História Paper Heart - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Escola, Romance
Visualizações 1
Palavras 2.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Iae cafezinhos :3 achando que eu ia abandonar meu Paper heart de novo? Non msm, agr é volta definitiva (pelo menos eu acho) Neh PRODUÇÃOOOOO? Eles disseram que se não tiver outro corte de net, pq sim, eu fiquei sem net tds esses dias... ;-; a visinha foi invetar de fazer uns paranaue lá e acabou cortando o cabo da minha net, cés acreditam nissu? ;-;
É mt sorte da minha parte, mds 23:29 da noite, boua sorte pissuas que leem istu aqui em ver esse capitulo tão "tarde"

Tchauzim, tenham uma boa leitura, fiquem com mogeko e não usem drogas
(。^ = ・ω ・= ^。)

Capítulo 30 - " One day earlier... "


Luka PVO

Faltava um dia para a peça. Nesse um dia Even me liberou para sair.

- você merece - ela falou com um sorriso

Tomei banho de cabeça, coloquei uma camisa branca e uma bermuda verde, penteei meu cabelo e fiz um rabinho de cavalo bem pequeno no meu cabelo. Desci as escadas, vi que Lucy falava com Herryco, ele me olhou feio, mas ela não notou quando ia saindo sentir um grito.

- Luka! - era Lucy com a sua felicidade

- Oi? - falei me virando

- boa sorte - ela deu um sorrisão.

Quer ser atriz do comercial da colgate? Dava certo

Balancei a cabeça que sim e fui andando, eu não sabia muito sobre a China, mas acho que com o meu amigo Google eu consigo chegar no lugar que eu quero.

O hospital onde está Lala.

Lala PVO

Digamos que eu não venha estando muito bem, fraturei um braço e uma perna, minha boca está inchada e meus olhos estão vermelhos de tanto chorar.

Não choro por dor. Mas simplesmente, meu coração não consegue acreditar que o seu amor não lhe ama.

- Lala, eu... Tenho que ir - Lulu falou e eu acenei que ok.

Olhei para cortina branca do hospital. E ouvi a porta se abrir, olhei para porta, Era o Luka.

- Lala? - ele falou e eu acenei que sim

- o que você está fazendo aqui? - perguntei

- Eu vim pedi desculpa - Luka falou com um ar de arrependimento

- joga um copo no chão e pede desculpa, iae?!!!! - eu já tinha perdido o controle, chorava como uma doida - Ele voltou a ser o que era?!!

- calma - ele falou com a voz baixinha

- MEU AMOR DISSE QUE NÃO MIN AMAVA E TU ACHA QUE EU VOU TER CALMA AGORA?!!!! VOCÊ NÃO SABE O QUANTO EU ESTOU FERIDA! - Gritei, pus tudo para fora, eu já deveria ter posto

Luka PVO

Ela gritou aquelas palavras, mas ela não sabia que eu a entendia melhor do que ninguém...

Eu a abracei e ela chorou nos meus braços.

- seu idiota - ela falou soluçando

- sinto muito - Eu falava a cada soluço que ela dava.

Quando ela finalmente parou de chorar dei um beijo na bochecha dela e ela deu um sorriso que não era falso. Parecia entender a situação.

- me desculpe por não ti entender - ela falou um pouco triste - agora, você é livre para ficar com a Lucy

- Mesmo se eu quisesse a Lucy nunca ficaria comigo - falei alisando o meu braço de leve.

- você nunca vai saber até tentar - Lala me aconcelhou.

- obrigado - sorrir - amigos? - estendi o dedinho midinho

- amigos - ela apertou meu dedo midinho com o midinho dela e sorriu.

Saí dali satisfeito, Agora eu já sabia o que fazer eu só nessecitava... Esperar, mas um pouco.

Autora PVO

O tempo se passou, Anoiteceu.

Lucy se acordou de madrugada, foi ao seu cantinho secreto. Era uma árvore de cerejeira bem longe da casa. Ficou ali. Lembrou de quando viu Shyoran e sua gêmea, e claro, lembrou-se de Moon.

- E então Lucy? - Moon estava sentada ao seu lado - diga a sua querida Moon, o que está acontecendo - Moon perguntou, de alguma forma, a voz que ela fez lhe sonou familiar.

- não Moon - Lucy falou se enconlhendo - Eu não quero lhe contar - Moon alisou as costas de Lucy.

- Olho mágico que tudo ver, que eu possa ver o impossivel virar possivel agora mesmo - Moon falou e Lucy olhoupara ela, a varinha mágica estava com ela e bom estavam lá, no lugar da Moon, na casa dentro de Lucy.

Lucy PVO

Me sentei no chão e ela no sofá.

- Moon, o que você fez de tão grave? - perguntei

- me apaixonei - Ela falou sorrindo nostalgicamente, como a rainha das noites estava tão boazinha?

- só? - perguntei e ela acenou a cabeça que não

- eu me apaixonei pelo homem do outro lado - Moon falou - por um homem do cabelo vermelho

- Como assim?! - Perguntei

- A muito tempo atrás, Mistletoe era o reino dos dois deuses, Blue Oark e Gree Vermelion, Gree Vermelion, coordena as engrenagens do renacimento e destruição e Blue Oark da bondade, de acordo com a religião mistletoeana Blues e Vermelions não podem se relacionar - Ela explicou.

- mas meu pai era um Blue - falei

- não, ele não era - Moon falou fechando os olhos e logo os abrindo - era só a maldição de Blue Oark

- ah - falei desanimada e ela alisou minha cabeça com um sorriso terno

- foi bom ter ti conhecido Lucy - Moon falou com um sorrisão e me entregou uma carta - só abra depois da peça

- como você sabe que vai ter a peça? - Lucy perguntou

- eu sou você e você sou eu, depois do selo - ela piscou

Autora PVO

Lucy dormiu com a cabeça apoiada nas pernas de Moon de baixo daquela árvore. Moon olhou para o céu, o olho direito dela brilhou com a luz da lua.

Luka PVO

Andando por ai, encontrei Lucy dormindo de baixo de uma arvore de cerejeira. Me sentei ao lado do corpo dela.

- e então o que será que a senhorita está fazendo a essa hora sozinha aqui? - perguntei e claro, não obtive resposta.

- Saia de perto dela - Herryco falou saindo das sombras.

- e quem é você pra mandar eu me afastar? Um pai da Lucy? - Perguntei me levantando

Tentei encarar Herryco, mas ele era bem mais alto que eu.

- eu só não quero que ela fique como a Lala - suspirou - a Lala ficou muito destruída depois de começar a namorar você, destruída ou séria doida?

- O que você está querendo dizer? - perguntei com raiva

- O que você entendeu - ele pegou na gola da minha camisa - VOCÊ DESTROÇA AS PESSOAS

rir e ele assumiu uma expressão estranha. 

- Diga a verdade você gostava da Lala só que ela nunca ti daria a minima - Falei e aquilo atingiu ele de uma maneira que ele me jogou no chão, dei um sorriso de canto enorme.

Ele pegou Lucy e saiu andando em direção a casa.

Caralho que baka

Desde quando tu é Loli Tsundere Faith?

Me deitei na grama de baixo da árvore de cereja.

Dormi ali.

Lucy PVO

- acorda Lucy - era Even batendo no meu braço.

Não me lembro de vim para o quarto

- é hoje Lucyyy - Even gritou, mas eu continuei dormindo - vamos Lucy!

- Aish, deixa eu dormi - falei me ajeitando na cama

Ela puxou meu lençou e ligou a luz, eu me sentei ainda acostumando os olhos com a claridade, pisquei duas vezes e então olhei para ela.

- Se tu esquecer o teu texto na hora da perça..... - Even falou com um tom assustador pisquei de novo e suspirei - vai cuidar, tem mais uns ensaios antes de anoitecer... - ela saiu saltitando

Butterfly saiu de detrás do meu travesseiro, borcejou e passou as "patas" nos olhos.

- Meu deus ela tá muito animada, ela é a Even mesmo? - Butterfly perguntou

- é - Confirmei - ela fica feliz quando alguém vai se ferrar - falei e andei até o banheiro

- ah é? - Butterfly se sentou no meu ombro.

- sim 

Estavamos as duas mortas de sono, escovei os dentes e fui tomar banho, A Butter lutou contra min dizendo que ela não precisava tomar banho (que porquinha), mas terminou tomando banho. Coloquei ela no meu ombro por de baixo do meu cabelo que estava solto, coloquei um vestido vermelho vinho sem mangas e sem alças, tinha bojo, era todo solto tirando a parte dos peito que era bem coladinho.

Desci as escadas, pensei que Luka estaria ali sentado no sofá cansado também, mas não, ele não estava ali. Sorrir, comi normal e fui para o meu lugar secreto, Ali estava Luka.

- Nossa, nunca soube que gostava de ar livre - falei, mas foi como se eu falasse para min mesma.

Ele dormia pesadamente, sentei perto dele.

Layla PVO

Sai o mais cedo possível da residência Ichiharu. É a minha chance de acabar com a raça da Lala, nunca fui de matar ou torturar alguém, mas sinto meu sangue fever só em pensar dela com o Luka. A próxima é você Lucy... =)

Peguei a ficha de acompanhante da Lala, cheguei na sala que ela estava, sala 04. Tinha uma médica lá dentro.

Droga!

Entrei na sala com um sorriso de uma pessoal calma e normal.

- Ah, você é quem vai pegar a Lala? - Ela perguntou

- sim, Lulu está bem oculpada para vim - falei e Lala olhou para min assustada

Fomos andando.

- Layla eu não reconheço esse cam... - antes que ela terminasse eu danei a seringa com sonifero forte, ela caiu no chão

- parece que essa mistura de Et com sonifero mais forte deu certo - falei olhando para a agulha que espirava o sonifero - Ah Enfermeira, pq você não é mais cuidadosa? A sua Lala e a sua Lucy vão ser torturadas por causa do seu sonifero - Dei uma gargalhada o bastante alto.

Não vou me conter Lala...

Coloquei ela no braço e levei ela para uma casa abandonada.

Bom, amanhã nos vemos Lala

Amarrei ela a uma pedra, fiz alguns cortes na perna e nos braços dela para que ela não se movesse.

bye bye =)

Lulu PVO

Estava trocando de roupa quando Kauã entra no meu quarto.

- Está oculpada? - ele falou de cabeça baixa e olhos fechados

- Pode abrir os olhos já que já entrou - Falei e ele abriu os olhos, corou ao ver minha calcinha branca e meus peitos rosados.

- Ahh é melho eu - ele tentou sair, mas eu o peguei pela mão.

- Nana nina não, você vai ficar, você já viu então vai continuar vendo e falar o que você quer de min - perguntei num tom muito sexy

Eu sempre amei o Kauã, e amo mais ainda quando ele fica assim, mas meu amor não é recíproco... Ele gosta da Ayana e bom... Eu não ligo para isso

- Eu vim pergunta se eu posso ir com você, busca a Lala - Kauã perguntou e eu fiquei surpresa, o soltei e pus um vestido azul sem manga

- Vai deixar a sua "chefinha" - brinquei com um sorriso no rosto em pensar que a gente poderia ficar juntos.

- não chame a Ayana assim... - ele falou com tremor na voz, deve ser porque meu vestido está assungado atrás - seu vestido... - ele avisou

- puxa ele Kaaa - falei com uma voz manhosa e ele puxou, eu rir - eu adoro ti irritar

- você não me irrita - ele falou suspirando.

- se você diz, vamos - falei e saímos andando.

- Kauã? - Ayana falou saindo do quarto dela e olhando para nós - Luanne? Aonde vão? -perguntou

- vamos sair, juntos - Falei sorrindo, mas ela me ignorou

- Buscar Lala - Kauã falou e Ayana assentiu

- Boa sorte para vocês - ela se espreguiçou e olhou para ele - para com essa cara, você sabe que é livre para sair - ele se calou depois que ouviu aquilo - tchauzinho - ela acenou, levei isso como um "puxa ele antes que ele fale algo" e o puxei

Ayana PVO

É bom ver o Kauã sair com outras pessoas...

Sorrir com o pensamento, Even chegou e me abraçou por trás colocando sua cabeça na curva do meu pescoço, ela é maior que eu, ainda me pergunto como consegue fazer isso.

- Ciúmes? - Even sussurrou em meu ouvido, meu corpo todo se arrepiou, dei um sorriso

muito ciúmes...

- Não... Ele precisa disso - falei sorrindo - ele já fez demais por min...

- Vamos, Ayana não seja boa demais, vai acabar perdendo o Kauã para a Lulu - Even falou

- O Kauã nunca foi meu Even... - falei e ela sorriu

- admitiu

Kauã PVO

Lulu foi dormindo no meu colo, nunca vi uma garota que gosta tanto de me provocar, alisei seus cabelos castanhos claros lisos. O ônibus parou, fiquei com pena de acorda-la, estava num sono tão bom.

- Lu... - Falei mechendo no ombro dela

Ela levantou e... Me beijou. Se sentou no meu colo limpando a baba do canto da boca. Se deu conta e seu rosto corou bruscamente.

- Ai meu deus! Me desculpa! - ela falou envergonhada - mas... Kauã, eu te amo

Meu deus... O que eu fasso?

Olhei no seus olhos e... Use-me. O tempo parou e eu fiquei ali olhando nos olhos dela, tirei uma conclusão, Ayana nunca ficaria com um cara como eu, então... Eu quero tentar regar a semente desse "amor".

- eu também ti amo - respondi e nos beijamos, nos separamos - quer namorar comigo?

- sim... Sim, sim, SIM! - gritou beijando minha bochecha

Nunca me sentir tão amando na minha vida.

Descemos do ônibus de mãos dadas. Andamos e falamos um monte sobre nossa vida.

- Nossa, parece que sua vida foi toda dedicada a "Ayana-sama" - ela falou e eu acenei que sim

- mas é divertido está com ela, o Luka, a Lucy e a Even - falei

- okay - ela falou e entramos no hospital

- eu queria a chave para o quarto de Lalissa Moreno, quarto 04 - Lulu falou com a moça que ficava no computador

- desculpe, mas Lalissa Moreno já foi para casa - A moça respondeu e Lulu ergueu uma sombracelha

- ela foi com uma menina de cabelos pretos, pele morena, mais ou menos da minha cor e olhos castanhos escuros - Uma medica falou olhando para Lulu

Lulu queimava de raiva.

- obrigado - agradeceu

Ela pegou na minha mão firme e fomos para casa.

- LAYLA THOMAS - Lulu gritou

Ayana veio andando, com um café na mão, seu salto fazia barulho quando andava.

- Lulu - Ela pegou na mão de Lulu - Lala foi sequestrada

- O QUE?!!! O QUE AQUELA VADIA DA LAYLA FEZ!?! - Passei a mão nos cabelos de Lulu

- Layla está toda cortada, Manu está costurando as feridas dela - Ayana falou - o homem a agrediu e levou a Lala

- Porque ele levou a Lala? - Lulu perguntou

- não fassa pergunta difícil... - Ayana falou e logo olhou para min e depois para as mãos dadas

Lucy PVO

Luka finalmente acordou, borcejou e depois olhou para min.

- Dormiu bem? - perguntei com um sorriso brincalhão

- acha que eu conseguiria dormi bem no chão? - Luka perguntou rindo

- não mesmo - respondi rindo - mas eu gosto de dormi de baixo das estrelas

- falou bem Lucy, você, não eu - Luka se levantou e estendeu a mão pra min

Peguei na mão dele e tentei me levantar, mas acabei por derrubar ele no chão. Ele caiu bem em cima de min, sentir nossos narizes encostarem, eu corei e ele riu.

- baleia - ele sussurrou rindo

- idiota! - gritei e nossos lábios se aproximaram mais

Ele pegou na minha sintura e colocou eu no ombro dele.

- EIII Me põem no chãoooo - gritei me debatendo enquanto ele se levantava

- calma - ele deu um tapa na minha bunda.

- Quem ti deu o direito!? - gritei e ele riu

- vai desculpa - ele falou com aquela voz bricalhona que só ele tinha

Me pós no chão e fomos para dentro da casa.

Luka PVO

Eu e Lucy entramos dentro da casa. Fomos recebidos por um olhar mal-humorado de Herryco, para provocar passei meu braço pelos ombros de Lucy, ela olhou para min, mas não disse nada e não botou o olhar de Herryco, o mesmo saiu da sala, parecia que não queria arrumar treta. Kauã estava consolando Lulu de alguma coisa. Fomos até eles.

- E então Kauã? O que está acontecendo? - Perguntei

- A-ah Lala foi sequestrada - Lulu falou chorando e meio tremula

- meu deus - falei e olhei para Lucy, ela parecia que não avia ouvido nada - Lucy? - falei e ela caiu no chão - LUCY!

- Eu estou bem... Só um pouco fraca - Lucy deu um sorriso fraco e eu pus seu braço ao redor dos meus ombros

O barulho do salto de Even ecoou por toda a casa.

- merda, merda, merda... - ela falava em quanto vinha andando apressada na nossa direção - não tem como adiar, eu não tenho como devolver todo esse dinheiro

- T-tudo bem - Lulu falou em meio aos soluços

" A falsa indiferença é uma conduta motivada pelo ciúmes. "


Notas Finais


Butterfly : esse capitulo foi grandi ;-;
Fox : vdd
Faith : Mano, que Herryco babaca, raiva dele
Butterfly : já tou fazendo um shippo pra o Lukinha e o Herryco, amor é odio aqui em paper heart
Faith : AHHH vcs mulheres
Butterfly : vocês homens
Falcon : Será que vai ter um yuri basiquinho da Lala com a Layla? (͡° ͜ʖ ͡°)
Juvy : adoray a ideia
Macarona : Pipocaaa, queru Yuri
Juvy : Opa, opa, opa, amanhã é sexta feira 13
Butterfly : Ai, é mesmo ;-;
Fox : Ei autora, eu nunca ti pedi nada, fassa ai um especial de sexta feira treze
Butterfly : vdd a autora non fez a do dia dos namo, enton deveria fazer está
Macarona : duvido ela fazer, a peça tá logo em cima ;-;
Fox : vdd
Falcon e Faith : tururuuuu Turururuuuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...