História Outono e Primavera - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Fluffy, Hwang Hyunjin, Hyunin, Stray Kids, Yang Jeongin
Visualizações 141
Palavras 2.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellos, é a vana♡

Pessoal, vão dar view em MY PACE em! Maior hinao de todos.
(Alguém diz para o stray kids que eu sou uma stay cardíaca, porque eles não tem limites)

Bem, até alguma hora ♥ desculpem algum erro, bjao e saranghaeyoo! ♡

Capítulo 2 - Capítulo dois


Outono se encontrava sentado na mureta da entrada da faculdade sozinho observando e esperando por Yang Jeongin. Bom, fora ser esse nome que ele leu da carteira do garoto, já que a bisbilhotou até de avessos.

Com sua mochila nas costas e balançando seus pés freneticamente de um lado para o outro, como habitualmente, ele suspirava com a carteira em mãos. 

E, observava também as árvores floridas e as rosas que enfeitavam o jardim da faculdade. Sendo que, a maioria eram orquídeas. O lembrando o motivo de não ser chegado na estação primavera. 

Dado que, ela enaltecia a vida, a harmonia e o clima fresco. E mesmo a estação outono também ter o clima fresco, acabava por ser o contrário de primavera, só possuindo folhas secas e mortas, tudo sem vida e triste. Isso, pelo menos para Hyunjin era assim e ele sentia aquela invejinha de primavera por ser tão contagiante e possuir aqueles olhos brilhantes, além de ser prestativo — fato que lhe intrigava — pois, desde quando primaveras eram prestativas?

A última que ele fora a conhecer, nem chegava perto do feito, no entanto, outono não conhecia aquela que o deixou fascinado e, uma coisa que ele nem sabia ser, era ser — prestativo — mesmo sendo simpático quando lhe dava na telha ou quando lhe interessava ser.

Contudo, saindo de seus desvaneios, acabou por ver o garoto vestido com a mesma blusa azul, só que agora com um boné cinza sobre a cabeça, ao invés do vermelho escuro do dia anterior. Consequentemente, não pensou duas vezes e desceu da mureta indo correndo até o mesmo.

— Você esqueceu isso comigo — Chegou de supetão tocando no ombro do calouro, fazendo-o dar um sobressalto assustado. E, em seguida mostro-lhe a carteira a estendeu para que ele a pegasse. 

Primavera ficou vermelho de vergonha, mas se conteve desta vez — Desculpa — Disse baixinho e sorriu sem graça — Eu ainda fiquei o criticando por esquecer a sua carteira, nossa me desculpa mesmo.

— Ah tudo bem Jeongin, mas... porque sumiu daquele jeito?

O Yang o olhou surpreso; Como que outono sabia seu nome, afinal? Mas, ao encarar a carteira em suas mãos, teve sua pergunta respondida. Obviamente Hyunjin deu uma olhadinha em sua carteira, pensara. 

— É que eu fico sem graça perto de veterano, sabe? Piorou ainda quando este é bonito.

E se outono não estava corado antes, agora ele estava. Sorriu forçado se sentindo um pouco desorientado. 

— Omo! Não fale isso não, pois quem fica sem graça sou eu... — Disse timidamente.

...E, quem é bonito aqui é você! Quis completar a fala, mas desistiu fitando os olhos cor de mel de primavera.

Jeongin começou a passar suas mãos uma nas outras, vendo os poucos minutos em silêncio que sucederam após elogiar outono. 

O outro por sua vez, segurava a alça de sua mochila se balançando fraco de um lado para o outro, tentando esconder remotamente os vestígios de sua ansiedade. Pois, ele ficava todo sem graça com elogios, mesmo que fosse elogiado por todos a sua volta quase sempre. 

Outono sempre ficava sem jeito com primaveras; e primavera sempre ficava sem jeito com outonos.

Por fim, após cinco minutos parados somente se encarando ou encarando outro rumo, Hyunjin decidiu quebrar aquele gelo que se formou entre ambos, sorrindo simpático para Jeongin. 

— Bem, vamos entrar que daqui a pouco o sinal bate.

Jeongin assentiu. 

Estava cansado de sempre ficar sem graça na frente dos veteranos. Havia se passado três meses que iniciara seus estudos na faculdade e já se encontrou com os veteranos Bang Chan e Lee Minho, o casal de namorados mais famosos dali que o ajudaram à se estabelecer na faculdade. Claro, que eles foram simpáticos com primavera, mas como são veteranos de engenharia da computação, o mesmo ficou sem graça, como sempre e fugiu deles; como o diabo foge da cruz.

E como dito, primavera não era igual as suas irmãs de estação. Visto que era tímida por demais. 

Andando um do lado um do outro, passaram pela entrada seguindo até os corredores das salas do departamento de música e pararam, por Hyunjin lhe impedir de seguir.

— Queria saber se você não quer ir tomar sorvete comigo hoje?

Primavera sorriu, gentilmente e ao mesmo tempo, surpreendido. 

— É sério? — Indagou curioso. 

— É sim! Esqueceu que lhe devo o sorvete lá e eu até que te pagaria, mas acho que não custa lhe comprar um sorvete, assim pelo menos a gente conversa.

Sentido seu coração se florescer, primavera aspirou fundo. 

— Isso é verdade — Disse achando a idéia de outono muito boa — Vamos hoje então.. a tarde.

— Ok, no mesmo lugar certo? Aí eu lhe compro um sorvete para compensar o que voc... 

— ... Comprar o que? — Verão chegou todo sorridente se intrometendo entre outono e primavera. Havia escutado o final da conversa e, claro que como curioso que era iria querer saber mais. Fazendo que, Hyunjin ficasse pálido no mesmo instante.

O mesmo começou a pensar que era melhor ter deixado quieto a parada do sorvete.

E, primavera sentiu uma bela floricultura se desenvolver no interior de suas bochechas, estômago e coração. 

— Não é nada Felix! — Hyunjin lhe fuzilou com o olhar rezando para que verão sumisse dali.

— Ah mas, deve ser algo — Olhou malicioso para outono e em seguida para primavera — Oi, pequeno príncipe.

Jeongin sorriu tímido ao ouvir ser chamado daquela forma. E curvou-se diante do veterano apressadamente. Pensou em fugir como havia feito nas vezes que se encontrava com veteranos, porém Felix impediu-o de traçar a trajetória mais rápida.

— AI MEU DEUS! — Felix exclarou dando pulinhos — Que garoto mais fofinho! — E não se conteve, acabando por apertar as bochechas de primavera. Este que ficou mais do que sem graça, se limitando a sorrir mesmo que o aperto doesse um pouco. 

— Aish Lee! Você está deixando ele sem jeito — Bufou Hyunjin, indignado com o surto de fofura de verão que apertava as bochechas rechonchudas de Jeongin. 

Outono só queria que o mesmo sumisse e os deixasse marcar o horário certinho de ir tomar o sorvete, mas Felix parecia não se importar com o olhar mortal de outono, dando de ombros e sorrindo feito bobo para primavera.

— Aigoo Hyunjin-ah, me deixe, olha que rostinho de bebê que ele tem — Pegou a mão do Hwang inesperadamente e o fez tocar no rosto de primavera, que arregalou os olhos e deu um tapa em verão que o soltou — Sentiu a pele de bebê que ele tem? Vontade de ficar alisando o dia inteiro.

Hwang pôs a mão em seu rosto o tampando, sentindo-o esquentar de vergonha. 

Alisando, sei!, quis dizer, mas travou sua língua antes que piorasse o constrangimento que Felix lhe fazia passar na frente do calouro. 

Enquanto isso, verão continuava apertando as bochechas de Jeongin que estava visivelmente corado, e não conseguia pronunciar um "a" de tão envergonhado que se encontrava. 

Realmente quando o Lee queria, era muito encherido, escandaloso e principalmente inconveniente. 

— Vocês formam um casal de namorados tão bonitinhos — Felix se aproximou de Hyunjin e apertou a bochecha dele junto da de Jeongin, todo empolgadinho por os achar fofos juntos. E, mesmo que Hyunjin tentasse dizer que não eram nada demais, para verão eles tinham algo. 

Porque, mais teimoso que verão, só inverno. 

Consequentemente, outono ficou vermelho como um pimentão e mudou o foco de seu olhar que estava em primavera para o chão cimentado da faculdade. 

Desvinculou-se de verão, antes que o estrangulasse e se tornasse um assassino. Engoliu em seco pensando que nada podia piorar e foi aí que, repensou novamente. 

— NAMORADOS? EU NÃO ACREDITO QUE NOSSO HYUNJIN CRESCEU, LIX — E, outono e primavera ficaram estáticos. 

Dado que, a pessoa que gritou aquilo fez com que todos parassem o que faziam e prestassem atenção neles. Começando a cochichar sobre o assunto "namorados". Pois, ninguém via outono andando pela cidade, a não ser quando ia para a faculdade ou estava na famigerada sorveteria. 

Todos o achavam muito belo e uns e outros ainda até se arriscavam a conversar ou galantea-lo, afim de conquistar seu coração. Contudo, outono nunca se rendia, conseguia alguma maneira de despistar à todos. Em razão de que, seu coraçãozinho só tardia a voltar a vida quando seus olhos batiam em alguma das irmãs primaveras e isso não funcionava com as demais estações.  

Portanto, Hyunjin deu um tapa em sua própria testa frustrado por ter amigos tão escandalosos e desnecessários. Agora seria o centro das atenções, coisa que já era sem fazer muito esforço. 

Ele se virou vendo o Seo e praticamente berrou consigo, antes que ele continuasse a falar asneira.

— CHANGBIN FICA QUIETO!

— Aigoo Hyunjinnie! — Inverno disse fingindo estar triste e abraçou verão aos risos, pois ele só ria quando o via e encarou primavera, e depois outono — 'Tá com vergonha, é? — Estendeu seu braço para dar um tapinha no ombro de outono. Este que desviou-se prevendo o que ele faria.

— Iti malia, está coradinho por termos descobrido seu namorico.

— Foi o que eu disse, Binnie-ah, mas ele insiste que não e o neném aqui — Olhou para primavera — Só sorri sem jeito, aí aí acho que eles estão marcando um encontrinho.

Verão começou a fazer caras e bocas de forma fofa, demonstrando que estaria disposto a vê-los juntos. Mas o que verão queria mesmo é ter outro casal perto de si para marcar aqueles programinhas de casais; meigos.

Outono revirou os olhos, visivelmente irritado com os amigos.

— Não somos nada, eu já disse! E ontem ele me comprou um sorvete por eu esquecer minha carteira e hoje eu estou indo devolver o favor... então será que dá para vocês pararem, por favor? 

Verão e inverno riram com o nervosismo do Hwang e assentiram. Por outro lado, Jeongin que observava mais do que envergonhado e corado, não conseguia pronunciar um "a" para se defender ainda e talvez, aquilo fazesse verão e inverno acharem mais ainda que os dois fossem namoradinhos, decidiu-se então que deveria se pronunciar. 

— Ele está falando a verdade, não somos nada, foi um mal entendido — Jeongin disse timidamente entre os veteranos que o encararam. 

No entanto, se primavera fosse falar o que pensava, diria que estava mesmo é cem por cento rendido aos encantos de outono. Como sempre ficava com está estação caótica e deslumbrante.  

Porém, ele não era do tipo que falava essas coisas assim mesmo deixando sua boca sem querer, querendo, elogiar outono mais cedo.

— Não está mais aqui quem falou —  Felix deu de ombros — Mas que vocês são uns chuchuszinhos juntos, ah vocês são! — Disse e saiu correndo pelo motivo que sabia que Hyunjin iria o queimar vivo. 

E, mesmo que ele fosse quente como a estação verão, morrer queimado não estava em seus planos, a não ser que fosse morrer congelado com o corpo de inverno sobre si. Bem, aí isso sairia como outra coisa, ao invés de morte.

Hyunjin ficou roxo de vergonha e sem chão para encarar Jeongin. Já que além de Changbin anunciar para Deus e para o mundo que ele e Jeongin eram "namorados", ainda ficou dizendo que outono virou mocinho. Como se outono nunca tivera namorado na vida, coisa que ele já havia.

Mas, para Felix e Changbin o Hwang era um bebê e sempre seria um, por ele até antes de namorar ser muito inocente e agora vendo-o junto de Jeongin a conversar, não conseguiam disfarçar a empolgação.

Inverno saiu junto de verão deixando outono e primavera sem palavras. 

Ambos ficaram sem graça e sem se encararem por um certo tempo, até que dessa vez primavera resolveu quebrar o clima estranho que se formou.

— Seus amigos são bem como posso dizer, agitados.

— Desculpa mesmo, Changbin não é assim, mas quando está com o namorado fica cheio de graça — Disse, passando as mãos sobre seus cabelos tentando tirar o nervosismo de si.

Jeongin apenas sorriu, indicando com a mão que iria para sua sala antes que as flores de seu estômago saissem pela sua boca. 

— Até mais tarde, veterano. 

Hyunjin se derreteu por dentro vendo o sorriso e os brilhos de primavera, e mesmo que tentasse odiar aquela estação, não tinha como fugir do encontro da sorveteria e muito menos dos encantos daquele garoto.

Sentiu o ar de seus pulmões se sucumbirem quando o outro o olhou algumas vezes enquanto seguia para sua sala.

E até mesmo chegou a pensar que, Jeongin é mesmo um neném, mas fez cara de egípcia e se virou para o outro lado, seguindo até a sua sala ignorando os olhares dos curiosos que presenciaram aquele momento. 

Assim que adentrou em sua sala, a primeira coisa que Hyunjin notou for ver Changbin rindo junto de Kim Woojin, e foi aí que sorriu maléfico pensando nas maneiras possíveis de aniquila-lo.

E principalmente, aniquilar Lee Felix. 

Em virtude de que estava tão envergonhado que se duvidasse, se tornaria um inverno sem fim realmente e transformaria o casal de amigos em blocos de gelo com um estalar de dedos.


Notas Finais


Infelizmente posso dizer que tenho amigos tipo os changlix, só passo vergonha velho. Triste :(

Mas, a gente segue né?
Bjaaao e saranghaeyoo!!! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...