História Para salvar o mundo - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger
Visualizações 85
Palavras 971
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 24 - Cap. XXIII


POV Hermione

Ver aquele homem andando como se tudo o que tinha feito não fosse nada era muito frustrante...seu ar de quem já ganhou...toda vez que eu o vejo sorrir eu lembro do Harry se encolhendo toda vez que eu chegava perto dele, com medo de que eu o machucasse.

- Começaremos hoje o julgamento do réu Albus Percival Wulfrico Brian Dumbledore – Madame Marchbanks o olhou com repulsa e eu senti que tinha uma aliada ali – auror, administre o veritasserum.

O auror se aproximou de Dumbledore que pareceu ficar tenso.

- Por favor, Madame Marchbanks, isso não é necessário, responderei com sinceridade a todas as perguntas feitas...

- Não senhor Dumbledore, é necessário sim, para todos aqueles julgados nesse corte, você não é exceção – com um aceno de sua varinha as correntes da cadeira no centro da sala o prenderam firmemente – agora abra a boca, ou o faremos abrir.

Dumbledore abriu a boca e o auror administrou o soro da verdade e se afastou.

- Agora que cooperou, vamos começar – a sala estava em silencio esperando para ouvir o que ia aparecer – Qual o seu nome completo réu?

- Albus Percival Wulfrico Brian Dumbledore.

- O senhor estava ciente da troca de guardiões pela família Potter?

- Sim – muitos suspiros foram ouvidos, bando de idiotas provavelmente ainda achavam que Sirius poderia ter contornado os efeitos do soro da verdade.

- Quem era o verdadeiro guardião?

- Peter Petigrew.

- Por quê?

- Achamos que seria muito obvio se o senhor Black fosse guardião, então o usamos como chamariz devido a sua força, ninguém desconfiaria de Petigrew.

- Por que você autorizou a prisão imediata de Sirius Black? – ele pareceu lutar por um instante antes de responder.

- Por que eu queria Harry Potter e seus ativos sob meu controle.

- Você estava ciente dos abusos sofridos por Harry Potter nas mãos de seus familiares trouxas?

- Sim, eu coloquei alguém para vigia-lo e varias magias de monitoramento sob ele.

- Por que você não fez nada quando soube do primeiro abuso?

- Por que eu preferiria que ele chegasse a Hogwarts fraco e submisso – a luta dele para não responder era evidente...ele pode quebrar o controle do soro?

- Por quê?

- Por que ele veria a mim como uma figura paterna salvadora e confiaria em mim sem restrições.

- Você atentou deliberadamente contra pessoas de linhagens quase extintas para ter acesso aos seus bens de família?

- Sim, eram famílias escuras não mereciam o conhecimento que possuíam – dava para sentir o ódio vindo da ala escura da sala.

 - Você...-  a expressão estoica foi quebrada e ele olhou para todos na sala com desdém.

- Chega de perguntas agora não é? Um homem velho tem o direito de manter seus segredos – Madame Marchbanks suspirou, com a quebra do soro, não daria para usar mais nele nesse momento teríamos que esperar um ouro inquérito, então ele só seria julgado pelo que confessou.

- Auror, acompanhe o senhor Dumbledore para a sala ao lado e espere até ser chamado – depois que ambos saíram – Muito bem, votemos sobre a punição do réu. Aqueles a favor de bani-lo da suprema corte levantem as varinhas acesas.

Toda a sala se iluminou, com algumas ressalvas de seguidores mais ferrenhos.

- Aqueles a favor de manda-lo a Azkaban por crimes cometidos contra famílias antigas acendam suas varinhas – a ala escura levantou em peso, mais da metade da ala neutra também, mas foram pouco os que levantaram na ala da luz, logo a punição não seria aplicada – ok, aqueles a favor de multa-lo então.

O suficiente acendeu as varinhas em concordância com a multa...Madame Marchbanks mandou chamar o auror e o réu.

- Albus Percival Wulfrico Brian Dumbledore você foi sentenciado a: expulsão imediata dos seus deveres para com esta corte e a multa de 50 000 galeões a Harry James Potter e Sirius Orion Black, incluindo a devolução imediata de seus tesouros de família, que será feito por meio de Gringotts nesse momento – pude ver o ódio brilhar por um momento em seus olhos claros...e o sorrisinho que ele me deu...tenho vontade de enfeitiça-lo para o esquecimento – Você não tem autorização para entrar em contato com a família Potter e a família Black. Por favor retire-se do recinto.

Dumbledore se levantou e saiu como se nada tivesse acontecido...homem desprezível, olhei para Violeta que mantinha uma expressão de quem iria explodir a qualquer minuto...e lá vai ela.

- Madame Marchbanks, é sensato deixar esse homem, andar livre? Atuar como diretor de uma escola? Todas as crianças do mundo mágico estarão em perigo!

- Estou ciente, senhorita, mas não há mais o que fazer nesse momento – Violeta se sentou com raiva, mas o ódio brilhava nela.

 

POV Violeta

A sessão acabou e depois de prometer a Nott ir jantar com ele, Hermione e eu saímos rápido ao ministério em direção a nossa casa. Eu precisava de uma dose de fofura para me acalmar....passei pela lareira rapidamente e fui direto para o jardim e lá estava a minha dose de fofura: Draco, Harry e Neville brincando felizes com Remus, Sirius e Frank; sob os vigilantes olhares de Narcisa e Alice.

- Boa tarde meus lindinhos! – exclamei e eles correram na minha direção, só faltava o meu lindo Theo aqui também, mas seria logo.

- Tia Vivi! – abracei a todos os três que começaram a falar ao mesmo tempo o que tinham feito durante o dia.

- Eu não ganho abraço também? – olhei para Sirius que fez beicinho, antes de me dar um sorriso sexy – vamos precisar conversar hoje priminha, não é?

- Mais tarde – ele se animou – a conversa, não o abraço.

Olhei para o lado e vi que Hermione estava falando algo com Narcisa e Alice...ótimo parece que teremos que ter uma reunião de atualização o mais rápido possível.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...