1. Spirit Fanfics >
  2. Palavra do destino (kiribaku) >
  3. Cap 5 ( quase fim )

História Palavra do destino (kiribaku) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


foi mal a demora meu pc pifo ai tava dificio de escever OM UM SERTP

Capítulo 5 - Cap 5 ( quase fim )


 

NARRADOR ON

Ja se passaram 1 més que o casal começou a namorar escondido com apenas uma pessoa sabendo, uma rosadinha que ñ gostava da situação que os amigos pasavão , queria poder fazer mais,só que ñ podia ir contra o bakugou , sem baku saber oque estava passando na cabeça de kiri ele decide ir perguntar a ele .

BAKU:Ei kiri , vc ta tipo bem - pergunta segurando a mão do ruivo - vc ta estranho o dia enteiro , vc quase ñ comeu , oque e um milagre. 

KIRI; Ñ se prelcupa é só uma dor de cabeça que eu to a algumas horas - diz sinplistas - acho que e por que eu ñ com direiton- fala se levantando da cama - acho que vou ate o refeitorio , quer algo- perguta se distanciando do loiro 

BAKU: Ñ mente pra mim eu to notando faz alguns dias que vc ñ ta bem , então decha de fogo no cú caralho e me fala oque vc tem , tipo agora - diz em um tom um pouco mais alto mais ñ ao ponte de gritar 

KIRI: E serio baku eu to bem , ñ se preulcupa- diz sem olhar na cara do loiro nem uma vez 

BAKU; Olha na minha cara e fala isso , se vc conseguir mentir na cara dura(kkkkk) eu deicho vc em paz nem te fasso mais nem uma pergunta sobre o assunto , ou melhr eu nem toco mais no assunto - fala com a voz bem elevada quase gritando 

KIRI;Eu ñ to feliz - olha na cara do loiro que fica chocado com a primeira fala do ruivo - ñ aguento mais esconder , já ñ so bom com segredos e vc ainda pede pra mim ñ contar a ninguém por conta da sua mãe que vc nem conversa , só fala mal - diz com lagrimas no olho - ñ posso comtar a minha propria mãe o quanto eu to feliz em tar com vc, tenho que esconde que sou seu namorado , então não posso mostrar afeto na frente de todos e nem me preucupar em uma luta .

BAKU; De.....desculpa , kiri eu ñ sabia que vc se sentia assim , eu só parei pra pensar em mim e............-foi entemrompido pelo rad 

KIRI; Baku eu entendo que vc tenha que ter seu tempo para convemser sua mãe e ir a adapintando ao seculo 21- diz apertando a mão do loiro - mais eu quero peloumenos contar a minha minha mãe.

BAKU: Kiri eu sei que ñ ta nada facil mais pó eu ñ quero que ela me troque de escola ,estado ,pais ! quando for sabado eu vo falar com ela e sair correndo pra sua casa , ai ñ vai dar tempo dela gritar com migo ok - fala com a  voz mais calma o posivel 

KIRI; eu ñ quero te  forssar a nada so quero contar a minha mãe que estou feliz 

BAKU:Eu tanbem por isso vo contar 

DEPOIS DE MUITO CONVERSAR DECIDIRAN QUE IRIAM QUE IRIAM COMTAR AOS SEUS PAIS DURAMTE O SABADO E DEPOIS IR PARA CASA DE MINA QUE ESSE FINAL DE SEMANA ESTARIA LIVRE JA QUE OS PAIS DELA TRABALHAM MUITO FORA.

DEPOIS DE 3 DIAS ESPERADO CHEGOU O DIA ESPERADO POR TODOS , MAIS BEM MAIS PARA BAKU QUE ESTAVA COM UM CERTO MEDO DO QUE PODERIA ACONTECER A SUA PELE JA QUE SUA MÃE Ñ ERA NEM UM POUCO PACIFICA , ERA COMO ELE SO QUE COM BUCETA ! 

BAKU ON

sabe tauvez eu ñ deva contar e só falar que irei passar a noite na casa de uma amiga e no outro dia ficar na escola e ficar la ate o resto da minha vida , ou ate ter minha casa , oque eu acho que ñ vai demorar muito , eu espero , ñ aguento mais a velha na minha cola , tai um dos mutivos de eu ñ ir pra casa . Eu so preciso tomar coragem  vamos lá ñ e tão dificío e so dizer a vdd , como se alguma vez eu tivesse contado a vdd pra ela . vamos la abra a porta casa e so girar a masaneta , vamos bakugou . Antes que eu pudese entrar alguém abre a porta 

 MITSUKI; Katsuki - cara eu mau cheguei e a velha já te gritando!, que inferno 

BAKU:Fala velha 

MITSUKI: VELHA E SUA VÓ - como se eu tivese uma , bom com certeza eu tenho mais ela deve tar morta nunca conheci e ñ quero conhecer , se ñ me faz falta eu ñ ligo!- por que vc ñ tem vindo pra casa faz um més , e oque vc ta fazendo parado ai entra logo 

BAKU: E sobre isso que eu quer falar  1 eu vo passar a noite na casa de uma amiga - antes de eu contar e melhor eu peger as minhas coisas , depois de um 10 minutos dela estar gritando com migo eu vo ate a porta- mãe, eu achei a minha alma gemia 

MITSUKI: Isso e bom ñ e

BAKU Sim se a minha alma gemia ñ fosse um menino - ok eu achusei o jogo de palavras certo - bom e isso eu sou gay e bom eu to namorando a 1 més e só isso 

MITSUKI: quando vc voltar agente comversa - ela falo sem gritar e sem explodir nada - só fecha a porta ok baby - ok isso me dexou um pouco preucupado mais ok 

========================================´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´==============================================

depois de um tempo chrguei na casa da mina , oque eu ñ esperava era que a tsuyu estivese lá eu sabia que as 2 tinham um lance mais ok   

agente fico esperando o kiri um tempo depois do que agente avia combinado o que era estranho por que ele ñ atrasava tanto assim ,´´ mano que isso que demora essa faz mais de uma hora que agente ta esperando`` agente espero mais ums 20 minutos , enquanto isso eu de vela *=* , ai a campainha toca finalmente 

MINA:eu atento - quando ela atende a porta da um grito que dava pra escutar da sala- alguém me ajuda - quando chegamos na porta nós deparamos com o ruivo todo ensanguentado , parecendo que tinha sido atropelado - kiri oque aconteceu com vc - eu vo e ajudo o ruivo a entrar e o coloco no sofa , oque e uma pena por que o sofa era branco . 

KIRI: Eu ñ sabia que meu pai ia voltar pra casa , então , eu contei pra minha mãe e ele escuto . ai eu subi pro quarto pra arrumar minas coisa e minha mãe foi fazer copras , ai ele me tranco no quarto com ele e comesou a me bater ai quando ele saio eu pulei a janela do quarto e vim correndo pra cá - quando ele falo isso me subio um ódio tão grande que eu fechei a minha mão e apertei tanto que acabo caindo umas gotas de sangue .

MINA: Baby vc vai melhorar e denunciar o se pai!

KIRI: EU..............eu........ñ posso - quando falo isso minha cara foi no chão - eu amo meu pai e eu sei que isso ñ vai mais acontecer

BAKU: vc acha , só acha que tem escolha né , vc ta todo fudido , sangrando a pacas quase ñ consegue falar  e realmente acha que tem escolha , a unica pessoa que pode fuder vc e eu sem esessão . 

TSUYU; Sem querer me meter mais ja me metemdo , kiri faz oque vc quiser - oque essa sapo acha que ta falando - mais isso realmente e um casso serio , na proxima , eu espero que ñ aja , vc pode acabar em uma cama de hospital ou pior - sabe pela primeira vez eu concordo com esse sapo .

MINA; Ela tem razão , bom mais depois agente conversa sobre isso , vc presisa lavar os machucados antes que fequisionem , - olha numca achei que um dia parcialmente pacifico ficasse tão pesado - baku vc ajuda o kiri e eu e a tsuyu vamos arumar o quarto pra gente dormir ok 

BAKU: TÁ - eu pego ele no colo e levo pro banheiro - ei kiri oque que sua mãe disse quando vc converso com ela- era uma pergunta esperada vai .

KIRI Disse que já sabia , e que só quer me ver feliz - mano achei eu que achei a reação da minha mae calma , a do kiri e mais ainda - mais sabe eu já imaginava que seria essa a resposta , e a sua mãe baku 

BAKU: Sla ñ entendi direito, 

KIRI; Como assim - quando ele fez essa pergunta , ate eu fiquei me perguntando, como assim , por que ela ñ me explodiu, por que foi tão calma . são coisas que só ela pode me responder . 

---------------------------------------------------------------//////////////////////////////////////////////////////////----------------------------------------------------------------------

no começo da madrugada ainda me perguntava tudo isso , ñ saio da minha cabeça o fato de talvez meu medo fosse um medo bobo, uma coisa incoveniente . e isso ñ saio da minha cabeça por um bom tempo .

MINA: Ai depois agente coloca fogo na casa do bakugou ..........

BAKU: oque ...... por...por que colocar fogo na minha casa - ñ tava entendendo oque tava acontecendo , mais por que fogo na minha casa .

TSUYU: Era  pra vc acorda , agente ta falando sobre vc tem uns 20 minutos e vc nem percebeu 

BAKU; Claro que eu percebi , só ´n dei a minima - ok ñ fazia ideia do que eles tavan falando .

MINA: Ate a parte que o kiri ia termina com vc pra ficar com o deku- que porra e essa que essa saco de algodão doce ta falando .

BAKU; Vc ñ teria a audacia kirishima..............

KIRI: Mina ñ enche a cabeça deça de minhoca , eu ñ falei isso ok , eu nunca te trocaria ...- ñ sei por que fiquei com medo dele me trocar pela aquela moita ..,

obrigado por ler , desculpa os erros de português 

ate a proxima 

 

 

 

 


Notas Finais


galera eu comecei a escrever na segunda passada , só que fiquei de castigo por comta da minha nota em matematica e fisica . e meu quarto que e um lixão ai eu fuiquei de castigo e sem criatividade espero que me perdoem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...