História Paladin Sword- Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Fairy Tail, Interativa, Originais
Visualizações 87
Palavras 1.701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shounen, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui está o capitulo desculpa o atraso, espero que gostem e comentem o que acham.
Este capitulo serve apenas para apresentar as personagens, já não haverá capítulos assim se receber novas personagens elas vão ser encaixadas com o tempo.
Boa Leitura!!!!

Capítulo 2 - Open Doors


Pov Reiko

A montanha Suny, uma montanha que dava fama á cidade Sunyview, a mesma é situada um pouco longe da cidade tendo uma floresta entre elas.

Mas mesmo com a distância a mesma recebia todos os dias enormes quantidades de turistas que desejam ver a vista que a mesma propõem no seu topo e tal como o nome indica o sol é atração principal especialmente no nascer e no pôr do mesmo.

O vento urrava no topo da montanha, mesmo já tendo passado algum tempo do nascer do sol a sua vista era magnífica em todo o seu esplendor.

Tal vista agradava bastante a Reiko o mestre da nova guilda de Sunyview, a Paladin Sword, o homem de porte forte estava empoleirado no muro que servia de proteção para as pessoas não caírem para a floresta que estava a 300 metros abaixo.

A vista era tão hipnotizante que o mestre tinha ido lá para ver o nascer do sol mas ficou tão encantado que nem deu com o passar do tempo.

-Hoje será o começo da nova era!-falou para si mesmo enquanto tirava um cigarro do bolso e o acendia mas antes de o chegar a seus lábios alguém o interrompe-o.

-Pensava que tinhas parado de fumar!- Reiko virou-se para trás dando de caro com os grandes olhos perolados de Hina.

-Pensaste errado- voltou-se para a frente e deu um trago no cigarro e uns segundos depois libertou uma nuvem de fumaça pela boca- O que queres? E há quanto tempo estas aqui?

-Só cheguei a tempo de te ouvir murmurar alguma coisa, e estava á tua procura porque já devias ter aberto a porta da guilda. -disse Hina enquanto apoiava o seu peso na perna direita, um sinal evidente que a mesma estava a odiar o tom de voz dele.

-Estás com pressa às portas só vou ser abertas á 9:30.

-Não estou com pressa seu retardado se tivesses prestado atenção no tempo perceberias eu já são 10:40

Ao ouvir tais palavras Reiko deu um ultimo trago no cigarro e atirou para trás caindo aos pés de Hina, fez força no muro onde estava sentado e atirou-se para a floresta que se encontrava abaixo dele.

-Um obrigado não te mataria. -disse Hina claramente irritada por ter sido ignorada, pisou fortemente em cima do cigarro apagando-o e deu um impulso saltando por cima do muro e segui-o o mesmo caminho que Reiko tinha feito a uns segundos atrás.

 

Pov Miwa

 

Enquanto Reiko e Hina voltavam para a guilda um grande grupo de pessoas já esperavam á horas pela abertura da guilda mas até agora nada dava a atender que as mesmas iriam abrir tão cedo.

Nervosa por esperar tanto tempo Miwa , uma linda rapariga de longos cabelos dourados e grandes olhos azuis que faziam um belo contraste com a sua pele clara, acabava de sair de uma loja de doces onde comprou um bolo para a mesma comer e assim acalmar-se, às suas roupas um simples vestido branco com diversos babados na região do decote e pés e as sandálias de gladiadora douradas em seus pés davam a impressão que a mesma era um anjo.

Andou por um bocado até encontrar um banco onde se sentou e começou a comer o seu bolo, graças a tal doce a mesma acalmava-se e os nervos sumiam como por magia.

Estava tão concentrada no seu doce que nem vi-o o rapaz atrás de si, um jovem alto de cabelos albinos e pele morena e com uns belos olhos verdes que tornavam o mesmo ainda mais bonito do que era.

-Ei posso provar?-perguntou o mesmo, pregando um enorme em Miwa, a rapariga moveu a cabeça devagar para ao lado e ao perceber que a conversa era com ela e com a proximidade do rapaz corou dos pés á cabeça.

-Então posso?-repeti-o, Miwa receosa cortou um bocado do seu bolo e oferece-o ao rapaz que o comeu em uma dentada.

Enquanto o rapaz comia Miwa reparava melhor nele, o mesmo utilizava um casaco verde, que provavelmente era um ou dois números acima, uma regata preta com um cinta da mesma cor mas este tinha algumas riscas coloridas em sua extensão e em seus pés um chinelos, ela achava-o bonito mas de longe via-se que ele era um galinha.

-Posso saber como se chama tal beleza?-perguntou ele conferindo o pensamento de Miwa mas tal elogio fez a corar outra vez.

-E-e-eu me chamo M-m-miwa e tu?

-Sharrkkan ao seu dispor!-Mas ao reparar na cor avermelhada na cara de Miwa aproximou-se ainda mais dela- Estás muito vermelha estás bem?

Miwa ia ter um ataque mas um enorme barulho dentro da guilda chamou a atenção de todos que estavam á espera.

-Finalmente irá abrir-disse Sharrkan- Também vais tentar entrar?

-S-sim, espero conseguir!-respondeu baixinho

 

As portas da guilda começaram a abrir e com isso todos os enumeres magos presentes no local entraram apressadamente no local.

 

Pov Mizuki

Quando as portas da guilda abriram fui logo uma das primeiras a entrar, já estava farta de esperar, sentei-me logo numa das cadeiras mais perto do palco e pouco a pouco as pessoas foram se sentando, enquanto as pessoas se silenciavam eu via se estava apresentável, não que fosse vaidosa muito pelo contrario mas hábitos antigos são difíceis de esquecer, compôs o melhor que pode os seus cabelos verdes lisos e tirou a franja dos seus olhos dourados, compôs a sua blusa cinza de mangas compridas, abaixou um pouco a gola alta e arranjou o decote, esticou bem a sua saia preta curta e tirou da sua bota preta de cano alto todo o tipo de poeira, estava apresentável para aquilo que podia fazer.

Nesse tempo toda a guilda já se tinha calado e um homem e uma mulher subir aram para o palco, provavelmente o mestre e uma maga.

-Bem Vindos, à Paladin Sword!-gritou o homem recebendo diversos aplausos e assobios.

-Eu sou o mestre da guilda Reiko e ao meu lado está Hina a nossa barrista e uma maga class S.

Do meio da multidão alguém gritou-Não sabia que deixavam macacos serem magos de class S- virei me para trás e vi que tinha sido um rapaz albino, moreno e de olhos verdes ao seu lado estava uma rapariga pequena de longos cabelos loiros e olhos azuis a mesma parecia me familiar mas isso não importava a cara e desespero dela deixava muito hilariante, fazendo-me rir.

Mas a Hina não achou piada, a mesma saltou uma enorme distancia e acertou um soco direto no rapaz cravando no chão, a mesma sussurrou algo ao ouvido do rapaz, o mesmo ficou estático queria saber o que ela tinha dito mas a cara de raiva da mesma não parecia querer partilhar.

Depois do rapaz se levantar e Hina voltar ao palco o mestre prossegui-o o seu discurso.

-Bem, muitos de vocês estão ansiosos para ter a marca da guilda e tornarem-se membros oficiais mas isso não vai ser fácil, vocês vão ter de se lutar para conseguir o vosso lugar.

Com tal informação muitas pessoas começaram a protestar e eu decidi impor-me.

-Então para que mandar os convites se no final iriamos ter que lutar?

-Os convites são a vossa prova!- Com isso o mestre estalou os dedos e todos os convites começaram a brilhar e a transformarem-se em pins com números.

-Tem 10 min encontrem o vosso par e vão para a arena atrás da guilda, as lutas irão começar.

-Mas que merda eu fui me meter!-Pensava enquanto olhava para o número 65 em sua mão.

 

Pov. Mika

Fogo que merda onde me fui meter, num dia eles dizem que faço parte da guilda no outro manda-me prestar provas, bem que se fodam todos, espero que o meu par seja forte.

A mesma passava á volta das pessoas á procura de seu par e nem reparava nos olhares pervertidos dos homens lá, seus cabelos castanhos-claros com certas partes mais escuras criava uma cascata negra em contraste com a sua pele escura, seus olhos grandes, boca carnuda e o seu nariz levemente empinado atraiam diversos homens mas o seu corpo violão era a cereja no topo do bolo

-Eles nem dão tempo para trocarmos de roupa, vai ser mais complicado mover-me livremente-falou baixo enquanto notava em suas roupas, uma calça jeans preta rasgadas na altura do joelho e um pequeno desfiado na coxa esquerda, um bute marrom de cana curto, com um suspensório preto também, uma camiseta manga cumprida de coloração branca, na região dos seios com um pequeno detalhe em ziguezague.

A mesma não tinha grande visão e estar a andar e a olhar para baixo ao mesmo tempo levo-a a chocar com alguém, Mika levantou a cabeça rapidamente dando de cara com uma rapariga a mesma era baixinha não devia ter mais de 1,60 mas era bonita seus cabelos eram loiros claros presos numa trança longa que ia até ás coxas, tinha também uns cabelos a emoldurar-lhe o rosto, tinha uma pele bastante clara mas isso tornava mais bonita devido aos seus olhos azuis fortes, mesma era podia ser pequena mas tinha uma belo corpo com seios avantajados, e o seu vestido lilas curto destacava as suas curvas.

-Peço desculpa, não reparei em ti!

-A não faz mal, eu mesma estava á procura do meu par de combate, prazer chamo me Alyssa!

-Prazer sou Mika, qual é o teu número?

-87

-Amiga não procures mais, eu sou o teu par!

-Ainda bem, fiquei preocupada já começa a pensar que iria ficar com um daqueles pervertido!-apontou discretamente para trás de si onde se encontravam um grupo de homens a olhar para ambas.

-Cambada de pervertidos, mas o pior deve ser aquele que chamou de macaca à Hina.

-Podes ter razão é isso ou ele tem parafusos a menos.

Uma voz saio dos pins a comunicar que o tempo acabou e que todos devem se dirigir á área de luta.

-Merda nem pensamos numa estratégia, a minha magia serve mais para o ataque e a tua Alyssa.

-Igual, vamos fazer assim derrotamos um cada um, deve ser mais fácil.

-Ok

 

Elas seguiram para a rena onde as lutas iam decorrer, parecia que a entrada da guilda iria cada vez estar mais próxima. 


Notas Finais


Este jornal contem os aceitos até agora
http://socialspir.it/10869186

Ainda há vagas
Espero que tenham gostado deste capitulo o proximo irá ter lutas e demostrar habilidades.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...