História Paper Planes-yoonmin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jimin-ah, Mochi, Suga Hyung, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 14
Palavras 2.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Novos Amigos


TWO
         _________



"Eu estou dando uma festa hoje à noite, você está ta convidado, certo?" Taehyung pergunta quando nos sentamos para almoçar no campus.

"Eu tenho dever de casa." Eu respondi.

"Meu deus, Jimin! Apenas venha para a festa! Você nem precisa ficar o tempo todo sendo careta." Taehyung empurra.

Eu mordo meu lábio, piscando meus olhos para o meu notebook.

"Você deveria ir! Afinal, eu estarei lá também." Eu ouço e nós dois viramos nossas cabeças apenas para ver Jungkook caminhando até a nossa mesa.

Ele estava usando seu sorriso característico naquele bonito rosto dele.

"Veja, até ele está indo." Taehyung diz com uma expressão emocional.

"Por que você está dizendo assim? Eu pensei que você gostasse de mim?" Jungkook bufa enquanto olha para Taehyung.

"Quero dizer, você está bem .." Taehyung diz e eu pude ver um sorriso aparecendo em seus lábios.

Você consegue adivinhar o que isso significa?

"Oh, eu estou mais do que bem." Jungkook diz, mudando de uma floresta para outra.

"Sim .." Taehyung diz, um rubor visível em seu rosto.

Se você adivinhou que Taehyung gostava de Jungkook e depois ding ding ding, você está correto!

Meus olhos mudam de um para o outro do que para fechar meus livros, me levantar e pra ir embora.


"Você vai vim para a festa, certo?" Taehyung chama depois de mim.

Mal sabia eu que iria me arrepender do que saiu da minha boca em seguida.

"Eu estarei lá!"
•••
Então eu fui.

Mesmo que a sensação ruim na boca do meu estômago me dissesse para ficar, eu fui.

Cada osso do meu corpo me implorou para ficar em casa e estudar, mas não, eu fui por causa do Jungkook.

É aí que está outro problema.
•••
"Você conseguiu!" Taehyung sorri brilhantemente enquanto eu ando pelas portas da casa da fraternidade.

"Ah .. sim .."

Era muito óbvio que eu não pertencia aqui.

Eu ressaltei como um polegar dolorido.

"As bebidas estão por aqui, as gatas estão lá e eu estou prestes a festejar!" Taehyung sorri quando ele foge de mim, deixando-me sozinho.


Sugando uma respiração, olho em volta.

A única coisa que eu podia ver eram corpos dançando, pessoas bebendo, outras fumando, e muitas pessoas se aproximando e subindo as escadas, de mãos dadas.

Eu engulo em seco.

Eu realmente não pertenço aqui.

'Eu preciso fazer minha fuga', pensei.

Agora é minha chance.

Eu corro para a porta e, assim que ponho o pé para fora, ouço uma voz muito familiar.

"Mais já?"

A voz pertencia a ninguém menos que Jeon Jungkook.

Lentamente, eu me viro para encará-lo.

Ele estava brilhando.

Ele estava vestindo uma camisa branca solta, jeans e suas famosas botas de cor madeira.


"N-não. Eu só precisava de um pouco de ar."

Eu me xingo por ter tropeçado em minhas palavras.

O que é irônico porque o seu próximo movimento tirou o ar dos meus pulmões.

"Venha comigo. Eu tenho algum tempo divertido para nós fazermos." Jungkook sorri enquanto enrola um braço em volta dos meus ombros e começa a me puxar para longe.

Do canto do meu olho, pude ver Taehyung olhando para nós.

Seus olhos seguraram um olhar que eu não conseguia entender.

Raiva, choque, magoa ..

Quando Jungkook finalmente pára de me arrastar, percebo que estamos em um quarto.

O quarto era iluminado apenas por uma pequena lâmpada em uma mesa de cabeceira de cor creme.

"O que estamos fazendo aqui?" Eu pergunto, meus nervos se levantando.

Ainda me lembro do medo que senti naquele momento.


"Ouvi dizer que você ainda é virgem." Jungkook diz, meio sério e meio divertido.

Meu rosto instantaneamente aqueceu de vergonha.

"O-onde você ouviu isso ?!"

De repente eu não estava com medo, apenas completamente e completamente envergonhado.

"Eu conheço pessoas." Ele encolhe os ombros.

"Por que você está levantando isso? Isso não lhe diz respeito." Eu digo e apesar da confiança em minhas palavras, minha voz tremeu.

"Eu tenho uma surpresa para você." Ele diz.

Antes que eu possa começar a questionar, ele abre a porta, revelando uma garota com longos cabelos castanhos.

A garota parecia mais nova do que eu, possivelmente uma novata ou estudante de segundo ano.

Ela estava usando um vestido curto e muito batom.

e foi aí que eu soube

As coisas só iriam descer a partir daí.
•••
"Então o que você diz, Jimin? Que tal você perder seu pequeno cartão hoje à noite, hein?" Jungkook pergunta, um sorriso se espalhando de orelha a orelha.

Eu olho da garota para Jungkook.

Eu podia sentir minhas palmas suando como loucas e eu estava com medo de falar.

O que eu deveria dizer?

Eu não quero fazer isso porque não gosto de garotas?

Não, não posso dizer isso.

"Bem?"Ele aperta mais.

"Eu não estou me sentindo tão bem. Eu provavelmente deveria ir para casa." Eu vou direto pra porta.

Quando eu alcanço a maçaneta, sinto uma mão me puxar de volta.

"Você não gosta de garotas,é Jimin?" Sua voz zombeteira perfura meus ouvidos, enviando um arrepio na minha espinha.

"Não é assim. Eu só não me sinto bem é tudo .." Eu digo, evitando os olhos dele.

"Com licença, mas você pode nos dar um pouco de privacidade?" Jungkook diz enquanto olha na direção da garota.

Ele saiu mais como uma demanda, em seguida, um pedido.

Ela olha para mim, depois para o chão e acena com a cabeça.

Uma vez que ela se foi, sinto o medo crescer dentro de mim novamente.

Eu sei.

Eu não deveria ter medo porque esse é o cara que eu amo há anos, mas eu to.

Eu estou além do medo.

Tenho certeza que até ele podia ouvir o bater do meu coração no meu peito.

"Diga-me ... você gosta de caras, não é Jimin?" Jungkook pergunta novamente, seus olhos queimando buracos no meu rosto, meu corpo, minha alma.

"Eu não."

Mais uma vez com as mentiras.

"Então, se eu fizer isso, você não ficará excitado." Ele sorri enquanto me encurrala contra a parede e planta um beijo gentil no meu pescoço.

Eu tremo quando seus lábios frios entram em contato com a minha pele.

"C-claro que não. Saia cima de min." Eu digo, tentando afastá-lo.

Seu braço chicoteia e agarra meu pulso, parando meus movimentos.

"Eu vejo o jeito que você olha para mim, Jimin. Eu vejo desde o ensino médio. Eu sei que você está apaixonado por mim." Ele sussurra enquanto morde meu lóbulo da orelha, me fazendo gemer.

Eu odiava como eu estava abaixo para ele ..

Como eu não estava nem brigando.

"Diga-me Jimin .. você queria que eu fosse o único a tomar a sua virgindade, não outro ..." Ele ronrona no meu ouvido.

Sua respiração quente na minha pele me fez tremer no que não era outro senão o prazer.

Sem querer, eu respiro as palavras:

"Sim."

"Eu sabia!" Eu ouço e de repente há risos e muito disso.

Meus olhos se arregalam quando olho para trás de Jungkook apenas para ver Taehyung parado ali com os outros chegando atrás dele.

Taehyung não era o único a rir, em vez disso, ele parecia chateado.

Ele estava fumegando de suas orelhas.

Ainda me lembro de como era horrível ver o coração de meus melhores amigos quebrando bem diante dos meus olhos.


"Você quer dizer ... você é gay? E você não me contou ?!" Taehyung pergunta, seu rosto segurando uma expressão de traição.

Como se eu tivesse matado sua mãe ou algo assim.

"Eu ia contar a você. Eu só-"

"Vocês ouviram isso todo mundo? Park Jimin é gay!" Ele diz.

Meu coração para então e ali.

Eu havia tentado tanto esconder isso de todos e estava tão perto.

Eu só precisava de mais um ano e agora estava arruinado ..

Foi assim mesmo.

"Você realmente pensou que eu queria tirar sua virgindade?" Jungkook pergunta, me acertando no ombro.

Eu mantenho minha cabeça em direção ao chão, com vergonha de olhar para cima.

"Sim, certo. Você é um perdedor. Por que eu, o cara mais popular da escola, quer alguém como você? Eu não sou nerd." Jungkook ri.

Flecha.

"Além disso, eu gosto do Taehyung."

Outra flecha.

"Eu nunca me apaixonaria por você."

Mais uma flecha apontada diretamente para o meu coração.

Mais um e eu estaria morto.

Sem dizer mais uma palavra, saí correndo de casa, ignorando todas as risadas e comentários sendo jogados em mim quando fui.

"É isso, minha vida acabou." Eu pensei enquanto corria para quem sabe onde.

Naquele momento eu estava correndo e não me importava para onde estava indo.

Eu só precisava sair de lá.

Longe.

[...]

O dia seguinte na escola foi exatamente como eu esperava,

horrível.

"Eu sabia que você era gay! Você deveria ter acabado de sair e me disse. Embora pareça que você teve problemas suficientes saindo como estava ..."

Eu virei meu rosto para longe do homem de cabelos castanhos e abaixei minha cabeça em meus braços.

"Não há necessidade de ser tão tímido sobre isso. Eu posso ser seu conselheiro gay." Hoseok diz.

Eu olho para ele apenas para vê-lo olhando para mim e sorrindo brilhantemente.

"Meu conselheiro gay?" Eu questiono.

"Sim, seu conselheiro gay. Você sabe, o cara gay que ajuda você através de suas experiências gays. Seus momentos gays, suas necessidades gays e desejos. Eu tenho você coberto." Hoseok diz alegremente.

Hoseok realmente era um cara legal.


"Então você realmente não se importa de sair comigo apesar de todos os olhares que eu tenho?" Eu pergunto.

"Nem um pouco! Nós, gays, temos que ficar juntos." Hoseok diz.

Isso me faz sorrir.

Eu estava com tanto medo o tempo todo e para quê?

O próprio Taehyung era gay, então por que eu estava realmente com muito medo de contar a ele?

Eu tinha medo que ele descobrisse que eu estava (sendo a palavra chave) apaixonada por Jungkook?

Embora seja um pouco tarde demais para isso agora ..

"Gostaria disso." Eu finalmente respondo.
•••
Então foi assim que aprendi a superar o que havia acontecido.

Em vez de deixar isso me foder, eu tomaria o controle e superaria isso.

Ou pelo menos eu poderia tentar.


Neste momento, Hoseok se tornaria meu salvador.
•••
Quando a hora do almoço chegou, procurei no campus por um lugar para sentar.

Meus olhos pousaram na mesa em que Taehyung estava sentado e meu coração afundou quando vi com quem ele estava sentado.

Ali ao lado dele estava Jungkook.

Sinto-me sufocado, como se fosse chorar.

Honestamente, eu provavelmente estava.

Eu chorei muito.

"Jimin! Por aqui!" Eu ouço e viro minha cabeça para ver o mesmo sorriso brilhante de Hoseok enquanto ele me acena.

Eu sacudo a tristeza e coloco um sorriso.

Apenas um pouco deprimido, vou até meu conselheiro gay e, espero, meu novo melhor amigo.

Quando o alcanço, vejo duas pessoas que não reconheci.


Eles estavam sentados lado a lado e, para minha surpresa, estavam de mãos dadas.

"Jimin, esses são meus amigos Jin e Namjoon." Hoseok diz enquanto faz um gesto para as duas pessoas que estavam de mãos dadas e olhando nos olhos um do outro com amor.

"Ei." Eu digo um pouco timidamente.

"Hey, hum. Sente-se." O cara chamado Jin sorri enquanto ele dá um tapinha no assento ao lado dele.

Eu sorrio e sento no lugar para o qual fui instruído.

"Estes são meus amigos. Temos outro amigo chamado Yoongi, mas ele não é exatamente o tipo de curte faculdade." Hoseok ri enquanto cutuca sua comida.

"Yoongi é gay também?" Eu pergunto.

"Oh querido, Yoongi é o mais gay de todos nós." Jin ri, o que faz os outros dois caras rirem.

"Ah ... eu vejo." Eu digo então cale-se.

"Talvez eu possa apresentá-lo a ele um dia." Hoseok diz quando ele se vira para mim e me mostra um sorriso.


"Sim talvez." Eu digo enquanto mordo o interior da minha bochecha.

"Por enquanto você deve conhecer Jin e Namjoon. Eles são realmente ótimas pessoas." Hoseok diz.

"O melhor." Namjoon sorri enquanto ele beija o nariz de Jin e sorri amplamente.

Jin sorri de volta e beija sua bochecha antes de se inclinar contra o seu lado.

Eu sorrio na direção deles e olho para baixo no meu colo.

Mesmo que eu tivesse feito novos amigos, ainda sentia uma escuridão dentro de mim.

Uma escuridão que eu não tinha certeza seria uma que eu pudesse me livrar tão facilmente.

Mas você sabe o que dizem, o tempo cura todas as feridas ...

Na maior parte, é bem verdade.

Eu sei disso melhor que ninguém.

[...]



Notas Finais


A/n:Desculpe pelos erros ortográficos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...