História Palavras que nunca foram ditas. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Matheus Neves "Pk Regular Game", Thiago Elias "Calango"
Personagens Matheus Neves, Personagens Originais, Thiago Elias "Calango"
Tags Akai Ito, Angst, Angust, Hanahaki, Pkalango, Pklango
Visualizações 33
Palavras 298
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma referência aqui nu começo ^-^

Capítulo 3 - Pétalas de rosas vermelhas.


[O amor pode te trazer problemas, ou soluções... ]


Um grito alto podia ser ouvido, na casa de Matheus. O mesmo gritava de dor, pois sentia sua barriga sendo perfurada. Entretanto não via nenhum sinal de sangue ou algo do tipo. 

Matheus corre até o banheiro, se ajoelhar em frente ao vaso e vomita  muito sangue com apenas algumas pétalas de rosas vermelhas. 

Ele era a pessoa que mais se torturava mentalmente. Se é que isso é possível de se fazer. 

Linpa a sua boca com a palma da mão, enquanto tenta se levantar, mas falha miseravelmente, pois sente uma certa dor em sua barriga. 

Ele apenas se arrastar até o chuveiro, se livra de suas roupas e toma um banho quente, enquanto cuspia o sangue que estava em sua boca. 

•••

-Pk... Você está bem? - Guaxinim perguntava preucupado, enquanto olhava o seu amigo. 

-Guaxinim, eu... - Matheus não consegue terminar de falar, pois sente como se fosse espinhos perfurando a sua barriga. 

-Matheus, você quer que eu te ajude eu posso... - o Rafael é cortado. 

-Já faz um tempo, que tenho que lidar com isso, eu estou bem não se preocupe. - sussurra Matheus um pouco desnorteado. 

-Vamos pro médico agora, Pk, porque você não me disse antes? - Guaxinim pega o seu celular e liga para Thiago, um dos seus melhores amigos, que é maior de idade e além disso possui um carro e pode levar Matheus mais rápido para o hospital. 

-Não p-precisa fazer... Isso. - Matheus tentava convencer o amigo, que estava bem. Mais falhava miseravelmente. 

-Thiago o Pk não está bem... - Guaxinim diz meio atordoado. -Você pode nos ajudar, eu to aqui na casa dele. 

•••


[Se eles tivessem tomado uma atitude? Será que um deles ainda estaria na beira da morte? ]




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...