História Overdose (Markson Version) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Fluffy, Madison, Romance, Yugbam
Visualizações 284
Palavras 959
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Quindici


A família GOT7 tinha se tornado mais forte depois de tudo o que ocorreu. Hoje eles se sentiam muito mais realizados, havia sido um processo extremamente cansativo lutar com a JYP para poderem assumir seus romances publicamente. Tinham o medo de rejeição dos fãs, mas surpreendentemente isso não aconteceu. Os garotos tiveram várias mudanças, amadureceram em suas vidas, ficaram felizes ao notar que mesmo depois de anos nada tinha mudado, eles continuaram sendo os mesmos.

-BAMBAM SUA BICHA MAL COMIDA EU VOU TE MATAR... -A voz de Jinyoung surgiu em meio ao silêncio da manhã e logo a correria começou. Bambam fugia de Jin enquanto Jaebum corria atrás dos dois, era uma cena cômica de se ver. Jackson apenas ria junto de um Jaebum sonolento que descia as escadas devagar.

-O quê aconteceu dessa vez? -Mark perguntou ao ser usado de escudo por Bambam. Com o passar do tempo a relação dos dois voltou ao que era e ambos estavam mais unidos e de vez em quando até mesmo falavam mal de seus namorados e faziam greves que deixavam os mesmos loucos.

-Ele me acordou de novo, essa praga não muda nunca? -Jinyoung reclamou.

-Vocês são barulhentos demais... -Youngjae reclamou e sentou na cadeira enquanto começava a dormir ali mesmo.

-Eu tentei segurá-lo hyung, desculpa. -Yugyeom tentava a todo custo se desculpar enquanto Bambam já tinha saído dali para aprontar e fazer desenhos no rosto de Jaebum.

-BAMBAM. -A casa inteira ouviu o líder gritando com ele e o pequeno ser sair correndo pela casa novamente, dessa vez com seu hyung atrás de si com o rosto totalmente pintado. Yugyeom não tentou ajudar novamente, sabia que seu namorado faria essas coisas de novo.

-Por quê eu sou amigo de vocês mesmo? -Jae perguntou mais para si próprio.

-Porque no meio dessa loucura existe amor. -Jin se pronunciou e sorriu meigo para o mais novo que concordou consigo.

-Cadê o Jaebum?

-Ele já vem, estava correndo atrás do Bambam de novo.

-Eu não criei vocês desse jeito. -O líder se lamentou depois de quase cair na escada por causa de um sapato esquecido por alguém. -Que vergonha, onde está o pequeno Jihoon?

-Está dormindo hyung... -Wang Yen tinha sido o primeiro membro do GOT7 baby, nome que as fãs deram para os filhos que eles adotaram. Jihoon era filho de Mark e Jackson, muitos diziam que era filho próprio de ambos por que parecia um clone de Jackson perfeito mas era fofo como Mark.

O segundo bebê a entrar na casa tinha sido o pequeno Kim Jihoon que por ironia do destino era filho do maknae do grupo mas era o mais velho das crianças. O casal 2jae tinha adotado o pequeno Im Yongmin e o último era filho de Jinyoung, Youjin.

-Jihoon me deu muito trabalho.

-É claro Bambam, ele ainda é seu filho e do Yugyeom. -Jinyoung disse sentando no colo do namorado.

-Eu vi ele correndo nu para não tomar banho ontem. -Jae disse e todos os membros que agora já estavam reunidos gargalharam, o pequeno não negava de quem era filho.

-Do que você tá rindo Jae? Seu filho taca fogo na casa sozinho.

-O filho deles é um atentado à humanidade. -Jae disse. -Meu pequeno é apenas uma vítima.

-Que mentiroso. -Jackson acusou, agradecia aos céus por seu pequeno ter o comportamento de Mark e ser bem calmo, mas se lembrava que todos jogavam pragas dizendo que ele seria o mais atentado da casa quando na verdade é um dos mais cuidadosos assim como Jackson é com os membros.

-O Yen e o Youjin são os mais comportados, se bem que quando Yongmin está com eles já era... -Yugyeom disse.

-Yen é o bebê mais fofo da casa, e também nosso maknae. -Jae comentou. -Ele é tão educado hyung, acho ele uma graça. 

-Eu acho que nossos filhotes vão namorar no futuro. -Yugyeom soltou deixando todos alarmados, eram muito ciumentos com seus filhos mas sabiam que já existiam certos couples na internet, mas nunca pesquisaram.

-Eu já ouvi falar desses couples.

-Por quê só o Mark e o Jinyoung hyung que não ficam indignados com isso? -Bambam perguntou.

-Porque eu prefiro que meu bebê namore um dos seus filhos que eu conheço e crio como se fossem meus sobrinhos de verdade do que alguém que eu nunca vi, estamos em família e por mais que existam nossos ciúmes eu confio em vocês e sei que mesmo com esses defeitos pequenos dos bebês, eles serão bem educados, por que vocês são briguentos, chatos mas são minha família.

Todos ficaram mais do que comovidos com o que Mark tinha dito, e no fundo todos também partilhavam daquele sentimento de família, e preferiam que seus filhos namorassem entre si. 

-Eu percebo que meu bebê tem uma certa queda pelo Yen -Yugyeom disse e Jaebum.

-Eles são fofos juntos. -Bambam disse e Mark concordou se levantando.

-Vamos está na hora de acordar nossos bebês.

Jackson ficou um tempo sentado com Mark no colo, sempre se sentiu muito agradecido pelo rumo que as coisas tomaram, pelo direito de formar uma família, era tudo muito maravilhoso. Mark também mantinha esse pensamento de que sua vida estava completa, tinha realmente encontrado seu grande amor, em meio à turbulências mas conseguiu viver intensamente tudo com ele, Jackson trazia seus maiores sentimentos à tona.

O casal chegou no quarto e viram o pequeno todo enroladinho nas cobertas dormindo agarrado à Yen e sorriram. O maior abraçou seu namorado por trás colocando o rosto na curva do pescoço do outro.

-Nós fizemos um bom trabalho não é? -Mark perguntou e Jackson sorriu beijando o pescoço do outro que se encolheu.

-Fizemos sim, nossos pequenos são o amor da nossa vida, eu nunca me arrependeria de nada do que fizemos até agora. Todos os momentos que tivemos até chegar aqui são preciosos.

-Eu te amo muito, obrigado por estar comigo.

-Eu te amo para sempre.

-Eu te amo para sempre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...