1. Spirit Fanfics >
  2. Pact - Taekook >
  3. Capítulo Quatro; Sky

História Pact - Taekook - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo Quatro; Sky


Fanfic / Fanfiction Pact - Taekook - Capítulo 5 - Capítulo Quatro; Sky


•|Kim Taehyung;

Não poderia voltar para a escola,estou do lado de fora por Jungkook e não poderia força-lo a voar de volta,então o coloquei em minhas costas e segui até em casa.

Com certeza terei que contar para Padre Lee sobre isso e obviamente dar mais uma desculpa para Jungkook ficar aqui por um tempo,estava na entrada do templo o Padre estava regando as plantas.

— Taehyung não era para você estar na escola? — Ele me interrogava — Por que ele está me suas costas — Lee parecia estar na defensiva em relação a Jeon.

— Ele se machucou na educação física — Digo a primeira coisa quem vem a minha mente — Eu como um bom amigo decidi levá-lo para cá.

O padre murmura desconfiado mas não me importei estava ainda em direção ao meu quarto,coloco Jeon na cama ele rapidamente senta.

— Onde você se machucou,Jeon?

— Meu tornozelo mas minhas costas doem…

Me viro para colocar alguma coisa em seu tornozelo ou algo para seu ferimento.Lembro de Jungkook me dizer que se eu quisesse machuca-lo de algum jeito teria que fazer algum ritual.

— Jungkook?…

Jungkook estava sem sua camiseta,exibindo seu corpo,sua barriga era totalmente definida parecia viver dentro de uma academia,me fazendo ficar paralisado com seu corpo tão perfeito.

— Gosta do que vê não é Taehyung.

— Vejo que você está melhor não é Jungkook? — O mesmo puxa minha gravata me puxando para seu colo.— Está até me provocando.

— Gosto do jeito que você fica sem graça — Ele sussurava em meus ouvidos,ouvia sua respiração funda e baixa em meu pescoço,ele mordiscava meu

pescoço e,porra…aquilo iria me deixar com um roxo enorme mais tarde— É adorável.

Ouço batidas na porta,saio rapidamente do colo de Jungkook atendendo a porta,Padre nos olhou com um olhar desconfiado,olhava para Jeon ele murmurava xingamentos inimagináveis para Lee mas o mesmo não percebia assim saindo do quarto.

— cretino. — Resmungava Jeon irritado — Passei a ter ódio dele.

— Se acalme percebi que vocês dois se odeiam,ele parece não gostar de você também.

— Que bom nós dois nos odiamos! — Ele comemora sarcasticamente da situação.

[…]

Passou se algumas semanas do ocorrido,levei uma advertência por ter matado aula aquele dia,e obviamente levei um esporro do Padre Lee por ter mentido para ele.

— Não acredito que você mentiu para mim Kim Taehyung! — Me repreendia enquanto escutava tudo de cabeça baixa — Você nunca foi assim o que está acontecendo?!.

— Não vai se repetir. — Respondo em um tom baixo mas confesso que não me arrependo de ter fugido da aula,foi algo libertador.

— É aquele garoto de cabelos longos?.

— O que o Jeon tem haver com meu comportamento?!. — Levantava um pouco meu tom,eu nunca tinha gritado com Lee antes.

— Jeon? aquele garoto não é uma coisa boa, Taehyung!. — Respondia no mesmo tom — Ele sumiu no mesmo dia,não é estranho para você?.

— Se ele estava comigo ou não,isso não interessa você está dando uma bronca em mim não em Jungkook — Meu tom era desafiador fazendo o Lee Hyuk se irritar.— E não importa onde ele esteja.

— Vá para seu quarto e… — Antes dele terminar a frase me tranco em meu quarto deitando em minha cama.

— Seboso!.

— É o Padre novamente?. — Afirmo a questão com a cabeça,Jeon trancava a porta com seus poderes.— Precisa de um tempo para si,ele vai acabar te enlouquecendo!.

Cruzava meus braços,desviando meu olhar,eu odiava discutir,sinto os dedo de Jungkook em meu queixo me fazendo olhar para seu rosto.

— Quero te ajudar,confie em mim mesmo que eu seja um demônio ou fruto de seu pacto. — Disse em com uma voz macia e reconfortante.

— Eu confio em você Jungkook não se preocupe,apenas preciso me distrair com alguma coisa.— Abria um sorriso fraco em meu rosto — Mesmo não podendo sair de casa.

— Oh,eu estava planejando em voar pela cidade,está uma noite tão bonita. — Jeon observava a janela com um certo brilho nós olhos e um olhar um pouco melancólico.

— Boiola pelo céu. — Jungkook cora imediatamente jogando um travesseiro em meu rosto — Calma eu também acho o céu bonito.

— Eu sempre gostei da sensação de estar junto as nuvens ou estrelas,principalmente as estrelas. — Mais uma vez olhava para o céu.Ele olhava de um jeito diferente para o céu ele o admira-se.

Me aproximo da janela,me aconchegava em seu ombro enquanto nós dois olhávamos para o céu,Jungkook me mostrava aquelas diversas constelações como se o céu fosse algo desenhado,Jeon coloca suas mãos em minha cintura as apertando levemente,era seu jeito um pouco atrevido de me abraçar.

Eu estava com sono,Jungkook percebeu e me deixou deitar em seu colo.

[…]

Abro meus olhos,o céu estava nublado novamente,não poderia esperar muito Transilvânia não é?,Vejo Jungkook provando um de meus ternos escolares.

— Está provando minhas roupas?. — meu tom sonolento assusta Jungkook.

— Nós vamos para escola hoje,certo?.

— Hoje é sábado não temos aula hoje mas você nunca usou uniforme.

— Queria ver como fico com uniforme colegial — Ele ria enquanto colocava uma de minhas gravatas de uma maneira um pouco desajeitada. — Você parece um engomadinho com essa porra.

— E você um deliquente de colegial. — Devolvo sua provocação no mesmo nível.

— Me lembro de alguns dramas que vi em seu computador,o engomadinho sempre fica com o deliquente no final. — Ele tinha um sorriso atrevido em seu rosto,seus passos eram lentos se aproximando de mim. — Vou te recompensar pelo que não te dei ontem Taehyung. — Minhas bochechas queimaram instantaneamente não sei se estou pronto para isso,não agora!.

— Vamos voar pela cidade! —Seu tom era animado.

— Porra Jungkook… — Resmungo.

— O que foi?.

— Não é nada Jungkook vamos logo!. — Digo em um grito desajeitado.

      — Que mente podre,depois eu   venho do inferno.— Jungkook disse em um tom sarcástico e dei um tapa em seu ombro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...