi, você e Rin estão namorando agora? – Perguntou Guy ainda olhando para frente.

O grisalho olhou para o lado e ficou por uns segundos observando Rin e depois se virou para frente novamente.

        - Sim. – Respondeu ele, fazendo Iruka e Guy o olhar de bocas abertas enquanto Rin ficava com a cabeça abaixada escondendo seu rosto vermelho.

Houve silêncio.

         - O que foi? – Perguntou o grisalho com cara falsa de curiosidade. – Eu não posso? – Terminou ele apoiando o rosto na mão.

         - Você tá impressionante esses dias. – Comentou Iruka se virando lentamente para frente.

         - Parem de ser exagerados. – Reclamou Kakashi puxando o controle da mão de Guy e se inclinando para frente.

Guy olhou com falsa cara de onfensa para o grisalho e depois ficou tentando puxar o controle, igualmente a Kakashi.

- Rin -             

Rin começou a sorrir quando viu Guy e Kakashi começarem a brigar. Mas depois olhou para baixo assim que sentiu Iruka tocar getilmente em seu joelho.

         - Ele estava esperando o momento certo fazia anos. Boa sorte... Estou torcendo por vocês. – Disse Iruka de forma baixa e sorrindo simpaticamente.

Rin sorriu um pouco sem reação e depois ficou pensativa. Estava feliz por saber que Guy e Iruka eram tão amigáveis.

Ela escutou o barulho de campainha do lado de fora, depois olhou para Kakashi, que estava tentando puxar o controle de Guy, que no final acabou conseguindo pegar.

         - Rin, vem. – Chamou Kakashi se levantando e olhando para Rin, que assentiu rapidamente e se levantou.

- Kakashi -

O grisalho segurou as caixas de pizza e pagou. Com um aceno de cabeça, ele pediu para Rin o seguir até a cozinha.

Quando chegaram, ele parou um pouco e sorriu sem inocência atrás da máscara enquanto via Rin.

Ele pegou copos e sem falar nada ainda, abriu o refrigerante e começou a servir os copos, mas parou um pouco e encostou o quadril no balcão quando viu a morena parecendo hesitante em sua frente.

         - Que foi? – Perguntou ele se abaixando um pouco e ficando bem mais próximo do rosto dela.

         - N-Nada. – Respondeu Rin sacudindo a cabeça e não mantendo contato visual.

         - Você é aleatória as vezes. – Comentou Kakashi virando os olhos para o lado.

         - Quê? Eu? Por quê? – Perguntou ela tentando chamar a atenção do grisalho, que apenas continuava a servir os copos.

         - Nada de mais... Me ajuda. – Respondeu o grisalho apontando para os copos.

Enquanto Kakashi continuava a servir os copos, desviava o olhar para Rin, que estava distraída olhando para o balcão.

Ele parou e colocou a garrafa no balcão, e sem falar nada, começou a se aproximar da morena, que olhava para os lados parecendo não saber o que fazer.

         - Calma. – Sussurrou Kakashi inclinando o tronco e começando a beijar o pescoço de Rin.

         - Kakashi, mas... – Disse ela, porém parando.

O grisalho desceu discretamente a máscara e continuou a beijar o pescoço dela, depois colocou as mãos em seus peitos e prensou-a um pouco no balcão.

Ele começou a escutar ela soltar gemidos baixos, então parou e segurou suas pernas para cima e a mantendo firme.

Kakashi passou levemente seus lábios no rosto dela e depois a olhou um pouco sério.

         - Ok, vamos. – Disse ele a soltando repentinamente e levando as caixas para a sala, deixando Rin para trás.

- Rin -

Rin ficou parada no mesmo lugar. Não havia entendido nada. Ele saiu de repente, mas parecendo estar meio chateado com algo.

Ela deu de ombros e mesmo sem reação, equilibrou os copos na mão e foi para a sala.

         - Que demora pra servir só cinco copos. – Reclamou Guy parecendo faminto.

Kakashi colocou as caixas de pizza na mesa de centro e se sentou, porém desviou o olhar para a morena. Rin o olhou por um segundo e começou a ficar preocupada quando encarou o grisalho de volta.

 

Eles começaram a conversar, mas de vez em quando eles se entre olhavam, como se estivessem tentando se comunicar por telepatia.

- Kakashi -

Quando deu mais ou menos três horas que estava lá, Rin começou a sentir sono quando bocejou cansada. Mas tentou não adormecer ali.

         - Rin. – Chamou o grisalho de forma baixa e tocando no ombro de Rin, que abriu os olhos.

         - Tá com sono? – Perguntou ele parecendo cansado também.

         - Acho que já vou indo. – Respondeu a morena se despreguiçando.

         - Ei... Você não quer dormir aqui hoje? – Perguntou Kakashi olhando para Iruka e Guy gritando animados enquanto competiam no Video Game.

         - Eu? Mas eu não vou atrapalhar? – Perguntou ela respondendo parecendo hesitante.

        - Não, mas é você quem sabe. – Respondeu o grisalho se desaproximando, porém dando uma piscada rápida de um olho só, que fez Rin ficar completamente sem reação, mas parecendo surpresa.

- Rin -

         - Ele piscou pra mim? – Perguntou ela para si mesma de forma mais baixa possível.

         - Kakashi, acho que já vou... – Falou Iruka se levantando e se despreguiçando. – Ai que sono. –

         - Eu também. – Disse Guy parecendo incrivelmente cansado.

         - Ok. Boa noite. – Disse o grisalho acenando com a mão para os dois, que acenaram de volta e logo saíram pela porta.

Houve silêncio.

Rin olhou para baixo e colocou as mãos entre as pernas e começou a se sacudir com hesitação.

Ela olhou para o lado quando percebeu Kakashi bocejando e se despreguiçando.

         - Você não vem? – Perguntou ele se levantando e estendendo a mão em sua direção.

         - O-Ok. – Respondeu a morena se pegando na mão dele e levantando.

Eles se encararam por um momento, ficando sem assunto.

         - Kakashi, você tá bem? – Perguntou Rin de forma direta.

         - Sim, por quê? – Respondeu ele e perguntando de forma séria.

         - Sei lá, você parece envergonhado. – Respondeu a morena passando a mão na nuca.

         - Sabe... É que é diferente estar em um relacionamento. – Disse ele colocando as mãos no bolso da calça.

         - Você é tão difícil assim? – Brincou Rin o cutucando gentilmente.

          - Não é isso, é que... Você é a primeira mulher que eu chego tão... Perto. – Falou Kakashi travando um pouco.

          - Mas você beija tão bem. – Comentou a morena ficando surpresa com ela mesma.

Houve silêncio.

Os dois se entre olharam e riram um pouco surpresos com si mesmos.

         - Mas Kakashi... Você nem parecia inseguro quando a gente... Sabe? – Disse ela se referindo a primeira vez que fizeram sexo.

        - Isso já é... – Falou Kakashi andando lentamente até Rin, que o olhou atenta. – Um segredo. – Terminou ele rindo baixo no final quando tocou na ponta do nariz da morena.

         - Segredo? – Insistiu a morena puxando o braço do grisalho quando o mesmo se virou.

- Kakashi -

        - Bom... Há alguns anos atrás eu testei e não foi nada confortável, mas tirando isso com você foi bem... Melhor. – Contou Kakashi parecendo rápido e olhando para Rin, que começou a rir nem um pouco discretamente.

         - Ah, qual foi? Não é confortável na primeira vez. – Reclamou o grisalho com cara de tédio enquanto olhava ela rir sem parar.

         - Eu sei, eu sei. – Falou Rin, mas começando a rir de novo.

         - Tá bom. Eu vou arrumar isso e já tô subindo... Se quiser pode indo. – Disse ele se virando e olhando cansado para a bagunça em cima do sofá e da mesa.

         - Precisa de ajuda? – Perguntou ela gentilmente.

         - Não, não. Eu dou conta. – Respondeu o grisalho sorrindo com os olhos.

- Rin -

Rin subiu e entrou no quarto, depois ligando a luz e vendo a cama perfeitamente arrumada e o tapete de centro muito bem limpo e macio.

         - Ele é mais organizado do que eu pensei. – Comentou a morena se deitando na cama e sorrindo.

         - É senhorita Mya... Kakashi Hatake com certeza não é só mais um. – Falou ela suspirando e se virando.

Ela olhou para a pequena mesa de cabeceira que tinha um despertador e logo atrás uma moldura com uma fotografia um pouco desgastada de uma mulher com os cabelos negros e a pele pálida, que sorria gentilmente com a sua beleza. Rin se levantou e pegou o quadro, depois olhando pensativa.

Rin pensou em várias pessoas possíveis para ser alguém que Kakashi já havia a contado, porém não conseguia pensar em ninguém ainda.

Ela apenas deixou para lá. Colocou a fotografia no lugar e puxou o cobertor para se embrulhar, porém fez cara de desespero quando começou a perceber que o seu short a incomodava.

         - Ai, não é possível! – Disse ela colocando as mãos nos olhos.

Rin tentou manter a paciência e apenas fechou os olhos para tentar dormir calmamente, porém não conseguiu.

       - Será que ele se importa? – Perguntou Rin para si mesma pensando em tirar o short. – Não, acho que não. – Respondeu ela também para si mesma e começando a desabotoar o short.

A morena tirou o short e respirou fundo se sentindo livre, porém ficando envergonhada.

     - Ok, relaxa Rin. Ele é seu namorado agora, já te viu bem mais do que isso. – Disse ela se embrulhando, porém parando desacreditada.

         - Ele é meu namorado! Ele é meu namorado! – Comemorou Rin se sacudindo animada quando a ficha caiu.

      - Rin, tá tudo bem? – Perguntou Kakashi com a voz alta do lado de fora e no andar de baixo, fazendo ela ficar com vergonha novamente.

         - Tá sim, desculpa. – Respondeu a morena tampando a boca sem conseguir conter a animação.

         - Kakashi Hatake é meu namorado! – Sussurrou ela animada e se embrulhando enquanto sorria.

- Kakashi -

Kakashi guardou, limpou e organizou tudo. Ele suspirou e desligou as luzes para subir.

O grisalho entrou no quarto em silêncio, depois olhou para Rin deitada com apenas sua cintura para baixo coberta, já parecendo adormecida.

Ele se aproximou dela e tirou uma pequena mexa de cabelo do rosto da morena, que ainda de olhos fechados, colocou uma de suas mãos sobre a sua, fazendo ele levar um pequeno susto.

         - Ah, desculpa. Eu... Não sabia que você tava acordada. – Falou o grisalho um pouco sem graça.

      - Kakashi, eu... Tirei o short, não se importa né? – Perguntou ela de forma direta se levantando e ficando de joelhos ainda segurando suas mãos, deixando ele sem reação.

       - Não tem problema não, e-eu vou tomar um banho e já volto. – Respondeu Kakashi corando ao ver as pernas nuas de Rin e apenas tampando suas partes.

Ela assentiu sorrindo simpaticamente e se embrulhando novamente enquanto Kakashi se desaproximava e ia em direção ao banheiro.

O grisalho entrou suspirando enquanto tirava sua camiseta, mas depois sorrindo sem graça consigo mesmo.

Após tirar toda a roupa, Kakashi entrou no Box e passou as mãos nos fios cinzas enquanto mantinha seus olhos fechados com a água quente caindo sobre seu corpo.

         - Ah pai, será que eu finalmente consegui? – Perguntou o grisalho se referindo a Sakumo e falando sobre Rin.

Ele sorriu alegre e colocando suas mãos no rosto levemente corado ao pensar que Rin agora era sua namorada.

         - Isso foi tão rápido. Nem caiu a ficha ainda. – Comentou ele de forma baixa massageando nervosamente as bochechas.

Kakashi ficou por mais alguns minutos e saiu. Ele saiu do quarto com a toalha enrolada em sua cintura para pegar alguma roupa, mas com hesitação, para não acordar Rin, que já dormia.

Ele pisou passos hesitantes e cuidadosos até o guarda-roupa, depois o abriu e pegou a primeira que alcançou para ir novamente para o banheiro.

Tudo correu bem até ali. Ele se vestiu e saiu do banheiro, logo depois olhou para a morena, que estava virada para o outro lado.

O grisalho suspirou tranqüilo e desligou a luz do quarto, depois se deitando ao lado de Rin cuidadosamente.

Ele ficou olhando para o teto enquanto pensava, mas sentiu a mão de Rin em seu rosto.

         - Eu já te falei que você parece uma arte? – Perguntou ela olhando um pouco séria.

         - Eu que devia estar falando isso pra você. – Respondeu o grisalho pegando em sua mão e rindo gentilmente.

         - Com certeza não. – Disse Rin rindo também.

         - Não se subestime. – Falou Kakashi se virando e olhando um pouco sério para ela.

         - Obrigada por ter me deixado dormir aqui. – Agradeceu ela parecendo mudar de assunto.

         - Não tem de quê. – Disse o grisalho virando novamente para frente.

Houve silêncio.

Ele se virou novamente para a morena e colocou as mãos em seu pescoço, depois a beijando bem intensamente.

         - Não me decepcione de novo. Por favor. – Sussurrou ele de forma séria a encarando, mas de forma gentil.

         - Eu não te prometo nada, mas... Vou fazer o possível. – Sussurrou ela e o beijando novamente.

         - Rin, posso te fazer uma pergunta? – Perguntou Kakashi se apoiando no ombro de Rin e olhando para cima.

         - Sim. – Respondeu ela também olhando para cima.

         - Qual é o seu tipo? – Perguntou o grisalho fechando os olhos.

         - Mas... Como assim? Você é o meu tipo, não? – Respondeu Rin parecendo não entender de verdade.

        - Ah, eu não sou tão perfeito pra você. Deve ter algo que não gosta em mim. – Disse ele não querendo chegar ao ponto depois de sentar levemente no abdômen dela e segurar suas mãos.

       - Bom... Acho que você não deveria ser tão carrancudo. Gosto de caras que são bem extrovertidos e que fala com todos, mas tirando isso você é legal, não se preocupa. Só use roupas mais alegres e está ótimo. Na minha opinião, lógico. – Falou a morena brincando com as mãos de Kakashi.

         - Ata. – Comentou ele se deitando de olhos fechados sobre os seios de Rin.

         - Mas tá tudo bem, eu gosto de você assim. – Disse ela, parecendo preocupada.

         - Tá tudo bem, eu só tava pensando. – Afirmou Kakashi saindo de cima de Rin e deitando ao seu lado.

         - Mas porque me perguntou? – Perguntou ela se virando para ele, que continuou olhando para cima.

         - Nada de mais. Só curiosidade. – Respondeu o grisalho virando também para o lado.

Houve silêncio novamente.

Kakashi esticou os braços e bocejou, já parecendo ficar com sono.

         - Acho que já vou dormir. – Falou ele mexendo os ombros e fechando os olhos.

         - Ok, eu também. – Disse Rin sorrindo gentilmente e se virando de costas para Kakashi.

Ela respirou fundo e fechou os olhos, só que abriu eles de forma assustada quando sentiu as mãos de Kakashi a contornar e a abraçar enquanto ele encostava sua cabeça gentilmente em suas costas.

         - Boa noite, Rin. – Sussurrou ele se encolhendo confortavelmente.

         - Boa noite, Kakashi. – Falou ela sorrindo e entrelaçando seus dedos nos do grisalho, depois se encolhendo também.

 

Eles dormiram bem juntos enquanto se aqueciam. Rin havia prometido para si mesma que agora em diante não iria tomar decisões de qualquer jeito, e que iria não desapontar mais Kakashi. Mas mal sabia ela, que aquilo não era nem o começo da metade de tudo o que estava por vir.

 

- Next, bitch. -


Notas Finais


Oi de novo. Bom, esse daí foi o capítulo de hoje. Com um pouco de Hot, amor e tristeza bem gostosin pra vocês!

Música do começo e traduzida: I do - Colbie Caillat

Espero que tenham gostado. Tchauzinho!
Até a próxima!
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...