1. Spirit Fanfics >
  2. OUR SUMMER; minjoon >
  3. Vista para o mar

História OUR SUMMER; minjoon - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Vista para o mar


Fanfic / Fanfiction OUR SUMMER; minjoon - Capítulo 2 - Vista para o mar

A casa de Jieun era cheia de plantas e flores. A decoração era rústica e bem confortável, com móveis de madeira, e paredes com quadros pintados com paisagens de diferentes partes do mundo. Tudo aquilo tinha um clima exótico, que combinava bem com a personalidade de Jieun. IU, como era seu apelido, era uma chefe de cozinha muito aventureira. Assim que se formou em gastronomia pela Universidade de Daegu, viajou sozinha para vários lugares do mundo, e trabalhou em diversos restaurantes. Ela criou um gosto especial por sobremesas, especialmente sorvetes. E quando cansou de viajar, decidiu se mudar sozinha para a praia e abrir uma sorveteria. Ela era um espírito livre.

Jieun estava lendo um livro deitada na rede de sua sala de estar, quando ouviu um barulho alto no corredor que dava passagem da sorveteria ao estoque de sorvetes, que era próximo de sua cozinha.

- O que foi que você derrubou dessa vez, Jungkook? Meu deus, eu vou descontar do seu salário de novo!

Levantou e foi até o corredor, para ver que Jungkook novamente havia derrubado uma caixa de sorvetes no chão. Era a segunda vez só naquela semana, ela já havia falado para Jimin fazer essa tarefa, porque apesar de ser muito forte, Jungkook era distraído demais. Kookie fez uma carinha fofa e falou bem docilmente:

- Jieun-sunbaenim.. Me desculpa novamente, por favor não me demita, essa era minha última tentativa!

Ela só o encarou de lado já em direção à sua sala novamente e disse:

- Ok, limpe isso!

Assim que Jieun saiu, Jimin foi até o corredor, começou a rir e ajudar Jungkook a limpar a bagunça.

- Googie, você precisa parar de fazer isso só porque quer ver a chefa... Qualquer dia ela vai te demitir. Imagina só se ela descobre o tamanho do crush que você tem nela, garoto?

Jungkook ficou vermelho.

- Para hyung, por deus! Não fala isso alto que ela pode ouvir.

E os dois ficaram rindo juntos até ouvirem a campainha da casa tocar.

(...)

- Yoongi, meu irmãozinho! Nem acredito que você está aqui, faz quase um ano, como você está hein? Me diz! Me conta tudo...

Jieun falava isso enquanto abraçava Yoongi forte e depois apertava suas bochechas.

- Jiji você fala assim como se fosse minha irmã mais velha, parece que esquece que somos gêmeos!

Yoongi falou rindo, sem jeito com todo o contato fofo de sua irmã.

- Eu sou sua irmã mais velha seu tonto, nasci primeiro!

Namjoon assistia a cena com um sorriso no rosto. Ele conhecia Jieun também, lembrava-se dela e de sua mania de fazer doces na casa de Yoongi durante sua adolescência. Sempre que ia visitar o amigo, ela estava fazendo cookie, bolo, cupcake... Ele achava que ela iria virar confeiteira! De certa forma, virou.

Ele viu então dois garotos de uniformes espiando a cena encostados em uma porta ao fundo da sala. Eles estavam em um uniforme com avental e boinas de cor amarelo, com a escrita "JAMJAM" em preto. Um deles era mais alto, com cabelos vermelhos e olhos infantis curiosos. O outro, era baixinho, loiro, com os fios um pouco mais claros que o de Namjoon. Quando olhou para o mais baixo, Namjoon ficou preso... Sentiu um calor. Aquele garoto tinha um olhar penetrante demais.

A troca de olhares foi interrompida momentaneamente quando Jieun tomou Namjoon num abraço, falando com o mesmo ânimo, perguntando como ele estava. Mas ele não estava escutando muito, pois logo retomou o olhar com o loiro que espiava, e que agora sorria para ele.

(...)

- Então me conta Ji, o que está achando de morar aqui em Ulsan? Por que não foi logo para Busan que é maior? Parece que você vive aqui meio isolada da cidade. Já fez amigos? - disse Yoongi, colocando os braços no encosto do sofá

Yoongi, Namjoon e Jieun conversavam na sala de estar. Os dois se sentavam no sofá espaçoso cor de limão, enquanto Jieun se sentava na poltrona branca ao lado dos dois. Eles bebiam um suco detox que ela havia feito, com limão, gengibre, hortelã.. Ela amava essas coisas.

- Ai Gi, eu estou amando aqui, mas confesso que às vezes me sinto sozinha... Estou aqui há alguns meses só, então conheço o pessoal local, mas nada muito profundo. Tenho meus dois funcionários, o Jimin e o Jungkook, e eles me divertem bastante, para ser sincera. Acho que posso considerar que são meus amigos, apesar de saber que Jungkook morre de amores por mim mas acho que é coisa de criança..

- E quem não morreria, né, Ji? Com essa beleza toda aí.

Namjoon disse. E os três riram. Então ele continuou:

- Eu to admirado com essa casa! É tudo tão a sua cara... As plantas, os quadros, os livros de doces. Esse sorvete que você faz é uma receita especial?

Jieun fez uma expressão toda orgulhosa.

- Sim, é especial.. Não vou revelar meu segredo. Ele é vegano, e eu faço de diversos sabores inusitados, faço também algumas misturas... Tem feito muito sucesso por aqui, por isso até que contratei os dois... Mas enfim, vocês devem estar cansados, né? Vou mostrar os quartos de vocês.

A casa era grande, havia 3 quartos. Namjoon ficaria em um só para ele, que já estava mobiliado com algumas plantas, e uma cama palete. Havia uma varanda grande de frente para a praia, com duas cadeiras e uma mesinha. Jieun disse a Namjoon que o deixou com o quarto com a melhor vista, já que Yoongi disse que ele estava passando por momentos difíceis, sem mais detalhes.

Ele estava agradecido por estar ali. E depois que Jieun o deixou sozinho, ele foi até a varanda. Fechou os olhos e respirou fundo. Ele já se sentia mais aliviado. Pensou nos olhos do garoto que espiava na porta... Ele já estava imaginando coisas em sua cabeça quando Yoongi tocou em seus ombros e ele se virou assustado.

- Calma Joonie! Só vim ver se você está bem... O que achou do lugar?

Falou isso enquanto entrava na varanda e se sentava em uma das cadeiras que havia lá. Namjoon sentou na outra. Yoongi acendeu um cigarro e ofereceu a Namjoon, que recusou.

- Não conte para a Ji que estou fumando se não ela fica doida... - disse Yoongi, já tragando o cigarro.

Namjoon riu.

- Não vou contar mas eu mesmo vou te dar broncas... Você deveria tentar parar, pelo menos enquanto a gente tá aqui. Aí quem sabe nós dois não melhoramos de nossos vícios.

Yoongi olhou para ele.

- Justo, vou tentar. Mas então me conta... O que achou daqui? E acha que não vi sua troca de olhares com o Jimin, hein? Ele é bonitão, você deveria tentar... - disse Yoongi, enquanto soltava a fumaça de seus pulmões.

Namjoon xingou baixinho.

- Aish, lá vem você... Vim aqui pra descansar, nem vem tentando me arranjar pras pessoas. Eu adorei aqui. O verão começa amanhã, né? Acho que a gente devia ir no mercado porque eu não trouxe repelente, e esse tanto de planta aqui atrai inseto eu tenho certeza.

Yoongi segurava o cigarro, olhando para o mar. Olhou para Namjoon e voltou a falar:

- Sim, vamos... E como você está se sentindo? Parou de stalkear a Jihyo no insta??

Namjoon suspirou.

- Estou tentando. Acho que vou ficar sem celular por um tempo, vontade de jogar esse aqui lá no mar... Estava pensando, e acho que eu não gosto mais de Jihyo de uma forma romântica, o que quero é que ela seja feliz. Mas é difícil aceitar tudo o que aconteceu. Estávamos noivos há 4 anos, e de repente ela me dá um pé na bunda e começa a namorar outro? O que tinha de errado comigo? Ela nunca me disse.

Yoongi olhou o amigo com preocupação.

- Términos de relacionamento são mesmo complicados, Joon. Lembra quando eu terminei com o Hoseok? Eu também me sentia assim.. Até hoje me sinto, de certa forma, e já faz 2 anos. Mas deixe que novas perspectivas tomem sua mente, sabe.. Aceite que é assim que se sente hoje, mas amanhã isso pode mudar. Vai mudar, eu tenho certeza. E a Jihyo.. Você sabe, ela e o Daniel têm essa historinha desde a infância, não acho que o problema foi você. Às vezes a história tem um peso maior.

Namjoon ouvia aquilo olhando para a praia, para o mar, refletindo nas palavras do amigo. Yoongi levantou.

- Bom, Joon, eu vou tomar um banho, depois vamos ao mercado, ok? Já volto, toma seu banho também.

Passou a mão nos ombros do loiro, e então saiu.

Namjoon assentiu, continuou olhando a praia, passou os dedos em seus lábios. Deixando que novas perspectivas tomassem sua mente.

(...)

A sorveteria havia fechado. Jimin e Jungkook se preparavam para ir embora, do lado de fora. Jimin pendurou seu capacete e sua jaqueta nos braços.

- Jungoo, quer uma carona?

Jungkook negou.

- O chato do Taehyung disse que ia me buscar. Aceitei porque ele mora mesmo perto da minha casa, e eu posso aproveitar um pouco do interesse dele, né? Não estou sendo uma pessoa ruim, não é?

Jungkook falava mais para si mesmo do que para Jimin. Fazia uma cara infantil olhando para o nada. Jimin riu.

- Não sei, ué.. Acho que não. Ele te enche o saco demais.

Jungkook sorriu.

- E você hein, hyung? Aquele bonitão amigo da chefinha que chegou hoje.. Ficou olhando pra ele que eu vi. - Jungkook falou dando tapinhas nos ombros de Jimin.

- Ei... Olhei mesmo, não sou cego. Ele é uma perdição mesmo, meu deus.. Aquelas coxas, e os braços.. - ele falava enquanto representava a grossura com suas mãos - E ele estava de bermuda e boné ainda, argh... Mas você sabe que eu gosto de olhar assim só pra ver a reação da pessoa, acho engraçado. - Jimin fez um bico.

- Sei não hein, hyung.. Vai que tem um amor de verão vindo por aí pra você. - Jungkook ria e provocava o amigo.

Jimin fechou a cara e ficou desconfortável.

- Não tem Jungkook... Eu não amo ninguém. Bom, eu vou indo, até amanhã, se cuida lá com o Taehyung, não deixa ele te atazanar muito se não ele fica vindo mais aqui na sorveteria e ninguém consegue trabalhar enquanto ele quer bater papo.

Jimin subiu em sua moto, vestindo sua jaqueta de couro e capacete. E partiu para a casa.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...