História Owatte Inai - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Perigo a vista


Uns pequenos cometas começam a aparecer rodando pelo mapa e umas bolinhas caindo de cima, depois se junta com uns cometas maiores que vinham de cima pra baixo, depois outros cometas começam a flutuar para cima do mapa, estes ficando mais grossos, rápidos e em maior quantidade, por pouco Square achou um canto para respirar.

Não por muito tempo, uma parede se choca no chão fazendo uma "parede" de cometas sair da lateral, o mesmo do outro lado, em um ponto do mapa aleatório umas ondas de cometas começam a sair como uma explosão, se repete o mesmo ataque das paredes, quando elas de cada vez se chocam dos dois lados, agora no meio se repete o ataque da explosão de cometas, eles começam a surgir do chão e a crescerem a cada batida da música, depois dos dois lados. O nível acaba, Square pega o maho e volta pra onde parou.

A muralha acaba sendo puxada para baixo, liberando o resto do caminho, aquela barreira servia para o controle da corrupção, e Square se mete em mais riscos de corrupção.

Na fábrica, Blixe olhava os flowers corruptos trabalharem, sua coroa brilhava, um ser encapuzado pousa detrás de si.

Blixe- conseguiu?

??- sim chefe, a máquina está pronta.

Blixe-… comecem agora. Diga aos outros que se apressem, alguém está se aproximando com êxito para cá.

??- entendido!–Pula pelas barras de ferro para cima–

Blixe- quem seria o impertinente?…

Enquanto isso, Square andava a frente quando seu caminho é finalizado em um rio gigante e logo a frente tinha uma neblina, Square olha pros dois lados e vê que no lado esquerdo havia um porto, ele corre para lá, tendo que matar uns flowers fracos que apareciam em meio na floresta, entrando no local se depara com tudo destruído e abandonado, como uma caixa de medicamentos que tinha jogada no canto da sala, ele pega uns esparadrapos que tinham e enfaixa seus arranhões.

Andando mais um pouco, ele vê a baía de navios, mas que só tinha um lá, e quando se aproxima percebe alguém arrumando uma âncora.

Square- eh… com licença?

A pessoa acaba tomando um susto e a âncora cai raspando em Square, a neblina some, era uma pessoa que parecia ser da academia pirata.

Square- tenha mais cuidado aê!

Square- qual é seu nome??

Leonor- Eh... m-me desculpe… meu nome é Leonor, eu era da academia pirata... a corrupção tomou conta de tudo e eu ia sair…

Square- uhum, meu nome é Square e eu… tou numa missão.

Leonor- mas você me parece muito novo, quantos anos você tem?

Square- 10, já derrotei 5 peões.

Leonor- MAS O QUÊ?! Você chegou até aqui de boas?!

Square- eh… sim cara. Pode me ajudar?

Leonor- vou te ajudar, você não pode entrar nesse perigo todo sozinho!–Desce as escadas pra Square subir.–

Square- obrigado, parece que a água também foi corrompida.

Leonor- mas tem outro porém, ainda temos outros Flowers aquáticos pra passarmos.

Square- ei, por que o barco não foi corrompido também?

Leonor- porque esse barco possue uma magia, que é sobre o instrumento e o monstro da pessoa, se eu me corromper, ele se corrompe.

Leonor levanta as veleiras, a magia de Leonor faz o barco andar pelo rio, desviando dos corruptos que apareciam no rio, e conseguem ver a entrada de uma montanha pontuda.

Leonor- caverna a vista!!

Square- aleluia.

Na fábrica, Blixe olhava os encaixes das barras que iriam levar os Shapes, quando uma emergência lhe chama.

??- chefe, dois azuis estão se aproximando do vulcão!!

Blixe- ele já foi corrompido?

??- na--

Blixe- COMO ASSIM SUA ANTA?!

??- a-acalme-se chefe--

Blixe- foda-se já vou!!–corre pra entrada da fábrica–

??- você é uma anta mesmo!!

??- m-mas eu não sabia…

Square entra pela neblina e vê a entrada já perto, ele olhava admirado, quando Blixe aparece de um pulo pro topo do vulcão, ela joga o maho gigante na lava deixando a "montanha" antes azul agora rosa, nem deu tempo de reagir e ela volta num estouro pra fábrica.

Square- MAS QUE PO--

quando ele fala isso, uma chuva de corrupção assusta Leonor e o barco começa a balançar, dentro da montanha, um tremor, uma presença de alguém místico dentro da caverna.

Leonor- AI MEU DEUS!! AI MEU DEUS!! O QUE VOU FAZER? O QUE VAMOS FAZER AGORA SQUARE??

Square- primeiro, se acalme, e segundo, pode ficar tranquilo--

Leonor- A GENTE TÁ EM UM APOCALIPSE, TUDO TÁ VIRANDO UM INFERNO, A MINA ACABOU DE CORRUPIR A MONTANHA JÁ SABENDO QUE VAI DAR MERDA VOCÊ AINDA VAI?!

Square- MEU AMIGO, EU VOU E JÁ VOLTO.

Leonor- ta-ta certo! boa sorte!!

Square- te vejo depois!!

Square vai entrando na caverna, à medida que anda vai ficando cada vez mais escuro, e ele escuta umas batidas, Baron aparece na sua frente, toda enfaixada como uma múmia, apenas a boca a mostra, e em cima do nariz, uma relíquia de uma pirâmide com um olho no meio, usada para controlar seu poder.

Baron- está assustado com tudo isso?

Square é teletransportado pro espaço negro.

Um triângulo com um olho aparece no meio, ele se mechia seguindo as batidas da música, três cobras saiam dos seus lados a cada mudada de movimento, quando o círculo flutua para baixo dando forma a uma pirâmide que vagarosamente subia junto com uns brilhos que subiam, ela se desprende e as partes de baixo criam uma espécie de "onda" como naqueles vídeos de músicas com aquelas barras que sobem e descem de acordo com a batida, e a ponta(o triângulo no caso) solta umas bombas circulares e no intervalo seis cobras rastejam flutuando para cima, ela troca de lugar indo pra esquerda e repete o mesmo ataque, quando ela vai pro meio e se afunda rapidamente.

Iniciasse um ataque, agora ela se sumonava nos cantos do mapa soltando as bombas circulares no tiro em formato de lua e uma parede também se formava junto col as cobras que apareciam de novo, ela acaba se desgastando do seu poder e o triângulo explode em várias bolinhas, o maho aparece flutuando e Square volta para seu mundo, o chão estava cheio de bolinhas rosas-choque.

Square- só isso? Te achava mais forte!

Baron- você tem sorte de eu já ser morta…

Baron se desfaz em milhares de cobras, elas rastejam pelas paredes entrando nos buracos, quando um barulho assombra Square a frente, uma habilidade doa Shapes é que eles conseguem brilhar um pouco no escuro.

Uma barreira acabou sendo quebrada, revelando um caminho zig-zag escuro, ele precisa se transformar para passra pelo caminho, quando ele vê um maho rosa preso no final, significando que haveria algo errado ali.

Uma batalha começa, Square começa a perceber que as batalhas estavam proporcionando energia para ele, seria sua experiência aumentando? Ele só pensava.

Square- quem é agora?!

??- quem é tu, pra começo de conversa? VOCÊ É UMA CRIANÇA.

Square- HOI HOI HOI, NÃO ME REBAIXE ASSIM!! EU SOU SQUARE.

Doober- bem… me chame Doober! E vamos começar!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...