História .paint me - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Jihoon, Woojin
Tags 2park, Chamwink, Colorswbp, Cores, Dsclp Mãe, Nao Sei A Tag Desse Tema, Wbp
Visualizações 53
Palavras 760
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEI RAPIDÃO NÉ
entaoooo
esse é um dos meus capítulos preferidos até agr ??? talvez seja mas o que importa é que a gente já tá na metade da fanfic TooooT
eu nao queria que ela acabasse tão rápido mas eu tbm nao gosto de enrolar pra postar espero que entendam
escrevendo isso eu lembrei mt de uma fic que eu li um tempo atrás mas n sei se consigo achar ela aquui
mas issso não importa agr

Capítulo 4 - ;com tons de amarelo iluminou a minha vida;


IV — amarelo
(positividade, estímulo, felicidade, luminosidade)

 

As férias de verão eram a data preferida da família de Jihoon, que sempre ia à praia nessa época do ano. E daquela vez, depois de um pouquinho de insistir para os pais, o mais velho conseguiu com que Woojin o acompanhasse daquela vez — seria uma merda ficar sem nenhuma companhia enquanto seus mais agiam como dois adolescentes e se esqueciam completamente de si.

E viagens de carro ficavam cansativas depois de algum tempo, por isso, Jihoon não viu problema em descansar no ombro do amigo. Nenhum dos familiares do mais velho pareceu se importar (coisa que Woojin agradeceu mentalmente) e pareciam acostumados com o grude do garoto.

Mas Woojin se importava.

Há um tempo que seus pensamentos foram tomados apenas por ele. Sua mente só tinha: Jihoon, Jihoon, Jihoon e isso estava começando a preocupá-lo, principalmente agora que passariam mais tempo juntos que o normal por alguns dias.

A casa que ficariam tinha apenas dois quartos, e um ficaria os dois amigos e o outro para os pais do mais velho. Havia uma beliche, um guarda-roupa, alguns outros móveis básicos e um banheiro.

— A minha é a de cima! — anunciou Jihoon, que rapidamente colocou sua bolsa na cama de cima e se apressou para subir as escadas. Woojin não retrucou e apenas sorriu e jogou suas coisas na cama de baixo.

Escutaram a mãe do mais velho já anunciar pela casa inteira que iriam à praia ainda naquele dia e que se apressassem para se trocar.

A praia nunca fora seu lugar preferido, mas aquela viagem estava até interessante pelo simples fato de poder ver Jihoon seminu mostrando pro mundo seu corpo perfeito — não que fosse o tipo que reparasse nessas coisas mas sim, estava reparando e muito.

Brincaram de jogar água um no outro, depois de vôlei e de se enterrarem na areia — duas crianças quase adultas, como diriam os pais de Jihoon (que por um acaso não estavam dando a mínima para nenhum dos dois) e Woojin admitia estar se divertindo mais do que esperava. Foram para a casa perto das seis, pediram uma pizza e foram descansar da longa viagem.

Mas a mente de Woojin estava longe de querer um descanso e ela atualmente só conseguia pensar no garoto deitado uma cama acima. Decidiu que não conseguiria ficar naquela situação e muito menos pegar no sono, então com cuidado para não acordar o mais velho, saiu de fininho pela janela.

Passear pela praia durante a madrugada era bom demais para espairecer a mente, Woojin tinha que admitir. Deixar os pés encostarem na areia geladinha e os pensamentos voarem junto a brisa gostosa o ajudaram a extravasar um pouco.

— Ei — uma voz tão conhecida por si chamou de algum lugar. Olhar para Jihoon sorrindo tão lindo mesmo com a cara de sono e iluminado pela luz da lua era quase um castigo para o coração confuso de Woojin. — o que você 'tá fazendo aqui? Já é tarde pra você estar aqui sozinho.

— Não precisa ficar preocupado, mãe. Eu sei me cuidar. — sorriu debochado em resposta ao bico emburrado do amigo. — só não consigo dormir.

— Me preocupo porque me importo com você

Woojin não respondeu. Não tinha como. E nem precisava, sua respiração pesada entregava tudo.

Encarar Jihoon nos olhos nunca fora tão difícil.

— Tá quase amanhecendo. — o mais velho começou, pegando na mão do amigo com ternura. — vamos ver juntos.

Escolheram um lugarzinho perto das pedras, sentadinhos na areia apenas segurando a mão um do outro, quietos a esperar por uma coisa tão linda e que ambos sentiam ser tão especial pelo simples fato de estarem juntos.

Mas o que o nascer do sol proporcionou a Woojin foi apenas alguns raios solares batendo na pele de Jihoon, a proporcionando um tom dourado que para o Park mais novo era a coisa mais linda que já tinha visto nos últimos tempos.

Estava ficando cada vez mais difícil de lidar.

— Woojin? — escutou a voz do amigo o despertando de seus pensamentos. — achei que sol ficava no horizonte. — resmungou com um bico emburrado.

— Eu tenho um bem aqui do meu lado. — respondeu sorrindo bobo ao ver os olhos de Jihoon vacilarem e seu corpo se remexer sem jeito. Para não o deixar constrangido, deixou então um abraço apertado seguido de um ataque de cócegas que o fizeram cair na areia e gargalhar alto.

Woojin percebeu então que seus dias brancos e sem graça eram todos coloridos e iluminados pelo amarelo de Jihoon e que ele conseguia lhe trazer felicidade verdadeira com um simples sorriso.

 

 


Notas Finais


usem protetor solar se forem se apaixonar por park jihoon


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...