História Para Sempre - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, ChiNoMimi, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Castiel, Poderes
Visualizações 230
Palavras 862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Err... Oii pessoal! Essa é a primeira vez que eu criei uma fanfic, como vocês podem ver, é sobre Amor Doce, por enquanto... Porque eu pretendo fazer muitas outras fanfics sobre outros assuntos. Espero que vocês gostem e Boa leitura!

Capítulo 1 - Cheguei nessa porr! (Editado)


Fanfic / Fanfiction Para Sempre - Capítulo 1 - Cheguei nessa porr! (Editado)

Ah... Olá! Meu nome é Lívia Adams, mas pode me chamar só de Liv, tenho 16 anos de idade, sou uma garota de belos cabelos negros e olhos verdes, tenho a pele pálida e sou magra, no momento estou morando com minha tia Agatha, acabamos de nos mudar para a França já que é aqui onde vou completar o terceiro ano do Ensino Médio.

Amanhã é meu primeiro dia de aula, não espero fazer novos amigos, não sou uma pessoa de muitas amizades.

Sou uma pessoa extrovertida porém muito insegura.

Amo assistir séries, comer, dormir, ler, desenhar, ouvir música, jogar vídeo-game, armas, facas, etc...

Tenho habilidades em arco e flecha, tiro ao alvo, velocidade...

Viemos aqui para construir uma nova vida... E é isso que eu irei fazer!

 

-Finalmente acabei! - Falei assim que tirei a última mala do porta-malas.

Isso é uma casa ou uma mansão? Sério gente! A casa é enorme!

Moradia de dois andares, suas paredes eram um tipo de marrom claro, as portas e janelas assim como o telhado eram marrom escuro. A parte da frente do jardim era cheia de árvores e flores, enquanto na parte de trás havia um mini salão de festas e uma piscina de chão.

Já que tia Agatha está no trabalho, terei que organizar as coisas sozinha... 

Comecei a tirar as coisas das caixas e à colocar em seus devidos lugares. Tem até biblioteca aqui! Eu amo ler!

Quando acabei de arrumar as coisas, fui tomar um banho quente. Logo em seguida coloquei uma roupa confortável e comi tapioca junto com suco de maracujá (Quem não tomou, vai tomar! HUEHUEHUE).

-Tá. E agora? O quê eu posso fazer?

Subi as escadas e entrei no meu quarto. Olhando de relance á janela, percebi que havia um parque aqui perto. Corri até o meu armário animadamente, tirei minha roupa de mendigo (Levem na zoeira) e vesti uma calça jeans preta, regata amarela e coloquei meu All Stars branco junto com meu colar.

Peguei meu celular e sai de casa. Crianças brincavam na rua umas com as outras e adultos conversavam com seus vizinhos, um bairro bastante calmo até. 

Quando cheguei em frente ao portão, uma árvore bordo me atraiu a atenção. Me sentei sob a grama e escorei minhas costas em seu tronco, coloquei meus fones de ouvido e fechei meus olhos, relaxando enquanto ouvia ''Hit and Run - LOLO''.

Senti algo nos meus pés, abri meus olhos e era uma bola colorida.

-Desculpe lhe atrapalhar! - Uma ruiva baixinha veio correndo em minha direção.

-Tu tem que melhorar no saque, hein - Um garoto de olhos verde-água chegou ao lado da baixinha. - Moça, você quer jogar comigo? Minha irmã tem a mão de alface. - Tive que segurar o riso.

-Ora moleque! - A garota começou a correr atrás do ruivinho e eu comecei a gargalhar.

-Bem... Acho que não nos apresentamos. Meu nome é Íris e esse nanico irritante mais conhecido como Thomas é meu irmão mais novo, mas ele é adotado.

-Hey! Tu que veio do lixo! 

-Meu nome é Lívia, mas me chamem apenas de Liv. Ó Thomas - Estendi a bola para ele.

-Ah! Você não vai querer jogar? - Ele fez bico.

-Infelizmente tenho que ir para casa, já está anoitecendo...

-Oh! Verdade! Até outro dia moça.

-Até outro dia, Liv. - Íris me abanou animadamente e eu retribui o aceno.

Quando estava prestes a sair do parque, alguma coisa pulou em cima de mim.

-Dragon! - Ouvi uma voz rouca e grossa. - Se continuar assim, é capaz de quebrar o corpo de tábua dela.

-Se parar de ser infantil, é capaz de você amadurecer tomate.

-Do que você me chamou? - Ele cerrou os seus olhos cinzas em minha direção.

-T-O-M-A-T-E.

-Que debochada essa menina!

-Um dom meu. - Sorri com a língua entre os dentes, o ruivo corou e desviou o olhar.

-Err... Meu nome é Castiel.

-Meu nome é Lívia, mas me chame de Liv.

-Vai ficar aí no chão ou quer ajuda para se levantar? - Ele me estendeu sua mão.

-Que cavaleiro ele é! - Rimos enquanto eu pegava em sua mão.

-Tu parece ser uma mina legal... Gostei de ti! 

-E como não gostar? Eu sou um amor de pessoa. - Dei uma balançada no cabelo.

-Convencida é pouco. - Ele riu e revirou os olhos. Caralho, que sorriso lindo esse ruivo tem.

-Acho que já vou indo. Até algum dia, tomate.

-Até, garotinha.

Sai do parque e fui rapidamente até minha casa. Chegando lá, as luzes estavam acesas.

-Que caralhos é isso?! - E se um ladrão tivesse entrado em minha casa?!

-BUU!!! - Surgiu uma silhueta do além, escorreguei no tapete e quase dei com a cara no chão.

-Credo tia. - Coloquei a minha mão no peito, sentindo meu coração a mil - Espera! Para tudo! Esse cheiro é...

-Strognoff!!! - Ela gritou animadamente.

-STROGNOFF! - Meus olhos brilharam.

Jantamos e depois eu ajudei-a com a louça. Coloquei meu pijama e me joguei na cama, eu não conseguia parar de pensar naquele ruivo... O sorriso dele era muito bonito.

Rapidamente adormeci em meio aos meus pensamentos...

 

Continua...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Muito obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...