1. Spirit Fanfics >
  2. Para o único garoto que eu já amei - Tom Holland >
  3. Eu nunca serei ela

História Para o único garoto que eu já amei - Tom Holland - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi pessoal, tô aqui de novo com outra fic.
Espero que gostem, Deus abençoe a América 🇱🇷🇱🇷🇱🇷😚

Capítulo 1 - Eu nunca serei ela


Bom... Como começar essa carta?

Primeiro, eu te amo.

É, eu te amo...

Ou melhor, ainda te amo.

Vamos começar de novo.

Eu amo você desde o dia que eu me mudei pro lado da sua casa.

Você estava brincando com seu irmão, vocês tinham entre 8 e 12 anos.

Assim que te vi levando uma bolada na cara, eu pensei “Esse é o garoto certo pra mim!”.

Eu sei, é meio estranho, mas é verdade.

Depois que eu corri pra te ajudar a levantar, nós nunca mais nos separamos.

Viramos melhores amigos, Os melhores amigos.

Até que você conheceu Caroline.

O sorriso que eu via no seu rosto quando olhava pra ela, me desmoronava.

Porque você sorria por ela e pra ela.

Eu simplesmente não suporto mais ver que, tudo o que você faz é por ela.

Lembra do dia em que vocês brigaram?

Ela havia te traído... E eu vi... E até hoje ninguém sabe.

Peço perdão por isso, mas você também traiu alguém que se importa contigo... Você me traiu.

Vocês brigaram porque você viu ela de mãos dadas com um estranho.

Que ela disse ser um quase irmão.

Mentirosa.

Na minha opinião, ela sempre foi uma vadia, se quiser saber.

Naquele dia, você vaio até minha casa.

Meus pais tinham ido visitar uma tia, e voltariam na semana seguinte.

Naquela noite, fomos ao meu quarto e você estava chorando.

Peguei sorvete e várias caldas de frutas e doces pra fazer você se sentir melhor.

Naquela noite eu cancelei ir a um encontro com uma amiga, e mal sabia eu que seria a última vez que eu “ veria”  ela viva... 

Coloquei filmes de comédia e terror pra fazer você se distrair e sorrir porque, eu amo seu sorriso.

Não me lembro exatamente como, mas nós nos beijamos.

Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida.

Nós também ficamos juntos a noite toda, e enquanto nos amamos, você dizia que eu era especial e que não me deixaria.

Que ficaríamos juntos.

Que me amava.

Pobre engano.

Na manhã seguinte, acordei sozinha.

Você não estava lá.

Sorri pensando que você teria ido pra sua casa, já que morávamos lado a lado.

Quando cheguei na sua casa, todos estavam na cozinha.

Me aproximei e sua mãe me deu a notícia de que estavam comemorando por terem reatado o namoro.

Sorri mais uma vez, só que esse doía...

Muito.

Você não tem ideia.

Me senti usada, mas ainda sentia sua falta.

Você sorria pra ela.

Eu te odeio, mas eu te amo.

E eu odeio te querer.

Não posso, mas não consigo, colocar ninguém acima de você.

Holland, o que você fez comigo..? 

Vi o quanto você precisa dela, você quer ela, e eu nunca serei ela. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...