1. Spirit Fanfics >
  2. Pantera - Novas espécies >
  3. 10

História Pantera - Novas espécies - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - 10



Homeland

A exatamente quatro horas atrás, Bestial me colocou aqui, um super silêncio, apenas alguns ruidos dos que viviam na zona selvagem. Um lugar quente, e umido.

Eu estou sim abalada, mas as emoções aparecem tanto por dentro quanto por fora, chorar iria adiantar de que?. Porém eu ainda  não entendo, eu da mercile? Fala sério! os NEs são conhecidos por tamanha sinceridade e olfato, deveriam saber que eu não sou mentirosa, parece que Bestial não é canino, ou simplesmente não se importa com uma mera humana formada em medicina.

Talvez cantar ajude a tensão aqui dentro

-Somewhere over the rainbow way up high

[...]

-Da pra você parar de cantar?

-O que?! Quem falou isso? -Dei um pulo da cama e corri para as barras de aço.

-Você acha mesmo que havia só você aqui? -A mesma voz responde.

-Quem é? - perguntei novamente

-Menina tola, foi sequestrada igual a nós.

-Nós? Eu fui colocada aqui por engano. Vocês sim são pessoas más.

-Acha mesmo isso? Há mais de 50 pessoas aqui, e com certeza não foram postas por engano -Gargalhou- Teddy, temos uma novata aqui, acorda. -O homem, no qual estava na outra cela chacoalhou seu amigo.

-m-mais de 50? -Perguntei

-Sim menina, eles nos deixam definhando aqui até a morte, e irao fazer o mesmo com você. Disseram que alguém viria nos buscar, mais já faz dois anos que estamos esperando.

-Isso não pode estar acontecendo -Sussurei- eu tenho uma vida fora daqui, como a pamela sobreviveria sem mim?

-Todos nós temos. -Finalizou

Não não não não,  eu não posso ficar aqui, eu simplesmente não aceito essa situação. 198 precisa de mim, eu adquiri um carinho imenso por ele, ajuda-lo a acordar era a  minha responsabilidade. Trisha irá ficar tão triste comigo, pessoas confiaram eu mim, mas eu não falhei. Ouvi barulhos de passos pesados vindo em direção a mim.

-Ora, ora se não é uma infiltrada da mercile. Prazer Tim Oberto.

-Eu não sou, vocês não tem como provar.

-Claro que temos, um NE sentiu, e alias, Você injetou nele, temos registros.

-Eles podem ser falsos! Você já pensou na ideia de alguém ter me sabotado? Eu nunca faria uma coisa dessas, eu quero vê-los agora, chame o Bestial.

-Acha que pode exigir alguma coisa de mim? Você estava bem na nossa frente esse tempo todo. Agora, levante você irá ser interrogada.

Ele abriu a cela e fez um sinal para mim estender as mãos, eu fiz. Passamos pelo mesmo lugar de quando entramos, andei encarando o chão, eu não queria guardar na mente, nem se quer um pedacinho desse lugar, aonde eu fui tão humilhada e injustiçada. Enquanto saíamos da zona selvagem com o carrinho de golfe, lerdo de mais, diga-se de passagem, algumas pessoas me olhavam torto, as mesmas que já me viram no prédio, ou perambulando pelo hospital. Estacionamos na frente do meu agora, antigo local de trabalho, eu acho que nunca irei trabalhar aqui novamente.

-Espere aqui. Vou buscar as fichas dos seus registros de medicamentos. -Observei ele entrando pela porta automática, seu físico era forte, sempre pronto para a batalha, mas ele andava meio mancando, quase imperceptível.

-Olá.. Jennifer né? -Olhei para o indivíduo que acabará de interromper meus pensamentos.

-Oi Robert, parece que você irá ficar com o meu cargo agora. -Mostrei as mãos algemadas.

-Minha nossa! O que aconteceu? -Perguntou incrédulo.

-aparentemente alguém que não me quer em homeland, tentou me incriminar ou algo do tipo.

- Nossa! -Tossiu- e você sabe quem foi? É realmente uma pena.

-Irei descobrir, não vou ficar presa por algo que não cometi, certo? Você acredita em mim não é?

-Claro.. Claro que sim, com certeza você vai achar o culpado. Vou cuidar muito bem dos seus antigos pacientes.

- Eu agradeceria muito -Sorri. Ele deu um aceno e foi embora. Avistei Tim vindo em minha direção com um semblante nada bom

-Ótimo! pelo menos você não sumiu, por que os registros sim! -Passou as mãos no cabelo, andando de um lado para o outro.

-Sumiu? Ou vocês não tem provas? -Arrisquei.

-Não se faça de sonsa. Até encontrarmos, você irá ficar em Homeland até o dia do interrogatório.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...