História Over the Rainbow - Capítulo 34


Escrita por:


Capítulo 34 - Capítulo 34


- Hey. - Josie disse adentrando a cozinha. Fazia pouco mais de uma semana desde o ocorrido. - Como está?

- Surpresa por ela ainda não ter me despedido. - Hayley disse. Josie fazia questão de dar seu total apoio a ela. Sabia que a mulher amava sua filha incondicionalmente e a maior prova disso foi ter contado a verdade apenas porque entendeu que Josette queria ter um relacionamento consistente com sua esposa e esconder coisas poderia afetar isso. Josie também se sentia culpada, por culpa dela Hope fingia não ver Hayley ali.

- Ela não irá fazer isso.

- Se fizer eu entenderei. - Disse sincera.

- Jo... - A voz vinda do Jardim fez Josie olhar para a sogra como se estivesse se desculpando.

- Ela só precisa de mais um tempo. - Falou, pedindo licença e indo ver o que a sua esposa queria.

- Oi. - Disse sorrindo.

- Olá, olhos castanhos. - Hope disse sorrindo, fazendo sua esposa não resistir e se inclinar, tomando os lábios de Hope em um beijo calmo. Depois de muito chorar, um dia atrás, Hope voltou a agir normal e isso preocupava a pequena Josette.

- Não acredito que vai sair, Hope. - Reclamou entre o beijo assim que viu sua esposa arrumada.

- Não vou. Só vou ali na biblioteca resolver umas coisas sobre o trabalho.

- Hoje não.- Josie disse enquanto tinha seus braços em volta do pescoço de Hope. Suas bocas praticamente encostadas uma na outra e Hope caminhou lentamente, fazendo Josie caminhar para trás. - Hoje é domingo, então está proibida de sair de perto de mim. - Disse se inclinando e sentindo o gosto dos lábios de Hope novamente.

- É coisa rápida, Jo. - Disse rindo. Não podia deixar de sorrir diante das reações de Josette. Cada dia mais atenciosa e carinhosa. Não falavam sobre isso, mas era inevitável que a troca de carinhos e ação sempre partia da morena.

- Não quero saber. - Disse mordendo o lábio inferior de sua esposa. - Fica aqui comigo. - Pediu e Hope Suspirou.

- Te chamei para avisar caso você me procurasse. Volto em um segundo, eu prometo. -  Josie assentiu bufando, resignada a isso e deixou um beijo no pescoço da esposa, fazendo ela quase desistir de ir a qualquer lugar que fosse longe de seus beijos.

- Depois promete que irá passear a cavalo comigo? -  Josie perguntou e Hope assentiu. Não tocaram no tema de Hayley, ela preferiu dar um tempo a Hope.

- Prometo, vida. - Josie quase se desmanchou diante do apelido que ganhara.

- Ótimo, disse sorrindo  enquanto voltava a ficar na ponta dos pés, colando seus lábios nos de Hope. A língua macia percorria sua boca livremente enquanto sentia Hope agarrar com mais força sua cintura. Sorriu entre o beijo ao saber que Hope provavelmente estava ficando excitada. Ótimo, porque ela também estava.

Josie riu baixinho ao perceber a reação da  pele de Hope se arrepiando ao ouvir Josie gemer baixinho entre o beijo. Foi quando Hope aprofundou mais ainda o beijo ao sentir Josette arranhar a sua nuca, deslizando sua língua deliciosamente pela de Josette, que escutaram um pigarro, fazendo ambas olharem para o local.

Josie quase se engasgou ao ver quem estava ali parado diante delas. Ficou pálida e sem reação ao ver ninguém menos que Landon ao lado de Lizzie. Não imaginava ver o rapaz tão cedo, aliás, não imaginava  que voltaria a vê-lo algum dia.

Sentiu suas pernas fraquejarem e se soltou de Hope. O rapaz lhe fitava sério, com os olhos magoados. Josie sorria entre o beijo com Hope e isso ele presenciara, não havia sido dito por alguém, ele vira com os próprios olhos.

Enquanto ele passava meses de infelicidade, Josie havia compartilhado a cama com outra pessoa, caído nos gracejos de outro alguém, beijando outros lábios. Ela não poderia negar que estava gostando.

- Desculpa atrapalhar. - Lizzie disse segurando o riso.

- Tudo bem, Lizzie.

- Esse aqui é o Peter Leroy, o novo administrador. -  Lizzie disse. Josie piscou lentamente tentando entender o que acabara de ouvir. Ele estava se passando por outra pessoa. Com qual intuito?

 - Muito prazer, Peter. - Hope disse estendendo a mão livre para o homem, quem trincou o maxilar antes de segura-la e sorrir falsamente. - Será um prazer trabalhar com o senhor. Está é a minha esposa.  Josette Saltzman Mikaelson. - Falou e o homem a olhou antes de se aproximar.

- Com todo o respeito. -  Ele disse a Hope antes de agarrar a mão de sua amada e deixar um beijo na mesma. A pele macia de Josie não havia mudado, o que havia mudado era o jeito que percebeu  que Josie queria contrair a mão ao sentir o seu toque. - É um prazer, Senhora. - Josie estava atordoada, não sabia o que pensar.

- Eu preciso ir... Hope... Eu tenho... Eu lembrei de algo... - Hope a olhou confusa.

- Está bem, Jojo? - Perguntou acariciando a sua mão.

- Sim. Só... Vá resolver suas coisas. Mais tarde nos vemos. - E ia saindo. Hope segurou levemente o seu pulso e se inclinou, tocando seus labios no rosto de Josie. Havia percebido que sua esposa estava tensa, e mesmo sem entender, decidiu não forçar a barra.

- Até mais tarde então. - Ela disse, acompanhando com os olhos Josie saindo dali visivelmente alterada. 

Josie não sabia o que fazer. Não esperava ver Landon. Não esperava que ele fosse ali, com um nome falso. Por que razão faria isso? Talvez não soubesse que Hope havia liberado sua entrada na cidade.

Os olhos verdes no homem me fizeram revirar o estômago e o coração acelerar, mas não por algum sentimento bom, senão por medo. E se Hope achasse que ela combinou com ele sobre mentir? E se ela contasse a verdade para Hope e ela decidisse que, pela mentira, Landon deveria ser castigado? Não amava o homem, mas não queria o mal para ele. Era um homem bom.

Tampouco queria perder Hope. Nos últimos meses se viu caindo de amores por sua esposa. A queria, a desejava, era completamente apaixonada por ela.  Havia pedido à Deus para ter algo bom além do arco-íris e o que encontrara era muito mais do que bom. Nenhuma riqueza e nem nada era comparado com o que sentia por Hope.

Era algo puro, sincero, que crescia a cada dia. Mas quem poderia julga-la? Hope era a mulher mais doce, paciente e compressiva que conhecia em toda a sua vida. Qualquer pessoa se apaixonaria.

- E agora? O que faço? - Sussurou para sim mesma.

Por semanas havia desejado Landon de volta, mas agora só queria que o homem fosse embora para ser feliz longe dali. Tentou, mas não conseguiu decifrar o que o rapaz estava fazendo ali.  O que ele pretendia se passando por outra pessoa? Precisa descobrir. 








Notas Finais


🤭🤭🤭🤭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...