História Paixão - Capítulo 29


Postado
Categorias Naruto
Personagens Baki, Chiyo, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kankuro, Mei, Naruto Uzumaki, Pain, Personagens Originais, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Empatia, Gaara amor, Naruto, Sakura, Sasuke, Violencia
Visualizações 92
Palavras 2.631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lírica, Luta, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Meses tortuosos


Fanfic / Fanfiction Paixão - Capítulo 29 - Meses tortuosos

Os meses tinham se arrastado pra Hinata, havia um sorriso radiante em seus lábios, mas seus olhos pareciam mortos. De fato talvez estivessem, em nenhum momento tinha imaginado quanto doeria a traição de Naruto. Dois meses tenebrosos. Agora seminua sobre um palco cheio de luzes com homens jogando dinheiro nela. Ela estava rememorando as noites com Naruto até que um par de olhos azuis profundos se fixaram aos dela.
Ela desceu do palco e caminhou até ao banheiro mais perto só poderia estar ficando maluca, Naruto não poderia saber onde ela estava. Não poderia encontra-la.
__Deu trabalho te achar. Faz aquilo todas as noites.
__Não. Só quando é necessário pra manter o desfarce.
__Lentes azuis. Interessante mas é mais bonita ao natural.
__O que faz aqui? Como me achou?
__Tenho te procurado desde que foi embora.
__Em breve vou embora. Você precisa ir, vai estragar o meu desfarce.
__Não posso, droga estou enlouquecendo de saudades. E ve-la dançando daquele jeito me deixou alucinado.......
Ele não conseguia mas falar, ele a olhava como uma presa faminta. Ela conhecia aquele olhar de desejo cru. Desejo de posse, desejo de urgência. O beijo veio como uma posse rude e devastadora. Veio tão avassalador que tudo que Hinata fez foi se segurar aos cabelos fartos do loiro. Ele a ergueu e a sentou sobre a pia. Ela rodeou instintivamente a cintura dele com as pernas. Ela queria reagir, impedir o assalto delicioso do seu corpo pelo loiro. Mas tudo nela gritava de saudades dele. A fome dele parecia uma prova da falta que ela tinha feito.
Já Naruto estava completamente descontrolado a boca macia e trêmula da morena faziam seu corpo reagir de tantas formas assustadoras que ele mantinha o corpo da morena preso ao seu bem forte. Quando finalmente conseguiu recuperar o controle de seus atos Naruto se afastou da boca inchada da morena mas manteve seus braços firmes ao redor dela.
__Por favor Naruto vai por tudo a perder. Eu trabalhei muito. Prometo que podemos conversar quando eu voltar.
Mas uma voz conhecida foi ouvida do lado de fora. Hinata agiu rápido, puxando Naruto pra outro beijo ardente. Foi abrindo a calça dele.
__Ele não vai gostar de saber da sua diversão bonitinha.
__Não precisa saber Tartman. Podemos negociar.
__Podia ser ele em vez de mim. E aí  ia dar em morte. Mas posso encontrar um jeitinho de você me ajudar.
__Agora pode sair. Eu e a moça precisamos terminar aqui. __Naruto falou apreensivo.
__Divirta-se Amira.
Hinata esperou a saída do homem e Naruto soube no momento em que ela o olhou que era melhor ir embora e sem se despedir. E assim ele fez.
Hinata caminhou até a mesa de Tartman sabendo o que ia ouvir e o que ia fazer.
__Rapaz rapidinho.
__O rapaz não devia estar aqui. Fui pega em um momento de fraqueza, e algumas das minhas necessidades não tem sido satisfeitas. Mas não quero perder o que tenho aqui. Diga-me logo o que deseja.
__Matar o velho é claro. E assumir tudo. Aqueles malditos não querem trair o velho mas você pode mata-lo.
__Nem pensar, aí depois se eu não for morta por você, serei morta por outro. Quero no mínimo uma reunião com seus aliados. Precisamos de um plano.
__Já falei que ninguém quer trair o velho. Tudo frouxo.
__Quem você tem do seu lado?
__Só os meus homens....e o velho contador que eu estou com as filhas dele. Ele tem encoberto os meus desvios de dinheiro. Mas é pouco, eu quero tudo.
__Ok. Então serei sua única aliada. Eu mato o velho e você me entrega me mata e ganha todos os aliados.
__Claro que não. Você não confia em mim?
__Tenho motivos. Quer que eu mate meu protetor. Sem garantias. Na cara e na coragem.
__Vai lá morena minha cama é bem melhor do que a dele.
__Isso ela nunca vai saber.
Pude ver o horror no rosto de Tartman,o pavor eu até ri um pouco. A punição viria em breve.
__Mestre eu posso explicar. Foi Amira quem me procurou com esses planos.
__Amira é fiél a mim.
__Estava lhe traindo com um homem loiro no banheiro agora mesmo.
__Naruto veio aqui?
__Veio.
__O que ele queria?
__Não deu tempo de perguntar, mas começou com estou com saudades e depois foi só o de sempre.
__Vai perdoar?
__Não.

__Parem de falar como se eu não estivesse aqui.
__E não está meu caro. És um homem morto andando. Mate-o de uma vez. Já me aborreci o suficiente.
__Como queira Mestre.
Ela viu  Tartman a olhar implorando sua vida mas aquele asqueroso traidor não merecia viver. E ela o matou rápido e sem sujeira deu ordens para matarem também alguns de seus homens.
Foi até o seu quarto tirou as lentes e chorou. Algo dentro dela sempre morria um pouco a cada assassinato. Não que ela sentisse culpa. Mas aquele último trabalho tinha sepultado sua inocência. Aquele trabalho tinha testado toda a sua capacidade de aguentar coisas desagradáveis. Ela tinha que reconhecer que o seu coração estúpido tinha ajudado a passar por tudo àquilo. Muitas das vezes ela estava tão infeliz que fez tudo anestesiada. Tinha encarado tudo como se não fosse ela. Pra uma virgem agora ela sabia tanto quanto uma prostituta. A princípio tinha se sentido enojada  ao flagrar os piores tipos de perversão, depois ficara anestesiada e já não enxergava mais nada. Por fim tinha ficado amiga de Lis uma prostituta experiente que já estava no fim de carreira, apesar de ser muito bonita. Ela tinha sido seu único alento nas noites em que tinha chorado copiosamente. Agora estava chorando de novo quando ela entrou.
__Chorando de novo.
__Naruto esteve aqui. E quase acabou com tudo.
__Mas agora pode sair deste antro e ir embora.
__Difícil vai ser tirar esse maldito antro de mim.
__Menina saia dessa vida. Ela não é pra você.
__Está enganada. Essa é a vida que mais me completa. E mesmo que eu quisesse agora, não posso. Tenho uma missão muito pior agora.
__Pior que esta?
__Sim. Muito pior. Vou tomar um banho. E ir para a próxima missão.
__E Naruto?
__Não sei o que fazer. Não consigo perdoar, mas derreto nos braços dele, quando me beija.
__Você o ama não é? Perdoa tenta de novo.
__Não posso. Eu sabia o que podia acontecer mas mesmo assim confiei. Não podia crer que o Naruto me traísse com a Sakura grávida prestes a casar. Não dá para acreditar nele depois disso.
__Deu trabalho para ele te achar e mesmo assim ele veio aqui atrás de você.
__ Meu coração estúpido diz a mesma coisa. Mas minha cabeça diz que ja é muito tarde.
__Vai em casa. Fica á sós com ele. Tenta.
E assim abalada ela foi para Konoha, decidiu ver como estava a Vila de Sasuke.
E ficou surpresa com tudo o que encontrou. Ela tinha que ver se Sasuke estava bem pois ele seria sua distração na próxima missão.
__Hiuga o que faz aqui?
__Sasuke, fiquei curiosa. Quando viajei estava muito bonita.
__Ficou incrível. Mas o que você tem?
__Estou péssima. E você o que tem?
__Péssimo também. Qual o seu problema?
__Naruto.
__O que ele fez?
__Me traiu. E você?
__Ino quer me trair só ainda não achou coragem para ir atrás do tal Sai.
__Que merda.
__Nossa você realmente está chateada. Ao que parece só Sakura deu sorte.
__Ela não sabe com quem casou e quando descobrir vai ser tarde.
__O que sabe de Gaara?
__Um predador não deixa de ser um predador. Mesmo que ele pareça um gatinho fofo continua sendo um leão do deserto ardiloso. Sakura é tonta de mais para o Gaara. Mas espero que dê certo.
__Esquisito Hiuga. Mas eu penso o mesmo.
__Que bom que voltou Sasuke.
Quando a Hiuga tinha ido embora Sasuke a olhou. Ela parecia abalada, porém havia um sorriso um tanto cretino em seus lábios. Ele nunca tinha parado pra olhar a morena tímida que tinha se tornado um mulherão cheia de mistérios.

SUNA
Gaara se sentia feliz, Sakura já levava uma vida feliz e tranquila em Suna. Mas o que ele não podia imaginar era se ver envolvido numa trama nojenta que já estava adiantada de mais para ser evitada então o ruivo fez a única coisa que podia armou a prisão e a condenação de seus conselheiros.
Taciana era uma doce menina com apenas 15 anos jovem e inocente. Criada para ser a esposa doce e devotada de um chefe de clã até àquela noite infeliz quando foi escolhida para "substituir" Sakura como esposa de Gaara. Ela tinha dito que aquilo não fazia sentido pois Gaara já estava casado com uma esposa grávida.

A garota tinha sido arrastada a um mundo de dor até ser jogada machucada e ainda sangrando na cama de Gaara. Mas o que seus conselheiros não sabiam era que estavam sendo seguidos pelos chefes dos clãs mais poderosas desde que tinham se aproximado da casa de Gaara. Gaara sabia que estavam planejando algo contra ele, mas ver a pobre menina assustada e sangrando fez com que todo o ódio fervesse dentro dele. Ele queria mata-los com as próprias mãos, tinha providenciado uma visita de Sakura a Ron quando descobrira uma trama contra ele pois queria manter ela afastada. Agora estava diante de uma criança estuprada chorando e sangrando que não permitia  ninguém se aproximar. Por fim ele tinha posto todos pra fora.
__Taciana pode guardar um segredo. Posso te ajudar, quer saber vou te ajudar.
Taciana não tinha conseguido responder mas o alívio tinha chegado tão rápido que ela tinha se agarrado aquele momento de esperança.
__Taciana me deixa te ajudar.....
Ela tinha sido invadida de uma paz duradoura que se permitiu ser ajudada por ele. Ela o odiava por estar passando por tudo àquilo, sabia que não era culpa dele, já o tinha visto com a esposa e ele parecia apaixonado, mas se ele não existisse nada daquilo estaria acontecendo com ela.
__Taciana preciso que aguente firme. Preciso que guarde meu segredo. Pode fazer isso por mim.
A garota balançou a cabeça chorosa em assentimento.
__Posso te levar ao banheiro ou você vai sozinha.
A garota o olhou com desespero e ele sabia o motivo, só a idéia de um homem a tocando a fazia sentir muito medo.
__Olha vou pedir a uma amiga para vir te ajudar.
Nesse momento ele viu vergonha e humilhação nos olhos dela.
__Kinan é diferente das outras garotas. Não se preocupe ela se encarregará de que aqueles que te fizeram mal paguem caro por isso.
__Por quê está aqui comigo? Se o plano tivesse dado certo você estaria em sérios problemas.
__Por minha causa você está assim.
__Não é sua culpa.
__Está enganada. A omissão é um crime. Eu permiti que esses abutres ficassem. É meu crime.
__Pode chamar a sua amiga.
__Eu volto para te ajudar.
__Como pode fazer?
__É um segredo Taciana. Ninguém sabe dele só você.
Gaara tinha saído deixando a menina aos cuidados de Kinan. Foi em direção ao grupo que tinha participado daquela barbárie.
__Como puderam?
__Você não nos deu escolha. Devia aproveitar a chance de se livrar de Sakura. Taciana está a altura da função.
__Então era esse seu problema Uzarto com o meu casamento, criou suas filhas para serem esposas de nobres. Taciana a mais bonita e inteligente para ser a esposa do Kasekage. Como sujeitou uma criança sangue de seu sangue a um estupro.
__A culpa é sua e dela que não aceitou mentir, pois você parecia feliz.__ Kosidaru falou sem a menor cerimônia.
Gaara estava além da fúria. Queria estripalos e jogar os restos aos urubus. Nishimuruaki seu principal conselheiro ria.
__Pois bem senhores. Minha paciência acabou. Eu podia mata-los lentamente. Mas posso julgar seus crimes contra mim e contra o povo todo esse tempo. Amanhã  estarão diante do povo para serem julgados.
Ele tinha ido para o escritório onde tinha se isolado o resto por todo dia. Akira foi vê-lo.
__Como você está?
__Eu só quero matar alguém. Diz que posso matar alguém.
__Fique a vontade Kasekage.
__Acabou de dizer não.
__Como a menina está.
__Destruída. Ela foi criada pra ser uma princesa. E agora foi......
Gaara respira fundo. Akira pensa ver um vinslubre de dor física. Mas some tão rápido que parece nunca ter existido.
__Ela sempre foi protegida. Agora à usaram ela como um pano velho.
__Vai para casa.
__Eu....... Como vou a olhar nos olhos....de Sakura....
__Gaara você não fez nada.
__Fui omisso Akira. Esses homens tinham que ter sido escurrassados de Suna à séculos. Me omiti por medo dos mais velhos. E minha esposa pagou por isso e agora essa criança.
__Vai dormir Gaara. Amanhã foda com a vida daqueles desgraçados.
Gaara conseguiu sorrir enquanto abraçava o cunhado. Apesar da raiva que corria em suas veias. Saiu em direção do seu lugar de paz mas foi enterrompido por Kinan.

__A garota não está bem. Você sabe que sou um doce de pessoa mas ela foi muito mimada e só chora. Pode me render uns minutos eu pedi para a Temari mas a garota não quis.
__Tudo bem, eu vou lá.
Ele entrou e de fato a garota estava desesperada.
__Oi Taciana vou ficar aqui com você. Tudo bem?
__Sim. Se não ligar pra choro.
__Não suporto choro. Sempre faço coisas esquisita com pessoas chorando.
Ela começou a rir.
__Então o que faz aqui?
__Contrariar Kinan pode dar em morte ou amputação.
Taciana riu, nunca tinha imaginado que o temido Kasekage fosse divertido.
__Mas você é o Kasekage. Pode fazer o que desejar.
__Essa foi a melhor piada que já ouvi. Alguém devia ter me dito isto quando eu quis esse cargo.
__Você é divertido.
__Não sou mesmo. Estou além da raiva e não posso matar ninguém ou seja estou bem pouco divertido nesse momento.
__Você é diferente.
__Eu me apaixonei e fiquei meio idiota. Desculpe mas eu preciso dormir. Já estou acordado a dois dias.
__Eu posso ficar sozinha.....eu vou ficar bem.
__Não vai não. Está nesse quarto a quase um dia e ainda não percebeu que é o meu. Vou dormir aqui nessa poltrona confortável. Tente dormir também.
Taciana se ajeitou na cama muito confusa, por que o Kasekage colocaria ela no próprio quarto ou velaria pelo sono dela a noite. Quem era ele? Ela tinha crescido protegida mas sabia do poder e do medo que o nome de Gaara representava. Mas ele a tinha feito sorrir, e ela estava em sua cama. Ele estava ali velando seu sono. Ela a filha de um criminoso vil, ela que não tinha mais casa ou família. Ela tinha sido abusada e agredida, ela se sentia suja e danificada. Ela se sentia mais que desonrada ela se sentia indigna de estar viva.
__Taciana.....
Ela tinha pulado de susto. A voz rouca e suave de Gaara tinham arrancado ela da autopiedade.
__Gaara eu.....
__Escute bem pois só vou falar uma vez. A honra de uma pessoa não está numa parte do seu corpo. Ninguém pode desonrar você pois ela não reside no meio de suas pernas. Sim você foi vítima de um violência atroz, não posso te dizer que a dor e as marcas de um abuso somem da sua mente. Na verdade serão sempre suas companheiras. Não se sinta culpada e muito menos indigna. Você foi vítima, sim dói mas está viva, mostre sua coragem, você está viva muitas mulheres por aí não tiveram a mesma chance. Abrace a dor, nunca a amargura. A dor te faz crescer molda seu caráter, a amargura dita sua ruína.
__Eu não sei se posso um dia sair daqui.....
__Como assim eu preciso da minha cama de volta. Minha esposa volta em 3 dias.
Taciana começou a rir. E Gaara sorriu também.
__Vamos dormir. Amanhã será outro dia.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...