História Over Again (Larry Stylinson) - Capítulo 19


Escrita por: e Victoriaaxl

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Harry Styles, Justin Bieber, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Michael Clifford, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Larry Stylinson, Larrystylinson, Mpreg, One Direction, Yaoi
Visualizações 86
Palavras 1.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui quem vos fala é efyoda.
Demorou? Demorou mas chegou!

Capítulo 19 - Foi amor?


Fanfic / Fanfiction Over Again (Larry Stylinson) - Capítulo 19 - Foi amor?

Pov's Louis.

As dores que eu sentia no meu ventre estavam insuportáveis, eu sentia que poderia desmaiar a qualquer momento.

Eu e Anne estávamos em um táxi e o mesmo chegou bem rápido no Hospital. Eu estava sem forças até mesmo para andar direito mas com a ajuda de Anne chegamos no Hospital e logo fui atendido e posto em uma maca.

O médico me fez fazer alguns testes e me deu alguns remédios, a dor foi diminuindo aos poucos mas eu continuava com medo. Aquilo não era normal, eu não estava perto de entrar em trabalho de parto, não tão cedo! E mais do que tudo, eu só queria que o Hazz estivesse comigo agora…

_ Anne, cadê o Harry? Ele já devia estar aqui… Preciso ligar para ele, eu preciso…

_ Calma Louis, ele está no trabalho, assim que você começou com os exames eu liguei para ele, o Harry já deve estar chegando querido _ Anne sorriu doce e segurou firme minha mão, ela era como uma mãe para mim também.

Algum tempo depois o médico voltou com o resultado dos exames, eu logo fiquei ansioso com medo do que poderia estar naqueles papéis. Ele estava sério demais para trazer boas notícias.

_ Louis, o que você teve não foi tão grave, foi um alarme falso, mas poderia ter sido um aborto espontâneo _ Me senti aliviado mas ao mesmo momento meu coração falhou, eu poderia não ter mais minha filha agora…

_ Mas então doutor, o que foi que eu tive? E por quê? _ Eu estava suando um pouco.

_ O que você teve, em alguns casos, na gravidez é até comum, isso foi provavelmente por conta de estresse, você deve evitar irritações para o seu bem e pelo bem da sua filha.

_ Ah, está bem, eu vou fazer isso. eu posso ir para casa agora então? _ Perguntei esperançoso, não via a hora de ir para casa e comer minha pipoca.

_ Não, o senhor vai ter que passar alguns dias aqui em observação, não se preocupe, é só por precaução para o caso de você voltar a sentir mais dores.

_ Entendi … _ Pelo visto eu não ia comer pipoca por um tempinho.

Pov's Harry.

Cheguei apressado no Hospital, eu precisava ver Louis, eu estava com tanto medo… Assim que recebi a ligação de minha mãe abandonei tudo no trabalho, depois eu me resolveria com o chefe, o mais importante agora são Louis e minha filha!

Passei facilmente pela recepção e corri para o quarto que o Louis estava, lá o encontrei em uma maca com uma carinha emburrada e minha mãe ao seu lado com um leve sorriso no rosto. Estava tudo bem então?

_ Meu filho, finalmente! _ Minha mãe grita.

_ Harry, achei que não viria… _ Louis falou meio melancólico e eu me apressei em ficar ao seu lado e depositei um beijo em sua testa, ao olhar para o criado mudo ao lado da maca vi alguns comprimidos.

_ Claro que eu viria Lou, vim correndo para cá… Mas então, o que houve? Por que precisou tomar esses remédios?

_ Ah Hazz, o médico disse que não foi nada demais. Eu senti algumas dores fortes no ventre, o médico disse que era por conta do estresse e vou ter que passar alguns dias aqui em observação. _ Louis deu um breve suspiro e voltou a fazer seu biquinho.

_ Entendi… mas o que lhe deixou ficar estressado a ponto de ficar assim Lou? _ Ele se encolheu na cama instantâneamente, tinha coisa ali.

_ Bem _ disse minha mãe se levantando _ vou deixar vocês a sós para conversarem em paz, qualquer coisa vou estar no corredor.

Ela se levantou e se retirou do quarto. Louis pareceu querer se fundir à maca, ele estava evitando me olhar e notei que estava começando a suar.

_ Louis William Styles, pode falar o que foi que aconteceu.

_ Hoje… a Taylor estava falando no colégio com uma garotas, e ela falou que você só havia se casado comigo por obrigação e pressão dos nossos pais. Harry, você… v-você me ama, não é? _ Seu rosto estava trêmulo, mas o meu estava também. Eu senti um vazio se formar em mim, pela primeira vez, comecei a me perguntar realmente sobre isso. Eu realmente amava ele?

_ Louis… eu… _ Eu não conseguia dizer nada. Formular uma resposta para aquilo.

_ Por favor, diz que isso é mentira, me diz que é só mais um comentário de mau gosto. Diga que me ama Hazz… _ Seu olhar estava pesando sobre mim, esperando uma resposta, A resposta.

_ Lou, eu, e-eu não sei… Eu não sei! _ Eu estava nervoso, por que aquilo agora? Estávamos bem, estava tudo bem, mas por que essa pergunta? _ Eu acho que preciso de um tempo Louis…

Ele não conseguiu ter reação alguma além de ficar boquiaberto. Seus olhos ficaram marejados e ele virou o rosto para o outro lado. Eu não ficaria mais tempo ali, sai apressado do quarto, minha mãe me chamou mas eu a ignorei, minha mente estava muito confusa naquele momento.

Eu sempre fiquei confortável com Louis, mas tudo que ele falou me fez duvidar de mim mesmo, duvidar se eu realmente cheguei a amá-lo algum dia e pensando bem acho que não.

Talvez eu tenha realmente adiantado as coisas, eu tinha tantas coisas para viver, tantas pessoas para conviver. Porquê eu havia me prendido ao Louis tal forma?

Olhando-me hoje não me sentia mais confortável, eu estou trabalhando duro por um erro. Não me leve a mal, eu amo muito essa garota que está dentro dele só acho que não devia ter apressado tanto as coisas. Devia ter pensado mais calmamente. Eu só queria poder ter mudado... Ter mudado o meu destino.

Eu estava me formando um garoto rancoroso com minha própria vida, parece que tudo que havia sonhado tivesse acabado ali mesmo.

_ Harry... _ Uma voz veio em meus devaneios. Eu só estava sentado em um lugar qualquer pensando em minha vida.

_ Taylor o que faz aqui? _ Digo arqueado, o que ela fazia naquele hospital?

_ Eu vim acompanhar um tio. Como você está? _ Ela me encara. _ Ah sua cara já diz tudo... Harry, por favor não se desgaste tanto. _ Ela pega em meu ombro.

_ Eu estou aqui para o que você precisar. _ Ela rir sem animo e eu a abracei instantaneamente.

_ Olha porque não vamos sair um pouco? Conheço um lugar ótimo que serve um lanche. _ Ela sorrir.

_ Não sei se devo...

_ Ah Harry você sabe que deve. Vamos? _ Ela me dá sua mão.

Eu decidi que sim, eu iria com ela, tentar me livrar um pouco do peso que eu tinha pela frente.

Então eu pego na sua mão pronto para sair com ela.


Notas Finais


Mais uma vez Taylor espalha, aos poucos, seu veneno. O que será que ela tá planejando?!?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...