História Pan - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 17
Palavras 404
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Poesias, Romance e Novela, Shounen, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


🌝🍷

Capítulo 1 - Maybe the Universe Know Me?


Fanfic / Fanfiction Pan - Capítulo 1 - Maybe the Universe Know Me?

O universo consegue ser algo ou alguém engraçado. No sentido irônico, não no sentido de piada. Ele sempre está ali para gerar novas formas e escrever novas histórias. É engraçado por que essas histórias chegam a ser tão boas para o destino de nós, meros seres humanos, que ele sente inveja.

Oh, será que o pobre universo se sente sozinho e precisa de alguém para conversar e amar?

Humanos nascem, crescem e morrem, mas eles nunca morrem vazios; eles vieram para o mundo com um propósito qual precisam descobrir com o tempo.

Ela era um daqueles com uma vida monótona, normal, nada impressionante. Mas sorriso em seu rosto nunca se apagava e causava revolta de pessoas ingratas e infelizes qual sentia ódio pelo vírus da felicidade e bondade que estava contaminando seu coração.

Ela não sabia, mas conseguia amar até os miseráveis e filhos da puta. Piedade. Ela os amava não só da forma fraterna, mas da forma que chamam de paixão. Sentia, mas não tinha noção fixa do que isso representava.

Cresceu também, ganhou maturidade diante de seus problemas, mas a chama acolhedora em seu coração jamais ousou apagar. Ainda se perguntava sobre o que sentia. Começou a ficar mais confusa do que já estava. Era forte, mas isso a fez chorar por desespero, não sabia o que fazer.

Existia um alguém qual a deixava mais confusa do que qualquer outra coisa no mundo. Era outra garota cuja sua história repleta de turbulências a fez fria. E era apenas dois anos mais nova.

Conversas entre essas correm soltas a qualquer hora do dia, a confiança floresceu, até que sem perceber o quente fez o frio derreter em uma paixão de forma instantânea, como um estalo. O universo observou tudo como se fosse uma novela clichê, e sentiu inveja.

Um dia o quente decidiu quem era, enxergou seus propósitos, se questionou mais uma vez antes de confirmar para si mesma, e teve certeza no que pensava. Seu sorriso de satisfação e alívio abriu de orelha a orelha.

O frio logo soube, sorriu juntamente àquela essência fervente qual ainda o aquece, e comemoraram apesar de uma distancia.

Comemoraram e com o tempo já tinham algo a mais entre dois elementos um tanto quanto opostos.

O univserso sentiu fortemente uma inveja daí em diante. Como pode? Uma história tão perfeita dar tão certo?

 Talvez não seja só o univserso conspirando, talvez seja simplesmente o destino e a quebra das barreiras do limite.

Afinal, existe limites para o amor?


Notas Finais


@Heamin_Phonic eu também te amo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...