1. Spirit Fanfics >
  2. Pai acidental (interativa) >
  3. Informações

História Pai acidental (interativa) - Capítulo 21


Escrita por:


Capítulo 21 - Informações


*Victor on*

 

Eu me preocupei com esse idiota atoa? Mas enfim, depois que os enfermeiros foram embora, as coisas se acalmaram.

Victor: Pelo visto, parece que você tá bem.

Ele olhou pra mim, e então, sorriu.

Shadow: É, foi só um susto.

Victor: Enfim, só espero que ainda possa comparecer na reunião.

Ele olhou pra mim, e sorriu.

Shadow: Relaxa, isso não é algo que vocês precisam se preocupar.

Victor: Beleza, mas agora aproveita seu tempo com ela, a galera tá bem tranquila, mas não se acostuma, porque daqui a pouco vão vir atrás de você pra te irritar.

Ele sorriu.

Shadow: Não, relaxa, depois eu volto pro meu lugar.

Então, depois de alguns minutos, ele recebeu alta, e então, foi andando mesmo, mas enfim, os acompanhamos até a casa da tia Algodão pra garantir que ele estava bem, e lá, cada um seguiu seu rumo.

 

*Victor off*

Shadow on*

 

Bom, depois deles irem embora, eu olhei pra Mamãe Algodão.

Shadow: Bom, acho que depois desse susto podemos aproveitar e relaxar.

E bom, aproveitamos pra termos um dia tranquilo.

 

*No dia seguinte...*

 

Bom, eu acordei na casa da Mamãe Algodão, mas é claro, eu trouxe roupas pra cá, afinal, meio que planejava passar o dia aqui e ir ajudar o Miles com o pessoal, afinal, embora não possa favorecê-lo, posso dar uma recomendação, pode ajudar.

Então, me arrumei, e fui ao campo de testes, (local onde selecionamos possíveis membros de equipe), e então, esperei os dois doidos, mas pra passar um tempo, liguei pra Lídia.

Lídia: Fala.

Shadow: Eae Lídia, tudo bom?

Lídia: Ok, o que você quer?

Shadow: Te incomodar, talvez?

Lídia: Na moral qual é o seu problema? Na minha folga você quer me perturbar?

Shadow: Convenhamos, se você realmente se sentisse incomodada, não ia atender, sem falar que te conhecendo também vai fazer isso comigo.

Lídia: Aff.

Shadow: Você quis ser minha amiga, agora aguenta.

Lídia: Mas enfim, aconteceu alguma coisa? Sei lá, você não tem frequência de ligar apenas pra me incomodar.

Shadow: Ah, nada demais, só queria bater um papo.

Lídia: Certeza?

Shadow: Mas é claro, eu só tô esperando um pessoal meu, sabe como é, equipe e tal.

Lídia: Deixa eu adivinhar, novatos?

Shadow: É, tem um garoto novo, mas tem potencial, será bem útil.

Lídia: Bom, boa sorte então.

Shadow: Valeu.

Então, continuamos a conversar, até que eles estavam perto, então, precisei encerrar a conversa.

Shadow: Vou ter que desligar, nos falamos depois.

Lídia: Beleza, agora cuidado com oque vai fazer.

Shadow: Olha quem tá preocupada comigo...

Lídia: Vai se ferrar.

Que criatura doce, não é mesmo? Mas enfim, tenho que resolver esse assunto, então, eu desliguei, e então, eles chegaram.

Victor: Desculpe a demora, ele baixou alguma coisa no computador, uns arquivos.

Eu olhei pro Miles.

Shadow: Saiba que isso é um teste geral, e bom, antes vou dar algumas informações que poderão ser útil.

Miles: Fala.

Shadow: Bom, como pode perceber, tem todo um esquema pra evitar problemas, como o fato de quê caso o contrário, talvez muitos dos esquemas poderiam atrapalhar um pouco, mas enfim...

Então, eu peguei um papel onde está escrito oque eu sei do local.

Shadow: Bom, isso é oque eu sei, basicamente, vocês vão treinar em um local de temperatura baixa, ou seja, prepare o agasalho.

Miles: Por que local frio?

Shadow: Antes que pergunte, você não vai ser o único com desvantagem em relação ao ambiente, pra não dizer que dificilmente vai ter um novato acostumado ao clima frio.

Ele me olhou curioso.

Miles: Por quê?

Eu olhei pra ele.

Shadow: Bom, podemos dizer que por causa de coisas como o fato de quê isso é um teste de resistência, afinal, é fácil lidar quando as coisas estão ao seu favor, o tenso é quando não estão, pois nem sempre será você que terá a vantagem no terreno, é por isso que preparamos caminhos em que fiquem na desvantagem.

Miles: Em outras palavras...querem ver como lidamos com a desvantagem.

Shadow: Exatamente, mas saiba de uma coisa, quando passar pela porta após a conversa com o pessoal, só poderei servir como auxiliar, não podendo agir diretamente, então, se quiser perguntar qualquer coisa, a hora é essa.

Ele me olhou pensativo.

Miles: Como exatamente vai ser esse esquema?

Eu pensei um pouco.

Shadow: Bom, em resumo, vai ser um teste de sobrevivência de 7 dias, onde farão um determinado percurso com um acompanhante selecionado por seu tutor, que caso esteja curioso, é o cara responsável por você que te colocou nisso, no caso, eu, ficando responsável por você e oque acontecer lá.

Miles: Entesdo, mas...quem será meu acompanhante?

Shadow: O mesmo cara que te deu a carona até aqui, afinal, por ser um urso, ele poderá ser útil, visto que é acostumado com o clima frio.

Creio que o gato gostou da ideia, visto o sorrisinho estampado em seu rosto, mas enfim.

Victor: Certeza que não vai ter problema?

Shadow: Bom, nas regras dizem que o competidor tem que estar na desvantagem, e não o auxiliar dele, sem falar que você não participou do clima de inverno, passou no clima da savana, eles podem falar oque quiser, mas não vão poder fazer nada pra prejudicar vocês por causa disso.

Miles: Em resumo, nada com oque se preocupar.

Shadow: Tem mais coisa, mas só posso falar quando estiverem lá, mas fique tranquilo, vai ter informação o suficiente, sem falar que como você vai estar acompanhado pelo Victor, pode ficar tranquilo, ele vai ser um bom instrutor de combate.

Victor: Bom, o melhor por enquanto, é não arrumar problemas, ou então vamos ter que falar com o pessoal.

Eu olhei pra ele, e sorri.

Shadow: Bom, não quebrando muitos ossos, pode causar pequenos estragos, desde que não sejam a longo prazo.

Victor: Relaxa, antes de receberem, vão ter que provocar.

Apesar de ser considerado perigoso, ele é bem tranquilo, só não provoca que paciência também tem limite, e caso ultrapasse os dele, se prepare porque ele não vai parar até ocasionar uma lesão considerável, (variando entre hematomas a um desmaio), mas bom, ele não mata na fúria, pois, segundo ele, não é algo muito necessário, mas caso for, pode ter certeza, ele o fará.

Mas bem, eu decidi perguntar antes de ter certeza.

Shadow: Mas então, quer mesmo fazer o teste?

Ele sorriu.

Miles: Claro, assim, não vai ter um desocupado dizendo que foi apenas por ser amigo do chefe que eu entrei nessa.

Eu sorri.

Shadow: Certo, agora, acho melhor entrarmos, estão nos esperando.

Então, fomos na direção do local, e eu entrego um celular pra ele.

Shadow: Já que você é um hacker, creio que estou te dando uma arma portátil, afinal, a maioria das armas de lá não são letais

 

*Continua...*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...