História P e r f e c t - Justin Bieber - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 250
Palavras 847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - 01


Eu estava fazendo hora na praça em frente ao Starbucks que eu havia combinado de me encontrar com a Emily. Tudo estava normal na minha vida, estava tudo do jeito que eu havia planejado a dois anos trás quando sai da minha cidade natal no Texas.

Faculdade, novos amigos e nova vida, tudo que eu queria depois de ter passado dois anos dentro de um hospital, minha mãe havia sido diagnósticada com câncer e desde os meus 10 anos éramos somente nos. O cara que ajudou ela a me conceber foi embora de casa, nos deixando por uma nova família que ele havia construído bem em baixo do nosso nariz. 

Vejo Emily chegando em frente ao Starbucks e acenando para que eu fosse em sua direção. Levantando-me do banco que havia ali, ando em passos firmes e seguros em direção ao outro lado da rua. 

- Cuidado! - Emily grita apavorada.

Assim que esculto o grito de várias pessoas olho para o meu lado esquerdo arregalando meus olhos no momento em que vejo o que estava prestes a acontecer. 

Sinto meu corpo ser jogado ao chão e esmagado por algo que estava sobre mim, minha cabeça bate ao chão com um tanto de força e tudo que eu consigo ver é pessoas correndo minha direção e luzes sendo jogadas em meus olhos.

- Que porra foi essa? - falo no momento em que sinto o peso em cima do meu corpo aliviar. 

Olho para cima e vejo um cara se levanto. O mesmo estava vestindo uma calça jeans rasgada e um moletom com o capus por cima de seu bone. O cara pega o skate em suas mãos no momento em que ele fica de pé e logo em seguida, varios caras com câmeras em suas mãos o rodeiam jogando sobre o mesmo os flashes de suas câmera.

- Vocês não estão vendo que eu atropelei uma garota por causa de vocês- ele grita irritado. - Deixem que eu cheque se ela está bem. 

Então o cara logo vira para minha direção e se abaixe, no momento em que o mesmo chega o mais perto possível de mim eu logo o reconheço. 

- Você está bem? - pergunta. 

- Tá de brincadeira - eu falo mais para mim mesma do que para ele. O mesmo me olha confuso e eu logo volto a atenção para ele - Você me atropelou com seu skate cara, acha que tô bem? - falo irritada.

- Me desculpe - responde - Vou levar você pro hospital. 

Nesse momento Emily estava abaixada ao meu lado totalmente paralisada, a mesma não conseguia falar uma palavra se quer e, muito menos, mover um músculo.

- Eu não vou pra hospital algum com você- falo tentando me levantar mas não consigo, caindo ao chão de novo - Manda esses cara parar de jogar flashes em minha cara. 

- Acredite em mim, isso é impossível. 

Sorrio e eu reviro os olhos. 

- Então vai embora cara - falo uma vez que consigo ficar de pé - Não quero sua ajuda. 

Sinto uma ardencia em meu joelho e logo coloco minha atenção nele. 

- Olha aqui o que você fez - falo apontando pro meu joelho e o mesmo olha com desgosto - Como vou aparecer na faculdade assim amanhã? 

- Vamos pro hospital, você querendo ou não. - ele me pega em seus braços sem meu consentimento e eu o olho chocada. 

- Me solta idiota - grito batento nele e ele finge não se incomodar. 

O mesmo caminha comigo em seus braços até o outro lado da rua onde havia um carro preto parado com dois brutamontes na frente. Vejo Emily nos seguir totalmente em transe, a mesma carregando minha bolsa e meu óculos em suas mãos. 

Me vejo ser colocada dentro do carro e no momento em que Emily mencionar em entrar, um cara a impedi.

- Ei, ela é minha amiga - grito - Ô idiota, manda esse poste deixar minha amiga entrar. - falo irritada e ele ascente. 

- Pode deixar ela entrar, Rick - o mesmo manda e logo o cara a deixa entrar. 

Uma vez que todos estão dentro do carro, o motorista arranca o motor e segue caminho direto ao hospital. 

- Como é seu nome - o loiro ao meu lado pergunta sorrindente e eu continuo com meu bico irritado para ele. 

- Isabella Tuner - falo seria e ele logo me olha com desgosto. 

- Tudo bem, eu sou Justin Bieber. - ele sorri novamente e eu reviro meus olhos.

- Oh meu Deus, eu fui atropelada pelo Justin Bieber. - finjo animação e ele logo sorri satisfeito.

- Você é uma fã? - pergunta animado.

- Não se iluda cara, eu não gosto de você e muito menos de sua música. - volto a olha-lo com irritação. 

Ele engole em seco. 

- Pensei que...

- Pensou errado - falo o interrompendo. - Tudo que eu menos precisava era ser atropelada, ainda mais por você. 

- Me desculpe. 

- Você já falou isso. 

O mesmo se mexe desconfortável ao meu lado e logo se cala. 

Obrigada meu Deus! 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...