História Paixao...um desejo proibido - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Dean Winchester, Sam Winchester
Tags Wincest
Visualizações 520
Palavras 1.286
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Slash
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu mal terminei uma e ja estou começando outra kkk boa leitura gente.

Capítulo 1 - Um


Fanfic / Fanfiction Paixao...um desejo proibido - Capítulo 1 - Um

 Dean estocava forte acertando na prostata do namorado que so conseguia gemer e pedir por mais.

 -dean...ahh...mais rapido...mete mais rapido baby...ahh...amor...isso nao para...dean...dean

-miguel...miguel...ahh...tao quente...ahh...

Bastou mais umas estocada pra dean goza trezendo o namorado logo em seguida.

-uau!disse dean saindo de cima de miguel e indo pro banheiro

-voce é insaciavel dean winchester!gritou miguel sorrindo.

-das duas primeira porque so agora ta reclamando?!

-quem disse que estou reclamando?!

-eu tenho que ir.disse saindo do banheiro.-pai ja ligou sei la quantas vezes.disse vestindo as roupas.

-voce continua achando que ele tem uma amante?

-ele tem miguel...eu sei.

-dean...

-ele me critica por gosta de homens diz que é errado. dean ja estava irritado.-mais trair minha mae...ter uma amante é legal,nao é errado.

Dean ainda ficou um pouco mais com o namorado,voltou pra casa e encontrou a mae chorando.

-mae?

-oi..oi filho.disse linpando as lagrimas.

-o que houve?porque ta chorando?

-nao aconteceu nada filho.

-foi o pai nao foi?

-dean...

-cade ele!

-ele estar no escritorio 

-eu ja volto.disse saindo em seguida.

jonh andava de um lado pro outro no escritorio enquanto falava baixo pelo celular

-eu te amo...sinto sua falta...eu sei que da ultima vez que nos virmos eu disse que iria me separa dela mais as coisas...eu preciso te ver sam..preciso de voce...eu te amo...voce é o homem que amo e sei que me ama tambem 

Dean sentiu o sangue ferve,seu pai traia sua mae com um homem e ainda o criticava.

Nao falou nada,voltou pra tras...precisava pensar.

A noite veio rapido dean aproveitou que a mae estava na cozinha e foi ate o quarto dos pais afim de esclarecer as coisa.

-Pai?chamou entrando mais o mesmo ja estava dormindo e pra supresa de dean,jonh estava com uma fotografia agarrada ao peito.

-sam... gemeu jonh 

Dean com cuidado pra nao acordar o pai tirou a foto da mao dele.

enquanto isso. 

-voce ta muito mole hoje padalecki. falou bobby o sacundido.-acorda filho...

-mais cinco minutos pai. resmungo se enfiando de baixo das cobertas

-acorda sam!disse dando um tapa na bunda do filho

-ai pai!disse esfregando a bunda.

-voce ta atrasado.

-é so agora me avisa.disse indo pro banheiro.

-mais que moleque.disse saindo do quarto.

Sam fez sua higiene  e desceu pro cafe onde seus pais o esperava.

-bom dia! disse sam sorrindo.

-é isso que dar dormir tarde.disse rufus depois de beija a testa do filho.-ficou ate tarde na festa nao foi?

-eu cheguei cedo pai.disse pegando a jarra de suco.

-sim,mais ficou assistindo ate tarde.disse bobby sorrindo.-pense que nao virmos.

-era o van dame...mais novo é claro.

-voce nao tem jeito mesmo.falou rufus.

-eu...eu tenho que ir.disse terminando de tomar o suco e pegando uma maça.

-vai com Deus filho!disse bobby o abraçando.-e tome cuidado.

-eu sempre tomo.disse apos de abraçar os pais

Sam correu pra fazenda vizinha onde trabalhava ajudando a cuidar dos cavalos.

-hey sam!disse mario o capataz o olhando maliciosamente.

-oi.disse sam fingindo nao ver as olhadas

-como estao seus pais?

-bem.

-e voce?

-estou bem obrigado.

-é verdade que se mudará depois que acabar a faculdade?

-sim.

-e pra onde vai?

-nao tem um lugar certo ainda.disse penteando os cabelos do cavalo.

-voce cada dia ficar mais lindo,sam

-eu vou buscar a raçao.disse saindo em seguida.

Dean andava de um lado pro outro na sala de espera do hospital,tudo tinha acontecido tao rapido.

                 flash back...

-sam...gemeu jonh

dean com cuidado pra nao acordar o pai tirou a foto da mao dele.

-entao voce é voce. disse olhando pra foto.-desgraçado.

-dean? jonh acordou supreso ao ver o filho em seu quarto e so piorou quando o viu com a foto de sam nas maos.

-entao é com essa homem que voce engana minha mae?!

-o que?

-eu te ouvir conversando com ele...dizendo que sentia falta...que o amava.

-filho eu...

-me criticar por gostar de homens e estar traindo sua esposa com um.

-eu...eu nao é o que...oh meu Deus! gritou colocando a mao sobre o peito.

-Pai!disse dean indo ate ele.

-sam ele...sam

-esquece ele pai...esquece esse desgraçado.

-sam. disse antes de desfacer

                   fim do flash back
-familia de jonh winchester!?chamou o medico o tirando de seus pensamentos
-como ele estar doutor? perguntou ana.
-a senhora é?
-sou a esposa dele...e esse é o filho.falou dando a mao pro filho
-como estar meu pai doutor?
-ele nao estar bem...o estado dele é muito grave,estar consciente mais...
-posso ve-lo?perguntou dean respirando fundo.
Entrou no leito do pai sentindo se culpado,nao queria ter brigado com ele,mais nao podia aceitar isso.
-sam...sam...sam... repetia como uma mantra
Dean sentiu todo odio voltar.um monte de pergunta se  formaram em sua mente.
Os som do aparelho o tirou de seus pensamento
O medico entrou se aproximou do corpo de jonh e conferiu sua pulsaçao, 
olhando para dean em seguida balançando a cabeça negativamente.
-sam....  Foi o que loiro conseguiu dizer
Um dia depois do velorio:
-eu vou sentir sua falta.disse miguel apos romper o beijo.
-e eu a sua.disse dean sorrindo.-mais tenho que fazer isso...nao posso deixar esse desgraçado ficar com o que é meu...e ele vai me pagar por ter feito minha mae sofrer tanto. 
-o tom nao conconda com voce.
-eu sei.disse levantando da cama.-ele nao acha que essa tal sam padalecki é amante do meu pai,mais eu vou provar que é.
-e sua mae.
-por mais incrivel que aparece ele tambem descubriu no mesmo dia que eu...e foi ela quem me deu o endereço de onde ele estar.
-vamos esquecer um pouco ele.disse puxando o loiro pra cima de si.-eu amo voce dean
-idem.disse o beijo com vontade.
-alguma vez voce ja disse eu te amo pra alguem?perguntou ofegante apos romper o beijo
-um vez.
-e posso saber pra quem?
-pra mim mesmo...estava me olhando no espelho.disse sorrindo.
-eu to falando serio?
-eu tambem.
-dean eu...deixa pra la.disse e o beijo com vontade.
Passou uma semana e sam continuava a dividir seu tempo com os estudo e o trabalho ora ou outra saia com os amigos.
-o que foi sam?perguntou chad apos pagar o sorvete.
-é que faz um tempo que sinto que estou sendo seguido.disse olhando pros lados
-devo se paranoia sua amigo.disse sentando.-voce tem trabalhado demais. 
-mais...
-e se tiver mesmo alguem te seguindo mesmo tenho certeza que so pode ser o mario...ele é louco por voce ou o seu ex.
-tenho certeza que nao é nenhum dos dois.
-agora voce estar me deixando preocupado.
-deixa pra la,ok?
-mais...
-eu tenho que voltar pro trabalho.disse levantando.-valeu pelo sorverte amgo.
-se cuida sam.
-eu sempre me cuido.
-claro.disse revirando os olhos.-voce veio de carro
-hurum.quer carona?
-talvez amanha.disse olhando pra bunda do homem que passou em sua frente.
-voce nao muda.disse saindo em seguida 
A tarde veio rapido sam saia do trabalho,diria tranquilamente quando um carro o cortou.
-Mais que...
-sai do carro!gritou um homem de mascara apontando a arma pra sam que preendeu a respiraçao.-saiu logo do carro!gritou irritado tinha que se rapido afinal estava na estrada.
-cal...calma.disse sam saiu devagar do carro e colocando as maos pra cima.
passa a carteira.
-tudo bem.disse tirando a carteira do bolso.
-voce é bem obediente.disse antes de soca-lo.
sam se desquilibrou e caiu no chao por causa do soco,fechou os olhos quando ouviu a arma se engatilhada.
-hey!gritou o homem chamou atençao do bandido e o socando em seguida.
Sam so sabia que o bandido conseguiu fugir com seu carro,mais que o que importava é que ele estava vivo.
"quase fui dessa pra melhor"pensou ainda no chao.
-voce ta bem?perguntou o tirando de seus pensamentos.
-eu..
Sam pensou que nunca tinha visto uma visao mais linda em sua vida.O homem era realmente lindo...loiro de olhos verdes,era cheio de sardas e uma boca bem beijavel.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

Notas Finais


mim deixem saber o que estao achando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...