1. Spirit Fanfics >
  2. Over Again- Imagine Im Jaebum >
  3. Seu coração parecia um espelho do meu... em pedaços.

História Over Again- Imagine Im Jaebum - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


OIiiiiiiii
Gente me desculpa a demora para atualizar a fic.
Eu tinha escrito um capítulo enorme e muito melhor do que esse e meu computador não salvou, então eu tive que reescrever tudo de novo.
mas ainda sim espero que gostem.
See u
~Whitelies

Capítulo 6 - Seu coração parecia um espelho do meu... em pedaços.


Fanfic / Fanfiction Over Again- Imagine Im Jaebum - Capítulo 6 - Seu coração parecia um espelho do meu... em pedaços.

Querido Jaebum, em todos os anos que passei longe, por muitas noites permaneci em claro tentando entender como as coisas terminaram assim.

Eu não iria ceder e muito menos você, então como consequência tudo de incrível que a havia entre nós cedeu.

Você lembra do meu último aniversário no ensino médio?

Bom, hoje cheguei a conclusão que esse foi o momento crítico em nossa amizade em que acabamos com tudo, cegos por nossos egos enormes e corações transbordado com o orgulho.

Nunca mais comemorei meu aniversário novamente, a alegria dessa data parece ter ido embora junto com você.

Somos tolos...

Sempre achamos que vamos ter mais tempo.

E ai, o tempo acaba.

Busan – Coreia do Sul

7 anos antes

Kim SoYoung pov.

Essa era uma manhã ensolarada. Pela primeira vez desde que eu conseguia me lembrar, não estava chovendo no meu aniversário.

Eu me esforçava ao máximo para prestar atenção na aula, mas a luz do sol refletindo no quadro atrapalhava minha visão e os alunos na aula de educação física gritavam tão alto do lado de fora que eu simplesmente desisti, larguei meu lápis sobre a mesa e fiquei olhando para minhas cutículas pelo restante da aula.

Quando o sinal para o intervalo tocou eu não estava animada -o que era anormal considerando o quanto eu amava o dia do meu aniversário- Min e Seunghee até tentaram me convencer a ir para o refeitório mas eu só queria ficar sozinha, elas me entenderam.

Caminhei até as escadas que davam para o telhado, eu sabia que não haveria ninguém lá, aquele espaço permanece trancado, mas eu e Jaebum conseguimos a chave quando fizemos amizade com o zelador na oitava série.

Por falar em Jaebum, não conversamos a pouco mais de um mês, passei duas semanas tentando conversar com ele e lhe explicar tudo, mas ele apenas me ignorou, foi tão humilhante que eu desisti de tentar. Ele está bem com seus amigos e com a namorada, percebo agora, que já não sou mais necessária na sua vida e estou tentando lidar com isso, porque não é fácil perder seu melhor amigo da noite para o dia, não é fácil ter de se acostumar a fazer sozinha tudo o que antes fazia com ele.

Eu mudei tanto da garota que era no inicio desse ano que mal me reconheço agora. Minha mãe diz – e é provável que tenha total razão – que é normal que uma pessoa mude, ninguém permanece o mesmo para sempre. O problema é que eu sinto falta daquela Soyoung, tudo o que ela representava, era e tinha. É como se eu tivesse me afastado de mim mesma e agora não há como voltar atrás.

São sentimentos estranhos esses, mas tenho certeza que posso passar por isso, no final tudo vai ficar bem.

Ainda sim... feliz aniversário para mim, para a garota que eu era e para a que eu estou me tornando.

Respirei fundo enxugando as lágrimas que escorriam por meu rosto. Eu nem havia percebido que estava chorando, com certeza meus olhos estavam inchados e vermelhos, eles sempre ficam assim quando eu choro, então eu preciso me acalmar e dar um jeito nisso, não quero que todos me vejam assim quando o sinal tocar.

-So... -Senti alguém tocar em meu obro e me virei rápido -devido ao susto- na direção daquela voz que eu conhecia bem. Jaebum me encarou por alguns segundos antes de continuar. -Você está chorando?

-Não é nada. -Falei na defensiva, me esquivando de forma grosseira de seu toque.

-Olha, sei que você tem todo o direito de estar brava comigo...

-E eu tenho mesmo. -Cortei a fala do mais velho. Eu não sabia porque estava agindo dessa maneira, mas era bom poder dispersar na forma de raiva um pouco do que eu guardava para mim o tempo todo.

-Sei que o que fiz não foi certo. -Ele continuo, eu conseguia perceber em seu olhar que ele estava preparado para aceitar qual quer que fosse minha reação -Olha, eu venho tomando péssimas decisões nos últimos meses, a pior delas é o que eu estou fazendo com você. Eu vou entender se quiser me odiar, me bater, se não quiser falar comigo, mas eu preciso me desculpar. Fui um péssimo amigo, é seu aniversário e você está aqui sozinha quando eu deveria estar aqui com você, eu deveria estar do seu lado sempre.

- Por favor Jaebum. Você acha que é só vir até mim, fazer um discurso bonito e tudo fica bem? – Perguntei abalada, percebendo novas lágrimas se formando em meus olhos. – Você sabe como foi humilhante para mim ficar correndo atrás de você tentando lhe explicar sobre a bolsa de estudo?

-Eu...- O moreno começou a falar, mas eu não permiti que ele o fizesse.

-Olha... Tudo bem para mim você ficar com aquela garota, se ela te faz feliz ótimo, não me importa o quanto ela me odeia. Tudo bem para mim você passar tanto tempo estuando e fazendo atividades extracurriculares para entrar em uma boa universidade porque esse sempre foi seu sonho. Tudo bem para mim que você passe mais da metade do tempo que passava comigo com sua namorada, afinal eu sou só a melhor amiga, ou ao menos era. Mas o que você fez comigo, nem deixou que eu me explicasse, se você soubesse como me senti, se você soubesse tudo o que eu estou sentindo. Eu tenho tantos sentimentos guardados dentro de mim que posso explodir a qualquer minuto e a única pessoa para quem eu quero contar e que pode me ajudar a resolver isso é você. Só que você não tem mais tempo para mim. E tudo bem também. -Falei e comecei a andar até as escadas que me levariam de volta aos corredores da escola. Eu sabia que o sinal que finalizava o recreio soaria a qualquer minuto.

-SoYoung. -Jaebum me segurou pelo punho de maneira suave. -Por favor, sei que podemos resolver isso.

Eu estava ficando maluca ou aquilo em seus olhos eram lágrimas? 

O que quer que fossem não mudavam a forma com que ele havia agido.

-Não, não podemos não. -Respondi afastando sua mão. -Acho melhor seguirmos em frente sozinhos, obrigada por todos os anos bons, mas parece que nossa amizade termina aqui.

Busan – Coreia do Sul

Dias atuais.

Kim SoYoung pov.

Me lembro daquele dia como se tivesse acontecido ontem.

Quando lhe dei as costas e refiz o caminho que havia me levado até o telhado, voltando para a sala de aula enquanto você permaneceu lá. E eu nunca vou me esquecer do seu olhar naquela hora Im Jaebum, como se o chão tivesse fugido de seus pés.

Naquele momento eu percebi que não existia um final feliz para nossa história, estávamos fadados ao fracasso desde o momento em que sentimos algo um pelo outro pela primeira vez.

Seu coração parecia um espelho do meu... em pedaços.

Ainda sim. Peço toda noite que o destino nos permita ter um final feliz.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...