História Paixão indescreta - Capítulo 61


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts
Visualizações 37
Palavras 1.623
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Finalmente hein?

Gente, tenho algo à lhes dizer, Paixão Indiscreta tá acabando. Mas não se preocupem, ainda vai ter o capítulo da lua de Mel dos garotos, e depois um capítulo mostrando como que ta a vida de casados deles.

E talvez eu faça um Lemon no próximo, quem sabe.

Tenham uma boa leitura.

Capítulo 61 - O Casamento


Fanfic / Fanfiction Paixão indescreta - Capítulo 61 - O Casamento


 [....]



Eu não acredito que eu e Jimin vamos nos casar! Estou ansioso... Muito ansioso. Até porque eu sou meio que "A noiva" só que na verdade é o noivo, e eu é que vou ter que entrar acompanhado do meu pai.. Isso me deixa com frio na barriga, não sei por que... 

Lisa é a minha madrinha, e Nanjoon é meu padrinho. 

Yoongi é a madrinha do Jimin, e o Taehyung(vulgo meu pai)é o padrinho dele. 

Por que o Nanjoon vai ser o meu padrinho se Jimin não gosta dele? Simples, já tínhamos conversado sobre isso antes de tudo acontecer. 

Sabe... Antes do "incidente" acontecer. 

Aaaaab eu não sei o que vou fazer... E se o Jimin fizer graça e disser "Não"? Aaah! Se ele fizer isso eu vou quebrar ele a pau!! 

- Jungkook, Jungkook, JEON JUNGKOOK. -Escuto a voz de minha mãe me chamar enquanto me sacudia. 

- Ah... Desculpe. Eu... Eu...- Ela ssuspira. 

- Esta nervoso com o casamento não é? 

- Sim... 

- Olha Jungkook, tá tudo bem. Ele não vai dizer não.. Sabe, quando eu ia me casar com a Yoongi, eu ficava pensando que, ela iria dizer não, que iria tirar sarro de mim. Afinal, olha só as coisas terríveis que fiz ao Jimin, por estar insegura, por estar com medo, por ser idiota e acreditar que o certo era separar vocês dois. Mas não, ela disse: Sim. E depois insinuou com os lábios que estava tudo bem. Yoongi é uma mulher incrível. 

- Falando nisso... Mãe, como vocês duas chegaram a conclusão de que.. queriam se casar? Nunca me disse. 

- Ok, vou falar. Bom, quando eu e seu pai nos divorciamos, eu ainda estava um pouco abalada, fui pra um café, e logo depois de eu ter pedido meu café, ela apareceu, pedindo pra sentar comigo na mesa. Eu lembro que ela estava resmungando, e eu acabei perguntando o que havia acontecido, "É só que meu filho, não me atenção, ele fica no quarto o dia inteiro com o namorado", quando ela disse isso eu me surpreendi, e logo, a reconheci. "Min Yoongi?" Foi o que eu disse, "Sim, como sabe meu nome?"ela respondeu, "Meu filho, é Jeon Jungkook, ele namora com Park Jimin, o seu filho", quando disse isso ela pulou da cadeira, segurou minhas mãos e olhou profundamente nos meu olhos, "Eu não creio, Jung Hoseok? Já ouvi falar de você, não foram coisas boas",  depois que ela disse isso eu me curvei e pedi desculpas, e então ela disse "Tudo bem, tudo bem, mesmo sendo algo ruim que você fez a ele, eu fiz pior". E a partir daí começamos a conversar uma com a outra. 

- Ow. Que inesperado. 

- Não é? Mas me diga Jungkook... 

- O-o que? 

- Como foi que você e Park Jimin, o mulherengo, começaram a namorar? 

- Mu... mulherengo??! 

- Opa... não era pra eu ter dito... 

- JIMIN!!! - Eu grito e Jimin abre a porta. 

- Eu cai enquanto corria pra fora do quarto. Seu pirralho. 

- Mulherengo??? Como assim mulherengo?! 

- Sabe... Aquele cara que pega todas as garotas em um piscar de olhos. 

- Idiota. 

- Pirralho. 

Devem estar se perguntando... Por que vocês não estão dormindo no mesmo quarto? Eu lhes digo... o senhor Park Jimin, estáva muito atrevido, e então, Yoongi nos pegou no ato, e ela ficou tipo "WTF", mas daí, pra piorar, minha mãe também entrou no quarto vendo a cena, e então, elas olharam uma pra outra, olharam pra Jimin e eu e falaram "Jimin vai dormir no outro quarto por um tempo, então... Jimin, sai de dentro do Jungkook, por favor"

É eu sei... Aquilo foi extremamente constrangedor... MUITO constrangedor. 

- Era só isso? Cara. Jungkook. Eu vou te matar! Eu tava quase dormindo e você grita meu nome por NADA. 

- A culpa é sua por não ter me contado que era mulherengo. 

- Seu pirralho. -Ele diz num tom extremamente irritado. 

- Eu sou só um ano mais novo que você Jimin. -Ele vem em minha direção com uma expressão irritada, se inclina um pouco e aperta meu pênis me fazendo corar violentamente. 

- Pirralho. -Ele diz e sai do quarto fechando a porta com força. 

- Uou. Isso foi... Intenso? Não sei o que dizer. Jimin é sempre assim? 

- Não.. Ele só fica assim quando tem alguma coisa o preocupando...

- É melhor ir ver, se ele esta bem. Depois continuamos nossa conversa. 

- Ok. 

Saio do quarto indo para o que Jimin esta. 


***

- Jimin? -Escuto a voz de Jungkook do outro lado da porta. -Jimin? Você tá aí? 

- Tô. 

- Posso entrar? -Me apróximo da porta, me encostando na mesma. 

- Não. 

- Por que? 

- Porque eu não quero. 

- Mas Jimin... Quero falar com você. 

- Já está falando. Não precisa me ver pra me dizer o que tem a dizer. -Digo num tom frio. 

- Jimin, escuta. 

- Estou escutando. 

- Jimin! Deixe-me entrar! 

- Já disse que não. 

- Te fiz algo? Falei alguma coisa errada? Te magoei? 

- Não. 

- Então... Por que? 

- Jungkook, olha... Eu, não estou muito bem. Então, agradeceria se.. me deixar sozinho. 

- Jimin eu... Eu... Ok. Tudo bem. Se precisar de mim, estou no meu quarto. 

- Não vou precisar. 


Se me sinto mal por ter falado daquele jeito com Jungkook? Não. 

Não estou me importando com isso. 

Na verdade... Eu quero que se foda tudo isso!! 

Por que estou assim? Oras, simples, enquanto meu noivo se diverte com a mãe e o pai, eu, o fudido, estou aqui, nesse quarto sozinho, estressado, e sem saber o que colocar nos malditos votos pro casamento. 

Por que estou me preocupando tanto com os votos? Jungkook os escreveu faz uma semana. 

Entende o meu estresse? 

"Não é motivo de agir daquele jeito com Jungkook", foda-se, eu não importo. 

- Jimin? Tá tudo bem? -Escuto a voz de Yoongi atrás da porta, me aproximo novamente da mesma, destrancando a porta. 

- Pode entrar. -Falo me jogando na cama, logo sinto Yoongi sentar na mesma. 

- O que aconteceu hein? Jungkookie esta preocupado com você. -Ela diz acariciando meus cabelos. 

- Eu só... estou nervoso. 

- Por que? 

- Não consigo escrever os votos de casamento. Não consigo pensar em nada. Nada. Não consigo. Realmente, não dá. 

- Se acalme. Jimin. Escute só.. Você não precisa se esforçar tanto. 

- Mas Jungkook escreveu os dele a uma semana! Já faz uma semana que não consigo pensar em porra nenhuma Yoongi!! 

- Jimin!! Calma. Respira fundo, prende por 3 segundos, e solta de novo. Faça isso três vezes. Vamos. -Eu faço o que ela mandou. -- Está mais calmo? 

- Um pouco. 

- Olha Jimin. Eu te entendo ok? Não é tão fácil quanto pensamos. Casamento é algo delicado, que só os mais fortes aguentam. Tudo tem que estar escrito aos mínimos detalhes, as cores, as luzes, as roupas, as flores. Tudo. Eu sei o que você está sentindo. Fiz isso três vezes. -Respiro fundo novamente. 

- Mãe... O que... O que eu devo fazer? 

- Certo. Ahn... Quando chegar a hora, quando estiver na frente de Jungkook, saberá o que dizer, ok? 

- Ok. 



[...]

                 Na cerimônia



- Tem amor que parece que nasceu pra durar uma vida inteira, tipo o meu por você. Amor forte, arrebatador, que me tira do chão, que me apresentou um mundo de possibilidades. Não tem como fugir: eu nasci para te amar.  - Diz Jungkook. 

Estava me lembrando como tudo que começou, a imensa felicidade que senti. Você me completa em todas as formas, de todos os jeitos, com todos os tipos de felicidade possíveis. Não existe vida longe do teu amor, não existe vida longe de você. Te quero ao meu lado, para sempre e mais se nós for possível.- Diz Jimin.

Jungkook estava quase chorando, quando o padre, decide falar novamente. 

-  Você, Jeon Jungkook, aceita Park Jimin, como seu legítimo esposo, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que a morte os separe? - Diz o padre olhando para Jungkook. 

- Aceito. 

- Você, Park Jimin, aceita Jeon Jungkook, como o seu legítimo esposo, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que a morte os separe? - Diz o padre olhando para Jimin. 

- Aceito. 

- Então, pelo poder concedido a mim. Eu os declaro, marido e esposo, pode beijar o noivo. 

Jimin se aproxima de Jungkook, o beijando, logo após, todos aplaudem. 




[...]

                 Na festa de casamemto 


Não acredito que nos casamos... Yoongi estava certa, eu soube o que falar quando chegou a hora. 

- Jimin!! 

- Jungkook!! -Ele envolve os braços em volta do meu pescoço, eu o beijo. 

- Jimin... Eu... Eu estou tão feliz que nem sei o que dizer!! Estamos casados!! Casados!! 

- Sim!! Eu também!! Não acredito... Parece um sonho. 

- Exatamente! 

- Ei garotos! -Diz Lisa que chega com Kim em seu colo.-- Parabéns! estou tão feliz por vocês!! 

- Obrigado Lisa. 

- Jimin, Jimin! -Kim diz pedindo meu colo, eu a pego. 

- Oi pequena. 

- Jimin é o melhor irmão!! -Ela diz beijando minha bochecha. 

- Hahaha. Ah, pequena, não faça isso. Ou Jungkook ficará com ciúmes. -Brinco. 

- Ha-ha-ha. Que engraçadinho. 

- Sim. Eu sou muito engraçado. 

- Jimin! Jungkook! -Yoongi se aproxima de nos junto de Taehyung e Hoseok. - Parabéns pelo casamento. 

- Tae chorou enquanto vocês falavam os votos. 

- Eu não... Tá! Que se dane! Eu chorei mesmo! 

- Ah! Tae... Hahaha 

Tanto eu, Jungkook, Hoseok, Lisa, Kim quanto Yoongi começamos a rir. 

Aquela noite foi incrível.

Eu finalmente me casei com a pessoa que amo. Finalmente... 

Vou poder viver uma vida tranquila. 



                            

                                                                      [Contínua?]



 



Notas Finais


Obrigado a todos que leram até aqui.
Não acredito que, Paixão Indiscreta está finalmente chegando ao fim.
Mas não se preocupem.. Vai haver outros capítulos, explicando como a vida de cadados dos meninos estão.
Ah, e lembram quando eu disse que queria fazer "Park Jin-hoon" de Wanna One ser o filho deles? Então, é possível que ele apareça no próximo capítulo de Paixão Indiscreta.

Até mais, bjs da Artist-Chan, amo muito todos vocês ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...