História Panwink - Wanna One - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One
Tags Boygroup, Fanfic, Gay, Grupo, Gualin, Jihoon, Kidols, Kpop, Laikualin, Panwink, Park Jihoon, Produce101, Wanna One, Wannaone, Yaoi
Visualizações 41
Palavras 1
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Jihoon- Diga Gualin.

Na parte da cidade de onde vim, costumamos trocar os nomes "deles" por frutas, talvez para disfarçar a vergonha. Coincidência ou não, sempre chamei de morango.

Era minha fruta favorita. As vezes doce, as vezes Forte, mas sempre revigorante e ouvi-lo dizer essa palavras me trouxeram ideias sujas.

Estava cada vez mais próximo, meu corpo pedia por isso. Não sei o que ele provoca em mim. Tudo o que consigo dizer é que é diferente.

Qual é? Eu gosto de mulheres, não?

Jihoon- Diga Gualin.

Eu repeti e o fato de ter que falar baixo estava me obrigando a estar mais próximo a ele. Não que ali, naquele momento, estivesse vendo aquilo com qualquer peso de obrigação.

Ele abaixou a cabeça, e sua obediência seria comovente se não fosse completamente, excitante (?).

Eu não podia toca-lo, existiam câmeras em todos os lugares sem mencionar os outros membros. Ele tinha demonstrado estar atraído por mim, mas também disse que não queria que soubessem.

Eu não sou gay. Tipo, não sou. Nunca nem cogitei a ideia de ter outro homem. Nada contra quem é, mas eu sabia que não era. Digo, as pessoas sabem dessas coisas neah (?).

Gualin- Eu quero seu morango.

Ele disse perto o suficiente para que eu pudesse sentir o sopro de sua respiração lenta ao pronunciar aquela frase de forma tão correta.

Jihoon- Hoje nós... antes eu...

Staff - Hora de dormir meninos.

Todos se levantaram para se despedir como é de costume na Coréia.

Eu pude perceber Gualin ficar sem jeito e talvez um pouco corado (?), quem raios ainda fica corado de vergonha em pleno século 21?

Fechei os livros dele deixando-os perto da cama. Assim que deitei Gualin se aconchegou ao meu lado, nesse momento um pensamento impertinente me passou pela cabeça.

Iria provoca-lo essa noite.

Deixei escapar um sorriso malvado enquanto o olhava e vi a confusão crescer em seus olhos. Devagar e em baixo do edredom macio que nos cobria, subi minha mão até sua cintura.

**apertando**

Gualin- O que você tá... - Não o deixei terminar a frase, ele já estava soltando um novo grunhido pra mim.

Capítulo 8 - 8 Capítulo





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...