1. Spirit Fanfics >
  2. Our story will not end >
  3. Jeon Somi

História Our story will not end - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Eu juro que um dia eu atualizo rápido. Desculpem qualquer erro. Bom capítulo a todos.

Capítulo 8 - Jeon Somi


Fanfic / Fanfiction Our story will not end - Capítulo 8 - Jeon Somi

POV Chaeyoung 

A coisa mais frustrante do mundo é sem dúvidas não conseguir dormir de forma alguma. Eu estou a mais de uma hora virando de um lado para o outro na cama e não encontro uma posição confortável para dormir, isso é totalmente estranho levando em consideração que eu durmo em qualquer lugar. Mas eu sabia muito bem o porque disso, eu estava tendo a famosa insônia, uma antiga amiga que a tempos tinha desaparecido e subitamente tinha voltado.

Pelo menos dessa vez eu sabia que a insônia veio devido ao fato de que estou em outro país, nunca tinha saído por muito tempo de Haidian District, uma das várias cidades de Pequim, onde eu, meu irmão e meus amigos morávamos. Antes de virmos morar em Seul, eu e meu grupo fomos para a cidade natal de Kris, Guangzhou ou Cantão na província de Guangdong. Segundo o Wu, precisávamos conhecer sua cidade natal antes de, segundo palavras de Chanyeol, "abandonarmos" deles.

Mas voltando ao foco, desde que chegamos em Seul, essa cidade estranhamente me faz sentir como se eu tivesse voltado para casa, faz com que eu tenha um sentimento de aconchego, mas tenho total certeza que nunca estive aqui, então porque essa sensação?

Antes que eu pudesse me aprofundar em mais pensamentos, sinto meu celular vibrar de baixo do meu travesseiro, quando o pego vejo que recebi mensagens no kakaotalk, quem estaria me mandando mensagem em plenas 03:30 da manhã?

Assim que abro o aplicativo vejo que não é nada mais nada mesmo que Jeon Somi minha melhor amiga.

Somsomi: Chaeng tá aí? 

                        [03:30AM]

Somsomi: Chaeyoung tá acordada? 

                        [03:30AM]

Somsomi: Pfv me diz que você tá acordada. 

                        [03:30AM]

Chaeng: Calma Somi, tô aqui sim, não consigo dormi

[03:31AM]

Somsomi: Para Son Chaeyoung não conseguir dormir então o negócio é sério.

                        [03:31AM]

Chaeng: Hahaha, muito engraçado. Me diz logo oque você quer.

          [03:32AM]

Somsomi: Delicada como o coice de um cavalo. Mas enfim, tem como você descer aqui em baixo e abrir a porta pra mim? 

                        [03:32AM]

Mas que porra?...A Somi só pode tá querendo me zoar, ontem mesmo eu falei com ela e ela disse que tava na casa de Chanbaekaisoo.

Somsomi: Desce logo e abre essa porta que depois eu te explico tudo.

                         [03:33AM]

Chaeng: Se for mentira eu juro que vou te encho de porrada Jeon.

   [03:33AM]

Não esperei outra mensagem e me levantei da cama, ajeitei a blusa do meu pijama, cobrindo minhas mãos e saí do meu quarto tentando fazer o mínimo de barulho possível.

Assim que cheguei na porta, eu já me preparava pra xingar a Somi de todos os nomes existentes no planeta terra. Mas pra minha surpresa logo que eu abri a porta fui recebida por braços me rodeando em um abraço aconchegante e quente pela minha parte.

– Não acredito que você tá mesmo aqui. – sussurro rente ao seu ouvido e sorrio ao perceber que ela se arrepiou. Somi estava com os cabelos recém castanhos, oque por sua fez destacou seu belo rosto.

– Primeiro vamos pro seu quarto que eu explico tudo. – Somi também sussurrava e me olhava com um sorrio encantador nos lábios.

Após subirmos coloquei suas malas ao lado da minha mesa de estudos e me deitei na cama vendo-à indo até o banheiro e voltando 6 minutos depois.

– Agora pode me explicar como caralhos você veio parar aqui? – perguntei assim que ela se deitou de frente para mim na cama.

– Era para eu ter vindo junto com você e o resto do pessoal, mas eu tive que ficar lá em Haidian resolvendo uns problemas, então ontem o Kris e o Jongin simplesmente me compraram uma passagem e cá estou eu. – Somi começou a fazer carinho no meu rosto delicadamente, me fanzendo fechar os olhos e suspirar pela sensação. – E os aspirantes a demonios do Chanyeol, Tao e companhia não me deram um pingo de sossego até eu embarcar, sério eles estavam insuportáveis, eu só tava vendo a hora do Kyungsoo meter a porrada no Sehun.

Acabei rindo disso, de fato Chanyeol e os meninos devem ter feito isso, oque eles tem de charmosos e inteligentes, tem de insuportáveis e atentados. Jeon e eu ficamos breves segundos em silêncio, o carinho que fazia em meu rosto cada vez mais ia me dando sono.

– O Yeol não é tão insuportável assim, ele geralmente fica desse jeito quando tem algo incomodando ele. – sorrio ao lembrar do meu parceiro em planos.

– Você tá sentindo muito à falta deles né? – mesmo de olhos fechados pude sentir que Somi estava muito próxima do meu rosto.

– Você não faz ideia, eles e vocês são praticamente as únicas pessoas que eu conheço. – suspiro.

– Gostei do que fez no cabelo, te deixou mais charmosa. – como estávamos muito próximas pude sentir sua respiração batendo em meu rosto.

– Obrigado por estar aqui comigo. – abri meus olhos e lhe encarei atentamente.

– Sempre vou estar ao seu lado Chae. – Somi parou a carícia em meu rosto e beijou minha testa. – Agora vamos dormir logo, você tá visivelmente morrendo de sono. – dito isso,virou - se de costas para mim e lhe abracei, depois disso simplesmente apaguei.

Narrador

Já era manhã quando os oito habitantes da casa enfim acordaram, Chaeyoung e Somi ainda dormiam profundamente. Enquanto Jisoo e Mark, já prontos, se encontravam na cozinha arrumando o café da manhã, enquanto Lisa e Yugyeom cochilavam no sofá, um apoiado no outro, Rose e Bambam tiravam fotos no espelho e por fim Jennie e Jackson estavam em ligação com Minseok, Luhan e Baekhyun.

Após o termino do café da manhã, Jackson percebeu que Chaeyoung ainda não tinha acordado, então teve a brilhante ideia de ir acordar, lê-se atormentar, a melhor amiga, porém seu plano foi por água abaixo devido ao fato da porta encontrar-se trancada pois Somi havia trancado.

– Chaeyoung acorda logo, todo mundo já tá pronto só falta você. – O garoto de cabelos brancos falou logo após bater deliberadamente forte na porta.

Devido ao barulho repentino, ambas as garotas dentro do quarto acabaram por se assustarem, tendo como conclusão uma Chaeyoung caida no chão e xingando Jackson mentalmente de todos os nomes existentes em coreano e mandarim e uma Somi rindo da amiga.

– Já acordei mas vou demorar um pouco, podem ir na frente que eu vou depois. – respondeu Chaeyoung enquanto empurrava Somi para o banheiro no intuito de irem tomar um banho rápido.

– Ok mas não demora muito ou a Jisoo vai ficar pistola denovo. – nesse ponto tanto Chaeyoung quanto Somi já estavam despidas e dentro do box.

Faziam exatos dois minutos que a garota de cabelos curtos procurava a chave de sua moto, uma Ducati 1098, enquanto a de cabelos longos terminava de se arrumar.

Quando Somi finalmente terminou de ser arrumar e desceu as escalas para a sala, encontrou uma Chaeyoung totalmente descabelada olhando a recém achada chaves da moto com um brilho nos olhos.

– Estou atrapalhando o momento de vocês? – mesmo com o óbvio tom de deboche na voz da Jeon, a Son apenas ignorou e pegou sua mochila e capacete.

Chaeyoung trajava uma camiseta branca com listras pretas, calça jeans preta, levemente apertada, oque dava um destaque a mais para suas pernas e um all star vermelho.

Já Somi trajava uma blusa azul bebê, por cima usava um moletom cinza com alguma coisa escrita ao lado do peito, calça jeans preta e vans também pretos.

– Vamos logo Jeon, não estamos tão atrasadas assim mas a Jisoo provavelmente vai comer nosso fígado. – jogou delicadamente o outro capacete para a garota e a puxou para a porta por fim a trancando e indo até a garagem onde sua tão preciosa Ducati 1098 preta estava.

– Eles vão ficar tão chocados quando me verem que vai ser cômico. – a mais nova comenta com um pequeno sorriso nos lábios.

– Capaz de acharem que eu fui lá e te sequestrei. – Chaeyoung revirou os olhos e subiu em sua moto, colocando o capacete, Somi subiu logo em seguida e também colocou o capacete e for fim abraçou a cintura da amiga repousando a cabeça em suas costas, ficando assim em uma posição confortável e sem mais delongas Chaeyoung deu partida para a escola.

As ruas de Seul não estavam tão movimentadas naquele horário, provavelmente devido ao fato de ainda ser manhã e muitas pessoas etarem trabalhando, não que isso fosse ruim, na verdade era ótimo, Chaeyoung conseguia locomover - se com mais facilidade, isso de certa forma lhe dava uma sensação de liberdade prazerosa.

Poder sentir a brisa refrescante que batia em seu rosto e sentir que nada a prendia deixava Chaeyoung genuinamente feliz. Depois do ocorrido dois anos atrás, a garota passou a apreciar melhor a sensação de liberdade que sua tão amada moto a proporciona.

Com as ruas livres, não demorou muito para que enfim as garotas chegassem ao seu destino. Ao chegarem no grande estacionamento da "Korea Elite Central School", essa por sua vez sendo a melhor escola de toda Seul, receberam diversos olhares,uns bons e outros nem tanto, olhares esses que incomodaram a pequena Son, que odiova ser o centro das atenções, já Somi somente ignorou.

Logo após adentrarem o imenso corredor que a instituição possuí, foram a procura de seus respectivos armários, que por sua vez connhecidentemente eram um ao lado do outro. Assim que deixaram os capacetes em seus armários, seguiram de mãos dadas para a sala onde seus amigos e outras garotas se encontravam.

Enquanto isso, mais a frente no final do corredor em uma das salas, ao lado das janelas na fileira da esquerda, podíamos encontrar Yugyeom dormindo com sua cabeça coberta pelo casaco em sua carteira e ao seu lado Mark cochilando encostado na cadeira, Jackson e Bambam estavam nas carteiras a frente, jogando algum jogo de luta, a frente deles estavam Lisa e Jisoo sentadas em sua carteira e Rose sentada na mesa, as duas últimas por sua vez conversavam, já Lisa não conseguia se concentrar, já que estava se remoendo de ciúmes, o motivo? Jennie Kim.

Jennie por sua vez conversava com Nayeon e Jihyo que estavam sentadas na fileira ao lado da porta, na carteira detrás, Dahyun e Sana viam algum vídeo no celular da mais velha, logo atrás delas, Mina e Momo conversavam sobre algumas aulas complementares que gostariam de fazer esse ano e nas últimas carteiras encontrava-se Jeongyeon emburrada e extremamente incomodada com a súbita aproximidade de Nayeon e Jennie e Tzuyu tentava prestar atenção na conversa das amigas a frente tentando ignorar o "casal" maia a frente.

– Se você continuar encarando a garota ela vai ficar desitradata. – Tzuyu sussurrou para a amiga ao lado.

A mais nova nunca perde uma oportunidade de provocar a melhor amiga. Jeongyeon com toda a paciência do mundo mostrou um belo dedo do meio para a amiga e resolveu mexer no celular, Tzuyu por sua vez rio e voltou a prestar atenção na conversa de Momo e Mina.

O ambiente até o presente momento estava calmo demais no geral, isso até Chaeyoung e Somi entrarem de mãos dadas na sala e rindo de alguma piada que a Son contou. No momento em que adentraram na sala, as reações dos presentes nela foram variadas.

Jackson e Bambam que até então jogavam acabaram por deixar seus celulares cairem na mesa devido a surpresa repentina, fazendo um barulho levemente alto que por sua vez acabou por acordar Yugyeom e Mark que se assustaram e ficaram totalmente perdidos, Lisa, Rose e Jisoo e Jennie ficaram boquiabertas e piscando os olhos para ter certeza que Jeon Somi realmente estava ali.

Já as oito meninas ficaram totalmente em choque e sem reação, principalmente Mina ao ver Chaeyoung novamente na sua frente em um curtíssimo período de tempo. Já Jihyo estava totalmente sem reação e até assustada, diga-se assim, nunca pensou que veria Jeon Somi novamente depois de mais o menos 3 anos sem notícias da garota.

– PUTA QUE PARIU, COMO ASSIM?! – Bambam foi o primeiro a esboçar alguma reação, reação bem escandalosa por sinal.

– Mas como...? A Somi não tava em Haidian? – Jackson ainda confuso se levantou assim como os demais amigos e foi de encontro as duas meninas que ainda estavam na porta e seguravam a risada.

– Son Chaeyoung você foi até Haidian e sequestrou a Somi? Como o Suho pode deixar isso acontecer? – Óbvio que Jisoo seria a primeira a criar teorias sobre a aparição da Jeon.

Nessa altura Somi e Chaeyoung já ficavam sem ar de tanto rir de seus amigos e quando finalmente se recomporam Jisoo, Rose, Bambam e Lisa já estavam sufocando Somi em um abraço coletivo enquanto Jackson bagunçava os cabelos de Chaeyoung e a dava um meio abraço.

– Deixem a Somi respirar pelo amor de deus, daqui a pouco ela vai ficar mais roxo que o cabelo da Jisoo. – Jisoo carinhosamente mostrou o dedo do meu a Jackson que juntamente à Chaeyoung e os outros começaram a rir.

– Antes de tudo, eu não sequestrei ninguém, a Somi simplesmente apareceu na porta de casa ontem anoite e como já tava tarde ela dormiu comigo, simples. – enquanto Chaeyoung falava as oito meninas restantes prestavam total atenção neles.

– Resumindo tudo, era para eu ter vindo junto com vocês, mas eu tive que ficar lá e resolver umas coisinhas e depois que eu terminei o Kris e o Jongin compraram uma passagem e me mandaram pra cá e segundo o Kyungsoo, eu vim pra me certificar que a Chaeyoung, Jackson, Lisa e Bambam não destruam a escola. – após o término da fala, todos, com exceção dos quatro citados acima, estavam rindo.

– Como se o Chanyeol, Lay, Sehun, Tao, Jongin e Baekhyun não fossem colocar fogo na escola. – Lisa resmungou com uma falsa indignação na voz.

– Agora chega, vamos sentar logo, já estamos parecendo um bando de retardados parados na porta da sala. – Bambam como sempre sendo um poço de educação já foi logo se sentando.

– A Chaeyoung é minha! – Son nem teve tempo de raciocinar oque acontecia, Jackson simplesmente saiu puxando-á para a carteira compartilhada que estava guardando anteriormente.

– A Somi é minha então! – Mark fez a mesma coisa que Jackson, se sentando atrás do mesmo.

– Isso é injusto! O Jackson e a Chae são os mais inteligentes daqui, eles não deveriam ficar juntos! – Yugyeom foi o primeiro a reclamar.

Surpreendentemente Chaeyoung e Jackson tinham uma facilidade incomum para aprender quase todas as matérias. Quem não os conhece acha mesmo que são os típicos nerds da turma. Provavelmente realmente são.

– Injusto nada, eu e a Chae sempre somos uma dupla, azar seu se ficou com o Bambam. – bom após isso se iniciou uma discussão sobre oque era justo ou não.

Enquanto isso bem ao lado deles as oito garotas estavam bem surpresas, nunca imaginariariam que depois de dois anos veriam Chaeyoung novamente e ainda por cima estudariam juntas novamente, mesmo a Son fingindo não conhece-las.

– Todo mundo tá vendo oque eu tô vendo né? – Dahyun foi a primeira a se manifestar, atraindo a atenção das garotas de volta a realidade.

– É a Chaeyoung... – Mina sussurrou perdida em vários pensamentos que começaram a se formar em sua cabeça.

– Isso é muito bizarro. – diz Sana.

– Devemos ir falar com ela ou...? – Jeongyeon poderá.

– Levando em consideração que ela fingiu não conhecer a gente, acho melhor entrarmos nesse joguinho dela e ver até onde isso vai e oque ela quer com isso. – Tzuyu mesmo sendo a mais nova tinha atitudes que faziam qualquer adulto questionar sua idade.

Sem qualquer outra opção as garotas acabaram por concordar em seguir a ideia de Tzuyu. Assim que se sentaram em seus devidos lugares o sinal tocou indicando que o início das aulas começariam.

A divisão de lugares ficou da seguinte maneira: ao lado da porta nas primeiras cadeiras ficaram Jihyo e Nayeon, atrás delas ficaram Dahyun e Sana, atrás ficaram Momo e Mina e por fim Jeongyeon e Tzuyu. Ao lado esquerdo da sala ao lado das janelas às primeiras cadeiras eram ocupadas por Lisa e Jisoo, atrás delas ficaram Rose e Jennie, atrás delas estavam Jackson e Chaeyoung, Mark e Somi logo atrás e por fim Yugyeom e Bambam.

Assim que o professor entrou na sala, a mesma ficou em silêncio total e assim se iniciou a aula. Por conhecidencia do destino ou não, no momento em que Jihyo se virou discretamente para olhar Somi, fora surpreendida pelo fato de que Somi já à olhava. Ambas as garotas ficaram se encarando intensamente por longos segundos, mas Jihyo acabou desfiando o olhar primeiro, já estava envergonhada o suficiente, ato esse que causou um sorrisinho em Somi.

Após longas horas de aula enfim o intervalo chegou, nenhum dos adolescentes aguentavam mais ficar um minuto sequer dentro da sala de aula. Chaeyoung e Jackson foram os primeiros a sairem praticamente correndo assim que o sinal tocou e logo atrás deles Bambam e Lisa também saíram em disparado.

Jisoo esperava do fundo do seu coração que os quatro desmiolados não fossem fazer nada que gere uma punição ou algo do gênero. Enquanto isso, Jennie fora até a Nayeon e Jihyo perguntar se elas, juntamente de suas amigas não gostariam de passar o intervalo com ela e seus amigos.

A princípio as garotas negaram, mas com um pouquinho de insistência da Kim elas acabaram por aceitar. Sendo assim Jennie ficou conversando com Jihyo enquanto Nayeon foi até suas amigas para avisa-lás sobre o convite.

– Então meninas, a Jennie chamou a gente pra passar o intervalo com ela e os amigos dela, podemos ir? – Nayeon falava animadamente, deixando assim uma Jeongyeon desconfortável.

– Vamos logo, a Momo não para de reclamar de fome. – Sana foi a primeira a falar a famosa frase, fazendo todas rirem e seguirem, juntamente com Jihyo e Jennie, para o refeitório.

Momo e Mina andavam de mãos dadas, no intuito de relaxar a mais nova, isso era uma das formas de Momo transmitir para Mina que estava tudo bem, a mais velha conhecia muito bem sua melhor amiga e sabia que as chances de Mina ter uma crise de ansiedade são muito altas.

Assim que adentraram o enorme refeitório, que estava lotado com alunos espalhados por todo canto, ao fundo Jennie pode ver Rose acenando para si e foi até seus amigos, sendo seguida pelas demais meninas.

– Gente cadê o Debi e o Loide? – Jennie perguntou após se sentar ao lado de Jisoo e Nayeon se sentar do seu outro lado.

– Depois que bateu o sinal eles simplesmente sumiram e o Tico e o Teco sumiram logo em seguida. – Mark quem respondeu enquanto comia seu lanche.

Como as mesas do refeitório eram grandes, as demais meninas só precisaram pegar as cadeiras e prontos, todas estavam acomodadas. E como se fosse combinado, logo após Mark terminar sua fala, Lisa e Bambam apareceram.

– Eu já não falei pra vocês pararem de chamar a gente assim? – por incrível que pareça Bambam foi educado.

– Desculpa Teco. – Mark possivelmente estava querendo apanhar. – Mas enfim, cadê os outros dois?

– Eu vi os dois lá perto da quadra. – diz Lisa.

– Por favor que nada exploda, por favor que nada exploda. – Jisoo "orou" para o céu fazendo todos na mesa rirem.

Porém antes que mais alguma coisa pudesse acontecer Chaeyoung e Jackson caminhavam calmamente até a mesa de seus amigos. A menina por sua vez trazia com consigo dois lanches e ao se aproximar deu um deles a Somi e se sentou ao lado da mesma.

– Sério mesmo que vocês sumiram só pra ir comprar um lanche pra Somi? – Yugyeom perguntou indignado.

– Eu realmente achei que eles iriam explodir alguma coisa. O direto rLightwood não iria gostar de dar uma adverência pra vocês logo no primeiro dia.

– Por enquanto não vamos fazer nada, temos que ver se o território é seguro, não podemos correr o risco de sermos quase expulsos igual o Jace quase fez. – Jackson exclareceu após roubar algumas jujubas de Lisa.

– Com o Jace era até mais fácil, mas todo cuidado é pouco. E sim a gente foi comprar lanche pra Somi. – Chaeyoung disse após repousar sua cabeça no ombro da Jeon.

– Quase me esqueci, gente essa é a Nayeon minha amiga de infância e essas são as amigas dela. – após uma prevê apresentação todos encararam em uma conversa animada, vez ou outra Mina olhava Chaeyoung e foi justamente uma dessas vezes que a Son também olhou para Mina.

Enquanto se olhavam, Mina pôde sentir seu coração acelerar, talvez pela ansiedade ou por ter esperanças de que Chaeyoung pare com essa brincadeira idiota que estava começando a machuca-lá. Já Chaeyoung uma onda elétrica percorrer todo o seu corpo e ter a estranha sensação de que já tinha visto aqueles belos pares de olhos em algum lugar, a garota acabou sorrindo com tal pensamento.

❦❦❦


Após voltarem para a sala, o resto do dia se entendeu de maneira tediosa, enquanto na casa dos moradores vindos da China, Rose e Lisa ajudavam Somi a arrumar seu quarto, Chaeyoung passará a tarde dormido, Jackson e Mark ficaram jogando, Yugyeom e Bambam estavam se pegando em algum cômodo da casa e Jisoo e Jennie saíram com Jihyo e Nayeon para conhecer a cidade.

A casa das oito meninas estava calma, Dahyun, Momo, Tzuyu e Jeongyeon viam uma série chamada My Holo Love, Sana havia saído com sua amiga Eunha, Mina estava no quintal praticando alguma passos de balé e como já prontamente foi dito Nayeon e Jihyo haviam saído com as Kim's para mostrar mais da cidade para as novas moradoras.


Notas Finais


Vocês tem alguma teoria ou crítica a fazer? Espero que estejam gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...