1. Spirit Fanfics >
  2. .pajamas >
  3. .coisas boas acontecem

História .pajamas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oie! Espero que você esteja tendo um dia fantástico.
Essa fic faz parte do meu projeto de "oneshot todo dia em agosto". Caso não saiba do que se trata e queira acompanhar, tem um jornal no meu perfil explicando direitinho.
A música "pajamas" é uma das minhas favoritas absolutas do gnash e Markson é um dos meus casais favoritos, então decidi juntas os dois e ver no que dava. Se quiserem ouvir a música enquanto leem, acho que vai ficar ainda melhor. Essa música é sensacional.
Espero que gostem e nos vemos lá em baixo.

Capítulo 1 - .coisas boas acontecem


— Você não acha que está vendo notícias ruins demais? — Mark perguntou. Estavam os dois na sala há algumas horas, mas Jackson era o único que prestava atenção no jornal nacional enquanto seu namorado tentava passar de fase no jogo de celular que estava viciado.  

Jackson era extremamente acostumado a procurar sempre pela informação em todo e qualquer momento que pudesse. Tanto que, por vezes, nem percebia o passar do tempo ou as consequências que aquilo poderia causar. Era "coisa de família".  

Seu pai tinha o costume de sempre se manter informado sobre o máximo de tópicos possíveis e sua mãe costumava sentir pelos outros mais intensamente que eles mesmos. Misturando os dois, resultava Jackson, que procurava saber de tudo o que estava acontecendo sobre tudo o que podia e acabava se deixando afetar extremamente pelo que acontecia com as outras pessoas. Porém, era dez vezes mais intenso que seus pais. 

— Parece que só existem notícias ruins, Mark. — retrucou, sem olhar para o namorado. Estava sentado no chão, na frente da televisão.  — O mundo está cheio de coisas ruins. 

— Você sabe que não é assim, Jack. — bloqueou o celular para dar atenção para o outro. Só aí percebeu quão vidrado na tela da televisão Jackson estava. Não era a primeira vez. — Coisas boas acontecem. Mais do que a gente percebe.  

— Mas parece que as coisas ruins acontecem muito mais que as boas. — seguiu reclamando. Depois de dias em que as notícias ruins pareciam ser as únicas existentes, Jackson já estava acostumado com aquilo. Cada dia parecia que algo pior acontecia. — Isso é uma merda. Eu fico realmente mal quando paro pra pensar.  

— Jack, não adianta nada você ficar sofrendo por algo que não está sob seu controle. Você só vai ficar deprimido e não vai mudar nada. — tentou explicar. Jackson fingia não ouvir o que o namorado dizia por não conseguir debater com suas falas. Lá no fundo, sabia que Mark estava certo, mas já era costume seu ser pessimista sobre o cenário geral. 

Mark se esticou para pegar o controle da televisão na mesa de centro e, ao conseguir alcança-lo, pressionou o botão de tirar o volume. Jackson virou-se confuso para o namorado, que apenas esperava para ver a reação do Wang. Segurou a risada ao receber um bico emburrado de Jackson. 

— Vai fazer bem pra você dar um tempo. Vem cá. — abriu os braços, esperando, em vão, o abraço do outro. 

— Mas, Mark, a qualquer momento pode acontecer algo importante e... — começou a defender sua ideia, mas foi interrompido por Mark. 

— Você não precisa saber. Não é como se você pudesse resolver tudo. — argumentou, deixando Jackson ainda mais inquieto. — Você saber ou não que algo está acontecendo não vai mudar o fato de estar acontecendo. 

— Mas, Mark, e se... — continuou tentando mostrar seu ponto, mas, novamente, foi interrompido.  

— Jackson, você pode ficar doente se continuar com isso. Não faz bem pra ninguém consumir tanto conteúdo ruim assim. — Mark estava legitimamente preocupado, ainda que sua principal motivação fosse fazer graça. Tinha razão para se preocupar. Conhecia Jackson muito bem e sabia como a cabeça dele alimentava o sentimento de responsabilidade por coisas que não dependiam dele. Se não tratasse como um assunto sério, não sabia a que ponto seu namorado poderia chegar. — Eu não estou falando pra você parar de se informar, só estou pedindo pra você dar uma pausa e ficar aqui comigo.  

Jackson demorou um tempo para finalmente levantar-se do chão e juntar-se a Mark. Não se dava por vencido apenas por ele mesmo estar levemente cansado e se convencer de que, mesmo sem o pedido do namorado, daria um tempo em breve. 

— Olha o sol lá fora. Você não quer sair? — Mark sugeriu, ajeitando o cabelo do Wang. Jackson olhou para a janela, que revelava o dia lindo. O céu não tinha uma núvem e parecia estar extremamente quente, diferente do lado de dentro do apartamento. 

— Não... Não podemos só ficar de pijama o dia inteiro? E ficar aqui, juntinhos? — perguntou, recebendo uma afirmação, um sorriso e um beijo de Mark. 

Deitaram-se no sofá, os dois agarradinhos, e Jackson esqueceu por alguns minutos tudo de mal que havia no mundo. Parecia aceitar, aos poucos e com certa relutância, a argumentação de Mark. O calor do abraço o confortava e deixava mais tranquilo sobre tudo. E é claro que o pijama quentinho também ajudava.  


Notas Finais


Bom, era isso por hoje. Amanhã tem mais atualização do projeto, provavelmente nesse mesmo horário.
Espero de coração que tenham gostado e muito obrigada por ler! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...