História PANDORA - Kimilia - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Emilia Clarke, Kit Harington
Personagens Emilia Clarke, Kit Harington
Tags Emilia Clarke, Game Of Thrones, Got, Kemilia, Kimilia, Kit Harington
Visualizações 127
Palavras 2.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores, ai está o capítulo. Amores queria muito ter postado antes, mas estou em período de estágio, ou seja, sem tempo para escrever.

Obs>: sem revisão

Capítulo 15 - Emilia x Rose


Fanfic / Fanfiction PANDORA - Kimilia - Capítulo 15 - Emilia x Rose

Assim que chegou em casa conversou com a mãe e lhe contou parte da história, parte, pois não contou o porquê de Kit ter terminado o noivado, sabia muito bem que a mãe a passaria um sermão e ela se sentiria ainda mais culpada.

Naquela tarde Emilia passou a todo o tempo com seu empresário, conversaram sobre a próxima temporada da série e também sobre o filme que estava por estreia. Ela agradeceu a essa reunião, pois assim manteve seus pensamentos afastados de Kit, a único coisa ruim da reunião foi que já no finalzinho seu empresário a disse que Kit havia publicado em vários sites a notícia de ele e Rose haviam se separado. Ela ficou sem reação e ficou alguns segundos paralisada, o empresário ainda comentou que esse rompimento de Kit e Rose poderia prejudicar a careira do astro, pois grande parte dos fãs da série shippavam o casal, afirmou ainda que a imprensa investigaria se a causa da separação teria sido por traição de uma das partes.

Emilia sentiu-se extremamente sem graça quando o empresário comentou estes fatos, e teve de usar parte de seu dom em atuar para disfarçar o seu medo de que sua história com Kit viesse à tona. Assim que a reunião acabou Emilia seguiu para sua casa, assim que chegou ligou para Lena, pois precisava falar com a amiga.

—Alô, Lena. Amiga eu estou super nervosa.

— Emilia!? O que houve? - pergunta em tom de preocupação.

— Eu juro que eu não queria nada disso, eu o amava em segredo, nunca quis que ele deixasse a Rose. - Emilia falava rapidamente, quase chorando.

— A não, Emilia não se culpe. Já sei, você se assustou com a nota que publicaram afirmando o fim do noivado deles.

— Sim, eu não pensei que isso fosse acontecer, no fundo eu acreditava que ele ainda voltaria pra ela, ou que...

—Amiga, estava na cara que isso iria acontecer, você o ama e ele te ama, quem disse que o amor é coisa fácil? - Lena a interrompe.

— Você fala que ele me ama, mas até agora ele não falou em amor.

— Querida não seja boba, é claro que ele te ama, sempre vi isso no olhar dele desde que todos nós nos conhecemos, nas nossas últimas gravações, em nossos jantares e encontros acho que todos perceberam, não sei alguma coisa se acendeu de vez entre vocês.

— Meu Deus, então todo mundo percebeu?

— Pelo menos eu e Peter sim. O beijo de Jon e Dany foi verdadeiro, eu sei que foi, não foi? – perguntou Lena em tom curioso entre risos.

— Ai meu Deus, foi sim, ele me provocou demais nessa cena, e não resisti, queria beijá-lo novamente desde 2012.

— Vocês nunca haviam se beijado desde 2012. Emilia como você aguentou? Sei que você sempre o amou.

— Lena eu nunca tive coragem, nós nos olhávamos, mas nunca houve conversa ou outra coisa sobre isso que existe entre nós.

— “Isso”? - risos- isso é amor, estou achando que você está muito presa às palavras, ele não precisa dizer que te ama, está estampado no olhar e ações dele. Kit está arriscando praticamente a carreira dele, ele quer você, ele não ama Rose. Aliás, foi você que aproximou eles, que bobeira você fez.

— Amiga, agora que estou enxergando o risco para a careira dele, eu não quero que ele se prejudique por mim, agora o problema está maior que Rose.

—Emilia, esqueça a Rose, pense apenas nele e em você, nós mulheres merecemos ser amadas verdadeiramente, Rose precisa de um amor de verdade, recíproco.

          — Precisamos conversar pessoalmente, vamos marcar um almoço para a próxima semana? - propõe Lena.

          — Sim, eu preciso te ver.

          — Outra coisa querida, não fique pensando em escândalo, imprensa, eles que se explodam. Viva a vida, amiga.

          — Não sei se consigo, mas vou tentar.

          — Então nos vemos na segunda, ok? Beijos.

          — Ok, beijos amiga- e desligou.

 

              Emilia sentiu-se mais leve após a conversa com Lena, amava esse jeito forte dela. Kit não tentou nem uma aproximação nos dias que se seguiram. Suas férias acabaram e Emilia voltou a fazer entrevistas e ensaios fotográficos, mas não quis participar de nenhum programa de tv, pois temia não conseguir desviar de perguntas que envolvesse Kit.

              No sábado estava em uma loja compreendo algumas roupas, quando deu de cara com Rose, a amiga foi super carinhosa e a abraçou assim que a viu.

              — Emilia que bom te ver.

              — Oi Rose, saudades de você. - comentou Emilia tentando disfarçar sua insegurança.

              — Estamos tão ocupadas que nem nos ligamos mais.

              — É verdade, com você está? Você tá tão linda.

              — Eu estou bem! Vamos tomar um café ali?

              — Vamos sim.

 

              Eles caminharam lado a lado até restaurante próximo a loja, sentaram-se e começaram a conversar sobre suas vidas, até que o assunto Kit ficou inevitável.

              — Emilia, você tem falado com o Kit?

              — Não, já tem alguns dias. Estive com ele no hospital e o ajudei na primeira noite de tratamento em casa.

              — Quando ele adoeceu nós já havíamos terminado. Que bom que você o ajudou, ele terminou comigo e não me permitiu ajuda-lo quando estava doente no hotel. - Rose confessa em tom triste.

              —Sinto muito, Rose. E agora como vocês estão? Me falaram sobre a nota no jornal.

              — Eu estou tentando superar, eu o amo ainda, eu fui tão boba em insistir em um relacionamento com ele, a verdade é que eu sempre soube que ele não me amava, mas não o condeno pois quando começamos a sair ele me confessou que amava uma pessoa, mas que temia não ter chances com ela. E eu apaixonada por ele propus que tentássemos namorar, que eu o faria esquecê-la.

              Emilia ouviu calada os desabafos de Rose, sentia uma grande dor no coração ao ver o sofrimento da amiga em cada palavra.

              —Kit sempre amou ela, mas ele tentou esquecê-la, eu sei que tentou.

              — Rose você sabe quem é ela? O que você sabe dela? - Emilia sabia que estava se ariscando com essas perguntas.

              Rose a olha com carinho e responde.

              — Claro que sei!

              Emilia sentiu como se seu coração parasse, suas mãos estavam frias e trêmulas.

              — Querida eu sei quem é, não fique vermelha eu sei que é você.

              —Como? Eu não entendo, como você sabe se nem eu sabia? - pergunta Emilia chocada e com voz trêmula.

              — Emilia, não seja boba, quando uma mulher que um homem ela passa por cima de tudo, quando conheci o Kit        eu vi que ele gostava de você.

              — Não tenho intenções de discutir isso com você, mas eu não dei chance para ele, eu nem sabia. - Justificou-se Emilia.

              — Ora… Emilia! Não posso acreditar que você não sabia, muito menos que nunca tiveram nada!

              — Eu…

              — Você o ama, sempre amou, seus olhares são explícitos, e vocês me traíram, eu entendo era inevitável.

              — O quê?  nós não te traímos, nunca nem nos beijamos em situações não profissionais. Eu juntei vocês, nunca tive a intenção de separá-los.

              —Emilia essa última parte é verdade, mas acho que vocês me traíram sim, se vocês não tivessem ficado nas viagens para as últimas gravações Kit não teria terminado comigo.

              Ambas ficam calada por alguns segundos, Emilia demonstra irritação e Rose está com sum sorriso sarcástico no rosto.

              — Rose, pelo amor de Deus… eu sou sua amiga, não fique imaginado coisas, na viagem nós ficamos próximos, mas não nos tocamos, eu nem desconfiava que Kit gostava de mim até...- Emilia para de falar assustada com o rumo da conversa.

              — Até... -repetiu Rose. – Vamos confesse.

              — Até a cena de sexo entre Jon e Dany- confessou Emilia em derrota.

              — Claro, agora a culpa é da cena.

              — Não estou dizendo isso, aquele beijo foi real, eu não consegui resistir e só ocorreu na cena. Disse Emi levantando-se. - Mas como você não acredita em mim, não perderei tempo te explicando o que realmente aconteceu- Assim que colocou o dinheiro do café na mesa Emilia se retirou do pequeno estabelecimento deixando Rose para trás.

              Emilia tentou se defender das acusações e mesmo não tendo a traído fora da cena, como foi acusada, sentia-se culpada. Os dias passaram e finalmente teve a chance de conversar sobre os últimos acontecimentos. Encontrou-se com Lena, almoçaram e engataram uma boa conversa antes de Emilia começar seu desabafo.

              — Lena eu me encontrei com Rose, ela está irritadíssima comigo.

              — Como assim, vocês falaram sobre o Kit? Ela sabe sobre vocês? - perguntou Lena boquiaberta.

              — Ela no início conversou normalmente, depois sondou se eu havia estado com Kit, depois falou sobre o fim do noivado. Você acredita que ela sabe que Kit gosta de mim. Acusou-nos de tê-la traído quando eles ainda estavam juntos.

              — Emi, como ela sabe? Foi ele quem disse?

              — Não o Kit não falou nada, ela me confessou que sempre soube que eu o amava e que Kit, quando começaram a sair havia dito que gostava de outra pessoa.

              — Meu Deus, Emi. Então ela esteve com ele esses anos todos sabendo que vocês se amam, mas que cachorra.

              — Pois é, eu fiquei chocada, não acredito que juntei os dois, ela não acreditou em mim quando disse que nós nunca ficamos.

              — Vocês discutiram?

              — Não tanto, assim que vi eu ela queria isso saí antes que eu realmente me irritasse. – Emilia explicou com fisionomia triste.

              — Emi, tem uma coisa boa desse seu encontro com ela.

              — Que coisa boa? Não achei nada bom.

              — Ora sua boba, agora você sabe que ela prendeu o Kit sabendo que ele gostava de você, ou seja, pare de se sentir culpada e fique logo com ele.

              — Não posso, e a impressa? Eles vão me considerar a outra.

              — Eu sei que você não liga muito para fofocas, então viva com elas, os fãs de Got já estão aceitando o casal Jonerys. - aconselha Lena.

              —Eu queria tanto ter essa coragem.- fala Emi com as mãos entre o rosto.

              — Você não pode fugir dele. Ele irá atrás de você, além disso vocês ficaram ainda mais próximos nessa última temporada.

              — Lena não me lembre disso, acho que não resistirei a ela se tivermos cenas quente, até o olhar dele me provoca.

              — Você cuidou dele, e aí não rolou nada?

              Emilia deu um leve sorriso, um sorriso cumplice para a amiga.

              — Ai, Lena. Rolou, não aguentei, ele é muito sexy, mesmo doente ele me seduziu. Se não fosse um telefonema de minha mãe nós teríamos transado.

              — Ele te ama muito, agora imagine se ele tentar de seduzir estando bom, doente ele quase conseguiu, quero ver quando ele estiver bom. Aliás ainda este mês vamos nos encontrar para a leitura da última temporada, você terá que ser forte para resistir a ele, a menos que você me ouça e ouça seu coração para dar uma chance a vocês.

              A conversa delas durou mais algumas horas, estavam em tanta cumplicidade que nem viram o tempo passar. Os dias se passaram e ela e Lena mantiveram contato, Lena sempre insistindo para que Emilia desse uma chance a Kit.

              O dia de hoje amanheceu ensolarado, Emilia olhou pela janela do quarto do Hotel em Belfast e viu que lá fora o clima era de felicidade, porém ela estava insegura e com medo, lembrava-se das palavras de Lena quando lhe disse que ela teria que ser forte quando fosse encontrar Kit em meio ao elenco para a leitura da temporada, e esse dia acabara de chegar, suas mãos estavam suadas, seu medo de não resistir a ele e estragar a carreira de ambos era enorme. Já se preparava para abrir sair para a reunião com o elenco quando batem na porta.

.................................................................................................

 

              Kit estava ansioso para ver Emilia, andava de um lado para o outro no seu quarto de hotel, estavam no mesmo hotel, mas como ela chegou durante a madrugada na cidade não a havia visto ainda. Nos últimos dias Kit havia decidido dar um tempo para Emilia refletir sobre eles, e para ela não pensar que ele havia desistido dela, logo cedo ele chamou um empregado do hotel e o deu luma pequena sacola de presente.

              — Oi amigo. Olha só, essa sacola deve ser entregue no quarto da minha amiga Emilia Clarke, eu não sei exatamente em que quarto ela está nesse hotel, por isso peço que você entregue a ela nesse exato momento.

              O rapaz assentiu com a cabeça e se retirou. Kit permaneceu ansioso no quarto, lembrando-se que já tinha o presente perfeito para dar a ela no dia de seu aniversário...

.................................................................................................

              Emilia se dirigiu a porta rezando baixinho para que não fosse ninguém do elenco, ela ainda não estava pronta para encará-los, isso por que pelo que Lena lhe disse todos sabiam de seus sentimentos por Kit. Respirou fundo e abriu a porta.

              — Senhorita, Emilia Clarke, temos esta encomenda para a senhorita. – Disse o rapaz do hotel estendendo a sacola para ela.

              — Ah obrigada, tenho que assinar algo? - perguntou ao mesmo tempo que examinava a sacolinha.

              — Não, não.

              — Ok, obrigada.

              Assim que fechou aporta Emilia abriu a sacola, ficou surpresa a constatar que nela estava uma caixinha transparente em formato de coração com um pequeno pingente em forma de abelhinha. Ela logo soube quem havia mandado o presente, pegou o pingente e o achou lindo, em seguida procurou um cartão no fundo da sacola, assim que encontrou leu-o em voz alta.

              “Eu já devia ter te enviado essa abelhinha, mas resolvi te dar um tempo para pensar, não desisti de você e nunca desistirei, esse pingente é para você pôr na pandora que te dei, ela é tão linda quanto você e também sei que você ama abelhinhas desde antes do filme Como eu era antes de você. Bjos, do seu Kit!”

              Ao terminar de ler ela chorava e sorria ao mesmo tempo...


Notas Finais


Estou com várias ideias para o reencontro de Kemilia.
Aguardem...Obrigada pelos comentários!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...