1. Spirit Fanfics >
  2. Outbreak >
  3. Volume 1 - Capítulo 1.1

História Outbreak - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


mais uma obra prima

Capítulo 2 - Volume 1 - Capítulo 1.1


Fanfic / Fanfiction Outbreak - Capítulo 2 - Volume 1 - Capítulo 1.1

Eu abro a porta do armazém rapidamente e a fecho atrás de mim, tomando um tempo pra respirar depois de correr tanto. "Emma, eles tão lá fora?" David me pergunta, percebendo que eu cheguei. "Sim, e tem muitos, a gente vai ter que dar um jeito de ir embora por outro lado, mas vai demorar um dia a mais pra voltarmos pra base." Relato olhando pro grupo sentado ao redor de uma pequena fogueira, o Peter, encostado na parede pensando que nem sempre, o já mencionado David e o seu irmão mais novo, James. 
         "Um dia é muito tempo, a gente vai ter que acelerar se não quisermos perder esse bando." David diz enquanto apaga a fogueira e ajuda o seu irmão a levantar. "É muito arriscado, se virem a gente já era, é melhor esperar." Digo tentando acalmar ele.
      Ele me ignora e passa reto por mim, abrindo a mesma porta pela qual eu cheguei, por trás dele vem James. "Não tenta questionar ele Emma, é melhor." Ele diz, seguindo o irmão mais velho. Eu me irrito um pouco, mas ignoro para não causar nenhuma confusão e vou até Peter que está se preparando. 
       "'Cê tá bem? Tá pensando mais do que o normal recentemente." Pergunto preocupada, ele é quieto normalmente, mas esses tempos ele tá mais distante. "Ahn? Ah, sim, tô bem sim, é só que..." Ele diz e pausa um tempo. "Só que o que?" Tentou continuar o raciocínio dele. "Essa parada de matar infectados não faz sentido, eles não matam ninguém." Ele afirma e antes que eu possa falar algo ele continua. "Esquece, ser infectado é horrível, você já disse, desculpa." Ele diz exatamente o que eu tava pensando e vai embora com os outros. 

  

30 minutos depois. 
       Andando pela floresta e seguindo o caminho de volta pro abrigo, a gente se depara com uma casa abandonada e damos uma olhada ao redor pra ter certeza que não tem nenhum infectado ou sobrevivente hostil por perto, depois de garantir a segurança o James entra lentamente pela porta da frente e vemos uma mulher jogada no chão com os olhos arrancados e a boca costurada, mas ela ainda estava viva, provavelmente infectada. 
      Sem dizer nenhuma palavra, James dá um tiro na cabeça dela. "Que merda, por que caralhos alguém faria isso?" Peter pergunta enojado. "Provavelmente alguém que não queria matar esse infectado e preferiu deixar ele sofrendo." James responde enquanto analisa o corpo da mulher, ela estava extremamente magra e com cortes pelo corpo, além dos ferimentos óbvios no rosto. 
       "Peter, vai olhar o banheiro, Emma, vai olhar os quartos, James cuida daqui da sala e eu vou olhar os outros cômodos." David ordena enquanto se dirige até a cozinha. Depois de alguns minutos ouço Peter saindo do banheiro e saindo pela porta dos fundos, então eu decido seguir ele. 
        Sigo ele por um tempo até ele parar e apontar a arma para um infectado, uma criança infectada, mas ele não consegue puxar o gatilho. Me aproximo dele, o reconforto e ajudo a puxar o gatilho, antes que possamos falar qualquer outra coisa ouvimos os rádios ligando e James falando. "Infectados em patrulha ao redor da casa, voltem pra cá agora"


Notas Finais


obrigado aos dois leitores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...