História Palette - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Colegial, Fluffy, Jungkook, Jungkook! Bottom, Lemon, Long, Romance, Taehyung, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 32
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


aaaaa eu to tão aaaaa
A capa do cap ta tao simpleszinha mas esse vai ser o novo modelo, a outra eu fazia no photoshop e como eu to sem...essa é mais facil de fazer e etc
enfim
faz um bom tempo desde o último capitulo, eu sei, mas eu espero que alguém ainda leia, porque essa fanfic é meu neném e eu nunca vou desistir dela
Passei por um bloqueio fodido mas amém palette voltou

Ah, o POV agr é da autora, sem POV do jk mais

É isto, boa leitura!

Capítulo 9 - Zombie Love - Bohnes


Fanfic / Fanfiction Palette - Capítulo 9 - Zombie Love - Bohnes

Uma semana.

Uma semana era tempo suficiente para o Jeon acabar com 6 temporadas de Greys Anatomy mas não era o suficiente para o Kim ligar para o tal.

Espera. Voltemos ok? depois da páscoa mais vergonhosa da vida do Jeon, a vida foi melhorando aos poucos, bem depende do que você chama de melhora. Finalmente o loiro de baixa estatura pediu Yoongi em namoro, e agora ambos fazem questão de lembrar o quão "cu doce" o Jeon e o Kim estavam, o que não deixava de ser mentira, mas também era hipocrisia, claro.

Agora, o moreno de olhinhos avermelhados ainda, assistia algo na televisão de forma aleatória, enquanto jogava um jogo do seu celular que o Kim havia recomendando. Grande perda de tempo, o moreno descreveria.

Ouviu batidas desesperadas na porta, e até o nome foi gritado, gritou para voz muito bem conhecida — Seokjin — esperar, porque estava sem calça, o que fez ele chutar a porta, bem na hora que ele abriu, mirou na porta, acertou a canela do Jeongguk.

É claro que o moreno mais baixo tava com uma raiva do caralho e Seokjin apenas riu, emanando dourado (diversão), mas o fuzilar do olho do Jeon foi o suficiente para que Seokjin alegasse que ele não tinha senso de humor, começando um breve discurso:

— Quinta e sexta é feriado, e a bendita da minha mãe vai pro ocidente, e aí eu pensei da gente, vulgo, eu, você, Jimin, Yoongi, Namjoon e pode chamar aquele amiguinho…Taehyung eu acho? Enfim, vamos pra Busan, na casa dela, mas ela não mora lá, só nos finais de semana, e ela vai estar em Vegas fazendo Deus–sabe–o–que…e você sabe que não tem poder de escolha certo? — O loiro mais velho encarou o Jeon, que pela velocidade do “aviso“ estava meio confuso ainda, poxa ele tinha acabado de chorar pela morte de um paciente em Grey's Anatomy, estava sensível.

— O Tae tá viajando pra Busan também, ele não vai conosco, uma tia aí dele falou que ele precisa se distrair por conta do possivel alzheimer do pai dele..

— Eu tava feliz Jeongguk, muito obrigada.

— Desculpe hyung, alias, hoje é quarta, como espera que eu convença minha mãe? — reclamou.

— Da seu jeito se não eu juro por Deus que pego um carro voador e venho na tua janela te buscar. Mané.

E com essa incrível fala, o Kim foi–se embora, ele poderia convidar — ou intimar — o Jeon pelo celular, mas o do loiro havia caido na privada, os deixando sem meio de comunicação.



                    ➣   ➢  ➢   



— Mãe…posso–viajar–com–meus–amigos–esse–feriado? — O Jeon falou rápido demais, olhando pra mãe com olhos pidões e ansiosos.

— Pode ué, os de sempre? Mas só se o Jin for, ele é o único responsável dentre esses…palermas que você anda, palerma.

Eram dez da noite quando o Jeon resolveu finalmente pedir a mãe para viajar, sabendo que as proximas 2 horas seriam dele enrolando pra arrumar as malas e depois finalmente, arrumando as malas, o que faria ele se atrasar no dia seguinte, já que eles obviamente iriam viajar pela manhã, até porque o Jeon era um garoto incrivelmente atrasado, o que irritava ele, seus amigos e qualquer pessoa que convivia com ele, um verdadeiro palerma, como sua mãe dizia.

— Vou falar pra eles que disse isso! — O Jeon disse em tom de brincadeira, subindo as escadas de madeira, em direção ao próprio quarto.

Adentrou o tal, perfeitamente arrumado, passou os dedos pela mesa de desenho, vendo os lápis organizados por cor, dando até saudade de voltar a desenhar, olhou pro piano digital perto da cama, também sentindo falta de tocar, provavelmente passaria um bom tempo tocando, caso fosse.

Surpreendentemente, ele não enrolou ao começar a organizar a mala, colocava as roupas dobradas, de forma calma, a voz do "Bohnes" ecoava pelo quarto dele, Middle Finger tocava na caixinha de som dele, presente de uma tia, assim como a blusa vermelha que colocou na mala.

Vermelho. Vermelho lembrava Taehyung. A cor ainda estava nos olhos do Jeon, ele respirava fundo, obviamente estava com saudades do mais velho, mordeu os lábios apreensivo, colocando o carregador portátil na parte menor da mala, junto com seu fone de viagem — o mais alto, assim não ouvia gritos dos amigos bagunceiros — olhou ao relógio, suspirando, sabendo que teria que dormir em breve.

Deixou a mala de lado, sentando em frente ao piano digital, o ligando, passando os dedos por todas teclas, fazendo um barulho bem clássico, começou a tocar alguns acordes soltos, sem qualquer ritmo ou coisa parecida, era só o Jeon brincando de tocar piano, ele não era um profissional, mas sabia tocar como um, só não tinha a prova de ser, mas era um pianista exemplar, ou ao menos era, algum tempo atrás, por enquanto ele era só um garoto tocando acordes aleatórios, ele nem percebeu quando a mãe entrou no quarto, ela ficou tensa ao ver o garoto tocando piano, afinal, havia tanto tempo que ele não tocava que parecia que quando o fazia, era preocupante.

A Jeon deixou o quarto, ainda sem Jeongguk perceber sua presença, ele respirou fundo, antes de deixar os dedos abandonarem as teclas. Olhou atentamente as teclas brancas, vendo um adesivo numa delas, sorrindo fraco, Jimin havia o botado ali, alegando um dia aprender a tocar para fazer um dueto com o Jeon, e isso quase aconteceu, mas o Park desistiu ao ver a cifra de um dueto, mais difícil que um solo, claro.

Finalmente, o Jeon terminou a mala, deixando de lado o fato de estarem no verão, as roupas pretas ou neutras eram destaque na mala dele, inclusive, a própria mala era preta.

Olhou ao relógio, finalmente tirando da playlist que ele chamava de alternativa, mas era porque ele não sabia que nome dar a ela.

Verificou o despertador no celular, vendo que estava ligado, desejando a si mesmo boa sorte, afinal com os amigos que ele tem, a coisa que mais precisa é sorte.

Conectou o celular na tomada, vendo o pequeno raio no ícone da bateria, colocando na playlist de dormir feita por si mesmo, fechando os olhos.

Ele havia demorado a dormir, tentou dormir de diversas formas, mas só o conseguiu quando recebeu o primeiro sinal de vida do melhor amigo em uma semana, o nome "Tae(2x) <3" piscava na tela, um simples “Durma bem” havia feito a noite do Jeon, que nem pensou em contar que iria pro mesmo lugar que ele, apenas respondeu um "Você também taetae" sendo que a algumas horas havia planejado um grande discurso bravo, quando a única coisa que sentiu quando viu a mensagem foi alívio.


                     ➢ ➢ ➢



— Bom dia, Jeongguk! — Jimin exclamou, lhe jogando um travesseiro, fazendo o Jeon acordar com a maior cara de sono existente.

—Bom dia, Hyung's… — respirou fundo, vendo o quarto cheio de garotos, uma muda de roupa foi jogada em seu rosto pelo mais velho, o fazendo levantar indo ao banheiro.

Reparou as cores dos garotos mais fortes, a animação e ansiedade eram claras, mas em todos havia uma pitada de preocupação.

Em menos de 15 minutos ele estavam no carro de Seokjin, dizendo tchau pra sra.Jeon, e finalmente, indo a Busan.

— Se você botar esse fone, eu juro que eu quebro ele — o Min falou, fazendo o Jeon resmungar em tom de choro.

— Sem fones pra mim.


Notas Finais


É isto, a próxima att vem não sei quando, porque to saindo aos poucos do bloqueio, mas provavelmente nao vai ficar tanto tempo sem att como tava antes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...