1. Spirit Fanfics >
  2. Paixão dourada...(saint Seiya- Dourados). >
  3. Não há nada que você possa fazer ou dizer!

História Paixão dourada...(saint Seiya- Dourados). - Capítulo 44


Escrita por:


Notas do Autor


Capa com elas s2 Susana, Suely e agora Iris s2

Capítulo 44 - Não há nada que você possa fazer ou dizer!


Fanfic / Fanfiction Paixão dourada...(saint Seiya- Dourados). - Capítulo 44 - Não há nada que você possa fazer ou dizer!

 A resposta de Susana fez com que máscara da morte ficasse sem reação alguma, definitivamente não esperava levar um não dela, se sentou na beirada de sua cama com as alianças em suas mãos, com um olhar profundo é uma leve tristeza, Susana tentou se aproximar dele para abraça-lo e se desculpa . 

máscara da morte empurra Susana de leve evitando o abraço, com um olhar de desprezo. 

-Por favor se retire daqui, eu quero ficar sozinho... 

Susana fica espantada com aquelas palavras, em partes entendia os motivos, mas estava achando um pouco de exagero em certa parte aquilo. 

-Eu sei que você está chateado, mas quero que saiba que eu gosto muito de ti, apenas quero um momento um espaço para mim, tenho muitos problemas para resolver, minha vida é muito complicada......(suspiros) e meus sentimentos são como uma montanha russa ..... 

máscara da morte joga a caixa de alianças na cama, e anda em direção de Susana sem dizer mais nenhuma palavra, a pega pelos braços e a leva até a saída da casa de câncer, e com um movimento um pouco rígido a faz sai.  

Susana fica assustada com a mudança de tratamento que agora recebia de máscara da morte, vendo-o se virar de costa, tenta mais uma vez conversa com o mesmo. 

-Espera Ângelo !! Por favor, vai ser assim agora?? Me tratando com desdém e indiferença só porque eu disso um não?? Eu gosto de ti, e sim vou adorar aceitar seu pedido de namoro, porém não agora, ainda tem muitas coisas para a gente se resolver antes de tudo .. 

Sem nem olhar para Susana, máscara da morte responde com tom de sua voz um pouco alterada. 

-Eu fui um idiota achando que talvez você pudesse retribuir meus sentimentos, não sou de esperar, acho que quando se tem sentimentos verdadeiros nada mais importa, tudo que você me disse aqui é pura enrolação, Susana faz um favor nunca mais  me chame pelo meu nome verdadeiro, pois não quero ficar me iludindo com um falso amor que nunca terei! 

Susana deixa uma lágrima escorrer, realmente não sabia se realmente amava aquele homem, sentia sim um grande carinho, não queria ter o desprezo de máscara da morte. 

-Não fale essas coisas, pois meu amor com certeza terá com o tempo, apenas se acalme e tenta entender um pouco minha atitude de momento, não vamos estragar algo tão bonito que temos! 

máscara da morte aperta os punhos com raiva, pois nem ele mesmo sabia porque realmente estava tão frustrado, talvez sim devesse entender ela e dá esse tempo, mas não podia, aquilo era maior que seu querer. 

-Para mim já basta, me deixe, as vezes as pessoas só dão valor quando se perde, eu preciso pensar sozinho sobre tudo, tchau Susana. 

máscara da morte se retira tão rápido que não deixa tempo de resposta para Susana tentar rebater ou argumentar algo, estava arrasada por dentro, não esperava essa reação um tanto que estourada vindo dele, a jovem então deixa a casa de câncer com muita tristeza em seu olhar, chegando na casa de Áries, Mu quando a viu tentou saber o que estava acontecendo, mas ficou sem respostas, Susana queria apenas ficar sozinha com seus pensamentos, pensava com ela mesma se aquilo que fez foi o certo com máscara da morte, seu coração estava apertado e lhe faltava um pouco de fôlego , estava arrasada com ela mesma, deixando o santuário indo rumo a sua casa no centro da cidade aonde morava com as outras semi Deusas. 

Susana andava pelo centro da cidade, com um olhar perdida, apenas seguia andando sem querer chegar em rumo certo, seus pensamentos estava a matando por dentro, sem se dá conta acaba se batendo de frente com uma moça, sem querer quase a derruba no chão , pois não estava prestando atenção nas pessoas a sua volta, e toma um grande susto quando reconhece aquele rosto. 

Susana com uma reação de total surpresa. 

-Não acredito é você mesma?? Iris !!!  

Iris era uma mensageira dos Deuses, uma jovem de bom coração, tinha uma aparência muito bela de longos cabelos no tom azul claro.  

Iris pula e abraça susana, ficou feliz por ser reconhecida pela a mesma. 

-Até que enfim achei uma de vocês, estou a horas por ai, e eiiiii que cara de choro é essa Susana? 

Susana ficou um pouco sem graça, porém queria muito conversa com alguém sobre aquilo, ainda mais Iris que sempre tinha ótimos conselhos. 

-Bom Iris é uma longa história, enfim vamos para a casa e lá te falo tudo, e você o que faz aqui na terra?? Os Deuses estão querendo nos punir ainda que eu sei.... 

Iris dá uma risadinha de canto. 

-Bom estou aqui justamente para ajudar vocês, pois concordo que fizeram o certo, pode acreditar tem mais deuses que também apoia, nem todo mundo está contra vocês, e aliás eu preciso ter uma conversa séria com todas. 

Susana e Iris seguem para a casa das semi deusas, muitas coisas estão preste para acontecer e revelações a serem feitas. 

 

Enquanto isso na casa de capricórnio, Shura permanecia dormindo estava se recuperando da última batalha que teve na qual quase morreu, Suely cuidou dele durante todo o tempo ao seu lado, já tinha decidido que ficaria com ele, pois precisava se livrar de todo o seu passado, estava na hora de seguir em frente sem olhar para trás , para seus fantasmas que por tanto tempo lhe causou dor e angústia. Sabendo que suas amigas tinham retornado para o santuário resolveu deixar a casa de capricórnio por pouco tempo, para ir ver elas, pois se preocupava muito com todas, então Suely seguia descendo as 12 casas pelas passagens secretas até que chegando em escorpião é surpreendida por Milo. 

Milo se aproxima de Suely e a encosta na parede ficando assim com seus corpos bem próximos, com seu olhar sedutor encara a Suely de forma provocativa. 

-Acha mesmo que vai ser assim tão fácil me trocar por ele? 

Suely tenta se soltar de Milo que estava bloqueando sua passagem, sentia o calor do corpo dele, pois estava sem sua armadura, e pelos deuses ele era uma verdadeira obra de arte. 

-Minha escolha foi feita, aliás nunca daríamos certo mesmo, olhar para você é como olhar por um espelho que reflete um passado, do qual estou me desligando no momento. 

Milo sorri de canto e sem pensar duas vezes pega suely no colo e entra para dentro de sua casa de escorpião. 

-Quero ter certeza que realmente não me deseja! Vou adorar fazer você implorar para ficar comigo, eu sinto no seu respirar, no acelerar de seu coração quando está perto de mim, que é louca para ficar comigo. 

Suely fica sem reação estava na casa de Milo, realmente desejava muito aquele homem, mas sabia que o mais sensato era negá-lo com todas as suas forças, agora estava com Shura . 

-Isso é loucura Milo, eu não vou ficar aqui, e muito menos entrar nesses seus joguinhos de conquista baratos! 

Suely sai em direção a saída , porém e barrada por milo. 

-Loucura é você negar o que realmente deseja! 

Suely fica irritada e tenta dá um tapa na cara de milo que a segura . 

-Agora você vai me manter presa aqui na sua casa? Acha mesmo que isso vai dar certo, realmente nada sensato você é. 

Milo sorri e em um movimento suave envolve o corpo de Suely no seu, com sua mão direita na cintura dela, começa a beija-lá, em seguida coloca sua outra mão na nuca puxando levemente seus cabelos, o beijo vai ficando cada vez mais quente, e suely não consegue evitar, realmente era o que mais queria os lábios de milo aos seus, por falta de ar eles param o beijo, durante alguns instantes trocam olhares de puros desejo. 

Suely morde os lábios se afastando um pouco de milo. 

-Eu acho que realmente você é meu maior desejo, mas tenta entender não podemos.... 

Milo revira os olhos e cruza os braços, fazendo cara de tédio. 

-Veremos até quando vai ficar com essa idiotice que não podemos.... te trouxe aqui para te provar que eu sou a pessoa certa para você! Meu cosmo envolve essa casa, e não tem como sair, pois, eu estou bloqueando totalmente sua saída! 

Suely dá algumas gargalhadas achando graça da loucura de Milo. 

-Está me sequestrando então?? E o resgate seria eu te amar e escolher apenas você? 

Milo faz cara de poucos amigos. 

-Às vezes é preciso de atitudes um pouco extremas para fazer garotinhas do seu tipo compreender certas coisas! 

Suely fica frustradas com as palavras de milo. 

-Garotinha?? Seu imbecil!! Sua sorte que estou sem meus poderes praticamente, pois se não eu iria tirar esse seu sorrisinho de galã do seu rosto!! É aliás logo todo mundo vai perceber que eu sumi, e vão vir atrás de mim, seu idiota, um plano um tanto ridículo o seu. 

Milo levanta a sobrancelha direita e sorri olhando profundamente Suely. 

-Sim eu pensei em tudo, e pode ficar tranquila, ninguém vai achar que você sumiu. 

Suely fica com um semblante de espanto em seu rosto. 

-Milo o que fez? Seu louco! 

Milo puxa Suely para seus braços novamente, deixando a loira extremamente vermelha. 

-  Sim eu sou louco, para amar você.... 
 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...