História Painkiller - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Rob Bourdon
Tags Bennoda, Chester Bennington, Linkin Park, Mike Shinoda
Visualizações 50
Palavras 1.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey!!!
Era pro capítulo ter saído mais cedo,mas tive um dia corrido haha,mas enfim,antes tarde do que nunca

Capítulo 11 - Fuck


Fanfic / Fanfiction Painkiller - Capítulo 11 - Fuck

Diferente de ontem,ele não ficou parado igual um poste,ele me puxou pela cintura e aprofundou o beijo,deu um jeito de virar e me jogou na parede com tudo,por anos isso foi tudo que eu sempre quis do Mike,ver essas reações vindo dele,me deixam extasiado,porque mostra que ele também queria isso,talvez ele não soubesse ou escondesse isso tão bem,que até ele esqueceu onde tinha escondido,mas agora ele esta deixando esses sentimentos virem a tona,eu não posso alimentar falsas esperanças,mas confesso que estou gostando muito dessa rebelião de sentimentos do Mike.

 

Ele estava me beijando com tanta vontade,que eu até me espantei,parecia que ele tinha esperado por isso o dia todo,parecia que precisava desse beijo pra sobreviver,suas mãos foram descendo devagar pela minha cintura,até chegar no meu quadril,onde ele vai com essas mãos?Acabei de descobrir,elas foram parar nos neus bolsos traseiros.

 

-NÃO-ele cortou o beijo e saiu de perto de mim-isso é errado Chester-ele virou de costas

 

-por que Mike?Porque somos homens?

 

-porque eu sou hetero,eu sou casado,eu tenho filhos,não vou fazer isso porque você quer que eu faça!-ele passou a mão nos cabelos

 

-porque eu quero?Você tá se ouvindo?Só eu quero Mike?

 

-sim,e esta me forçando a fazer isso

 

-te forçando?Haha-ri ironicamente-não fui eu que te agarrei pela cintura e muito menos coloquei a mão na sua bunda

 

-foi impulso

 

-como você é impulsivo hein,e olha pra mim,to falado com você-coloquei a mão em sei ombro e virei ele-eu não vim aqui çra brigar com você,eu não quero brigar com você,eu não posso brigar com você,se eu brigar com você,eu perco as minhas forças,eu preciso do meu amigo ao meu lado

 

-amigos não se beijam

 

-ah Mike,não vem com essa,a Anna não era a sua amiga antes de você casar com ela?

 

-era,mas

 

-quando você beijou ela pela primeira vez,vocês não eram namorados ainda

 

-mas eu queria ser namorado dela,o que não é o caso agora,eu não quero ser o seu namorado Chester,eu não sou como você

 

-soando preconceituoso mais uma vez,as vezes eu realmente acho que você é como todo mundo,a minha sexualidade te incomoda

 

-não é isso Chester

 

-então é o que?

 

-eu...

 

-eu já sei,o problema não é a minha sexualidade,é a sua,você tem preconceito com você mesmo,não quer aceitar o que está escancarado na sua cara

 

-EU NÃO SOU GAY PORRA!!!-ele veio pra cima de mim e segurou meus ombros,não sei o que ele pretendia fazer,porque ele parou e encarou meus lábios

 

-diga isso para os seus olhos então

 

-é...

 

-eu vou embora,vou aproveitar o resto do dia com os meus filhos,semana que vem a gente volta pra estrada,ai teremos tempo de sobra pra conversar e resolver esse seu problema-falei tirando as mãos dele dos meus ombros e saí do estúdio.

 

(Mike's POV)

 

Eu não acredito que o Chester descobriu o grafite,tanto lugar pra ele ir com os filhos,tinha que ter ido justo lá?Eu tentei negar,mas ele me colocou na parede,eu não sei o que está acontecendo comigo,por que eu simplesmente me rendo ao Chester dessa forma?Ele me beijou de novo e eu acabei me empolgando mais do que devia,mas meu corpo parece gostar desse contato mais intimo com ele,mas a minha mente tenta fazer eu parar,que droga!Pior de tudo é essa discussão sobre a minha sexualidade,meu Deus,será que a minha vida toda foi uma mentira?Meu sentimento pela Anna não passou de uma ilusão que eu criei só pra não assumir quem eu era de verdade?

 

-MAS QUE PORRA!-Falei jogando uma meia lua no chão,fazendo um certo barulho

 

Eu sentei no chão,com a cabeça entre os joelhos e minha cabeça estava fervilhando,vozes malditas me dizendo coisas horriveis:

 

"Você é um merda Mike"

 

"Se esconda mesmo,bichinha"

 

"O Chester vai cansar de você"

 

"Inútil,se achando tão importante pro Chester e ele nem ai,até pensou em se matar"

 

"Você não vale nada"

 

"Ninguém te ama,ninguém vai amar um cara que se esconde"

 

"Ta com medo seu viado"

 

-CHEGA!CHEGA!CHEEEEGAAAA-joguei uma guitarra no chão-SAIAM DA MINHA CABEÇA PELO AMOR DE DEUS-falei chorando-eu não sirvo pra nada-sentei no chão de novo e comecei a chorar igual criança

 

Eu fiquei ali no chão chorando por um tempo,pensando em como eu sou um ser humano tóxico,como eu não enxerguei antes?Eu que deixei o Chester daquela forma,eu que suguei as energias dele,eu tenho que me manter afastado,tenho que proteger ele de mim,eu sou um perigo pro Chester,pelo menos para alguma coisa boa esse demônios que resolveram me assombrar serviram.

 

-Mike?-a Anna entrou no estúdio-mas o que aconteceu aqui?O que o Chester fez com você?

 

-não foi o Chester Anna,fui eu,o problema sempre fui,eu que fiz aquilo com o Chester,eu sou um perigo pra ele

 

-você bebeu Mike?

 

-eu tenho que protege-lo de mim

 

-Mike,você ta me assustando

 

-eu sou um ser humano horrível

 

-eu vou ligar para um psiquiatra agora

 

-não!

 

-não tem essa Mike,olha o estado que você está,essa tentativa de suicídio do Chester te deixou transtornado

 

-eu to bem

 

-não,você não está

 

-me deixa em paz Anna!

 

(Chester's POV)

 

Eu não falei mais com o Mike até voltarmos para a estrada para a parte Norte Americana da turnê,mas ele tem me evitado,age como se eu não existisse,até no palco,as pessoas estão começando a estranhar,eu comecei um tratamento contra a depressão,eu estava tendo um desempenho bom,os caras estão no pé?Estão,isso irrita?Pra caralho,mas sei que eles fazem isso,porque só querem o melhor pra mim,então faço isso por eles,mas o Mike parece não dar a mínima,mas eu estou preocupado com ele,muito preocupado,porque conheço bem esse comportamento,ele está com depressão,o meu Mike,ele está distante,mas diferente de mim,ele não está nem tentando camuflar.

 

-

O que há de errado com você?-finalmente perguntei,depois de estranhar seu comportamento nos últimos dois meses

 

-O que há de errado comigo?Você ainda pergunta?

 

-Pergunto,eu quero saber,você é meu melhor amigo

 

-Agora eu sou seu melhor amigo?

 

-Sempre foi


-Você não é o único que tem problemas Chester,quer ficar imerso no seu mar de depressão,fique,mas não se sinta pior depois que alguém acabar com a própria vida por sua culpa-ele cuspiu as palavras-alguém que só queria te ajudar e acabou despertando os próprios

demônios

 

-quem está imerso nesse mar de depressão é você Mike,enquanto você estava ai se afogando,eu estava me salvando,eu estou cumprindo a promessa de não te deixar,então não desista dela

 

-esquece essa besteira de promessa,eu sou um perigo pra você

 

-um perigo?

 

-eu tenho que proteger você de mim Chester,eu sugo a sua felicidade,eu sou o responsável pela sua tentativa de suicídio

 

-do que você esta falando Mike?

 

-eu fui um péssimo amigo-ele começou a chorar-eu sou um inútil,você não precisa de um encosto na sua vida,não precisa de mais peso nos ombros

 

-não fala isso Mike-abracei ele

 

-eu não quero te afogar junto comigo

 

-eu não vou deixar você se afogar Mike

 

-como?Você tentou se afogar sozinho

 

-eu estou me reerguendo por você,não vou ver você se afundar e não fazer nada

 

-pra que me salvar?Pra ter um cara pra você beijar quando bem entende e depois largar ele cheio de vozes na cabeça?

 

-claro que não Mike,eu quero o meu amigo bem,só isso

 

-eu não vou ficar bem,agora eu preciso ir,to cansado,só quero dormir,pegar o voo amanhã e ir pra casa

 

-Mike,espera

 

-me deixa Chester,não insista

 

-saiba que eu não viu desistir,eu vou te tirar dessa

 

-faça o que quiser,não vai adiantar mesmo,boa noite-ele saiu andando

 

Mas nem que eu tenha que tirar forças do fundo da alma,eu vou fazer o Mike sair dessa,vamos nos reerguer juntos,eu não vou ver o homem que eu amo se matando aos poucos,e ficar de braços cruzados,não vou! 


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...