1. Spirit Fanfics >
  2. Outro mundo >
  3. A garrafa

História Outro mundo - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bem... essa historia eu criei quando era bem pequena e depois fui modificando algumas coisas, hehe. Espero que gostem:3

Capítulo 1 - A garrafa


Fanfic / Fanfiction Outro mundo - Capítulo 1 - A garrafa

Eu estava sentada em um toco de madeira, no jardim de minha casa, olhando os desenhos feitos em giz mês passado em uma das enormes paredes que cercam minha casa, ja que a cada vez que minha casa era assaltada, meus pais aumentavam um tijolo de altura.

Os desenhos em giz ja estavam desbotados, meio apagados pelo tempo, apesar de terem sido feitos apenas há três meses. Lembro-me que eu e minha prima estávamos compedindo de quem faz o melhor desenho,porém os meus palitinhos não eram páreos para os desenhos bem elaborados dela, e claro, eu estava perdendo. Mas fui salva pela minha mãe, que apesar de ter me batido depois, interrompeu a nossa última partida e não tive que sofrer uma humilhação de 7x0 pra ela.

Aqueles desenhos me faziam pensar bastante, e para mim a vida era como esses desenhos de giz, apagando-se aos poucos, assim como os mortos, que algum dia ja foram lembrados fervorosamente nas memórias das pessoas que os conheceram. Isso é meio triste, mas... no que eu estava pensando mesmo?

-Prima?

Que susto porra. Devo ter xingado mais uns dez palavrões naquele momento mas não seria legal falar aqui.

-O que foi Lubri?

Tecnicamente o nome da minha prima é Vitória, mas a apelidei carinhosamente de Lubri, porque, quando era pequena, Lubri achou no quarto dos meus avós um saquinho de lubrificante e me mostrou, e eu, meio nervosa, disse que aquilo era um creme de passar no rosto para deixar ele mais "macio". Duas horas depois a achei com o saquinho de lubrificante aberto e o conteúdo de dentro espalhado por todo o seu rosto. Pena que não tirei uma foto do momento, e ela não sabe até hoje do porque a chamo assim.

- Você não faz ideia do que eu achei no quarto dos seus pais.

Arregalei os olhos, eu realmente esperava que não fosse outro saquinho porque minhas desculpas sempre resultavam em merda acontecendo, e eu estava em paz demais hoje. Ela ficou me olhando buscando alguma curiosidade no meus olhos, mas só o que encontrou era o meu profundo desespero. 

- Vamos!- ela finalmente disse.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...