1. Spirit Fanfics >
  2. Paletas e Pincéis >
  3. Está tudo bem se for por você - ? ? bem ? ? por você

História Paletas e Pincéis - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Enfim o final

AVISOS!!!! PODE DAR GATILHO, cito um quadro de esquizofrenia beirando a psicose e talvez cause gatilhos em pessoas que passam ou convivem com pessoas que tem isso
Então não leia se for sensivel, por favor, cuide da sua saude :D

Capítulo 5 - Está tudo bem se for por você - ? ? bem ? ? por você


— Ele teve melhora? - YoungJo indagou afobado assim que YongHoon, o psiquiatra e terapeuta de GeonHak, saiu de seu quarto, quando recebeu o sinal negativo do amigo, grunhiu descontente. — Eu pensei que fosse ter alguma mudança, ele parecia tão bem essa semana… Mesmo que ainda me confundisse toda manhã...

—  A situação dele é bem mais complexa do que eu esperava ter que lidar. - O Jin suspirou pesadamente, porém, tentando manter a postura a todo custo, estava preocupado com o Kim mais novo, isso era obvio, entretanto, YoungJo também não parecia nada bem, então precisava manter por ele. — O quadro dele é constado como nível um de esquizofrenia, mas o que temos aqui é uma situação de devaneio descontrolado, dois passos para chegar na psicose… Ele ainda chama por SeoHo?

— Toda manhã… Eu sempre vou ao seu quarto no mesmo horário que SeoHo vinha, volta e meia faço o esforço de trazer mais tintas, mesmo que ele não as use de verdade. - Um soluço cortou sua frase, o psiquiatra logo tratou de abraçar o melhor amigo ouvindo seu choro em silêncio. — Céus, como eu queria ter dado tudo a eles, nunca me dei bem com SeoHo, mas se fosse para ver GeonHak feliz, eu daria até minha vida para o Lee ainda estar aqui. 

— Você não pode fazer isso, YoungJo. - Suspirou. —  Falando sério e como seu amigo agora, você precisa de ajuda, não pode ficar cuidando de GeonHak sozinho, ainda mais se ele alcançar o quadro de surtos agressivos, como você vai conseguir controlar? E fingir ser o SeoHo… Você vai se machucar ainda mais…

—  Eu sei. - Sussurrou abafado pelo peito do outro, passou-se um bom tempo assim, até que enfim as lágrimas do mais novo se cessaram e YongHoon se despediu, dizendo que voltaria a noite depois do trabalho no consultório acabar, para lhe fazer companhia.

Assim que fechou a porta, o Kim caminhou até o quarto do seu amado, respirando fundo antes de entrar, os olhos opacos miraram em si quando pisou nele, soube bem que estava em transe da sua fantasia.

—  SeoHo, vem aqui, eu pintei algo bonito hoje! - YoungJo puxou o mesmo banquinho de sempre e sentou-se ao seu lado, esperando ele narrar a pintura. —  Eu coloquei borboletas na parede, acredito que elas combinam com a cor roxa. - O coração do mais velho falhava ao ouvir tais coisas, nada daquilo era real, a parede era em um branco desgastado e não havia nada nelas.

Se pudesse, faria tudo daquilo ser real, por seu garoto.

—  Eu achei que ficou muito bonito! - Forçou um sorriso, GeonHak não percebeu a falsidade naquele sorriso. —  O que está pintando? - Olhou para a tela em branco.

—  É um rosto de uma pessoa, magenta, vermelho e cinza. - O sorriso sumiu do rosto do Kim mais novo. — Parece triste, aflito, também se parece o YoungJo hyung. - Um suspiro escapou de seus lábios, YoungJo segurava o choro. —  Será que o hyung está triste? Acredito que preciso conversar com ele, faz tempo que não vem aqui…

—  Ele deve estar ocupado. - Murmurou com o pouco de voz que ainda lhe restava, o pintor se assustou com o tom choroso que saia dos lábios do mais velho.

Hoho, não chore, por favor... - O loiro abraçou o outro. —  Está tudo bem, YoungJo hyung também deve está… Creio eu que esteja. - E dito isso selou os lábios com os do mais velho, o Kim não lhe impedia mais de fazer isso. —  E eu vou ficar bem, mesmo que ele não venha me vê aqui… Ao menos você nunca vai me abandonar, certo? - Um sorriso fofo e inocente decorava o rosto bonito do Kim.

—  Jamais… - YoungJo fungou, puxando-o para um abraço desajeitado e cheio de dor por parte dele. —  Eu nunca vou te deixar, por nada.

—  Eu sei, SeoHo, eu sei. - Soltou um riso animado.

Se GeonHak estava feliz.

YoungJo estava calmo, não importava quem ele via no seu lugar, ele seria SeoHo, ele faria tudo que o mais novo pedisse, acreditaria e concordaria com cada palavra.

Se GeonHak estava feliz, YoungJo não se importaria de cuidar dele para sempre. 


Notas Finais


yey
prometo trazer coisas mais felizes na proxima KKK
enfim, obrigada para quem leu até aqui :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...