História Paper Blood - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Personagens Originais, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Visualizações 12
Palavras 399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é minha primeira fic desde alguns anos. Espero que gostem 💙

Capítulo 1 - Prologue


Debaixo das estrelas da meia noite, um jovem socava raivosamente um saco de pancadas. Repetia tanto os movimentos que machucados se abriam em seus punhos, mas rapidamente se fechavam, assim criando um ciclo. O suor que saia de seu corpo já fazia sua camisa se colar em seu corpo, fazendo-o parar por um momento para tira-la, logo em seguida voltando para seu exercício. As gotas salgadas escorriam por seu cabelo escuro, seu peitoral coberto por tatuagens, e seu pés descalços que dançavam para frente e para trás conforme ele se movia.

Uma hora depois foi quando finalmente se cansou, decidindo por fim ir para sua casa descansar. Enquanto terminava de arrumar suas coisas escutou seu nome ser chamado, e rapidamente se virou agarrando a bolsa de sangue que havia sido jogava em sua direção, não percebeu a fome que tinha até olhar o sangue dentro do plástico. Olhou para a pequena casa que tinha sua última luz sendo desligada finalmente. “Minho como sempre me vigiando”, pensou ao olhar para a casa de seu amigo, logo abrindo o lacre do objeto em suas mãos e bebendo o conteúdo que havia ali dentro.

Indo então em direção a sua casa, ou como um nome mais adequado, mansão. Todas as casas que residiam por volta daquela área já apagavam suas luzes, algumas poucas permaneciam. Dali conseguia ver vários dos quartos de seus amigos com a luz ligada ainda, outros apagadas, mas sabia que era porque estes não se encontravam em suas casas.

Quando finalmente chegou em sua casa, pegou mais algumas bolsas de sangue no refrigerador e seguiu para o seu quarto, onde rapidamente despejou suas coisas e se despiu indo para o banho. Ficou por algum tempo sentindo a água escorrer por seu corpo, lhe refrescando e relaxando do exercício feito a pouco. Logo saiu dali, se secando e colocando somente uma boxer azul marinho e tomando os sangues que havia pego, depois então escovando seus dentes, não resistindo em colocar suas presas para fora enquanto se olhava no espelho. Amava suas presas mais que tudo, e gostava delas mais ainda pois saber o que a visão de sua pessoa com elas fazia a outras pessoas, tanto medo quanto desejo, se sentia extasiado ao os causar em alguém, principalmente o primeiro. Algum tempo depois já estava deitado em sua cama, e após mexer um pouco em seu celular, decidiu ir dormir.


Notas Finais


Ola cerejinhas, espero que gostem do prologo, o primeiro capítulo será postado amanhã e espero que todos gostem.

Comentários sempre são bem vindos, principalmente construtivos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...