História Overdose - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chansoo, Hunhan, Kaibaek, Sulay, Taoris, Xiuchen
Visualizações 61
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Uno


A vida para Kyungsoo poderia ser feliz ou infeliz dependendo do ponto de vista, e nem ele mesmo consegue distinguir onde termina a tristeza e onde começa a felicidade. Se sentia em uma montanha-russa todas as vezes que tentava definir seu relacionamento.

A rotina de compromissos do grupo era muito pesada, entrevistas, shows, treinos, fansigns, era tudo uma questão complicada. Todos possuiam namorados, foram se formando com o tempo, mas nenhum podia assumir isso publicamente. Jongin é o namorado de Kyungsoo, foi o último casal a ser formado pois o mesmo sempre foi muito fechado em relação à sentimentos. Não costumava dar espaço, porém, com o tempo Kyungsoo tinha pequenas "discussões" diárias com Chanyeol e Baekhyun pelo barulho e bagunça que faziam na casa, eram brigas comuns de irmãos. Todos ali se sentiam uma família.

Até pouco tempo pensava estar tudo mil maravilhas, mas então notou Jongin cada vez mais distante, cada dia mais frio, menos falante e Kyungsoo não queria perguntar o por quê, esperava ser cansaço. Queria muito acreditar nas palavras do namorado para não correr o risco de criar um briga desnecessária.


Do Kyungsoo

Hyung? -Ouvi a voz de Sehun e logo ele bateu na porta.

-Entra.

-Hyung, eu estou sentindo tanto cansaço ultimamente. -Ele disse fazendo bico e se jogando na minha cama.

-Eu também. -Suspirei cansado.

-Essa rotina do fim da EXO'RDIUM tem sido bem estressante.

-KYUNGGIE, KYUNGGIE. -Escutei Chanyeol berrar lá de baixo, bufei irritado, aquele lá tinha o dom para me deixar doido. Sehun gargalhou.

-Tenho pena de você hyung. Chanyeol consegue ser muito irritante.

-Eu também tenho pena de mim... Chan deve ter algum amor encubado por minha pessoa. Nunca vi alguém ter tanto dom para me irritar. -Em segundos a porta foi quase derrubada por aquele idiota.

-Eu te chamei... Por quê não respondeu?

-Sou obrigado?

-YAH!... Tá rindo de quê Sehun? Eu sou seu hyung, me respeita.

-Desculpa, mas é meio difícil te levar à sério. -Concordei de leve.

-Enfim... -Ele disse revirando os olhos. -Eu quero um conselho.

Ele fechou a porta e se aproximou sentando na cama, suas expressões tinham mudado rapidamente então eu sabia que era algo sério. Tem algumas semanas que reparei Chanyeol um pouco diferente quando se trata de Baekhyun. O namoro deles também parecia diferente.

-Sobre o quê?

-É sobre o Baek. -Ele suspirou.

-Pode dizer, eu notei que você tem ficado um pouco mais irritado e agitado perto dele. -Murmurei.

-Eu acho que ele não me ama mais. Alguma coisa está diferente, e ele nunca foi de ficar tão despreocupado comigo.

-Olha... Não, deixa para lá. -Sehun começou.

-Fala. -Falei e ele suspirou.

-Eu ouvi ele falando no celular. Não foi por que eu quis, juro. Baek estava meio ansioso, nervoso, e falava sobre o dia da nossa folga, ele falou que daria um jeito de sair sem você e que estava com saudade da pessoa no telefone, mas poderia ser algum parente ou amigo.

-Não acredito. -Chanyeol deitou na cama. -Eu queria fingir que nada disso está acontecendo.

-Pode não ser nada mesmo Yeol. Eu não acho que Baekhyun faria algo para prejudicar o grupo desse modo.

-Eu já ouvi ele pelos cantos, mas toda vez que eu me aproximo ele desliga o celular. Na última discussão que tivemos ele apenas disse que falava com Kai, eu perguntei e ele confirmou. -Bufei irritado.

-EU NÃO ACREDITO, COMO VOCÊS DOIS FORAM CAPAZES DE FAZER UMA PORRA DESSAS? VOCÊS SÃO DOIS NOJENTOS, COMO TEM CORAGEM? AINDA MAIS DEBAIXO DO NOSSO TETO, VOCÊS NÃO TEM CONSIDERAÇÃO POR ELES NÃO? -Ouvi uma voz irritada e me assustei.

-É o... Myeon hyung? -Sehun perguntou. Levantamos quase correndo e nos empurrando para conseguir chegar de onde vinham os gritos. Junmyeon era o membro mais calmo da casa e acho que nunca o vi exaltado na vida. O barulho vinha do banheiro do quarto que pertencia ao Baek.

Chegamos lá e encontramos o caos, Junmyeon estava sendo segurado por Yixing e Chen enquanto Baek estava seminu escondido atrás de Chen, foi então que vi Kai na porta do banheiro, também seminu e ele tinha a cabeça baixa assim como Baek.

-O quê aconteceu? Ouvimos os gritos do hyung lá do quarto. -Sehun perguntou e do fundo do meu coração eu não queria a resposta. Apertei minha mão no braço de Sehun temendo pelo que escutaria. Eu conheço aquele olhar do Jongin, e nunca vem coisa boa disso.

-FALA AGORA, CADÊ SUA CORAGEM? EU VOU MATAR VOCÊS DOIS. -Myeon estava vermelho de tanto gritar com eles.

-É melhor vocês dois falarem de uma vez. Ninguém merece isso. Os dois estão errados e vão assumir isso, sejam honestos uma vez na vida. -Xiumin hyung disse.

-E-eu... Eu e Baek estávamos juntos. -Kai falou quase em um sussuro. -Não foi a primeira vez e eu sinto muito hyungs, não queria que fosse desse jeito.

Senti o chão sumir embaixo de mim. Aquilo foi o fim, olhei para Baekhyun em busca de algum vestígio de mentira e percebi que tudo aquilo era real. Na mesma hora Chanyeol perdeu a cabeça e partiu para cima de Kai. Senti os braços de Sehun me rodearem. Eu não tinha forças para fala nada.

-Não faz isso, se acalma, não vale à pena. -Xiumin disse tentando acalmar os ânimos. -Vocês dois não merecem nem mesmo um pingo de consideração depois disso. Traição é a pior coisa que poderiam fazer, e a última que esperaríamos de vocês.

-Vamos sair daqui. Os meninos não precisam ficar remoendo isso na cabeça. É melhor que arrumem um lugar para ficar pelo menos essa semana. Ninguém é obrigado a conviver com isso hoje. Já chega disso. -O líder ditou as regras e todos fomos à contragosto. Depois de anos juntos como Jongin foi capaz de fazer isso? Ainda mais com outro membro, com o namorado de um amigo, como os dois tem coragem e ainda a cara de pau de fazer dentro da nossa casa?

Embora eu ache que nosso namoro não tinha mais jeito, não merecia passar por algo assim. Chanyeol estava mudo. Não conseguia falar nada e eu me senti ainda pior por ele. Channie sempre fez de tudo por Baekhyun, ele deu tudo de si naquele namoro e mesmo que seja o membro que mais me perturba, ele também é o último dos que merecia isso. É o mais alegre, o mais amoroso dos membros.

-Eu não sei o que fazer agora. -Chan murmurou.

-Nós vamos ter que aguentar Yeol, mesmo que seja, talvez, a coisa mais difícil que vamos fazer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...