História Over Again Second Season - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Nate Maloley
Visualizações 31
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(2/3).

Capítulo 48 - Forty eight


Alina Maloley Pov

   Quando finalizamos a música, os dois vieram até nos e nos abraçaram, Nathan me abraçou forte e sorri ao ouvir "vocês foram maravilhosas e eu sempre estarei aqui para te segurar e apoiar", olhamos para o lado e vi minha bebê chorando abraçada ao Jack.

- Ainda quero saber como conseguiram fazer tudo isso sem que ficássemos sabendo. - Nathan falou em meu ouvido e sorri.

- Os garotos só souberam ontem a noite. - falei e ele riu - Provavelmente iriam dedurar.

- Sammy como sempre ajudando. - falou e ri.

- "Escondi o Bash por quatro anos, consigo esconder as coisas deles". - falei e ele se virou pro Sammy que ria.

- Foi por um bom motivo bro. - Sammy falou acenando.

- Não vou ficar puto dessa vez. - falou e fizeram um toque.

- Milagre. - Sammy zoou.

   Depois de nossa homenagem, nossos amigos também fizeram as suas, dançamos e conversamos. Tudo tinha saído como o planejado e agora tinha chegado a hora do buquê, Kathie se sentou e deixou me deixou responsável por essa tarefa, peguei meu buquê e vi as meninas rirem.

- Fiquei responsável por uma tarefa muito difícil, que é jogar o buquê. - falei e todos riram - Kathie faz a contagem?

- Lógico. - falou sorrindo.

   Me virei ficando de costas para as garotas e vi Nathan rir, elas provavelmente estavam se arrumando, Sammy colocou uma música de suspense fazendo todos rirem, Kathie começou a contagem e na hora de jogar me virei fazendo-as me olhar confusas.

- Perdão meninas, mas esse buquê já tem dona. - Kathie falou e sorri.

- Anastasia Karanikolaou, aceita se casar comigo? - Sammy falou ainda na mesa do som.

   Ela me encarava completamente sem reação, lhe entreguei o buquê e Sammy se aproximou se ajoelhando próximo a ela, a vi deixar algumas lágrimas cair e o puxou para cima fazendo o mesmo rir de nervoso, ele nos fez esse pedido ontem, estava bastante nervoso.

- Eu te amo Stass. - falou olhando-a.

- Você tem certeza disso? - perguntou - Você me conhece.

- Por isso mesmo que eu tenho certeza. - pegou sua mão colocando a aliança - Te conheço o suficiente para saber que é com você que quero passar o resto da vida.

-  Eu ainda não falei sim. - falou nos fazendo rir.

- Não precisa dizer, sei que você pensa a mesma coisa. - falou beijando-a.

- TEMOS CRIANÇAS NO LOCAL! - Kathie gritou no microfone e ele a afastou.

- Cala a boca Katherine Wang. - falou.

- Pra você é senhorita Gilinsky! - falou mandando beijo.

- Um brinde para os novos casais! - meu pai falou fazendo todos gritarem.

   Eu e Kathie resolvemos ir embora e deixar que todos aproveitarem a festa o quanto quisessem, Jack pegou as coisas deles e Nathan as nossas, Alec falou que cuidaria bem das crianças e dei um beijo em cada uma, até mesmo em Toby que sorria para todos.

   Deixamos Kathie e Jack no apartamento e fomos para nossa casa, eu e Kathie combinamos de fazermos a lua de mel depois que o bebê dela nascesse e eles estivessem folga da tour, tirei meu vestido ali mesmo na sala ficando de lingerie e recebi um olhar surpreso de Nathan.

- Tem certeza que quer fazer isso? - perguntou.

- Nathan, estou grávida e não doente. - falei indo até ele.

- Eu nunca fiquei com uma grávida antes. - falou me fazendo sorrir e pulei em seu colo - E se eu fizer algo que machuque você ou o bebê?

- A partir de agora você fica com uma grávida. - falei dando beijos em seu rosto - E você não vai nos machucar, só confia.

- Eu te amo Alina Maloley. - falou em meu ouvido.

- Eu também te amo Maloley. - falei antes de lhe dar um beijo.

Jack Gilinsky Pov

   Coloquei nossas coisas no sofá e me abaixei para tirar o salto que ela usava a ouvi resmungar que queria ter ficado mais um pouco e que estava com medo de levar esporo do médico, o que me fez sorrir, me levantei e fiz carinho em suas bochechas, segurei as mesmas e lhe dei um beijo.

- Você fez muito esforço para um dia só. - falei abrindo o fecho do vestido - Merece um descanso agora.

   Tirei a alça de seu vestido e puxei com cuidado para que ele caísse, ela se sentou no braço do sofá e tirei todos os enfeites de seu cabelo, jogou a cabeça para trás sorrindo fraco e dei um beijo em sua testa, mexi um pouco em seu cabelo soltando-o e a peguei no colo.

- Desculpa não poder te dar a noite que deveríamos ter. - sussurrou em me ouvido e neguei.

- Não se preocupe com isso. - a coloquei na cama - Você em menos de quatro meses me dará a melhor coisa que eu poderia ter.

- Jack. - ela me olhou enquanto eu tirava minha roupa.

- Senhora Gilinsky, não se preocupe. - falei fazendo-a sorrir - Vamos ter todo o tempo para fazer isso quando ele estiver aqui.

- Acha que vai ser menino? - perguntou e me deitei ao seu lado cobrindo-a.

- Espero que seja menino, não vou aguentar ma segunda Kathie. - falei e fazendo-a rir - Se vier menina eu vou amar do mesmo jeito.

- Eu sei disso. - falou me abraçando.

- Posso conversar um pouco? - perguntei e a vi concordar, então me abaixei ficando na altura de sua barriga - Oi meu amor, hoje eu e sua mãe nos casamos.

   Passei minha mão em sua barriga e senti algo, olhei para Kathie surpreso e sorri, começamos a conversar e em alguns momentos o bebê se mexia, abracei sua barriga e voltei para o travesseiro lhe dando um beijo calmo, eu não poderia estar mais feliz.

- Obrigado por me fazer sentir o homem mais feliz do mundo. - falei olhando-a.

- Eu que preciso agradecer, por me fazer sentir capaz. - falou fazendo carinho em meu rosto - Capaz de ter uma família e de superar tudo o que aconteceu.

- Agora somos um só meu amor. - falei dando um beijo em sua testa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...