1. Spirit Fanfics >
  2. Paixão imprevista (BoruSara) >
  3. Uma formatura diferente

História Paixão imprevista (BoruSara) - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Uma formatura diferente


Capítulo 16: Inicio

Sarada ON

Chegamos no local da formatura um pouco antes do marcado, e rapidamente Boruto sumiu da minha vista. Eu estava sozinha, todos tinham um par, todos tinham a quem compartilhar seus desejos e seus maiores segredos. Cho-Cho estava ficando e eu descobri naquela festa, ela se assumiu lésbica a 5 anos atrás, mas até então só eu e os pais da garota sabiam. Era fato que eu estava triste, era palpavel esse fato. Do nada Mitsuki vai até mim e me convida para uma dança. Por mais que eu não queria de jeito nenhum, seria grosseiro se eu falasse "Não", então eu apenas aceitei, não foi grande coisa. Uma cólica infernal começou a nascer no meu útero, eu estava rezando para não menstruar pois todo mundo iria perceber. 

Cada música tinha em média 5 minutos, e eu devo ter dançando umas 10, quase uma hora dançando, que pareciam mais 5 horas inteiras. Mas finalmente ele decide se sentar e eu o acompanho como uma boa pessoa.

-Gostou da dança? -Ele pergunta

-Ah... sim. -Dou um sorriso forçado

Eu sou surpreendida quando ele chega perto do meu ouvido e sussurra um "gostosa" e logo após isso lambe o lóbulo da minha orelha, me deixando corada e sem reação, mas logo após ele me da um beijo.

Sarada OFF

Boruto ON

Desde que eu cheguei naquela festa com a Sarada não me senti confortável hora nenhuma, ainda mais quando sou puxado por uma entidade e automáticamente começo a dançar acompanhando aquela pessoa, de inicio eu não reconheci quem era de tanta maquiagem que tinha no rosto da garota, mas pela cor dos cabelos e dos olhos percebi que era Sumire. Francamente, a Sarada sem maquiagem nenhuma estava ganhando de lavada em questões de beleza na Sumire.

-S-Sumire... que bela surpresa... -Falo

-Eu sei anjo, eu te perdoo... -Ela fala e tenta me beijar

-Sumire, por favor não tente isso de novo. -Digo tampando a boca dela.- Acho melhor me retirar.

Paro de dançar com a mesma e vejo Sarada dançando com Mitsuki, me senti enciumado, como se tivessem roubado algo meu, por que me sentia daquele jeito? Eu não entendia...

O que acabou com a noite foi o Mitsuki sussurrando algo no ouvido da morena e ela corando, logo após um beijo um tanto quanto demorado, tinha passado de 5 segundos, muito demorado para o meu gosto.

Eu perdi um pouco o controle e acabei bebendo muito, eu estava literalmente acabado no meio da festa, enquanto todos estavam curtindo eu estava sentado em uma cadeira qualquer. Sarada passa na minha frente e eu não resisto, pego-a pelo braço e a arrasto até o banheiro que estava em manutenção, tracando a porta logo em seguida.

-B-Boruto!? O que estamos fazendo aqui? -Ela pergunta.

-Ainda nada... -Falo com a voz rouca.

Foi eu falar isso e eu ataquei os lábios dela, saboreando cada canto da boca dela como se fosse a última vez, de fato tinha chances de ser, mas eu não queria acreditar. Começo a tirar minha gravata, seguindo com o terno e a blusa polo de manga longa que eu estava usando por baixo. Paramos o beijo só quando o ar faz falta. E como um raio eu tiro o vestido que a garota estava usando.

-Você fica bem com esse vestido... mas fica ainda melhor sem ele. -Falo totalmente descontrolado.- Você vai ter o que merece Sarada Uchiha.

Rapidamente amarro minha gravata nos pulsos dela e me ajoelho na frente dela, começo a lember a intimidade dela ainda por cima da calcinha.

-B-Boruto... -Ela gemia um tanto alto.

Chego a calcinha dela para o lado e começo a chupar aquela região, porém eu queria torturá-la, então eu começo a chupar somente o clitóris dela.

O ápice dela chega bem rápido, sem querer esperar muito, eu tiro o restou das minhas roupas, a apoio na pia e começo a penetrar, mas somente a glande, sabia que ela ainda estava sensível pelo recente orgasmo e ela chegaria ao ápice novamente, e aconteceu, ela teve seu segundo orgasmo, lubrificando meu pênis, me retiro de dentro dela esoerando um pouco até ela voltar ao normal, tiro o sutiã dela e começo a chupar um dos seios, mordendo o bico algumas vezes. 

Depois de algum tempo colococo-a de costas eu a penetro sem dó nem piedade, fazendo movimentos de vai e vem, indo com força e voltando bem devagar. Novamente me atraio pelo segundo buraco e faço a loucura de me retirar de dentro da entrada vaginal dele e penetro no orificio anal, era bem apertado, mas foi mais fácil que eu pensei, o primeiro gemido dela foi de dor com toda certeza, mas após algumas investidas os gemidos foram de puro prazer. Enquanto estocava-a por trás, eu a estimulava pela frente, fazendo movimentos circulares no clitóris da mesma. Saio de dentro do ânus dela e volta a penetra-la na vagina. Eu começo a perceber sangue escorrendo pelo lugar onde eu estava penetrando. No momento eu não me importo. E finalmente chegamos ao ápice juntos...






Capítulo 17: Fim



Notas Finais


Capítulo maiorzinho para vcs ai, até mais -3-


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...